Adriano Machado/Crusoé

As pesquisas explicam Bolsonaro

16.05.22 13:32

No amontoado de pesquisas sobre intenções de voto para presidente da República, tendo a acreditar mais nas que mostram uma diferença abaixo de 10 pontos entre o primeiro colocado, Lula, e o segundo colocado, Jair Bolsonaro (foto), na disputa de primeiro turno. É o resultado da sondagem divulgada hoje, pelo PoderData. O petista tem 42%, contra 35% do atual presidente. Nas pesquisas anteriores, a diferença era de 5 pontos. No segundo turno, de acordo com o PoderData, Lula venceria Jair Bolsonaro por 49% a 38% dos votos.

O mais interessante nessa pesquisa são dois recortes. O primeiro mostra que 77% dos eleitores que votaram em Fernando Haddad, em 2018, dizem que votarão no seu chefe em 2022. Já em relação a Jair Bolsonaro, só 61% afirmam que repetirão a escolha. No segundo recorte, do total de eleitores que o atual presidente teve em 2018, 18% dizem que votarão nas eleições deste ano em Lula, enquanto outros 11% pretendem votar em Ciro Gomes, João Doria, Simone Teber e André Janones.

A sangria de Jair Bolsonaro continua grande, mesmo depois de ter ganhado 15% nas intenções de voto, com a saída de Sergio Moro da corrida ao Palácio do Planalto. Outro dado que aponta para o desgaste do atual presidente é que, segundo a pesquisa, entre os que anularam ou votaram em branco em 2018, 34% afirmam que votarão em Lula já no primeiro turno deste ano, ao passo que 14% dizem que optarão por Jair Bolsonaro.

Uma brisa leve vem soprando em favor do inquilino do Palácio do Planalto. Ela foi impulsionada também pela condenação do deputado Daniel Silveira a quase 9 anos de prisão pelo STF, um verdadeiro espanto. Jair Bolsonaro usou acertadamente a condenação para fazer pregação pela liberdade de expressão — e Lula o ajudou muito com as suas declarações estapafúrdias sobre a Guerra na Ucrânia, policiais não serem gente e regulação da mídia. Mas, na sequência, o atual presidente errou feio ao voltar a atacar a lisura do processo eleitoral brasileiro. Os ganhos com o caso Daniel Silveira podem ter sido anulados pela retórica golpista e pelo novo aumento do preço dos combustíveis, que Jair Bolsonaro tenta encobrir com a troca de ministro das Minas e Energia e a patacoada de privatizar a Petrobras.

As pesquisas explicam Jair Bolsonaro, mas não o tornam mais compreensível.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
    1. Será que Tasso e Tebet, ou Tebet e Tasso irão compor uma candidatura?

  1. O brasileiro em geral gosta de alternar, depois de Lula Bolsonaro, depois de Bolsonaro, Lula outra vez. Eita pessoal inteligente e cego.

  2. Nunca votei e jamais votarei no PT, mas acho que já passou da hora do Bolsonaro parar de chorar / buscar conflitos para se manter competitivo nas próximas eleições . Se o tema dos combustíveis incomoda tanto, por que ele não usa os 50,26% da participação acionária do Governo Brasileiro na Petrobrás para criar um fundo de compensação de preços dos combustíveis? Afinal, 50,26% do "estupro" vai para os cofres públicos... Por quê não põe ênfase nas realizações do seu governo e propostas de futuro?

  3. Como acreditar em pesquisa que dizem ser feita por telefone com 2000 mil eleitores, num país de 220 milhões de habitantes e +-150 mil eleitores, além do universo ser pequeno não conheço ninguém que atenda no telefone um pesquisador de eleições.

  4. Uma perguntinha singela para o Sabino: onde estão os eleitores do Lula? No dia 1º de maio, com direito a sanduba de mortadela e show gratuíto de Daniela Mércuri, deu uma mixaria de jegues, não passava de 100. Em Minas o ex-detento teve que discursar para uma multidão de uns 50 cabeças fracas, .. kkk! __ Mas, ... tá tudo dominado, a besta foi solta e tornada elegível para ganhar as eleições, foi solto com essa finalidade fim, ... há quem garanta.

    1. Caro Nyco, a única coisa que salva a Crusoé é ( era ) o Mário Sabino. Eu fui a Paulista e passei no Pacaembú. Foi de 15 a 20 pró Bolsonaro. Pesquisa ???? kkkkk

    2. Tenho 50 anos, sempre vivi o Brasil, nunca ouvi falar de ninguém que tenha respondido a alguma pesquisa eleitoral. Pegando carona no Nyco, gostaria de indagar ao Sabino e demais leitores se ouviram falar de alguém que tenha participado.

  5. meu "chutômetro", baseado em achologia de alto teor de adivinhações sobre o passado não registrado nas enciclopédias delta-larousse, diz o seguinte: "Lula foi eleito, já no primeiro turno; tomou posse em 2023; 9 meses depois foi destituído por impeachment; Alckmin assumiu; convocou uma Nova Constituinte; implantaram o parlamentarismo; o país encontrou-se com sua vocação: um novo gabinete a cada ano. Fim das previsões! Todas deram certo! ou totalmente errado. A depender do oráculo!

  6. Este sistema político partidário brasileiro é um verdadeiro puteiro à brasileira. Estes que se apoderaram dos partidos e os fizeram propriedade privada é que determinam os candidatos que vão ser eleitos. Nós os eleitores somos os idiotas úteis pra votarmos em quem eles escolhem a exemplo dos tiriricas da vida, o povo na ignorância descarregam milhões de votos em um único candidato o qual sai elegendo mais 2 ou 3 candidatos que o dono do partido escolheu via voto de legenda. País de banânias.

  7. Sabino, não creio que no universo da pesquisa, haja troca de votos acentuada como você diz crer, bastando um dos dois Zé Manés mijar fora do penico. Só no Brasil para ter pesquisas toda semana, mesmo o cenário refigurando o mesmo plasma todo dia. Essa disputa, tá parecendo o time do Flamengo, nem f nem sai de cima.

  8. Vai ser terrível se Lula e Bolsonaro confirmarem as pesquisas e passarem pro 2o turno. O Brasil não merece a repetição desses dois capturados pelo sistema. #MoroOuNulo

    1. Ano Eleitoral Ridiculo sem opção para termos votação com candidatos não marginais Prq os partidos boicoitaram os outros candidatos

Mais notícias
Assine agora
TOPO