Marcelo Camargo/Agência Brasil

Fenajufe pede reunião com Fux para negociar reajuste salarial

13.01.22 17:54

Em um movimento similar ao de servidores do Executivo, a Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário e do Ministério Público da União pediu uma reunião com o presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux (foto), para negociar a concessão de um reajuste salarial à categoria.

A entidade reúne 26 sindicatos de todo o país. No encontro, a Fenajufe pretende apresentar ao ministro um estudo sobre a política salarial de magistrados e procuradores, apontar a perda nas remunerações provocada pela alta inflacionária e propor um aumento “temporário” de 14,74% nos contracheques, com validade para este ano.

A entidade frisa, no entanto, que deve revisitar o assunto em 2023, para buscar “uma solução mais abrangente e completa, do ponto de vista da equiparação remuneratória“. “Importante ressaltar que os servidores do Poder Judiciário da União encontram-se apreensivos tendo em vista a crise econômica existente no país, o crescente aumento da inflação e a grande defasagem salarial que já perdura desde o último reajuste em 2019″, diz o ofício.

Fux está em recesso e, dessa forma, uma eventual reunião deve acontecer somente no próximo mês. Além disso, o presidente do STF não pode decidir sozinho sobre o tema. O debate precisa passar por todos os ministros em sessão administrativa.

A mobilização dos servidores começou após o Congresso aprovar o Orçamento de 2022 com a previsão de 1,7 bilhão de reais para a concessão de reajustes. O parlamento o fez depois de o presidente Jair Bolsonaro prometer aumentos a policiais federais.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Verbas para Fundos Eleitorais, Orçamento Paralelo e aumentos para policiais não faltam. Enquanto isso o povo morre à míngua catando comida no lixo para tentar sobreviver e alimentar aos seus filhos. MORO22 PRESIDENTE!

  2. TODOS OS QUESTIONAMENTOS SÃO VÁLIDOS QUANDO A ISONOMIA FOR A RÉGUA PORTANTO SE O JUDICIÁRIO NÃO MERECER TER UM REAJUSTE NOS SEUS SALÁRIOS TAMBÉM DEVE PREVALECER PARA TODOS OS CARGOS DO EXECUTIVO E LEGISLATIVO. ACONTECE QUE QUANDO CRITICAM OS SERVIDORES DO JUDICIÁRIO ESTÃO OLHANDO QUANTO GANHA UM MINISTRO DO SUPREMO OU DESEMBARGADORES QUE EM ALGUNS CASOS ACUMULARAM TANTOS "DIREITOS" E ACABAM ACUSANDO DE PRIVILÉGIO OS OPERÁRIOS. SERVIDORES NÃO SÃO OS CULPADOS POR ESTE CENÁRIO DESASTROSO É FATO⚖️

  3. É de lascar, um poder que presta um mal serviço a sociedade, processos morosos, ineficiente, instabilidade jurídica, ganham muito acima da média de qq brasileiro, e ainda querem aumento??? Se tá ruim aí peçam demissão e vão procurar emprego na iniciativa privada pra sentir na pele a realidade e não na bolha em que vivem onde alguns ainda vivem como no tempo do império regados a vinhos em barris de carvalho, lagostas, carros com motorista, aviões da fab, etc.... tudo a custa do contribuinte.

  4. País quebrado, não tem de dar reajuste algum! Se não ficarem satisfeitos, que vão procurar emprego na iniciativa privada!

  5. Tadinho dos servidores do judiciário, principalmente os do STF, uma classe super explorada, com excesso de trabalho, mal remunerada, sem direitos como os celetistas, correm o risco de perder seus empregos a qualquer momento. Um absurdo não concederem reajuste pra eles. Êta Bolsonaro maldoso!!!! MORO PRESIDENTE 2022! 🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷

Mais notícias
Assine agora
TOPO