Marcelo Camargo/Agência Brasil

Bolsonaro autoriza voos na classe executiva para ministros em viagens internacionais

12.01.22 08:18

Apesar do cenário de arrocho fiscal, o presidente Jair Bolsonaro (foto) autorizou ministros de Estado a viajarem na classe executiva, com passagens pagas pelo contribuinte, quando os voos forem internacionais e tiverem duração de mais de sete horas. O aval consta da edição do Diário Oficial da União desta quarta-feira, 12.

Além de ministros, poderão viajar com mais conforto servidores ocupantes de cargo em comissão, de função de confiança ou de níveis altos na hierarquia do funcionalismo, assim como funcionários que estejam representando essas autoridades.

O texto cria exceções a um decreto editado em 2018, na gestão Michel Temer, que estabeleceu que as passagens aéreas deveriam ser compradas pelos órgãos competentes “sempre na classe econômica, tanto para servidores quanto para integrantes do alto escalão. 

À época, a norma publicada pelo emedebista visava justamente cortar os privilégios de ministros.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Uma viagem de 10h na econômica é dureza, principalmente se vc não tem tempo para descansar da viagem e tem que cumprir uma agenda de trabalho no dia da chegada. Na executiva já dá.A diferença de preço é menor que uma diária a mais de hotel.Mas, é preciso dar exemplos de austeridade para toda a administração pública e para ser solidário ao povo, que sofre de fome, COVID, desemprego, compressão de vendas e prejuizos. Falta sensibilidade para o momento do País

  2. Este sujeito não é só zero em economia como apregoa mas um zero a esquerda em tudo que faz. Enquanto o otário do contribuinte tem que se ferrar pra trabalhar e pagar impostos o presidente dando mais um mal exemplo usando o bolso alheio pra fazer graça pros seus ministros. Nem ele e nem Lula chega de tanta canalhice na presidencia. Moro, Doria, Simone, Alessandro qq um será infinitamente melhor que estes dois sujeitos populistas do atraso do país.

  3. E VIVA O DESVIO DE 💰💰PUBLICO .OS MAR GINAIS NO LUXO ENQTO MILHARES DE BRASILEIROS SEM COMIDA E SEM TETO .o capetao e seus aliados cor RUPTOS do centrão ,destruindo a economia ,a educação e o meio ambiente

Mais notícias
Assine agora
TOPO