Foto: Adriano Machado/Crusoé

Bolsonaro diz agora que não há “corrupção endêmica” em seu governo

29.06.22 17:40

Em evento com presidenciáveis nesta quarta (29) na CNI, Jair Bolsonaro (foto) mudou o discurso sobre seu governo não ter “um único” caso de corrupção e disse que nele não há “corrupção endêmica”, apenas “casos isolados”.

“Não temos nenhuma corrupção endêmica no governo. Tem casos isolados que pipocam e a gente busca solução para isso”, disse Bolsonaro a uma plateia de 1.600 industriais em Brasília, sem citar o nome do ex-ministro Milton Ribeiro, preso pela PF na semana passada e solto no dia seguinte pelo TRF-1.

“E, quando se fala em corrupção, nós temos que falar: três anos e três meses sem qualquer denúncia de corrupção em nossos ministérios”, afirmou o presidente, cuja gestão tem quase três anos e seis meses —as denúncias de um suposto esquema de corrupção no MEC vieram à tona no final de março.

Bolsonaro também criticou a mobilização de opositores para abrir uma CPI sobre o tema no Senado. “Quando se abre uma CPI, abre-se um mar de oportunidades para oportunistas fazerem campanha contra a gente no caso”, declarou ele.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Nada fez para combater a corrupção, compromisso de campanha. O pior, se aliou a elite corrupta do congresso. Foi um dos coadjuvantes para destruir a operação lava jato e o ex juiz Sérgio Moro. Paga caro por isso. Um dos motivos de sua chances de reeleição diminuírem. O episódio do MEC lhe trará problemas de campanha. Bolsonaro e Lula são semelhantes. A novidade é Simone Tebet, "mãos limpas".

  2. Quakquer um que se dê ao respeito sabe que queiram ou não este governo tudo fez contra corruptos e jadróes que tem a proteção imoral e criminosa de outros poderes ... estou mentindo?

  3. acabei com a lavs jato, porque no meu governo não tem corrupção:"Bolsonaro outubro2020". com isso abriu um flanco para oportunistas de seu governo e pavimentou a estrada para o retorno de Lula e seu circo.

  4. Quando ele disse "a gente busca solução", entende-se: a gente avisa antes. É um cínico. Um mentiroso contumaz. Igualzinho a Lula.

  5. “Acabei com a Lava Jato, porque no meu governo não tem corrupção.” Jair Messias, em 10/2020. BOLSOLULA NUNCA MAIS! MORO PRESIDENTE ou NULO GERAL

  6. Assim como o o ex-presidiário, o sociopata já se perdeu em suas mentiras, não há como enganar por muito tempo tantas pessoas. A mascara já tinha caído para a população, mais um pouco o gado não conseguirá manter as mentiras de pé. São muitas pontas soltas, não existe uma chance de parar em pé. O dia "D", 03/Outubro, o mandrião não irá ao segundo turno. Acredito que Tebet e Lula podem disputar no dia 30/Outubro. O conjunto, da figura dela alinhada a sua comunicação e seu frescor, é mais agradável

  7. Bolsonaro deve mesmo parar de dizer que "Não existe corrupção em nosso governo" e passar a dizer "Não existe governo em nossa corrupção"!!!

    1. VC está ciente de que Simone Tebet declarou apoio a Lula se este for ao segundo turno com Bolsonaro, né?

  8. Se os casos isolados pipocam, é sinal que são casos comuns, rotineiros. Está figura sinistra não sabe se expressar corretamente pois adota a tática de sempre mentir e às vezes se confunde e fala a verdade.

  9. Segundo Ciro Gomes, o Minto sempre foi corrupto: funcionários fantasmas, despesas de gabinete fajutadas, notas de combustível falsas. Ciro afirma e desafia o Capetão a processá-lo. O Bozo tem o DNA de miliciano.

Mais notícias
Assine agora
TOPO