Granma

ONU classifica missões de médicos cubanos como ‘trabalho forçado’

10.01.20 11:56

A ONU classificou as missões de médicos cubanos em outros países, como o extinto Mais Médicos, como “trabalho forçado”.

A posição da ONU ocorre em resposta a uma denúncia enviada em maio pela ONG espanhola Defensores dos Prisioneiros Cubanos. “As condições de trabalho relatadas podem ser consideradas trabalho forçado de acordo com os indicadores estabelecidos pela Organização Internacional do Trabalho. O trabalho forçado constitui uma forma contemporânea de escravidão”, afirma o documento assinado por Urmila Bhoola, Relatora Especial sobre Formas Contemporâneas de Escravidão, e Maria Grazia Giammarinaro, Relatora Especial sobre Tráfico de Pessoas.

Além dos médicos (foto), a classificação inclui o trabalho de outros profissionais, como professores e artistas.

Um dos efeitos da definição da ONU é que ficará mais difícil para governos de 67 países justificarem as parcerias com Cuba. O próximo passo da ONG será enviar o documento da ONU para as embaixadas dos países que ainda mantêm missões cubanas. “Logicamente, isso vai fazer com que muitos governos revisem a maneira como esses acordos foram feitos, para evitar o trabalho forçado”, diz o advogado Javier Larrondo, diretor da ONG Defensores dos Prisioneiros Cubanos.

Outra consequência pode se dar na arena do direito internacional. “Ao classificar as missões médicas cubanas como trabalho forçado, a ONU ajuda a avançar a acusação que fizemos contra a ditadura na Corte Penal Internacional”, diz Larrondo. “Também esperamos que a União Europeia passe a cuidar do assunto.”

Com a eleição de Jair Bolsonaro, em 2018, a ditadura de Cuba retirou seus médicos do Brasil. Desde então, os governos do Equador e da Bolívia cancelaram os acordos com Cuba.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. a Onu sabe disso faz muitos anos! Facil a comprovaçao. A pergunta e´: o Papa -grande supporter de Fdel & C0 - vai se pronunciar? E o Obama ? o Aberturista! E a Mogherini? E a Bachelet?????? A Bachelet??????? O Mainardi postou ontem que a ¨imbecilidade e´contagiosa ¨. Se precisasse de confirmaçao ...............................................

  2. Equador e Bolívia também???!!! Surpresa! Eu estive em São Luis com uma médica cubana um dia inteiro. Ela estava hospedada numa residência, e conversamos longamente. Ela teria que cumprir 3 anos no Brasil, sem ver 3 filhas e marido, vigiada 24h por agentes cubanos. Escravidão.

    1. Além da crueldade em si, a questão de haver agentes cubanos vigiando tais médicos em nosso território constitui uma flagrante violação da soberania nacional. Isso é muito grave. E depois o PT vem acusar o atual governo de entreguista. Não sei se dou risada ou se choro.

  3. Interessante essa atitude da ONU: a contratação do Programa Mais Médicos no Brasil, no governo PT, foi intermediada pela OPAS - Organização Pan Americana de Saúde - que é o escritório regional para as Américas da Organização Mundial de Saúde. Esta, por sua vez, é uma agência especializada da... ONU! Só agora que eles descobriram essas irregularidades? A OPAS ainda recebeu uma comissão de 5%, por sua participação no programa. A ONU vai nos devolver esse dinheiro? São alguns milhões...

    1. Verdade. A ONU se desmoraliza cada vez mais. No governo do Lula enaltecia-se o programa mais médicos apesar de inumeras denúncias feitas pelos Conselhos de Medicina do país. Uma vergonha a que nos submetemos e a que submetemos os pobres médicos cubanos.

  4. E quem usa o trabalho escravo como a organização criminosa e terrorista PT e PSOL são o que? 🇧🇷 Quanto aos criminosos Lula e Dilma não serão responsabilizados? 🤔

  5. Lamentável que esse tipo de escravidão tenha acontecido no Brasil, onde tantas pessoas de minoria tem praticamente as mídias aos seus pés para qualquer tipo de declaração de mimimi. A visão das nossas ONG's de direitos humanas é ideológica. Pode escravizar, desde que o Governo seja de esquerda.

  6. Onde estava o Ministério Público do Trabalho? Agora eles respondem por alguma coisa ou de bom alvitre mandar a questão para viúva dar seu jeito?

  7. A pergunta que não cala: Em caso de indenização que arca com os custos? Lula; Dilma; Instituto Lula; PT ou o Brasil? A cultura política no Brasil é de que o substituto acoberta o que o antecessor fez, de modo que o substituto acoberte o errado de agora é mande a conta para viúva caso alguém cobre....

  8. É de se estranhar essa decisão da ONU, por ser uma entidade claramente favorável às esquerdas e que atrapalha os planos hegemônicos de mesma Esquerda na AL!

    1. A pergunta que não cala: Em caso de indenização que arca com os custos: A) Lula; B) Dilma; C) Instituto Lula; D) PT E) Brasil.

Mais notícias
Assine agora
TOPO