Reprodução

‘Todos os advogados são do governo’, diz mãe de jornalista preso em Cuba

20.07.21 11:58

O jornalista independente Henry Constantin Ferreiro, diretor do jornal La Hora de Cuba, foi preso com sua namorada, a editora Neife Rigau (foto), a dois quarteirões de sua casa na cidade de Camaguey, quando saíam para cobrir as manifestações no dia 11 de julho. Desde então, os dois foram mantidos sem poder se comunicar com familiares ou advogados. Sua mãe, a engenheira aposentada Maria Ferreiro, de 65 anos, está em Miami, para onde tinha ido antes do início da pandemia. Por telefone, ela contou para Crusoé como o regime tem respondido aos pedidos por informação de seu filho.

O que aconteceu com seu filho desde o dia 11 de julho?
Assim que eu soube dos protestos, comecei a buscar informações sobre Henry. Ao falar com vizinhos, eles me disseram que ele e Neife tinham sido detidos a dois quarteirões de casa. Os dois estavam indo cobrir as manifestações. Outra pessoa, Iris Mariño, fotógrafa também do jornal La Hora de Cuba, foi detida em outro lugar. Todos foram caçados pela segurança de estado. Na terça, 13, tropas de elite dos boinas pretas levaram Henry algemado para sua casa para pegar seus computadores e outros pertences. Na ocasião, toda a zona foi interditada. Vizinhos não puderam ver direito o que ocorreu, porque estavam com muito medo dentro de suas casas.

Por que eles foram caçados?
Todos eles são jornalistas independentes. O governo sempre os vigiou e os perseguiu. Quando alguém importante do governo visita Camaguey, policiais ficam de prontidão na frente de suas casas. Também há câmeras de vigilância nas ruas. Como mãe, eu sempre quis proteger meu filho. Pedi para ele parar de trabalhar como jornalista. Eu trabalhei em uma estatal em Cuba e conheço as garras e as entranhas do monstro. Mas Henry sempre foi muito patriota. Ele ama muito seu país e acha que é seu dever como jornalista defender o povo e a liberdade. Ele jamais seria um jornalista do governo, escrevendo apenas aquilo que manda o Partido Comunista.

Sua família chamou um advogado para pedir um habeas corpus?
É muito difícil ter qualquer informação sobre meu filho. No início, eles até se recusavam a dizer onde ele estava. Não conseguimos falar com ele em momento algum. Todos os advogados são do governo. Chamamos um que nos parecia mais honesto. Na sexta, 16, ele apresentou um habeas corpus, mas o pedido foi negado. Os oficiais disseram que Henry foi detido legalmente. Em qualquer outro lugar do mundo, a pessoa poderia esperar o julgamento em sua casa. Não é isso o que acontece em Cuba. Sequer sabemos do que ele é acusado.

Por que o governo tem medo de seu filho?
Todos os que se opõem ao regime e dizem isso publicamente são considerados inimigos. O governo é muito poderoso. Por ter alguma visibilidade no exterior, espero que meu filho não seja tão castigado. Mas pessoas mais pobres e desconhecidas que fazem críticas públicas à ditadura podem simplesmente desaparecer, e ninguém se dá conta.

Os cubanos conseguirão a liberdade que pediram nas ruas?
Governos de países totalitários sabem que não podem ceder o poder porque têm as mãos muito manchadas de sangue. Em Cuba, eles são os reis de tudo. Ao longo de 62 anos, eles inocularam o terror em toda a população. Esse medo é transmitido de geração em geração. Por causa disso, eles achavam que o povo nunca teria forças para se manifestar. Nos protestos, todos foram pegos de surpresa. A população dos bairros mais pobres foi para as ruas. Artistas, intelectuais, religiosos também se manifestaram. Foi uma catarse. O futuro é imprevisível. O governo vai ter de pensar sobre o que vai fazer agora. Mas a situação mudou completamente. A máscara do regime caiu. Apesar de o governo ter gasto muito dinheiro em propaganda, todo o mundo sabe agora o que acontece e que existe oposição ao regime dentro da ilha. 

 

Atualização: Na noite desta quarta, 21, Henry Constantin Ferreiro, Neife Rigau e Iris Mariño foram colocados em prisão domiciliar.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Não é só o comunismo, a esquerda, que produz ditadura. A Direita também produz. Devemos ficar com os olhos bem abertos e os ouvidos bem atentos.

  2. Lula enche a cara de cuba livre com sangue cubano, fuma o seu charuto cubano, e manda sinais se fumaça de total apoio à ditadura. Para Lula, Cuba seria a Holanda sem o embargo. Holanda! Chico Buarque que é de Holanda, mais também é dos donos do chicote em Cuba. O PT não fala mais do MAO, nem do Stalin, mas baba ovo para os ditadores de Cuba, pois é MAIS DOCE. Com a queda da produção de açúcar na ilha, já está em falta a tal doçura hipócrita. O que nunca faltou foi o porrete no povo.

  3. Nem tudo está perdido na Crusoé ao trazer e retratar a tragédia cubana, que é viver na miséria, sem liberdade, num regime totalitário e terrorista.

    1. “Pagando” mico e “pegando” o André na marcha ré……

    2. Nyco!!! Na Crusoé eu não perco nada , para imaginar que “ nem tudo está perdido “ Pelo contrário !Só encontro ... a seriedade do jornalismo investigativo e comprometido com a verdade dos fatos . Como se vê nesta matéria sobre Cuba . O péssimo é constatar o carimbo pronto de “comunista “, “ vermelho “, quando as as notícias não agradam . Claro , sabemos que quanto aos fatos não há argumento e a rotulagem dá menos trabalho , não é ?!

  4. Temos muito que aprender com Cuba e sobre a ilusão Comunista.Uma ditadura de partido só é boa para seus altos membros, que tem conforto, dinheiro e poder.O povo sofre com a escassez de tudo, principalmente da sua liberdade.Querem viver assim, elejam seu fã maior do PT.

    1. Elaine,essa conversa e típica de petista enrustida,sai do armário !!!

    2. Piada tem hora ! Não sou petista e votar no lula jamais , Mas petistas estiveram no poder mais de década e podem ser acusados de tudo.Menos que não houve liberdade.Quanto à ditadura , nenhuma delas é boa ,convenhamos . E nunca como neste governo, a começar pelo o próprio PR vimos tantos clamarem pelo fechamento do Judiciário e do Legislativo bem como “ o povo sofrer com escassez de tudo . “ portanto , fora bolsolulismo . Democracia sempre !!!

Mais notícias
Assine agora
TOPO