Divulgação/Pfizer

Pfizer entrega ao Brasil primeiro lote de vacinas contra a Covid para crianças

13.01.22 09:04

A Pfizer entregou ao Brasil na madrugada desta quinta-feira, 13, o primeiro lote de vacinas pediátricas encomendadas pelo Ministério da Saúde. A remessa contém 1,248 milhão de doses. A carga chegou ao aeroporto de Viracopos, em Campinas, às 4 horas e 37 minutos.

O ministério comandado por Marcelo Queiroga comprou 20 milhões de doses do imunizante. A carga é suficiente somente para a aplicação da primeira dose do esquema vacinal em crianças de 5 a 11 anos.

Ao todo, no mês de janeiro, a Pfizer ainda deve realizar mais duas entregas de doses destinadas ao público infantil. Os voos têm previsão de chegada nos dias 20 e 27, com 1,248 milhão e 1,818 milhão de doses, respectivamente.

A distribuição das doses começa ainda nesta quinta, de acordo com o critério populacional. A previsão é que o público infantil comece a ser vacinado na sexta-feira, 14.

A imunização começará por crianças com comorbidades ou deficiência permanente, indígenas e quilombolas. Depois, seguirá a ordem decrescente de idade.

A vacinação, disse o Ministério da Saúde, não será obrigatória. Para procuradores e juízes, a medida viola o Estatuto da Criança e do Adolescente, o ECA.

O intervalo entre a primeira e segunda dose do imunizante ficou estabelecido em oito semanas, apesar de a bula da Pfizer recomendar uma janela de três semanas.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Essas vacinas chegam com atraso e em pouca quantidade. O número de crianças com COVID está aumentando os internamentos. Outra coisa são os idiotas que não se vacinaram e agora ocupam as UTIs dos hospitais. Não é justo com doenças graves perca uma UTI para um FDP que não se vacinou. Tem que pedir na internação o comprovante de vacinação p os não vacinados furem a fila. Tem que esperar como todo mundo.

    1. Eu quis dizer que os não vacinados não podem tirar as UTIs dos pacientes em estado grave que se vacinaram. Não é justo. Não quis se vacinar então morra em casa seus desgraçados.

  2. Nos Estados Unidos, mais de 22.000 pessoas mortas em decorrencia das VACINAS, diretamente. Tomou, embarcou. No Brasil, a PFIZER e seus pares conseguiram convencer todo mundo que as vacinas são 100% eficazes. A UNIÃO ficou sendo a responsável pelas mortes devido a aplicação das vacinas. Quantas morreram? Sem relatos. Quantas adoeceram APÓS tomar a vacina? Sem relatos. Vamos submeter as crianças às mesmas condições ou a PFIZER irá se responsabilizar por cada dose aplicada? Gigante? Acorda!

  3. Os organizadores do reality show VIRADA DA POLÍTICA, me escolheram como o participante entusiasta do Moro. Tem 2 caras que poderiam ser os participantes do Bolsonaro, o Hang e o Silas Malafaia. Sinceramente, por mim poderia entrar os 2 na disputa. Fora da bolha, na frente do Brasil inteiro, eu vou humilhar a limitação intelectual desses 2 trastes. O que eles entendem de vacinas? Um ficou milionário vendendo bugigangas. O outro vendendo Jesus. Moro Presidente 🇧🇷

Mais notícias
Assine agora
TOPO