Reprodução

Jornal de Hong Kong fecha ‘para proteger os funcionários’

03.01.22 17:35

O redator-chefe do jornal de Hong Kong Citizen News, Chris Yeung (foto), anunciou nesta segunda, 3, o fechamento da sua publicação. Todos os 40 jornalistas serão demitidos.

Com a declaração, o Citizen News se torna o terceiro veículo a fechar as portas em menos de dois anos. Após a aprovação de uma lei de segurança nacional, em 2020, as autoridades chinesas passaram a perseguir os veículos independentes.

Em junho de 2021, o jornal Apple Daily foi fechado após uma invasão de sua sede. Seu dono Jimmy Lai foi acusado de conluio com forças estrangeiras e fraude. No dia 29 de dezembro, policiais entraram na redação do jornal Stand News e prenderam sete pessoas. Dois editores foram acusados de publicar conteúdo sedicioso.

O encerramento das operações do Stand News na semana passada levou à decisão de fechar o Citizen News. “Nós não podemos eliminar a possibilidade de que nossas reportagens ou artigos dos últimos anos tenham violado as leis“, disse Yeung. “Os jornalistas são pessoas como todos nós. Eles também têm famílias e amigos. É muito difícil seguir em uma situação como esta.”

Em um comunicado, os responsáveis pelo jornal afirmaram que tomaram a decisão para “proteger os funcionários” depois de “mudanças drásticas na sociedade e do agravamento do ambiente da imprensa“.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Jornalismo ñ tem q ser imparcial. Como nivelar moralmente, Moro, Bolsonaro e o ex-presidiário Lula? Jornalismo tem que ser crítico com todos, mas jamais pode compactuar com o que é errado, somente para buscar um cretino equilíbrio. Lula e Bolsonaro não tem nenhum apreço pela democracia. Atualmente o governo age com o soft power, procurando asfixiar o jornalismo crítico financeiramente, enquanto fomenta o chapa branca. Porém o intuito é chegar ao hard power, como em Honk Kong. Moro 🇧🇷

    1. Moro será único em Trazer um Brasil justo para todos. MORO PRESIDENTE

Mais notícias
Assine agora
TOPO