Foto: Reprodução/ Redes SociaisO assassinato de Genivaldo: tão excruciante quanto ver George Floyd sufocando sob o joelho de um policial bandido.

O Brasil dos Genivaldos

Essa é a polícia de sempre, esse é o Estado de sempre, e essa questão passa longe de ser resultado deste ou daquele político, das ideologias de direita ou de esquerda
28.05.22 11:43

Na última quarta-feira, na cidade de Umbaúba, em Sergipe, agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) tiveram a grotesca ideia de conter um preso trancando-o no porta-malas de uma viatura policial, em companhia da fumaça tóxica de uma bomba de gás.

Genivaldo de Jesus, que tinha problemas psíquicos e havia sido detido por pilotar uma motocicleta sem capacete, morreu.

O fato conta com bastante acurácia como funciona (ou melhor, como não funciona) o Brasil. Se você, por acaso, for um Genivaldo, não tiver condições financeiras e, de quebra, ainda morar em uma região longínqua dos polos econômicos do país, aposte que o Estado – não apenas a polícia – te tratará como se trata um nada, ou quase nada.

Enganam-se aqueles que saem dizendo nas redes sociais que a culpa da truculência policial é do Bolsonaro, pois essa seria a polícia que ele formou, ou que a culpa é do Lula, pois essa polícia seria seu legado. Balela. Essa é a polícia de sempre, esse é o Estado de sempre, e essa questão passa longe de ser resultado deste ou daquele político, das ideologias de direita ou de esquerda que ocupam ocasionalmente o poder.

Afinal de contas, se na direita uns merecem a complacência e a preocupação do perdão presidencial, se na esquerda outros merecem a liberdade e o punir para quê, se o crime já foi cometido, os Genivaldos não merecem nada – só a prisão e o gás. Nem a esquerda, nem a direita, ninguém se importa.

E isso não muda no Brasil e ninguém no Brasil muda isso porque a questão não é política ou ideológica, mas profunda e estrutural. Vem do Brasil Império, passa pelo Brasil República e segue interessando que tudo fique como está. Vale a pena a muitas pessoas que Genivaldos sucumbam sem ter direitos, que os direitos privilegiem apenas a alguns poucos e que esses poucos deem de ombros para os que sucumbem.

Enquanto houver um país que asfixia seu povo num camburão, haverá a necessidade de que esse mesmo povo seja amparado, acolhido, governado pelos populistas de direita e de esquerda, e que qualquer benefício recebido seja pago com o que há à mão: o voto.

É apenas para isso que servem no Brasil os Genivaldos.

André Marsiglia é advogado. Atua com Liberdade de expressão e imprensa. Consultor da Repórteres sem Fronteiras

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. A polícia dos EUA não é diferente e lá o nível acadêmico exigido é muito mais alto do que o daqui. A truculência do poder no Brasil se dá em todas as esferas. Assistimos estarrecidos a decisões judiciais estapafúrdias, sem qualquer amparo legal, com a devida alegação de que o juiz assim o fez porque quis e ponto final! Não preciso citar nomes, eles estão no noticiário todos os dias.

  2. Bom. Melhor não poderia ser. É este o nosso país de sempre. Mas em outras nações pelo mundo não é diferente. A truculência deste Agentes de Estado é máxima de muitos governantes. E não vai mudar nunca.

  3. A Constituição proíbe a aplicação de penas cruéis, mas a maioria dos brasileiros não gosta de respeitar as leis e o devido processo legal. Preferem a autotutela a autocomposição.

  4. Excelente texto, brilhante análise. A população, principalmente aquela parcela que necessita das políticas públicas, está abandonada à própria sorte.

  5. Givanildo, mais uma "vítima da sociedade", igualzinho aquela "vítima da sociedade" que assassinou os dois PRFs no Ceará, iguaizinhos as vinte e poucas "vítimas da sociedade" finalizados pelo BOPE e PRF na Vila Cruzeiro no RJ. TODOS inocentes, causando a ira descontrolada da mídia e esquerdopatas em geral, porque não morreu nenhum policial na operação da Vila Cruzeiro.

  6. A polícia federal e rodoviária não têm noção de seus papéis. Acham que tudo podem. Eu era gerente de banco em MT, um delegado da PF chegou na agência fora do expediente, disse ao vigilante que era da PF, sem apresenta documento. Queria entrar para cumprir mandato judicial. O guardo pediu para, esperar, chamou um servidor que o identificou e autorizou entrar. Sabe o que o tal delegado fez? Deu ordem prisão ao umilde vigilante. Colocou-o num cambirao

  7. Essa é infelizmente a triste realidade. O assassinato do Genivaldo acontece na mesma semana do massacre de 26 pessoas no Morro do Cruzeiro. Nosso país tem muito de que se orgulhar, mas infelizmente injustiça e desigualdade continuam a sacrificar milhões de brasileiros.

  8. O estado brasileiro é um troll, repare bem. Nem todos agentes são ruins, mas alguns orcs fazem um tremendo estrago.

  9. Fico pensando até qdo viveremos assim e fico pensando quantas atrocidades iguais, maiores ou menores acontecem todos os dias e ninguém fica sabendo. Fico pensando pq um policial age dessa forma! Não dá pra entender nada disso... Crueldade por crueldade... gratuita.

    1. ....ainda não tem década pra terminar com a tragédia marginal - de 2 gumes - que se aproxima.

  10. Isso mesmo. E no que depender das duas facções que disputam a presidência, esse povo nunca terá educação básica de qualidade.

  11. Parabéns pelo texto, André. O Brasil não é sério porque a maior das mentiras está escrita na constituição: "Todos são iguais perante a lei"

  12. Parabéns pela excelente matéria, André. Você resumiu de uma forma simples o nosso Brasil desde que foi descoberto até hoje, nada mudou.

    1. Bem por aí. Acredito que enquanto sociedade e nação estamos involuindo

  13. Enquanto a justiça tratar de modo diferente os bandidos e corruptos ricos e/ou poderosos dos simples mortais isso permanecerá. Até o STF tem visão de os favorecer.

  14. Falta.configurar o DESVOTO para permitir ao eleitor que seu representante inapto ou corrupto seja destituído em poucos meses e não depois de enriquescer e nomear companheiros. Voto distrital puro e recall, por favor.

Mais notícias
Assine agora
TOPO