Divulgação

Doria assume dianteira na vacinação pediátrica; primeira criança imunizada é indígena

14.01.22 13:26

O governador de São Paulo, João Doria, assumiu a dianteira na vacinação pediátrica. O presidenciável posou para fotos ao lado da primeira criança imunizada contra a Covid-19 no país: um menino indígena, de 8 anos.

Davi Seremramiwe Xavante recebeu a primeira dose da vacina da Pfizer nesta sexta-feira, 14, na capital paulista. Ele enfrenta uma condição de saúde que afeta as pernas e o obriga a andar com ajuda de uma órtese. “É um momento histórico para o Brasil. Praticamente um ano após São Paulo iniciar a vacinação aqui no Hospital das Clínicas“, disse, em coletiva de imprensa.

Doria aproveitou o microfone para criticar o governo Jair Bolsonaro pela demora em iniciar a imunização do público infantil — o Ministério da Saúde anunciou a compra das doses pediátricas e as diretrizes da vacinação somente cerca de 20 dias depois de a Agência Nacional de Vigilância Sanitária autorizar a aplicação da substância.

De acordo com Doria, todas as crianças de 5 a 11 anos já teriam tomado ao menos a primeira dose da vacina, caso o governo houvesse acelerado as tratativas. “Lamentável atitude, e eu lamento como governador, como pai, como cidadão e como brasileiro, as postergações feitas pelo governo federal através do Ministério da Saúde, estabelecendo retardamento desnecessário ao início desta vacinação”, acrescentou.

A campanha de vacinação infantil em São Paulo começou após a entrega do lote inicial de 234 mil vacinas pediátricas da Pfizer à Secretaria de Estado da Saúde. As equipes da pasta receberam o imunizante no final da manhã desta sexta, e a distribuição para todas as regiões do estado será iniciada até o final da tarde.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Esse governador de São Paulo deveria vacinar seu filho/filha/sobrinho/primo/neto primeiro. Deveria dar o exenplo e vacinar uma pessoa que ele amasse muito. Pegar uma criança indigena e vacinar é mole; queria ver é ele encontrar uma criança paulista, com pais conservadores, ou pais que VIRAM o vídeo de um dos criadores desta vacina infantil afirmando que as substâncias "spikes" , geradas após aplicação da vacina, são tóxicas e podem acarretar DANOS nos órgãos infantes.

    1. 2- Qual conclusão chegou? Ou tem a sua opinião formada, e com isso está somente atento ao que vai de encontro a ela? Moro Presidente 🇧🇷

    2. 1- Doria vacinou uma criança indígena, por que temos grupos prioritários. Doria se vacinou e até onde sei, todos da sua família se vacinaram. Pais conservadores são algo bem diferente de PAIS IGNORANTES. Quem foi um dos criadores dessa vacina, Robert Malone? A vacina é um ESFORÇO COLETIVO DA HUMANIDADE. Ficaria muito longo refutar o posicionamento desse cientista. Então eu te pergunto: O que é spike? O que é uma proteína? Vc pesquisou as refutações a posição do Malone?

  2. Queria que todos os governadores só pensassem neles, igual ao Doria, e já estivessem vacinando crianças a muito tempo. Vacina na molecada e MORO em 2022🇧🇷🇧🇷🇧🇷

  3. O calcinha apertada preocupado com as crianças indígenas. Só rindo. Baita filho da puta, até na vacinação quer levar vantagem política. Só pensam neles. Acorda Brasil!!! 🇧🇷🇧🇷🇧🇷MORO 22, última esperança.

Mais notícias
Assine agora
TOPO