ReproduçãoNo flagrante feito pela PF na operação anterior, Maranhãozinho aparece manuseando maços de dinheiro

‘Trabalhador, sério e honesto’, diz autolouvação publicada pelo deputado dos maços de dinheiro

15.01.22 08:03

Flagrado pela Polícia Federal com maços de dinheiro que, segundo os investigadores, eram produto de um esquema de corrupção envolvendo emendas parlamentares, o deputado federal Josimar de Maranhãozinho, do PL, não tem medido esforços em busca do sonho de se tornar governador do Maranhão.

Além de sortear dinheiro a seus eleitores, como revelou Crusoé, o parlamentar tem caprichado na produção de vídeos que mostram seus compromissos políticos recentes e suas “realizações” do passado. Um dos vídeos enaltece Maranhãozinho pelo período em que comandou o município que lhe empresta o nome.

“Quando foi prefeito, fez uma verdadeira revolução administrativa. Construiu tudo o que essa cidade tem hoje”, diz o narrador, enquanto imagens do deputado e da cidade são mostradas.

A cereja do bolo, contudo, está na parte final da peça, quando o narrador afirma que “o Maranhão precisa de mais gestores como esse”. Em dado momento, é dessa forma que o parlamentar — investigado no STF por peculato, lavagem de dinheiro, organização criminosa e fraude a licitação — é retratado: “Mesmo com orçamento pequeno, fez em Maranhãozinho o que muito prefeito de cidade grande não faz. Porque é trabalhador, sério e honesto”.

Em dezembro, Crusoé publicou com exclusividade imagens, feitas pela Polícia Federal, nas quais Maranhãozinho aparece manipulando maços de dinheiro em seu escritório político, situado em um prédio comercial em São Luís, capital do Maranhão. Para os investigadores, a dinheirama é fruto de corrupção envolvendo emendas parlamentares que o próprio deputado destinava a municípios e empresas que integravam o esquema. Os recursos, cerca de 15 milhões de reais, deveriam ser destinados à saúde em pleno período de pandemia.

Neste mês, Crusoé mostrou que Maranhãozinho promoveu um sorteio de dinheiro a seus eleitores durante uma live de Natal. O evento foi transmitido nas redes sociais do parlamentar e, após a reportagem evidenciar os indícios de crime eleitoral, o vídeo foi apagado. Na live, Maranhãozinho contemplou seus eleitores com valores que, somados, chegavam a 50 mil reais. O Ministério Público Eleitoral decidiu abrir um procedimento para apurar o caso.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Uma vergonha imensurável para a nossa justiça. Esse indivíduo assim como Bolsonaro já deveriam estar presos. Criminosos.

  2. Como discípulo de Sextus Empiricus, eu CLAMO ao brasileiros: SEJAM CÉTICOS COM OS POLÍTICOS. Não acreditem neles piamente. E SE PUDEREM, TAMBÉM NÃO ACREDITEM NOS PASTORES QUE VENDEM JESUS COMO ÓPIO PARA ÀS MASSAS. Só com um povo menos crente em corruptos e pastores cretinos, poderemos ter um Brasil Melhor. Moro Presidente 🇧🇷

  3. MARANHAOZINHO da CAPITANIA HEREDITÁRIA DOS SARNEYS ,ESTADO COM UM DOS MENORES IDH DO PAÍS ,FALTA 💰PARA EDUCAÇÃO , INFRAESTRUTURA E SAÚDE ,MAS SOBRA PARA A QUADRI LHA DOS POLÍTICOS

  4. Representa bem o político brasileiro. Este país se tornou o paraíso dos corruptos. Instituições corrompidas. O que mais impreciona é que eles fazem os maiores absurdos, e o povo fica inerte, à espera do BBB. Acorda Brasil!!! 🇧🇷🇧🇷🇧🇷MORO 22 - última esperança.

  5. Interessante. Quando um executivo passa por uma seleção e é contratado por uma empresa, ele recebe salário para executar seu trabalho. Ele não coloca dinheiro do próprio bolso no empreendimento. Todo recurso vem da empresa. Quando é desligado, não pode sair por aí dizendo o que fez ou deixou de fazer. Na política brasileira, o cara recebe salário, meio mundo de vantagens, e, se constrói uma ponte, se comporta como se tivesse feito tudo com o próprio dinheiro...

    1. Faz parte da cultura política decrépita que o Brasil segue. Em outros países, as placas de inauguração não possuem nome de político, apenas a data e o dizer: “construído com dinheiro do povo do [nome do lugar]”. É assim que deveria ser!

    1. Se der cadeia, o STF solta. Se der ação penal, o MPF anula.

Mais notícias
Assine agora
TOPO