Pedro França/Agência Senado

Número de acordos de delação premiada despenca sob Augusto Aras

16.01.22 08:04

O número de acordos de delação premiada e de leniência fechados pelo Ministério Público Federal envolvendo casos de corrupção despencou na gestão do atual procurador-geral da República, Augusto Aras (foto).

Levantamento feito pela 5ª Câmara de Combate à Corrupção do MPF, responsável por homologar as delações negociadas pelos procuradores com os investigados, mostra que foram celebrados apenas 13 acordos em 2021, número mais baixo em cinco anos.

Foram sete acordos de leniência, uma espécie de delação feita por empresas, e seis acordos de colaboração de pessoas físicas — entre eles estão os assinados por executivos das empreiteiras Andrade Gutierrez e OAS envolvidos, respectivamente, em um desdobramento da Lava Jato em Pernambuco e na Operação Panatenaico, deflagrada no Distrito Federal.

O número de acordos feitos no ano passado, quando o Aras consumou o desmonte das forças-tarefas da Lava Jato, representa menos da metade dos 31 celebrados em 2020, primeiro ano completo de sua gestão.

Augusto Aras assumiu a PGR em setembro de 2019. Naquele ano, o MPF celebrou 40 acordos, número maior do que o registrado em 2018, quando foram assinados 26 termos, com a Procuradoria-Geral nas mãos de Raquel Dodge.

O recorde ocorreu em 2017, na gestão de Rodrigo Janot, que era um entusiasta da Lava Jato e apoiou o modelo das forças-tarefas. Foram 83 acordos homologados somente naquele ano. O número foi alavancado pelas delações dos executivos da Odebrecht.

Os acordos de delação e leniência foram fundamentais para que os procuradores da Lava Jato pudessem obter provas para prender e condenar agentes públicos, políticos e empresários envolvidos em grandes casos de corrupção, além de recuperar parte expressiva do dinheiro desviado.

Os valores negociados a título de ressarcimento e multa pelos crimes praticados também caiu nos dois últimos anos, em comparação com o período anterior. Foram 2 bilhões de reais pactuados pelo MPF entre 2020 e 2021, ante 3,4 bilhões de reais nos anos de 2018 e 2019, e 18,8 bilhões de reais entre 2016 e 2017.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. E o governo Bolsonaro propaga aos quatro ventos ,que a corrupção acabou . Lógico, o chefe sentando em cima dos processos. Ave Cristo!

  2. Quem vai delatar criminosos a está pessoa do mal se ele é defensor de todos os criminosos do Brasil. Aras, Gilmar e Lewandovsky são símbolos da impunidade aos criminosos ricos do Brasil. Só os ricos, claro.

  3. Chiquita, eu não quero saber das tias perversões. Se você sonha sendo sarrafo pelo Lularápio, então vá em frente. Aproveite a vida criatura pervertida!

  4. Bozistas são tão decrépitos que não se cansam de zurrar as mesmas besteiras seriais. Eles acham que são capazes de alguma capacidade cognitiva, kkkkkkkkk. Imaginem só: Bozistas com capacidade cognitiva, kkkkkkkkkkkk!

  5. So ha uma maneira simples e certeira de comecarmos a mudar esta esculhambacao que temos hoje no Brasil, sera se o povo acordar, abrir os olhos e agir no sentido de dar novo destino para o futuro proximo e as novas geracoes - nao reeleger ou eleger corruptos e ensinarmos os analfas novos e velhos a votarem em pessoas patrioas que amam o Brasil de hoje e o de sempre.NEM PASSADO, NEM PRESENTE, MORO PRESIDENTE.

  6. Que me perdoem os mais burros, mas a inteligência é fundamental. Quem apoia os governos corruptos, como foram os de Lula e Dilma e como está sendo o de Bolsonaro e também é corrupto, tudo bem! Caso contrário, é de uma imbecilidade enorme.

  7. Bem, com o governo do Bozo confirmamos o que sabemos desde 1964: os militares brasileiros são incompetentes no trato da gestão pública. Por isso, os militares inteligentes, desde a democratização, preferem fixar na caserna e trabalhar dentro dos seus respectivos quadrados.

  8. 1- O Brasil vive um processo q ocorreu na Colômbia e no México, qdo os narcotraficantes cooptaram a política e a justiça. Aqui são os CORRUPTOS q estenderam os seus tentáculos nas instituições que organizam a nossa sociedade. Então essa organização se torna criminosa, pois busca blindar os corruptos. Um país q aceita a existência de um Clube dos Advogados pela Impunidade, cujo membro diz q se a corrupção já ocorreu, ñ deve ser punida, é um PAÍS FRACASSADO.

    1. 2- Se tivesse uma DEA contra à corrupção, teríamos q pedir ajuda. Moro Presidente 🇧🇷

  9. Primeiro, que tanto com o ex-presidiário Lula, um pelego amante das ditaduras, qto com o Bolsonaro, um miliciano, vai ocorrer um processo de "venezuelização" do Brasil, que já está em andamento. Segundo, que um GOLPE dos militares, jamais será a solução para a situação CALAMITOSA do Brasil. Vai piorar. O senhor consegue fazer uma cadeia de pensamento dedutivo com um golpe dos militares? Se consegue, gostaria que externasse. Se não, guarde os seus pensamentos estúpidos para si. Moro 🇧🇷

  10. Os corruptos estão festas. São corvos que destroem o país. Não é surpresa. O Aras nunca escondeu sua simpatia pelo Lula. Um aliado petista na PGR. Os corvos se proliferarão.

  11. Agradecemos ao aloprado. Afinal no desgoverno dele não tem corrupção. Acorda Brasil!!! MORO 22 🇧🇷🇧🇷🇧🇷, última esperança.

  12. Para que fazer acordo de delação ou leniência ? Só faz acordo quem teme ir preso. Hoje, por pior que seja o ato de corrupção, ninguém mais teme ir preso. Basta ter "Prerrogativas".

    1. Atuação vergonhosa desse senhor.... O difícil é personificar os protegidos mas com certeza são corruptos...

Mais notícias
Assine agora
TOPO