Isac Nóbrega/PR

Em palanque no Ceará, Bolsonaro confirma Auxílio Brasil de R$ 400

20.10.21 13:24

Em mais um evento eleitoral no Nordeste, desta vez no município de Russas, no Ceará, o presidente Jair Bolsonaro confirmou o valor de 400 reais do Auxílio Brasil, espécie de Bolsa Família repaginado. Em discurso, disse, no entanto, que o governo não vai furar o teto de gastos para conceder o benefício. A divergência opôs o ministro da Economia, Paulo Guedes, à ala do governo favorável à gastança desenfreada, em nome do projeto de reeleição.

“Ontem nós decidimos, como está chegando ao fim o auxílio emergencial, dar uma majoração ao antigo programa Bolsa Família agora chamado Auxílio Brasil, de R$ 400. Ninguém vai furar teto, ninguém vai fazer nenhuma estripulia no orçamento, mas seria extremamente injusto deixar aproximadamente 17 milhões de pessoas com valor tão pouco do Bolsa Família”, afirmou.

Na terça-feira, 19, o governo chegou a marcar um evento no Planalto para detalhar o programa Auxílio Brasil, mas cancelou a cerimônia em cima da hora diante do impacto negativo no mercado, que levou à alta do dólar e à queda da Bolsa de Valores.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Eis aqui os efeitos do pior governo da história do Brasil, que nada fez pelos trabalhadores- nem um segundo menos na Jornada de trabalho- como prometido por 30 anos, governou com os maiores juros do mundo endividando 60 milhões, obrigou pobre subsidiar rico com alta tributação do consumo, deu comida ao povo carente para obter votos e não onde fazer cocô, deixando 100 milhões sem saneamento e o país repleto de corrupção. Namastê!

  2. 1- Bolsonaro e todos os seus asseclas, sabem q a reeleição é inviável. O sociopata levou o Brasil para o inferno, pelos sucessivos erros no enfrentamento da pandemia, as trapalhadas na economia, e isolou o Brasil, em virtude de posicionamentos equivocados nas relações exteriores. ENTÃO HOJE O BRASIL É UMA ILHA. Agora, o que o Bolsonaro busca, é queimar os barcos, impedindo que um próximo governo DECENTE, consiga atravessar o mar revolto do descaminho que ele tomou. Por isso Lula está radiante.

    1. PAULO enfim deixa cair a máscara . é fanático pelo Ladrão e usa o nome do Moro para confundir . coitado do Moro usado pelo lixo do país.

    2. 2- Bolsonaro vai fazer parte do que o petista pretende fazer, caso volte ao poder. E quem vai questionar? Se até um governo que se vendeu como liberal, recorre ao populismo barato, furando o teto, quem impedirá o ex-presidiário de explodir de vez o teto? Ser bolsonarista hoje é atestado de burrice. SER BOLSONARISTA HOJE É ATESTADO DE BURRICE. SER BOLSONARISTA HOJE, É QUERER O LULA DE VOLTA. Vamos eleger o único capaz de vencer o Lula no 2° turno, Mor🇧🇷.

    1. com certeza, é o auxilio a preguiça e como contrapartida votar no politico ávido pra se reeleger, este que aí está é mais um entre os iguais só querem o mesmo mais Brasília e menos Brasil.

Mais notícias
Assine agora
TOPO