Isac Nóbrega/PR

Em meio à ‘escândalo do MEC’, Bolsonaro celebra acesso de apoiadores a ministérios

24.03.22 12:59

Em meio ao “escândalo do MEC“, Jair Bolsonaro (foto) celebrou na manhã desta quinta-feira, 24, o bom trânsito de apoiadores na Esplanada dos Ministérios. O presidente da República afirmou que, em sua gestão, “não tem mais enrolar para acertar“.

Bolsonaro falou sobre o assunto com admiradores, no cercadinho do Palácio do Alvorada, um dia após a Procuradoria-Geral da República pedir ao Supremo Tribunal Federal a abertura de inquérito para investigar a influência de pastores na liberação de verba do Ministério da Educação, comandado por Milton Ribeiro, a prefeituras.

A conversa começou quando um apoiador relatou ter sido “muito bem atendido” no Ministério da Infraestrutura, na quarta-feira, 23. “Falou com quem lá? O ministro (Tarcísio de Freitas)?”, perguntou o presidente. O bolsonarista esclareceu que não, mas frisou que conseguiu “dar uma encaminhada boa” na demanda.

Bolsonaro, então, comemorou o fato de nunca ter recebido a informação de que um apoiador tentou “resolver um assunto” nos ministérios e enfrentou dificuldades. “Nosso governo mudou“, comentou.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. De fato, o governo prometido pelo candidato Jair na campanha mudou para o desgoverno na execução, voltada desde o primeiro dia para a reeleição, custe o que custar para os contribuintes. Esse desgoverno atuou contra a Lavajato porque queria ser corrupto desde o início, ao blindar o clã das rachadinhas com o Acordão dos presidentes. Ressuscitou o Jararaca da cadeia para o topo das intenções de votos e entregou o orçamento e o governo ao Centrão. Resta ao BR dar-lhe o que merece: um pé na bunda.

  2. Ele me lembra o Forrest Gump, só que o personagem tinha 100 x convicção do que esse lesado mental. Duvido que ele consiga vencer uma criança naqueles brinquedinhos de encaixar formas. Lamentável.

Mais notícias
Assine agora
TOPO