Reprodução/JusTocantinsMaria do Carmo, ou Carminha: sonho distante, mas

Próxima de Flávio, desembargadora que anulou relatório sobre Wassef já pediu emprego para parente na JBS

31.01.21 16:04

A Terceira Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região decidiu anular o relatório do Coaf que apontou transações financeiras suspeitas atribuídas ao advogado Frederick Wassef, defensor da família Bolsonaro. Um dos três votos pela anulação da validade jurídica do documento foi proferido pela desembargadora Maria do Carmo Cardoso (foto), próxima do senador Flávio Bolsonaro, filho 01 do presidente, que era defendido até recentemente por Wassef.

A informação sobre a decisão foi revelada neste domingo pelo jornal Folha de S.Paulo. Carminha, como é conhecida a desembargadora, também cultiva antigos e estreitos laços com a JBS, mencionada no documento como pagadora de milhões de reais a Wassef. Em sua edição de número 137, Crusoé revelou que a magistrada usou a estrutura de seu gabinete para pedir emprego para uma pessoa de sua família ao chefe do setor jurídico do grupo, Francisco de Assis e Silva, amigo pessoal e cliente de Wassef.

O relatório do Coaf, também revelado por Crusoé, mostrava que entre os anos de 2015 e 2020, Frederick Wassef recebeu 9,8 milhões de reais da JBS. Imediatamente, a força-tarefa da Operação Greenfield pediu explicações ao grupo a respeito dos pagamentos, para entender se houve alguma omissão em seu acordo de leniência.

O julgamento do TRF-1 que anulou o relatório teve como relator Ney Bello, que votou para enterrar o documento, e foi acompanhado por José Alexandre Franco e Maria do Carmo Cardoso. A corte ainda determinou o trancamento de um inquérito sobre Wassef em curso na PF que tem por base o relatório do Coaf.

A desembargadora e sua família têm um longo e controverso histórico de relações com a JBS. Uma das filhas dela, Renata Gerusa, chegou a ser alvo de uma apuração por suposta compra de decisões de ministros do Superior Tribunal de Justiça. O inquérito nasceu a partir de declarações do ex-marido dela à Procuradoria-Geral da República. Ele entregou diversas mensagens nas quais Renata e o chefe jurídico da J&F discutem meios de obter decisões na corte. A investigação foi arquivada no STF.

A relação entre a filha da advogada com a JBS foi objeto de questionamentos no curso de uma auditoria interna do grupo. Em um levantamento sobre possíveis e-mails que citavam o caso, auditores encontraram uma polêmica mensagem direta de Maria do Carmo Cardoso, enviada a partir de seu e-mail oficial do TRF-1, para Francisco de Assis. Na mensagem, de junho de 2016, ela dizia:
“Caro Dr. Francisco (…) Creio que Renata (Gerusa Prado de Araújo, filha da magistrada) já tenha lhe falado sobre Nayara, irmã de Najla, mãe da minha netinha. A jovem recém-formada em veterinária que está se candidatando a uma vaga no complexo industrial da JBS. Conto mais uma vez com seu apoio”, pediu a magistrada. O relatório registra que Renata Gerusa chegou a receber 3,8 milhões da JBS entre 2014 e 2017.

Maria do Carmo Cardoso é casada com Amauri Cezar Piccolo, homem de confiança do ex-presidente José Sarney, que mantém influência nos círculos políticos de Brasília. Por meio dele, a desembargadora se aproximou de Flávio Bolsonaro. Uma outra filha da desembargadora, Lenisa Prado, foi nomeada por Jair Bolsonaro para uma das disputadas cadeiras no Conselho Administrativo de Defesa Econômica, o Cade. A nomeação contou com a intermediação de Flávio Bolsonaro.

Crusoé indagou Maria do Carmo se, diante de suas relações com os Bolsonaro, com a JBS e, por tabela, com o próprio Wassef, ela não se sentiu impedida de participar do julgamento sobre o relatório do Coaf. Até o momento, a desembargadora não se manifestou.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Cadê a corregedoria do STF? Como diria a Helena Calmon - unica corregedora q enfrentou os bandidos do poder judiciario - pq sera q ninguem faz delacao de membros do judiciario?. La so tem anjos? Essa corregedora acabou de ficar famosa e nao por ter feito algo bom e correto. Deveria se vergonhar

  2. QUE VERGONHA ! TANTO COMPROMETIMENTO ! ACORDA JUDICIÁRIO BRASILEIRO, SALVEMOS A JUSTIÇA ENQUANTO É TEMPO. NÃO A CORRUPÇÃO NESTE PAÍS. CHEGA DE TANTA IMPUNIDADE, BASTA DE TANTA VIOLÊNCIA ! A ONDE VAMOS PARAR ?

  3. Entrou pelo quinto constitucional, ou seja,pela porta dos fundos,nunca prestou concurso,essas pessoas são de indicações políticas,geralmente a falta de caráter é seu maior mérito ou atributo.

  4. O tiro saiu pela culatra! Elegemos Bolsonaro para cumprir a agenda que ele prometeu durante a campanha. Nada saiu como esperado! O balcão de negócios continua operando a todo vapor dentro do Congresso! Nada mudou! O Brasil continua o mesmo! Revoltante constatar que Bolsonaro não vai tornar viável nosso projeto de tornar o Brasil uma nação decente e desenvolvida! Continuamos patinando na desigualdade, na injustiça social, na falta de segurança, na ignorância crassa, na saúde precária!!

  5. Vamos Carminha responda as acusações ou vc vai usar as redes sociais para tentar desqualificar a imprensa. Esse governo do Bozo já passou dos limites em todos os sentidos, onde atua aparece trafico de influência,troca de favores, corrupção e etc. Agora com o aval do Centrão a coisa vai piorar e tudo tende a cair de podre. A conferir nos próximos capitulos dessa novela que não ter um final feliz aos brasileiros decentes e honrados.

    1. Do juiz ao presidente da república ( menúsculo) todos canalhas.Muitos brasileiros estão morrendo por culpa dessa corja de bandidos que nos torturam diariamente.

  6. Isso não é novidade. No Brasil só prendem P.P.P., bandidos poderosos nunca ficarão presos, mesmo se condenados. Salve a justiça brasileira!

  7. Meus caros, como bem disse MÁRIO SABINO em seu artigo em CRUSOE. " O Brasil não tem jeito, mas... te geitinho" Fiquem tranquilos, no final, tudo dará certo, para eles...

  8. A razão para a estabilidade dos funcionários públicos seria para que eles não sofressem com o vai-vem da política. Vendo esse beija-mão e trocas de favores entre politicos, empresarios e magistrados, proponents que se dê fim à estabilidade

    1. Não se pode condenar todos pelo comportamento da minoria, imagine um auditor sem estabilidade fazendo auditoria em uma pessoa influente, seria mais ou menos assim: - Dois mais dois são três ou cinco sr.? Pergunta o auditor. - Ah, coloca aí três e meio! Responde o auditado. E também, nunca mais veríamos mandados de busca, investigações e prisões de políticos. Temos que punir os bandidos com estabilidade tirando-lhes o emprego. A establdade ds servidres contribui para fortalecer a democracia.

  9. Com esta falta de probidade, torna-se forte candidata à próxima vaga no STF. Bolsonaro já deixou claro que não quer arriscar: melhor escolher alguém que já demonstrou não ser honesto noa julgamentos.

  10. Como combater a corrupção que assola o Brasil com este judiciário? A JBS fez acordo de leniência. Um dos donos gravou um presidente da República e um agora deputado federal. É uma empresa que estendeu os seus tentáculos por todas as esferas do poder. Essa desembargadora é o que tem de pior numa sociedade. Ao buscar diferença de tratamento para os seus, ela está perpetuando, através dos mais novos da sua família, essa cadeia imunda que tanto estrago faz ao país.

  11. Acredito que essa resposta que a Crusoé solicitou à desembargadora nunca vai chegar. Mas a Crusoé deveria fazer uma denuncia no CNJ.

    1. Como proliferam sem-vergonhas no país, gente!!!!.... É chocante essa pandemia, essa patologia repugnante e perversa!!!!!!!!

  12. O Brasil esta tomado pelo aparelhamento na Justiça, na politica e no governo. 2022 esta chegando, vamos dar um jeito nisso também, doa a quem doer. Que 2022 a Lava Jato volte turbinada, dai e so fazer a pipoca que vai ter muita operação policia pegando togados e poderosos da politica.

  13. Juíza Bozista mostra bem o que é o Bozismo raiz: corrupção, corrupção e corrupção! Bozistas, vocês são corruptos genocidas!

Mais notícias
Assine agora
TOPO