Adriano Machado/Crusoé

Bolsonaro escolhe ex-professor de Flávio para vaga de juiz do TRE do Rio

02.09.20 11:36

“Claro, acho que o fato de eu ter sido professor do Flávio (Bolsonaro) e conhecer pesou, sim”, diz Vitor Marcelo Aranha, escolhido nesta terça-feira pelo presidente Jair Bolsonaro para integrar o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. O advogado só entrou na lista tríplice de candidatos ao cargo de última hora, em uma eleição suplementar para substituir o terceiro colocado. Ele havia recebido apoio de Flávio Bolsonaro em outra eleição, para a presidência da OAB do Rio.

Vitor Marcelo Aranha entra em uma vaga das duas vagas da corte destinadas a advogados. A Crusoé, ele ressaltou seus títulos acadêmicos e sua participação em bancas de concursos públicos, mas admitiu: “O processo de escolha é um processo político, né? A Constituição diz isso e eu estou honrado com o decreto do presidente da República”.

Além de ter sido professor no curso preparatório de direito do senador Flávio Bolsonaro, Vitor Marcelo tem um histórico de apoio da família. Em 2018, ele concorreu à presidência da seccional fluminense da OAB e contou com apoio expresso de Flávio, o que fez militantes bolsonaristas se engajarem na campanha. “Como advogado quero declarar meu voto no doutor Vitor Marcelo, uma pessoa militante, séria, competente”, declarou à época o senador eleito.

Assista ao vídeo:

O advogado chegou à lista tríplice por um caminho tortuoso. No ano passado, foi o terceiro colocado na disputa por uma das vagas de juiz substituto no mesmo TRE, mas não foi escolhido por Bolsonaro. Posteriormente, o Tribunal Superior Eleitoral impugnou um dos nomes que compunham a lista tríplice dos mais votados para o cargo de juiz titular e ele entrou no lugar.

Após a decisão do TSE, o Tribunal de Justiça do Rio, responsável por elaborar as listas tríplices de candidatos a assentos na corte eleitoral, abriu um novo processo para preencher a vaga do terceiro colocado. Vitor Marcelo foi o único candidato inscrito. Ele recebeu 131 votos. Oito desembargadores votaram em branco.

Em ofício enviado pelo TSE ao Ministério da Justiça para que o presidente da República finalmente escolhesse um dos nomes, o ex-professor de Flávio aparece em terceiro lugar. Ele contesta a posição. Diz que, como os seus votos na eleição em que concorreu sozinho superam os dos outros dois candidatos, ele deveria ser o primeiro da lista.

Nos últimos tempos, o clã Bolsonaro tem se esforçado para se aproximar do Judiciário, em várias frentes. Nesta terça-feira, por exemplo, o presidente fez questão de participar da posse do ministro Mauro Campbell, do Superior Tribunal de Justiça, no TSE. Há processos em curso na corte que podem resultar na cassação da chapa do presidente.

Na Justiça Eleitoral do Rio, onde o professor Vitor Marcelo passará a atuar, Flávio Bolsonaro também tem passivo. Na 204ª Zona Eleitoral, o filho 01 de Jair Bolsonaro é alvo de um procedimento que apura se há irregularidades na declaração de bens apresentada por ele nas últimas eleições. O responsável pelo caso na primeira instância da Justiça eleitoral é o juiz Flávio Itabaiana, o mesmo que na área criminal conduziu o inquérito sobre o “rachid” no antigo gabinete de Flávio na Assembleia Legislativa. A defesa do senador entrou com recurso no TRE para tirar o processo eleitoral das mãos de Itabaiana.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. ....professor de rachid, de crimes e contravenções, de falcatruas em proveito próprio e dos ""amigos"", claro. Com certeza esse asqueroso foi o melhor aluno!!!! A gente vê pela bem ""aplicada"" ""prática"" marginal!!!!

    1. só temos um jeito todas pessoas que lutaram pela lava-jato e para tirar o PT tem que ir para rua para tirar bolsonaro com máscara e álcool gel. lena

  2. Marcelo Reis Magalhães é compadre de Bolsonaro e padrinho de Flávio Bolsonaro. Ganhou um empregão público federal no Rio de Janeiro. Contra corrupção, estupro, milicianos... Dr. Sérgio Moro, Presidente da República Federativa do Brasil em 2.022.

  3. Este governo protegido pelo silêncio sepulcral da ala militar está levando o país para um caminho sem volta, onde impera a milícia mafiosa, idêntico a Venezuela. Perguntado ao vice Mourão na campanha eleitoral se não havia perigo de acontecer com o Brasil o que há na Venezuela, ele respondeu:- não há perigo porque lá os militares foram cooptamos pela corrupção. E agora ???

  4. Em qualquer país civilizado, isso seria um escândalo. Mas na banânia, que só tem bananas passivas, tudo é normal.

  5. Bozo seguindo Lula e FHC. Para evitar um processo criminal, basta escolher um juiz federal! Até rimou. Bozolulismo é poesia ruim!

  6. Ser digno ao cargo nomeado não exime que haja meios democráticos para exoneração, justamente o amadurecimento institucional que nos falta.

  7. Ele foi professor só do Flávio Bolsonaro como a matéria parece querer mostrar ou para diversos alunos ? Este panfletário está cavando o fundo poço mesmo.

  8. Ditado popular; se gay governo soi contra!: então se é dito Bolsonaro, os esquerdistas e jornalistas de quinta também são contra assim como muitos outros mortadelas.

  9. Dio mio! para indicar alguém para qualquer cargo , você precisa ter um mínimo de conhecimento ou referência, isso é rotineiro. Sabia que há lei para impedir indicações a cargos públicos? Não ? Então saibam que só há impedimentos com parentescos em primeiro grau!!!

  10. Qual o problema de ele ter sido professor do Flávio? Se fosse esposa ou amante como tem muito na área jurídica, e não fosse de um Bolsonaro, vocês não se importariam e talvez iam achar algum mérito na escolha, mas sem apenas professor, mas de um Bolsonaro é crime hediondo. Tem dó! Poupe-nos de asneiras.

    1. O quadro é muito simples para quem não tem cegueira voluntária. É mais do mesmo. Estamos no mesmo caminho de desmandos, tramóias e corrupção. Bom nos contentar com isso?? Não existe saída inteligente?? Seria grotesco um país como este não ter alternativa digna!!!! MORO 2022!!!!

  11. Infelizmente as revistas tem e desenvolvem com maestria a oposição contra o Presidente Bolsonaro e qualquer posição que tome, seja que lado for, será criticado e vilipendiado. Já viajei para apoiar e demonstrar meu apreço a jornalistas do grupo e me arrependo disso. Usem o bom senso e a razão. Vejam a diferença entre o presidente e seus antecessores. Façam o que fizer, terão que suporta-lo e sua família por mais seis anos, no mínimo.

  12. Até em nomeação de desembargadores, coisa que acontece há décadas sem nenhuma atenção da imprensa, a imprensa, agora, enxerga indícios de irregularidades....

  13. O Grupo Antagonista,cada dia mais se massifica como uma imprensa marrom ,rasteira a Favor da Esquerda e contra o Pais!!!!!Vergonha Sabino Dantas e Diogo.E eu não consigo receber o que paguei anualmente.Decepcionado.EA

    1. pelos comentários Edson e Gilberto são Bolsonaro fanáticos.o fanatismo exacerbado é pior do que a demência leva a idiotia

    2. Endosso suas palavras, imprensa marrom. Se o presidente soltar um flato, lá estarão estes “jornalistas” da Crusoe para fazerem estardalhaço. Vão fazer reportagens produtivas e que tragam benefícios ao povo brasileiro. To arrependido de minha assinatura, só não canse lei pq tbm não devolvem o valor pago. Que vergonha Crusoe. Imprensa militante

  14. E continua tudo igual no país das maravilhas. Bolsonóquio é igual a Lula, Renan, Sarney, Maia, FHC, etc. Tremendo estelionatário eleitoral.

    1. Pobre Rio? Pode ficar pior de como está? Te instrui

    2. Até pq o Rio nas mãos do MDB e da esquerda, está em uma situação excelente né. Sem violência, sem roubalheira nos cofres do Estado... Kkkk

    1. Ah Maria, te instrui querida. Moras em que mundo? Em que estrela te escondes?

    2. Maria, onde você estava quando o luladrão fez do Brasil uma Venezuela? Tinhas a mesma avaliação do governo?

    3. Quem tentou a Venezuelizacao do Brasil é reconhecidamente o PT, que conseguiu onde Hugo Chávez começou, com o Legislativo e o Supremo. Bolsonaro está justamente atuando para desfazer isso. Claro que muita gente vai espernear e fazer de tudo para perder sua boquinha.

    4. Concordo contigo, e o povo não acordou para isso, quem imaginava que isso se daria com o PT, está aí o nosso caminho. Já vou avisando não sou PTISTA.

Mais notícias
Assine agora
TOPO