Flávia Arruda deixa o governo por nove dias para tratar de ‘assuntos particulares’

14.01.22 09:04

A ministra-chefe da Secretaria de Governo, Flávia Arruda (foto), deixou o cargo temporariamente para “tratar de assuntos particulares“. O despacho publicado no Diário Oficial da União indica que foi Flávia quem pediu a licença. O afastamento começou na última quinta-feira, 13, e vai perdurar até o próximo dia 21.

Flávia afastou-se da Espanada em um momento em que passa por fritura política. Parlamentares do Centrão a acusam de descumprir acordos sobre a execução de emendas do Orçamento no ano passado. Aliados dela, porém, contra-argumentam que os recursos não foram liberados pelo Ministério da Economia.

Em meio à insatisfação, o presidente Jair Bolsonaro editou ontem um decreto que reduz a autonomia da Economia, de Paulo Guedes, e amplia o poder da Casa Civil, comandada por Ciro Nogueira, no manejo do Orçamento.

Como mostrou Crusoé, a saída definitiva de Flávia do governo é improvável. A deputada licenciada foi indicada ao alto escalão pelo presidente da Câmara, Arthur Lira, e é a única representante do PL na Esplanada. Além disso, o próprio presidente da República já saiu em defesa da ministra.  “Onde a Flávia Arruda está errando? Desconheço”, disse, no último dia 5.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
Mais notícias
Assine agora
TOPO