Reprodução

Os reflexos do fim da liberdade de imprensa em Hong Kong

15.01.22 18:27

O jornal independente Apple Daily (foto), de Hong Kong, deixou de ser impresso em junho do ano passado, depois que centenas de policiais invadiram sua sede e prenderam o dono, Jimmy Lai, diretores e funcionários. Eles foram acusados de diversos crimes, como participar de um protesto contra o Partido Comunista da China, fazer conluio com forças estrangeiras e sedição. A empresa dona do Apple Daily foi fechada e o seu patrimônio, congelado.

Para os funcionários e jornalistas que trabalhavam no Apple Daily, não foi uma surpresa. “Eu já esperava que isso aconteceria. Em meados de 2020, pouco antes de a polícia invadir a redação e prender Jimmy Lai, eu perguntei a um especialista em política chinesa quanto tempo ainda teríamos. Ele respondeu que só nos restava um ano. Foi o que aconteceu“, diz um jornalista, que pediu para ser identificado como Jason.

Após o fechamento do Apple Daily, o alvo do regime passou a ser o Stand News, que também mantinha uma linha editorial mais independente. Em dezembro, dois diretores e quatro ex-diretores do site de notícias gratuito foram presos em suas casas. Em seguida, a polícia entrou na redação. Dias depois, outro site, o Citizen News, decidiu fechar as portas para evitar o mesmo destino. Seus diretores afirmaram que era impossível saber se os funcionários estavam ou não infringindo a nova Lei de Segurança Nacional, aprovada em 2020. Com critérios vagos, a lei permite que qualquer pessoa seja presa e acusada de crimes.

A verdade é que as acusações formais apresentadas pelo Partido Comunista não importam. Tudo não passa de desculpa para calar as vozes que têm opinião diferente do governo“, diz um jornalista que trabalhava no Apple Daily há mais de vinte anos e conseguiu se recolocar no Stand News, até ser demitido novamente por causa da repressão estatal. Ele pediu para ser chamado de Pete.

Hong Kong ainda conta com jornais como o MingPao News, além de sites independentes, como Hong Kong Free Press, imediahk e Radio Free Asia. “A diferença é que, embora esses veículos tenham repórteres cobrindo diversos assuntos, o Apple Daily tinha condições de contratar muitos jornalistas experientes e fazer matérias mais profundas”, diz Jason. O Apple Daily podia investir em sua equipe porque tinha 600 mil assinantes, os quais representavam quase 10% de toda a população do território.

Hoje, muitos jornalistas chineses estão trabalhando por conta própria ou publicando o resultado de seu trabalho em suas próprias plataformas digitais. A maior preocupação é que o regime se incomode com alguma notícia publicada por eles. “Todo mundo tem medo de receber uma visita de madrugada e ser preso“, diz uma jornalista. “Eu não diria que me sinto ameaçado, mas qualquer jornalista agora precisa tomar cuidado para não ultrapassar o limite estabelecido pela Lei de Segurança Nacional“, diz Pete.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Chiquita, todos sabemos da tua perversão bozista. Não precisa nos relembrar das tuas fantasias sexuais com o Lularápio. Acho que está na hora de você voltar para o necrotério. Você morreu e esqueceu de se enterrar.

  2. O comunismo é o grande inimigo que todos devemos combater! No BR inacreditavelmente a a inépcia de Bolsonaro, infelizmente, fez ressuscitar a figura de Lula - uma das piores figuras públicas brasileiras de todos os tempos - que havia saído de cena escorraçado pelos escândalos da Lava Jato (que Bolsonaro se orgulha em dizer que deu fim à Operação) e após a condenação e a prisão em Curitiba! Precisamos de um presidente como MORO que tenha credibilidade, admiração e respeito dos brasileiros!

  3. Leia-se para…e certeza que…o resto da mensagem continua igual. Ainda acrescento o seguinte: Zurra bozista, zurra! Esta é a tua sina!

  4. Chiquinha. Vá pars o teu necrotério. Quanto mais cedo melhor. Tenha certezacque ninguém sentirá a tua falta, morto-vivo decrépito.

  5. Este teu Zeus deve estar bêbado. O Brasil continuará a ser o mesmo Brasil de sempre, corrupto e desigual, tal como os países que você listou. Para isso, basta a população continuar votando em grupos políticos corruptos, tal como o Bozo e o Lularápio. Entretanto, como tudo no mundo, surpresas acontecem. Espera-se que a população tenha aprendido alguma lição nas últimas eleições!

  6. A China prometeu aos britânicos manter as liberdades individuais em Hong Kong. Como vocês estão vendo, eles não cumprem as promessas. Como eles já são donos de metade do Brasil, graças a desvalorização do real feita pelo Bozo, vocês podem imaginar o que vem pela frente! Como eu sempre disse: basta o premier chinês usar a caneta bic dele que a economia brasileira explode!

    1. a produção de proteína tem migrado, cada vez mais, de extensiva para intensiva.

    2. Ferreira, você está falando da agricultura. O ruralismo incluiu a pecuária também. A pecuária desperdiça muita terra para pouca coisa. Por fim, o crescimento da produtividade agrícola é baseada na expansão de monoculturas e no uso de sementes e pesticidas vendidos por multinacionais. A ciência é ptoduzida lá e não aqui.

    3. José, veja: “ Entre os indicadores mais ilustrativos da trajetória recente da agricultura brasileira estão os números de produção e os índices de produtividade. Entre 1975 e 2017, a produção de grãos, que era de 38 milhões de toneladas, cresceu mais de seis vezes, atingindo 236 milhões, enquanto a área plantada apenas dobrou. No gráfico abaixo é possível visualizar a evolução.” dados até 2017, no portal da Embraoa. Bozo nem existia nessa história. Pesquise lá.

    4. Eta Ferreira. Não há ciência no ruralismo. Por definição, os ruralistas são anti-ciência. Basta ver o apoio deles ao Bozo, ao desmantelamento da ciência brasileira e da legislação ambiental. O que eles fazem hoje é importar ciência dos outros a custos altíssimos. Eles já esqueceram rapidinho o que a Embrapa fez pelo setor décadas atrás.

    5. 4- Precisamos de um governo que ajude na nossa sorte, planejando o futuro do Brasil. Fazendo a coisa certa, PODEMOS esperar pela SERENDIPIDADE. Só para não perder a chance de piada. Se o Lula voltar, a MANTEGA vai cair sempre p/ baixo, pois seremos reféns da Lei de Murphy. Moro Presidente 🇧🇷

    6. 3- Ferreira, vou pegar um gancho do seu comentário anterior, qto à sorte. Vc me trouxe de novo à Terra literalmente, pois estava pensado em outras tecnologias, me esquecendo das nossas forças no agro e no Meio Ambiente. Como sou um talesiano, concordo com vc, q temos q investir num primeiro momento, nossos parcos recursos naquilo q está dando os maiores retornos. Precisamos de um governo que ajude na nossa sorte, planejando o futuro do Brasil.

    7. Interessante, Paulo, que muito da tecnologia que tem avançado a passos largos no país vem do setor denominado “primário”. Hoje, há mais ciência nos ruralistas (graças em grande parte também à Embrapa) do que em muitas faculdades onde as teses, aulas, discussões acadêmicas, passam longe das tecnologias que fazem e estão moldando o ranking das nações.

    8. 2- Tecnologias disruptivas q geram mais produtividade, são oportunidade e força nessa arquitetura multilatetal. Então podemos afirmar q o Brasil está fraco e será dominado. Um pais que investe 20 bi e gasta 4,9 ou 5,7 bi com fundo eleitoral, nem em campo entra para jogar. Os 3 Poderes comem a grande parte dos nossos alimentos. Agora como ratos, atacam tbém às nossas sementes para o amanhã. No futuro seremos totalmente escravos do Estado, e da China. Moro Presidente 🇧🇷

    9. 1- Parabéns pelo nível da troca de ideias. Fiquei inspirado para contribuir. A Nova ordem mundial ñ é p/ amadores, e o governo Bolsonaro não tem capacidade de posicionar o Brasil nela. Muitas das instituições q supostamente sustentam essa nova ordem, ñ são mais adequadas, pois refletem o equilíbrio de poder de uma época passada. É a matriz SWOT. A China é uma AMEAÇA de dominação para os países FRACOS.

    10. Certíssimo, José! Com aversão à Ciência, e, até mesmo, celebração aos discursos e práticas que a menosprezam, e somando ao conjunto de salvaguardas à corrupção, o quadro resultante parece até natural.

    11. verdade FERREIRA a evolução tecnológica em primeiro momento leva a humanidade ao autoritarismo e só muito depois nivela algo que faria de homens autômatos controlados pelo Estado .. Maquiavel há séculos disse isto de forma diferente pois previu que as superpopulações matariam a liberdade surgida no iluminismo ... já os idiotas estes continuarão os mesmos e certamente adorarão.

    12. Verdade Ferreira. Na verdade, toda a América do Sul está sob domínio chinês. A única exceção é o território francês lá no norte. Se o Brasil tivesse investido em ciência e tecnologia 30 anos atrás, hoje seríamos nós os dominadores. Entretanto, preferiram investir em corrupção e atividades produtivas ultrapassadas.

    13. Amaury, ninguém, em sã consciência, esquece as lições da história. Nem os tolos. O que acontece é que o mundo é um aprendizado constante. E, regra geral, só se aprende mesmo a posteriori dos fatos. O restante é sorte, fortuna ou destino, para usar um pouco de Maquiavel. Aliás, estudos apontam que a autonomia para tomada de decisões tende a zero. É o (quase) famoso Paradoxo de Condorcet.

    14. os tolos esquecem as lições da história .. vamos a elas .. o que foi o Egito com Ramsés I? o que foi a Babilônia sob Nabudonosor? o que foi Roma sob os Césares? o que foi a Inglaterra sob a revolução industrial? o que foi os EUA após a II Guerra? a China é o repeteco cruel da dominação econômica e militar facilitada pela tecnologia que fez do mundo uma aldeia .. todos mataram a liberdade esmagaram nações trucidaram cidadãos pelo fuzil .. nada mudou nada mudará somos tão tolos assim para crer?

    15. Verdade! Compram, intimidam, e fazem coisas do tipo: sustentam a Coréia do Norte; já compraram o Sri Lanka, vi um documentário de jamaicanos reclamando que eles já comoraram a ilha, corrompendo o governo; na África, têm escolas e cidades onde ensinam crianças a ler, falar, escrever chinês. Eles têm, sim, um projeto mundial de dominação. Têm inteligência, população gigantesca, tecnologia, objetivos, determinação e muito dinheiro sobrando.

  7. Enquanto isso o Ocidente se curva a China, os universitários, políticos e professores dizem sem parar que lá é uma democracia igualitária, etc.

  8. A verdade nua e crua: o que ocorre em Hong Kong é coisa rotineira e nenhum país do mundo pode interferir SEM violar a soberania chinesa. Se eu ocupo um espaço ARRENDADO sei que, qualquer que seja a melhoria que faça, no fim do arrendamento tudo será revertido pro dono. No caso de Hong Kong, todo mundo sabia q a China tomaria conta de tudo depois de tantos anos. O Reino Unido cumpriu sua promessa e entregou a região. Quem quiser viver por lá TEM q se submeter as duras leis chinesas. Liberdade?🤣

    1. cabe-lhe razão Jaime ... vivemos o mundo da manipulação e da pré-tecnologia que ainda concentra poder e riqueza e a história mostra isto .. o país mais rico e dito mais livre do mundo vulgo "terra da liberdade" os negros que o digam fizeram o que? assassinaram tantos quantos mataram Stalin, Mao, os Il Sun e muitos assassinos .. o requinte da preservação dos direitos humanos ... em 2 dias mataram 400mil japoneses com uma bomba atômica que todos tem e destrói o mundo 14 vezes .. e uma só basta.

  9. Sem me confundir, pelo amor de Deus, com qualquer bolsonarista ou quadrúpede do gênero, é preciso começar a frear as coisas da China do modo como for possível. Eles virão como tsunami para cima de todo mundo, ou do mundo todo, como queiram. Seja num simples evitar os produtos deles, ou por eles fabricados e dai por diante. Não será tarefa fácil mas é preciso mostrar a eles que essa tentativa de dominar e impor terá um custo.

Mais notícias
Assine agora
TOPO