Belta

Ditador da Belarus ameaça desligar aquecimento da Europa no inverno

11.11.21 12:01

O ditador da Belarus, Alexander Lukashenko (foto), ameaçou nesta quinta, 11, cortar o suprimento de gás natural caso a União Europeia, UE, inicie uma nova rodada de sanções contra o país.

Nesta quarta, 10, Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, disse que novas sanções poderiam ser decretadas depois que a Belarus provocou uma crise de migrantes na fronteira com a Polônia.

Nas últimas semanas, a Belarus permitiu que milhares de migrantes do Oriente Médio e do Afeganistão fossem até o país com a promessa de que poderiam entrar ilegalmente na União Europeia. A Polônia, que é da UE e faz fronteira com a Belarus, reagiu enviando 17 mil soldados e fechando a passagem de Kuznica. Oito pessoas morreram tentando cruzar a fronteira.

Países europeus dependem do gás que passa pela Belarus para o aquecimento durante o inverno. “Nós estamos aquecendo a Europa. Eles continuam ameaçando que vão fechar a fronteira. E se a gente desligar o gás natural lá?“, disse Lukashenko em reunião com ministros. “O ministro de Relações Exteriores deve alertar todos na Europa: se eles imporem novas sanções contra nós, isso seria intragável e inaceitável, e devemos responder.”

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Lamentável esse tipo de notícia publicada sem conhecimento de causa. Lukashenko é um ditadorzinho com problemas domésticos em sua Bielorussia onde está deliberadamente fabricando uma crise de refugiados, de seu interesse político. E se ele cortar o gás do gasoduto Yamal (Rússia)-Europa (apenas um dos diversos gasodutos) acaba dando um tiro no pé pois corta a remuneração que o país recebe pela passagem do mesmo. Na verdade, essa notícia parece o que o Ferreira disse: usaram robô de tradução.

Mais notícias
Assine agora
TOPO