Força Aérea dos Estados Unidos

Governo rejeitou pagar aluguel de avião americano para levar oxigênio a Manaus

17.03.21 11:52

Em meio à crise no abastecimento de oxigênio no Amazonas em razão da explosão de casos da Covid-19, os Estados Unidos ofereceram ao governo de Jair Bolsonaro o aluguel de um avião militar para transporte do insumo. O Ministério da Saúde, no entanto, não aceitou a negociação, por entender que os “esforços nacionais” já eram suficientes.

A oferta, feita no dia 26 de janeiro – já no governo de Joe Biden –, se deu em resposta aos apelos dos ministérios da Saúde e das Relações Exteriores pelo fornecimento do gás hospitalar “em caráter de assistência humanitária”. Uma nota diplomática encaminhada pela Embaixada dos Estados Unidos ao Itamaraty informou que Washington não poderia doar o oxigênio, mas que havia a possibilidade de disponibilizar uma aeronave militar, mediante pagamento.

“O governo dos Estados Unidos não é capaz de entregar oxigênio líquido como proposto pela nota do Ministério das Relações Exteriores. A embaixada compartilha da preocupação do governo brasileiro com relação ao aumento significativo no número de casos da Covid-19 no Amazonas e continua a coordenar esforços entre parceiros dos EUA e do Brasil”, diz o documento. “A embaixada tem a honra de informar ao Ministério que está pronta para discutir um possível transporte aéreo das Forças Armadas dos Estados Unidos, sujeito a reembolso, para fornecer transporte de oxigênio líquido, bem como outras alternativas disponíveis localmente para atender às necessidades identificadas pelo Ministério”, acrescentou a nota.

Ao ser informado que teria que pagar pelo uso do avião militar americano, o Ministério da Saúde declinou. “Como os esforços nacionais foram suficientes para normalizar o suprimento de oxigênio no Amazonas, cessou a força maior que justificaria a vinda, mediante pagamento, de aeronave militar estrangeira”, justificou o secretário-executivo da pasta, o coronel Élcio Franco, em ofício encaminhado à Câmara dos Deputados para responder questionamentos da deputada Perpétua Almeida, do PCdoB do Acre.

No documento, o militar elenca medidas tomadas pelo Ministério da Saúde para normalizar o abastecimento de oxigênio no Amazonas, incluindo parcerias com os ministérios da Infraestrutura, Defesa e Justiça para fornecer o gás para a rede hospitalar de Manaus. “Em 8 de janeiro de 2021 este Ministério tomou ciência de problemas relacionados ao abastecimento de oxigênio da rede de saúde do Amazonas”, justifica Franco. Conforme mostrou Crusoé, o governo foi alertado em março de 2020 sobre a possibilidade de colapso no abastecimento de oxigênio no país.

O pedido feito aos Estados Unidos foi resultado de solicitações do deputado Marcelo Ramos, do PL do Amazonas, atual vice-presidente da Câmara. Um dia depois da resposta negativa da embaixada, o parlamentar reclamou nas redes sociais. “Fiz minha parte. Se os governos não se entendem que assumam suas responsabilidades”, criticou. No auge da crise em Manaus, a ditadura de Nicolás Maduro chegou a doar oxigênio para o Brasil.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Se foi suprida a necessidade com aeronaves brasileiras não o que se falar no assunto. Os imbecis e sem visão não se atentam para a possibilidade de um avião de reconhecimento na Amazônia coletando dados para o intuito de Biden, apropriar dela. Acorda!!

    1. Com tantos Satélites, os americanos iam usar um avião cargueiro para fotografar a amazônia? Só na cabeça doente dos bolsonaristas.

    2. André se você acessar o Google Maps verá que os EUA não tem necessidade de sobrevoarem a Amazônia para saber o que lá existe, com tantos satélites militares que eles possuem, inclusive o Hubble, que examina as galáxias mais distantes, se for direcionada para a Terra acho que também pode tirar fotos melhores que dos aviões

  2. É, mudou o ministro mas não o ministério. Biden é democrata. E já avisou que quer a Amazônia para si e os europeus. Pelas Leis Intencionais, um avião militar, ao adentrar o espaço aéreo de um país, está submetido as Leis desse país. Ou seja: come regrado. Se o Brasil FRETAR um avião, tenha ele a NATUREZA q tiver, o Código NÃO funciona. Biden precisa d informações, fotos e vídeos, pra embasar seu golpe contra a Amazônia. Brasil acima de tudo. Fora, americanos!

  3. A tomada de decisão do Ministério da Saúde é muito falha. Declinar desse arranjo com os americanos trouxe consequências. Não saberia mensurar se salvaria vidas. Mas fato é que pessoas morreram por falta de oxigênio. Esse arranjo evitaria isso ou diminuiria o caos? Então deveria ter sido feito.

  4. Esse noticiário da imprensa aparelhada e esquerdopata, estilo Crusoe... tá cansativo Por isso que essa imprensa tá totalmente desacreditada. Pqp

    1. Por isso o oxigênio foi transportado de balças e caminhões que se atolaram. Que eficiência.

  5. Tiraram $$$ em mil coisas inúteis. Ex Excesso de diárias para comitivas do Sr. Ministro e outrs custos. E assim vamos chegando a dura realidade em fazer contraponto ao governo americano. Mostrem qual o lucro com a negativa ???

  6. Acho é pouco Jair Bolsonaro puxou tanto o saco dos estados unidos e aí , olha o que deu. Idéia de jerico. O Brasil tem que aprender.

  7. Quantas vidas custaram essa mesquinharia do governo brasileiro?? Dinheiro para propaganda e emendas parlamentares para eleger os presidentes da Câmara e do Senado, com certeza, não faltou...

  8. Os EUA são um país capitalista. A Força Aérea de lá não faz operações gratuitas para resgate de aeronaves de frotas privadas, acidentadas, gratuitamente, por exemplo, como as nossas fizeram no avião da Gol e do da equipe do Chapecoense. Aqui nós é quem pagamos o pato, lá são as empresas, públicas ou privadas.

  9. Bobagem. Temos aviões, ora. E é bem sovina da parte dos EUA, nação tão rica, "cobrar pelo custo" da """ajuda humanitária""", q mais parece propaganda do governo deles p/ parecer """caridoso""" frente ao planeta do que na verdade conduta de real solidariedade. Não nos faltam aeronaves, o custo ficaria aqui dentro mesmo e não """pagaríamos publicidade planetária para os "pseudo-bonzinhos". Está certo não terem aceitado e erradíssimo deixarem acontecer a inominável covardia da falta de oxigênio!!!!

  10. O governo brasileiro, quando foi buscar os brasileiros na China, no início da pandemia, deu carona a outros estrangeiros que lá estavam. O atual governo americano, socialista preocupado com as mortes no Brasil, quis alugar um avião.

    1. Verdade, Inis. Mas o motivo da negativa era o receio de trazer o vírus com as as pessoas que lá estavam. Depois da pressão humanitária, optou-se pelo resgate e o isolamento em quarentena. Hoje, essas mesmas pessoas resgatadas se arrependem de terem vindo. Mas o foco do meu comentário é a diferença de postura na questão da ajuda aos países. Um fez de graça, o outro quis reembolso.

    2. O governo brasileiro não queria trazer o brasileiros, apesar destes estarem no epicentro da pandemia. Foram necessárias pressões, vídeos gravados para que começasse a se mexer. Até agora não fizeram nada para os brasileiros retidos em Portugal desde a segunda quinzena de Janeiro.

  11. Impressionante. Os americanos queriam alugar um avião militar para transporte de cilindros de oxigênio? Cilindro do Brasil para o Brasil? Eles encheriam de oxigênio os cilindros? Será que eles mandariam por esse ou esses aviões uns milhões de seringas para aplicar vacina contra covid29? Podiam mandar uns milhões de doses junto. Se não, muito obrigado o Brasil não precisa. Temos muitos aviões da fab e das cias aéreas disponíveis aqui no país mesmo. Enfim, a culpa é do genocida, não é imbecis?

    1. O descalabro do Brasil é culpa do Bozo, não é imbecil? Ou você tem uma outra explicação? Bozista tá gostando tanto de matar os outros que eles já estão até preparando a nova geração de vírus da covid..a covid29!

  12. Perdi meu tempo lendo. Achei que a matéria não informa nada relevante, uma fez que não faltou transporte para Manaus mas sim oxigênio. Talvez o intuito da matéria não seja de fato informar.

  13. Fiz uma assinatura de 2 anos em 12x no cartão, das quais já paguei 8 parcelas. Porém, não consigo acessar as matérias, sempre aparece uma mensage. de que minha assinatura está ATRASADA. Por favor, corrijam ou devolvam/cancelem as cobranças.

  14. Acredito que o Governo agiu corretamente. Se é para pagar, temos soluções aqui mesmo no Brasil, inclusive várias empresas precisando deste contrato, agora se nem isso foi realizado aí já é outro problema. Não posso julgar o comportamento do Governo por não conhecer os 02 lados da moeda.

    1. Joao e seu argumento imbecil. Oxigênio existia em outras cidades brasileiras. O que faltava era transporte! Por fim, o governo sabia do caos com semanas de antecedência!

    2. Resposta política imbecil. Já havia aeronaves brasileiras transportando os cilindros e geradores de oxigênio, a necessidade era disponibilizar de imediato o gás, aeronaves não faltaram.

  15. Aeronave norte americana sobrevoando solo nacional com a prerrogativa de ajuda humanitária. Certo, façam suas conclusões, senhores.

    1. Não foi isso que um empresário de Pernambuco pediu para levar um a fábrica portátil para produzir oxigênio em Manaus?

    2. Calma pessoal! O cargueiro ofertado, com seu pertinente custo, transporta o conjunto cavalo mecânico + carreta acoplada, isto é, algo em torno de 60/70 toneladas. Nem a FAB e nenhuma empresa aérea nacho all tem avião similar.

    3. Se bobear os satélites americanos sabem até o que tem no seu quintal! Se ligue brother!!!!

    4. Nada de mais. Satélites americanos de alta resolução varrem o território brasileiro diariamente e vice nem sente. Fica aí na praça dando milhos aos pombos!

Mais notícias
Assine agora
TOPO