Evandro Freitas/Jornal Folha do Aço

Delegado estuda acionar CNJ por liberação de madeira de apreensão recorde

21.01.22 10:56

O delegado Alexandre Saraiva (foto) avalia acionar o Conselho Nacional de Justiça contra o desembargador Ney Bello, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, pela decisão que determinou a liberação de parte da madeira supostamente ilegal apreendida na Operação Handroanthus.

Ex-chefe da superintendência da Polícia Federal no Amazonas, Saraiva coordenou a operação, deflagrada em dezembro de 2020. A ação policial resultou na maior retenção de madeira da história. Na ocasião, os agentes apreenderam mais de 130 mil metros cúbicos de madeira em toras na divisa entre o Pará e o solo amazonense — a carga equivale a mais de 6,4 mil caminhões lotados.

Ney Bello liberou parte da carga a pedido da MDP Transportes. De acordo com reportagem do jornal Folha de S.Paulo, a defesa da empresa foi feita por Frederick Wassef, advogado do clã Bolsonaro. Na decisão liminar, o desembargador considerou o caráter perecível e fungível da madeira e alegou que o aval serve para a retirada de toras “devidamente etiquetadas e legalizadas”. O Ministério Público Federal recorreu.

Nas redes sociais, Alexandre Saraiva afirmou a internautas ser necessário transformar a “justa indignação” de todos os que criticaram a decisão em “medidas concretas“. “Dentro da lei devemos reagir. Entendo ser o caso de apresentarmos uma representação ao CNJ, para questionar a atuação do magistrado na liberação da madeira“, escreveu, nesta sexta-feira, 21.

Antes disso, Saraiva já havia condenado a decisão de Ney Bello e classificado o caso como “obscuro“. O delegado apontou que conforme o próprio MPF, o órgão só foi intimado a se manifestar sobre os argumentos de Wassef depois que a liberação havia ocorrido. “Estou muito curioso para saber os fundamentos do pedido do advogado. Mais ainda as razões jurídicas da decisão que devolveu o produto do crime para os criminosos“, disse, em outra publicação.

O ex-ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles responde a um inquérito por suposta tentativa de atrapalhar as apurações em andamento na Operação Handroanthus. A notícia-crime que levou à abertura da investigação foi apresentada por Saraiva. O delegado foi afastado do cargo de superintendente da PF no Amazonas após denunciar o caso ao Supremo Tribunal Federal.

Ney Bello é um dos cotados para uma vaga no Superior Tribunal de Justiça. A indicação será feita por Jair Bolsonaro, a partir de uma lista tríplice enviada pela corte ao Palácio do Planalto.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Esse delegado é o cara. Todo delegado tinha que ser como ele, lutando sem temer os poderosos. Foi punido com a perda da função de superintendente e despachado na marra para Niterói. Mesmo assim o cara não se calou. Parabéns, delegado. Você me representa!

    1. Faz tempo já, minha amiga. Muito tempo! Moro🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷

    2. Eita mais um juiz comprado .a justiça brasileira deixou de ser justa está a venda

    3. Corrigindo: removido para Volta Redonda-RJ (não para Niterói).

    1. Augusto Aras fez festa para os petistas. Bolsonaro comeu pizza com o Toffoli. Depois tomou cafezinho com o GM, principal cabo eleitoral do Lula, junto com o Bolsonaro. Saraiva é correto, e isso o Bolsonaro não admite. Em tempo, a sua AMADA Janaina Paschoal apontou o Bolsonaro como incompetente. ELA É AINDA 4 PATAS, OU PASSOU A SER 2 PATAS COMO OS IRMÃOS WEINTRAUB? MORO PRESIDENTE 🇧🇷

  2. Não deve ser por acaso que a MDP Transportes, envolvida com comércio ilegal de madeira, contratou o Wassef, para “convencer” o desembargador Ney Bello, que esta cotado para ser mais “fiel privilegiado” da preferência do Jair, para liberar parte da carga apreendida. O delegado Saraiva parece ser um servidor do tipo que “morde e não solta” sem fazer estrago. Resta saber até onde o deixarão rastrear os “mal feitos” sem ser despachado para ser mais um adido num obscuro consulado mundo afora.

  3. Este desembargador deve ser o proximo sinistro do STF, e sera escolhido para compor o time do presidente que se encontra empenhado em possuir maioria no STF, uns 6 x 5 a seu favor estara em bom tamanho. NEM PASSADO, NEM PRESENTE, MORO PRESIDENTE. JAIR caindo fora.

  4. ESSE MECANISMO CRIMINOSO É IMPRESSIONANTE COM VÁRIAS FRENTES DE ATAQUE CONTRA A SOCIEDADE E FORA DA LEI. PELO VISTO JÁ PASSOU NO TESTE PARA ADENTRAR À ORGANIZAÇÃO (STJ) POIS ATENDEU AO PLEITO DE UM MEMBRO IMPORTANTE ESSE PILANTRA ADVOGADO DO PANGARÉ MANCO, MAS PODEM CONTAR QUE O CONTRA ATAQUE DE MORO SERÁ FULMINANTE NESTA QUADRILHA E ELES SABEM POR ISSO PREFEREM O MOLUSCO LADRÃO COMO PRESIDENTE PORÉM ESQUECEM QUE HOJE ESTÁ BEM DEFINIDO OS LADOS DESTA PARTIDA. MORO PRESIDENTE🇧🇷🇧🇷⚖️🚔

  5. Impressionante como o círculo se fecha à volta dos mesmos protagonistas de sempre . Vão ter que responder durante muito tempo por tantos malfeitos .

    1. Elaine, no Brasil ninguém responde por crime nenhum. Só procuradores da Lava Jato que sofrerão perseguições perpétuas e ninguém os defende. Só se ouve “viva o Lula”, “Bolsonaro 2022”, etc. Voce acredita que um país cuja parte considerável da população acusa Moro de criminoso (de um extremo) e de traidor (de outro extremo), vai um dia ter um sistema de persecução criminal confiável e justo?

  6. Parabéns pela sua coragem e determinação, Dr. Saraiva. O magistrado violou a isonomia, o contraditório e a ampla defesa no processo judicial, ao intimar o Ministério Público, apenas após liberar o produto do crime. Será que o CNJ fará alguma coisa contra esse cerceamento de defesa!

    1. Carlos, o bozista desmiolado defensor da corrupção.

    2. Desde sempre !! Qualquer um se houver motivo de ordem pública pode ingressar com representação junto ao CNJ contra qualquer magistrado por suspeição . No caso o que está posto não é contra a decisão do Tribunal .Mas a conduta questionável do juiz .

  7. independentemente da briga jurídica, é injustificável a perda dos materiais apreendidos, bem como a destruição de equipamentos utilizados em operações extrativas ilegais; particularmente em uma sociedade carente como a nossa.

    1. Primeiro devolvem madeira ilegal e os equipamentos usados no CRIME, para os criminosos. Depois devolvem drogas apreendidas para os traficantes. Adiante imagens de pornografia infantil, para o pedófilos. E enfim, não existe mais lei, e sim a FORÇA DO DINHEIRO E DO PODER. MORO PRESIDENTE 🇧🇷

    1. Crusoé, leitura obrigatória. Até quem não gosta é assinante!

    2. Entendo o seu posicionamento. É assim que agem os defensores da corrupção. Antes eram os lulistas, agora são os bozistas.

  8. A corrupção e a falta de dignidade se tornaram "regra de conduta" de muitos membros dos Tribunais Superiores de Justiça de nosso País. O Sistema Judiciário está completamente "podre" e totalmente desacreditado.

  9. Pelo seu incrível ato, o desembargador faz juz a vaga. NO BRASIL O CRIME COMPENSA PARA OS PODEROSOS, SEUS FAMILIARES E AMIGOS.

Mais notícias
Assine agora
TOPO