Aloisio Mauricio /Fotoarena/Folhapress

Após prévias conturbadas, Rodrigo Garcia tenta atuar como bombeiro no PSDB

05.12.21 12:20

O vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, esteve em Brasília na última semana com uma missão: tentar baixar a temperatura após a tensão das prévias do PSDB

Em reunião com a bancada tucana na Câmara, que durou 45 minutos, o aliado de Doria transmitiu a mensagem de que todos estão no “mesmo time”, “devem permanecer juntos” e a “mobilização da legenda deve ser para um único projeto”.

O movimento foi feito enquanto o escolhido da legenda para concorrer ao Planalto está em Nova York, onde permanece em missão com empresários paulistas até a segunda-feira, 6.

Parte da bancada avalia que Garcia foi a pessoa certa para agir como bombeiro, poucos dias após a divulgação do resultado das prévias. Se o mesmo tivesse sido feito por Doria, não geraria o mesmo efeito, avaliam“São Paulo não pode ser o centro dos próximos passos de uma pré-campanha. Como deputados de ponta, vamos todos carregar o nome do Doria. São Paulo é o centro do país, mas o partido precisa ouvir as bases. Quanto mais ouve, menos erra”, disse Daniel Trzeciak, do PSDB gaúcho, um dos presentes ao encontro.

Parlamentares que apoiavam o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, se veem agora como “noivas” que precisarão ser conquistadas para se engajar em favor de Doria. Leite já tem dado sinais de que não deve fazer isso. Entre deputados, o principal receio é de que o nome de Doria não decole até março do ano que vem, o que dificultará a vida daqueles que concorrerão à reeleição. Por isso, alguns já começam a flertar com outras siglas. 

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Este “homem” esteve em Espírito Santo do Pinhal na última sexta-feira. Reinaugurando uma das muiiitas benfeitorias que meu avô, Francisco Álvares Florence. Fez à cidade que ele amava! À família não teve o direito de falar sobre o único monumento erguido na entrada da cidade.. seu nome foi citado apenas para se referir à Escola. Engraçado que fiquei feliz por não haverem substituído seu nome…talvez por Doria. Já não se faz mais políticos como antigamente…

    1. Mais uma faceta do PAULO agora virou dorista . internem o professor doutor

  2. 1- Doria tem todos os requisitos para ser candidato à presidência. É hoje o melhor quadro do PSDB. Aécio, que já foi o tucano mais lulista, está acabado. Alckmin na negociação com o Lula, demonstra, que assim com o mafioso das Gerais, nunca foi um antagonista do lulismo verdadeiramente. Doria é diferente deles. Tanto que forjou o BolsoDoria para combater a esquerda caquética. Depois que percebeu que o Bolsonaro era MAIS DO MESMO, se tornou o principal opositor.

    1. 2- Para mim o PSDB está acabado. Se o Aécio e outros caciques, optarem por se oporem ao governador, esse processo será acelerado. Em virtude de todo esse contexto, Doria não é competitivo na próxima eleição. Deve fazer seu sucessor em São Paulo. Mas o mais sensato é ele dar uma passo atrás na eleição para Presidente, apoiando o Moro, e depois colocar novamente o seu nome à disposição. Doria sempre terá o meu respeito. Moro 🇧🇷

  3. Governador Dória, vai participar nas eleições disputando a medalha de bronze. Lula pelas pesquisas já está no 2º turno e seu adversário será Moro, Ciro Gomes ou Bolsonaro.

Mais notícias
Assine agora
TOPO