Reprodução

Mesmo condenado a mais nove anos de prisão, Alexei Navalny incomoda Putin

22.03.22 15:57

O principal opositor do presidente russo Vladimir Putin, Alexei Navalny (foto), foi condenado a mais nove anos de prisão nesta terça, 22. Ele foi acusado de fraude e desrespeito à Justiça. O dissidente já cumpria uma pena de dois anos e meio por outra acusação, a de ter deixado o país quando estava sob liberdade condicional.

Mas Navalny deve continuar incomodando Putin detrás das grades. Isso porque a principal base de apoio do dissidente é de jovens com habilidade em tecnologia. Muitos deles já deixaram a Rússia em busca de oportunidades melhores, mas querem continuar atuando pela causa. Dessa forma, mesmo com Navalny preso, seus seguidores seguem trabalhando.

Nesta terça, 22, algumas horas depois de receber a segunda condenação, a conta de Navalny divulgou nas redes sociais que sua Fundação Anticorrupção, a FBK, que foi declarada pelo governo como organização extremista, continua ativa: “Nós não apenas estamos continuando nossa Fundação Anticorrupção, como a estamos elevando para um outro nível. A FBK se tornará uma organização internacional global“.

O texto do site da FBK afirma que “Putin e seu círculo fizeram de tudo para permanecer no poder – roubar, roubar e roubar ainda mais”. “Mas temos o poder de garantir que esses assassinos e ladrões não possam desfrutar de seus ganhos ilícitos. Encontraremos todas as suas mansões em Mônaco, suas vilas em Miami, suas riquezas em todos os lugares – e quando o fizermos, tiraremos tudo da elite criminosa russa“, acrescentou.

Ao clicar no botão “derrotar Putin“, a pessoa é convidada a fazer uma ajuda financeira ao programa. A primeira doação virá do prêmio Zakharov para a Liberdade do Pensamento, que o opositor de Putin recebeu do Parlamento Europeu em 2021.

Na mesma sequência de mensagens, o canal de Navalny divulgou o perfil Política Popular, do Youtube. Criado no último dia 5 de março, já tem 925 mil inscritos. Navalny também tem um canal no Telegram, com 550 mil assinantes.

Essa capacidade de seguir fustigando Putin, mesmo no cárcere, já havia sido demonstrada no dia 19 de janeiro do ano passado. Dois dias depois de Navalny ser preso, sua equipe publicou um vídeo sobre uma mansão de 1,3 bilhão de dólares que Putin teria construído na costa do Mar Negro. O vídeo levou milhares de pessoas a protestar nas ruas no final de janeiro. Até agora, o filme já teve 122 milhões de visualizações.

Outra ação dos seguidores de Navalny ocorreu em setembro último, quando eles criaram um aplicativo de celular. O programa dizia aos usuários qual era o melhor candidato nas eleições em cada distrito. O objetivo era impedir que os nomes do Rússia Unida, o partido que apoia Putin, saíssem vitoriosos nos diversos distritos — cada distrito só admite um representante.

Para fazer prevalecer suas versões sobre a invasão da Ucrânia e evitar manifestações, Putin tem fechado plataformas digitais, sites e canais de notícias. Os jovens apoiadores de Navalny querem impedir que o autocrata russo alcance seu objetivo.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. A Rússia de Putin é uma força brutal contra a globalização econômica e a democracia liberal. Abaixo a ditadura de Putin!!!

  2. Força, FBK! Sigam em frente! É preciso destronar o Putin et caterva, essa verdadeira quadrilha de ladrões assassinos! E é urgente! Para que o Mundo Livre seja vitorioso, derrotem o Putin em tudo, e assim a lição vai servir para que seus lambe-botas fiquem com a pulga atrás da orelha em seus projetos de "l'etat c'est moi"!

  3. O rus-sozinho crápula genocida-ladrão, além de pura e simplesmente expansionista, usa também a ferramenta típica de todo ditador para desviar a atenção do povo, quando percebe o que este descobriu e, q a sua batata está assando: uma guerra covarde sem razão alguma!!!! Esses psicopatas imaginam que a HUMANIDADE  existe para que ele brinque e se sirva dela.... mas o preço de tal abjeta conduta é imensuravelmente impagável. Lembrai-vos de saddam e kadafi. Teremos mais uns com o mesmo fim. Em breve.

  4. O rus-sozinho crápula genocida-ladrão, além de pura e simplesmente expansionista, usa também a ferramenta típica de todo ditador para desviar a atenção do povo, quando percebe o que este descobriu e, q a sua batata está assando: uma guerra covarde sem razão alguma!!!! Esses psicopatas imaginam que a HUMANIDADE  existe para que ele brinque e se sirva dela.... mas o preço de tal abjeta conduta é imensuravelmente impagável. Lembrai-vos de saddam e kadafi. Teremos mais uns com o mesmo fim. Em breve.

  5. O rus-sozinho crápula genocida-ladrão, além de pura e simplesmente expansionista, usa também a ferramenta típica de todo ditador para desviar a atenção do povo, quando percebe o que este descobriu e, q a sua batata está assando: uma guerra covarde sem razão alguma!!!! Esses psicopatas imaginam que a HUMANIDADE  existe para que ele brinque e se sirva dela.... mas o preço de tal abjeta conduta é imensuravelmente impagável. Lembrai-vos de saddam e kadafi. Teremos mais uns com o mesmo fim. Em breve.

    1. Enquanto o povo continuar ignorante e procurando um herói , vai existir pessoas que se dizem salvador da pátria .

    2. Ditadores... processo contínuo e eterno... me fez lembrar dos nossos stf, stj, tcu etc

    3. Mas há países que quando morre ou cai um ditador, sobe outro igualzinho, num processo contínuo e eterno.

Mais notícias
Assine agora
TOPO