Suamy Beydoun/Agif/Folhapress

Lava Jato de SP classifica como ‘indevida’ suspensão de ação penal contra Serra

30.07.20 17:54

A Lava Jato de São Paulo reagiu nesta quinta-feira, 30, à suspensão da ação penal contra o ex-governador e senador, José Serra (foto), e a filha dele, Verônica Serra, pela prática do crime de lavagem de dinheiro transnacional.

O tucano havia se tornado réu na quarta-feira, 29, por decisão do juiz Diego Paes Moreira, da 6ª Vara Federal Criminal de São Paulo. No entanto, o próprio magistrado voltou atrás hoje, após o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, congelar as apurações da força-tarefa que miravam o político.

Procuradores classificaram o recuo do juiz federal como uma decisão “indevida” e prometeram adotar “as providências cabíveis” para retomar a ação penal. Neste caso, Serra é acusado de ter recebido 4,5 milhões de reais em propina da Odebrecht, entre 2006 e 2007, em troca de favorecimentos nas obras do Rodoanel Sul. O Ministério Público sustenta que os valores foram repassados por meio de uma rede de offshores.

Na concepção da Lava Jato, a liminar concedida por Toffoli suspende somente as diligências da Operação Revoada, deflagrada no mesmo dia em que a denúncia foi apresentada para apurar outros fatos relacionados ao mesmo esquema criminoso.

Segundo a força-tarefa, a acusação por lavagem de dinheiro não usou “quaisquer elementos de prova cuja obtenção o ministro considerou indevida”. “A denúncia se baseou em diligências e provas anteriores, sem qualquer relação com as diligências objeto da reclamação julgada liminarmente, e está inteiramente preservada quanto a seus efeitos”, avaliou.

Os procuradores ponderaram, no entanto, que a decisão deriva da grande controvérsia instalada pela liminar proferida na reclamação, a qual gerou e segue gerando dúvidas diversas, até quanto a seu alcance efetivo. “Por isso, espera-se que a liminar seja levada com a urgência devida a julgamento colegiado pelo Supremo, em favor da resolução definitiva do caso, e da retomada das investigações e da ação, junto às autoridades que se mostrarem competentes.”

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Queria saber a opinião do ex juiz e agora blogueiro, sobre as ações contra os tucanos ! Essa narrativa de acabar com a lava-jato, não passa de uma falácia, para ocultar o lavajatismo de Curitiba !

  2. Brasil país de corruptos , protegidos por um STF pior, punem o pobre, e libertam o rico. Um eterno conluio da corja política , cm o STF, STJ

  3. No reino das chicanas quem sofre é o contribuinte, que a todos remunera. Invertam a forma de raciocinar, a fim de facilitar a ingestão do absurdo. Apesar dos problemas atuais, a imagem do Judiciário no Exterior melhorou muito graças a Juízes como Joaquim Barbosa e Sergio Moro. Dizia-se que a justiça brasileira operava segundo uma aliteração perversa, punindo apenas o pobre, o preto e a prostituta de parcas posses, protegendo, porém, proxenetas pecuniosos. Imagem horrenda, não? Mas pode melhorar.

    1. Joaquim Barbosa? Não é aquele cara q comprou apt. em Orlando usando off shore? E q saiu de licença médica por causa da gota e foi visto passeando por Paris?

  4. Brasileiro decente sente vergonha ao constatar que o apoio e prestígio a corruptos tem nascedouro na corte suprema... até quando???

  5. País de malucos.. o STF quer punir a Lavajato por ser contra a corrupção e premiar o Serra que é suspeito pela corrupção...

    1. Acho que tem muitos políticos da Câmara de Deputados, PGR e Minist...do STF que estão invertendo a ordem dos fatores, mas esta inversão nao é aquela que "a ordem dos fatores não altera o produto ", e sim, dos "mal contra o bem". Acho que o Covid19 mecheu com as "mentes" e endoideceram, é um Sao Jorge contra vários dragões, o melhor esclarecendo, as vítimas ficam presas e os autores do crimes ficam "as soltas" sem nenhuma pena. Estamos voltando para a idade das trevas. Conheço este filme.

Mais notícias
Assine agora
TOPO