Marcelo Camargo/Agência Brasil

Moraes manda Bolsonaro ir à PF depor sobre vazamento de inquérito sigiloso

27.01.22 18:47

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, determinou que o presidente Jair Bolsonaro (foto) compareça à superintendência da Polícia Federal em Brasília às 14 horas desta sexta-feira, 28, para prestar depoimento no âmbito do inquérito em que é investigado pelo vazamento de dados sigilosos.

A apuração foi aberta em 12 de agosto de 2021, a pedido do Tribunal Superior Eleitoral. Moraes adotou a medida após, em entrevista à Jovem Pan, Bolsonaro destrinchar uma investigação sobre um ataque cibernético ao sistema interno da corte eleitoral ocorrido em 2018 — ele estava acompanhado do deputado Filipe Barros durante a transmissão ao vivo. Depois, o presidente ainda divulgou a íntegra do material nas redes sociais.

Em 29 de novembro de 2021, Moraes mandou a PF ouvir Bolsonaro, permitindo que ele escolhesse previamente local, dia e hora. O presidente concordou em prestar esclarecimentos, mas pediu um prazo adicional de 60 dias, alegando que a agenda oficial lhe impôs “compromissos, alguns deles em agendas externas” que dificultariam a oitiva.

Em resposta, Moraes permitiu a prorrogação do prazo para a tomada do depoimento em 45 dias, permitindo que a oitiva fosse realizada até esta sexta-feira, 28. Na véspera da data-limite, no entanto, a Advocacia-Geral da União protocolou uma nova petição. Desta vez, propondo ao ministro que permita que Bolsonaro abra mão de falar.

Moraes rejeitou o pedido. “Em momento algum, a imprescindibilidade do absoluto respeito ao direito ao silêncio e ao privilégio da não autoincriminação constitui obstáculo intransponível à obrigatoriedade de participação dos investigados nos legítimos atos de persecução penal estatal ou mesmo uma autorização para que possam ditar a realização de atos procedimentais ou o encerramento da investigação, sem o respeito ao devido processo legal.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Nyco Penyco e o seu outro apelido zurrando como sempre em defesa da noivinha do Aristides. Dupla de delinquentes, que tal voltar para o sótão do cabaré onde vocês foram paridos?

  2. Os ASININOS terão que ficar nesse mi mi mi, nhém nhém, nhém, buááááhh e snirf! .... até 2026... kkk! __ Depois o Tarcisão assume até 2034 decretando a extinção em massa dos MUARES orelhudos deste folheto. ... kkk!

  3. Bolsonaro prometeu aumento aos policiais, por ser sua base. Acredito que que não se compra pessoas honradas mas se paga serviços de criminosos. A mídia mostrou quanto é caro contratar alguém do gabinete do crime. Gostaria de saber, se essa oitiva será como a anterior que não avisaram aos advogados de Dr Sérgio Moro. Se houver real interesse do depoimento de Bolsonaro, melhor seria indicar alguém imparcial para o depoimento.É conveniente o Ministro esperar sentado ou deitado, pode ficar cansado.

  4. Se ele já está adiantando que lançará uso de seu direito de não responder às perguntas da autoridade policial federal, qual o sentido de ser obrigado a comparecer ?? Não há razoabilidade não decisão.

    1. Tem situações em que o silêncio é mais q eloquente. Tipo quem cala consente, tal ok?

  5. Ninguém está acima da Constituição da República. Montesquieu diz, que todo homem tende a abusar do poder, se não tem limites. Parabéns Ministro, pela coragem de cumprir o seu dever institucional!

  6. Mais uma flagrante abuso de autoridade do "Supremo" Moraes: a Constituição em nenhum caso autoriza um membro do colegiado, isoladamente, a "determinar" qualquer coisa ao Chefe do Poder Executivo. É mera demonstração de arrogância judiciária que só desmoraliza mais ainda o STF.

    1. Discutir com imbecil é perda de tempo. Ele sempre vai ganhar pela experiência de ser imbecil a vida toda.

    2. Quanta lambeção de saco do Capetão hein? Vai ser vassalo assim na casa do chapéu... muuuuuuuuuuuuu! Vai acabar terminando o ano dizendo "Bolso Lula Livre!".

  7. E ainda precisa ouvir o genocida? Com tantas evidências contra, ele já deveria estar em algum presídio de segurança máxima.

  8. Agora o falastrão não quer falar!! Talvez queira dar o depoimento à PF na jovem pan essa rádio chapa branca!!! Picareta!!

    1. Usou da verborréia do cara q mais odiou e disseminou o ódio. Pqp!

    2. “Ser odiado por multidões de ignorantes é o preço de não ser um deles” — Olavo de Carvalho

  9. Voto mais lixo que dei na minha vida: Bolsonaro. A gente nunca acerta, mas dessa vez esse cara me fez passar uma vergonha eterna. Eu que gosto de política e conclui curso superior olhem só a besteira que fiz..... Ele conseguiu ser pior que a Dilma (nunca votei no PT). Desculpa o termo, em circunstâncias como essa abordada e outras ela sempre foi integra. O Destino desse sem noção me leva até a elogiar a Dilma ! Fim dos tempos !!!!!

    1. Já tinha visto a tamanha besteira que fiz no início da pandemia e desde então virei viúvo da esperança.

    1. Kkkkkk to torcendo pra ele fazer isso tmbm! Fogo no parquinho e internem o Nero num hospício antes q ele termine botando fogo no Brasil!

Mais notícias
Assine agora
TOPO