Alan Santos/PR

TRF-1 forma maioria para manter absolvição de Temer no caso da compra do silêncio de Cunha

25.08.20 18:33

A maioria dos desembargadores da Terceira Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região votou nesta terça-feira, 25, para manter a absolvição do ex-presidente Michel Temer (foto) de uma acusação de obstrução de Justiça.

O Ministério Público Federal sustenta que o emedebista instigou o empresário do grupo J&F Joesley Batista a fazer pagamentos para manter em silêncio o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha e o operador Lúcio Funaro, presos na Lava Jato.

Votaram pela preservação da sentença da primeira instância que absolveu Temer o relator do caso no TRF-1, desembargador Ney Bello, e a desembargadora Maria do Carmo Cardoso. Terceira integrante da Turma, Monica Sifuentes pediu vista, interrompendo o julgamento.

Temer foi denunciado em setembro de 2017 pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot. A peça se baseou, principalmente, em um diálogo gravado pelo empresário Joesley Batista com o emedebista em março daquele ano, no Palácio do Jaburu.

Na conversa, o então presidente disse a frase “Tem que manter isso, viu?”, após ouvir de Joesley Batista que ele estava de bem com o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, do MDB.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Não se esperava outra sentença dessa “justiça” brasileira, que, sempre, se posiciona ao lado da bandidagem. Agora estão tentando prender o Dallangnol e o Moro. Vergonhoso!

  2. E procuradores que atuam no combate a corrupção sendo condenados... Isso é de provocar a morte da sanidade de qualquer um... qto horror nesse país. Vergonha de muitos do Judiciário...

    1. Tive a sorte de sair do Brasil (Rio) em 1997. Um pais corrupto, desavergonhado e surreal. Morei no Canada, Suica e ha 15 anos, Inglaterra. Muito sofrimento, muita revolta!

  3. Esse Brasil está ficando uma vergonha, Todos todos os corruptos estão conseguindo se livrar da cadeia, daqui pouco vem a notícia de um inocente sendo preso e os corruptos batendo palma.

Mais notícias
Assine agora
TOPO