Marcelo Gonçalves/FolhapressCom as bênçãos de Aras e Bolsonaro, o advogado Frederick Wassef foi à sede da PGR para tratar da delação da JBS

Ligações perigosas

Como o presidente Jair Bolsonaro, Augusto Aras e Frederick Wassef se envolveram em uma operação de bastidores em favor da JBS, que pagou 9 milhões de reais ao advogado do presidente
21.08.20

Quando as operações de combate à corrupção começaram a alcançar os negócios da JBS, a gigante mundial de alimentos reforçou seu departamento jurídico contratando algumas das maiores bancas criminais do país. Foi por meio de um time de quinze advogados experimentados nas cortes superiores que a J&F, a holding controlada pelos irmãos Joesley e Wesley Batista e dona da JBS, fechou o maior acordo de colaboração premiada da história, em 2017, no qual admitiu ter subornado quase dois mil políticos e se comprometeu a pagar 10,3 bilhões de reais em multa. Mas o acerto homologado pelo Supremo que garantia a liberdade dos empresários e o fim das investigações contra o grupo logo caiu na berlinda. A própria Procuradoria-Geral da República, signatária do acordo, passou a defender sua rescisão porque os irmãos Batista haviam omitido fatos criminosos relevantes em seus depoimentos e continuaram a praticar delitos no mercado financeiro. A novela envolvendo o imbróglio da delação da JBS se arrasta até hoje, mas ganhou um capítulo explosivo nesta semana com a entrada em cena de um criminalista que só ganhou envergadura após se tornar advogado do clã Bolsonaro.

Conforme Crusoé revelou na última quarta-feira, 19, o advogado Frederick Wassef visitou a PGR no fim do ano passado para tratar da delação da JBS, sem nenhuma procuração da empresa. Detalhe: a visita, informal, foi marcada pelo próprio procurador-geral, Augusto Aras, a pedido do presidente Jair Bolsonaro. A reunião se deu em 4 de outubro, quando o processo do polêmico acordo de colaboração estava na Procuradoria-Geral. Wassef foi conversar com José Adonis Callou de Araújo Sá, que tinha acabado de ser nomeado coordenador da equipe que toca os inquéritos e processos relacionados à Lava Jato. Pouco antes do encontro, o próprio Aras ligou para Adonis dizendo que Bolsonaro lhe havia feito o pedido para que Wassef fosse recebido para uma conversa com o responsável pelos casos da operação de combate à corrupção. A audiência foi marcada, como queriam o procurador-geral e o presidente. Horas antes do encontro, Adonis se surpreendeu com uma ligação do próprio Bolsonaro. O presidente não entrou em detalhes sobre o que seria tratado pelo advogado, mas fez questão de demonstrar seu contentamento com a disposição do procurador em atender Wassef.

O procurador se surpreendeu com o telefonema do presidente, algo completamente incomum na hierarquia do Ministério Público Federal. Àquela altura, embora já tivesse recebido o pedido de Aras para atender Wassef, Adonis nem sequer sabia que o advogado era também defensor do próprio presidente e de seu filho 01, o senador Flávio Bolsonaro. A mistura de interesses ainda não estava tão clara para o então coordenador da Lava Jato. A conversa se deu no próprio gabinete de Adonis, no edifício-sede da PGR, e contou com a participação de uma das integrantes do grupo de trabalho, a procuradora Maria Clara Noleto. Sentindo-se à vontade, Wassef pontificou sobre as vantagens do acordo de delação da JBS antes de dizer que seria uma injustiça anulá-lo. A conversa foi logo interrompida quando os procuradores perguntaram se ele tinha procuração para tratar dos interesses da JBS. O advogado respondeu que não naquele momento, mas disse que poderia apresentar o documento depois. O encontro, então, foi encerrado. Os procuradores, já sentindo o mau cheiro da situação, entenderam que era melhor parar por ali.

ReproduçãoReproduçãoO subprocurador José Adonis recebeu uma ligação de Bolsonaro horas antes da audiência com Wassef
A PGR, àquela altura, defendia oficialmente a rescisão do acordo, algo que aterroriza os irmãos Batista em razão do risco de eles serem punidos nos processos a que respondem — com a possibilidade, inclusive, de voltarem para a prisão. Rodrigo Janot, responsável por fechar o acordo, e a sucessora dele, Raquel Dodge, defenderam a anulação dos benefícios aos delatores, por causa de polêmicas diversas, como a descoberta de que um dos procuradores que representaram a PGR na negociação vinha atuando também em parceria com um dos escritórios que defendiam a companhia. O mesmo entendimento foi mantido pela gestão Aras, que assumiu o comando do MPF no fim de setembro do ano passado. Em novembro, o próprio procurador-geral indicado por Bolsonaro chegou a defender a rescisão nas alegações finais do processo que corre no STF, sob a relatoria do ministro Edson Fachin. Curiosamente, depois das gestões de Wassef junto ao gabinete de Aras, a PGR passou a considerar a possibilidade de rever sua posição. Começaram, então, tratativas no sentido de repactuar o acordo com a JBS.

O julgamento da anulação da delação no STF chegou ser pautado para o último dia 17 de junho, mas acabou adiado. A PGR havia reaberto as negociações com a companhia, que agora são conduzidas pela subprocuradora-geral Lindôra Araújo, aliada de Aras que assumiu o lugar de Adonis no grupo de trabalho da Lava Jato — ele deixou o GT em janeiro, alegando falta de autonomia para atuar. A Crusoé, Lindôra afirmou que não conhece Wassef. Em nota, Aras negou ter recebido um pedido de Bolsonaro para receber o advogado. Na última manifestação enviada ao Supremo, em junho, a Procuradoria-Geral concordou com o pedido feito pelos advogados formalmente escalados pela JBS para que o julgamento sobre a rescisão ou não da delação só ocorra no plenário em sessão presencial — ou seja, somente após a pandemia.

Os defensores oficiais da empresa dos irmãos Batista disseram que não tinham conhecimento de “qualquer tratativa ou ingerência” de Frederick Wassef nas negociações de repactuação da delação premiada de executivos do grupo. O principal deles, André Callegari, disse que sabia apenas que o homem de confiança do clã Bolsonaro atua em “inquéritos da JBS”, sem especificar quais. Indagada formalmente na quarta-feira sobre a atuação de Wassef em favor da empresa, a JBS demorou um dia para admitir que o advogado de Bolsonaro era mesmo contratado pela companhia. Em nota, informou que ele atuava em “inquéritos na esfera policial”. Os detalhes do contrato, disse a empresa, não poderiam ser divulgados porque estão “protegidos por sigilo legal”.

Adriano Machado/CrusoéAdriano Machado/CrusoéManobra diversionista: Aras, em vez de explicar sua participação, anunciou uma abertura de investigação para apurar os pagamentos da JBS a Wassef
Crusoé vinha apurando havia meses a relação de Wassef com a JBS e sua atuação na PGR em favor da companhia. Em conversas reservadas, todas as partes vinham negando enfaticamente que houvesse a relação. A admissão só veio após a revelação, ainda na quarta-feira, de que o advogado recebeu 9 milhões de reais do frigorífico dos irmãos Batista, entre os anos de 2015 e 2020. Os registros dos pagamentos constam de um relatório do Coaf, o Conselho de Controle de Atividades Financeiras, enviado aos promotores do Ministério Público do Rio de Janeiro que investigam a relação de Wassef com Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro e amigo do presidente da República. Queiroz foi preso em junho em uma casa de Wassef em Atibaia, no interior de São Paulo. Segundo os promotores, o advogado ajudou a esconder Queiroz no último ano e recebeu do ex-assessor e de familiares dele o apelido de “Anjo”.

Wassef é amigo do advogado Francisco de Assis, ex-diretor jurídico da JBS e um dos delatores da companhia que estão em perigo com a possibilidade de rescisão do acordo com a PGR. Considerado um importante operador dos irmãos Batista e com enorme trânsito com magistrados, inclusive de cortes superiores, Francisco teve que se afastar formalmente da função em 2017, à época da delação. Por força do acordo de colaboração, o grupo foi obrigado a reestruturar o setor de compliance. O diretor nomeado para assumir o comando da área à época, Emir Calluf Filho, pediu demissão do cargo em abril deste ano, após desentendimentos com Francisco de Assis. Os pagamentos da JBS para Wassef eram desconhecidos pelo setor de compliance da holding, o que a empresa diz ser natural por se tratar de uma estrutura administrativa distinta da JBS. Francisco, o advogado-delator e homem de confiança da família Batista, segue dando as cartas no departamento jurídico.

Nesta quinta, em meio à repercussão do caso, Aras soltou uma nota em que, curiosamente, conseguiu tomar as rédeas da narrativa. Em vez de explicar seu papel e o do presidente Jair Bolsonaro na abertura de portas para Wassef na PGR, ele anunciou a abertura de uma investigação para apurar os pagamentos da JBS para o advogado e a possibilidade de os delatores terem omitido informações à Procuradoria. O Palácio do Planalto não se manifestou. Juristas ouvidos por Crusoé avaliam que a atuação de Jair Bolsonaro em favor de Wassef junto a Augusto Aras pode configurar crime. “Isso é gravíssimo. Isso é tráfico de influência. É a interferência do presidente em um caso judicial de grande relevo”, disse um criminalista, que falou sob condição de anonimato. Outro jurista experimentado, também falando sob reserva, afirmou que Bolsonaro pode ter incorrido no crime de advocacia administrativa “pelo simples fato de o presidente da República ligar para o PGR que ele nomeou e falar ‘receba fulano’, tendo uma condição hierárquica inquestionável como presidente”.

O sempre eloquente Frederick Wassef correu para ajustar sua versão. Em julho, quando Crusoé o indagou sobre o tema, ele disse se tratar de mais uma “fake news”. “Vocês estão me arrumando cliente que não existe”, respondeu. Ele também negou que estivesse atuando em favor da JBS junto à PGR de Augusto Aras: “Não tem procedência. E eu vou te dizer mais: eu tenho zero de relacionamento na PGR, zero “, completou o advogado. Por tudo o que se sabe agora, do que Wassef disse na ocasião, só uma parte parece conter algum vestígio de verdade: aquela em que ele fala que não tinha relacionamento na PGR. Talvez isso explique uma das passagens mais graves deste novo escândalo: o fato de ele ter precisado que o presidente Jair Bolsonaro intercedesse em seu favor junto a Augusto Aras. A despeito do silêncio de alguns e das respostas espertas de outros até aqui, essa é uma história que ainda precisa ser muito bem explicada pelos envolvidos. Há, porém, um empecilho que parece incontornável: o procurador-geral da República, que deveria exigir as respostas, está postado bem no meio da trama.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. O procurador Aras fica cada vez mais clara que é um garoto de recado do presidente e não um defensor do interesse da nação

  2. A justiça deste país é um tremendo carretel. A mais rentável atividade profissional neste país é a prestação de serviços de bancas de advogados.Um mercado por demais atraente. Em todos os mal feitos, principalmente a corrupção, há a presença dessa casta de advogados. A corrupção é o melhor produto para os advogados defenderem. Por isso a maioria das bancas criminalistas são contra a lava jato. Essa operação é um entrave para saciar a apetite delas. Por isso, sofre pressão dos criminosos do poder

    1. São redes de tentáculos saindo das grandes bancas, entrando pelo senado e camara (prisao em segunda instância p.e.), atravessando o STF, a PGR e respingando as alvas vestimentas presidenciais. Não há justica, mas sim ação entte amigos... mas que ninguem ouse furtar um shampoo, pois aí verà sobre si o braço forte da justiça!

  3. Esse é Bolsonaro em figurino completo. Suas alianças e envolvimentos mostram quanto pessoas esclarecidas foram ingênuas em acreditar nele.

  4. Jornalismo de excelência!!! Crusoé desmascarando a canalhice deste triângulo Bolsonaro-Aras-Wassef. E as Forças Armadas sendo compradas com dinheiro da Educação.

  5. Vocês da Crusué incomodam demais, será por esse e outros motivos que estão sempre sendo censurados? Expondo assim o compadrio do presidente, seus filhos e comparsas. Triste Brasil, temos um presidente incompetentemente, corrupto e mentiroso. Moro teve motivos de sobra para deixar esse governo. Hoje chego a acreditar que o convite feito a Moro, com promessas nunca cumpridas, foi de caso pensado, ali começou o desmonte da Lava Jato. Jair sabia muito bem o que estava fazendo.

    1. Não tenho dúvidas! Esse foi o plano ardiloso e implementado.

  6. O PR pode dizer aos quatro ventos que não existe corrupção no seu governo, mas o entorno dele é bem comprometido. Parabéns à Crusoé por nos manter sempre bem informados!

    1. Obtusos fogem de revistas que se negam a ser chapa branca.

    2. Quem leva o dinheiro do povo é Bolsonaro é tida a corja em seu entorno. Aí pode!

  7. Esse lunatico é muito pior em termos de caráter que o Lula. Ao que se sabe pelo menos este último não tramava tão abertamente para acobertar seus crimes. Não procurava cooptar os investigadores. Uma vergonha ter esse tipo de presidente que além de tudo é incompetente. Vergonha ter esse Aras como PGR, um cidadão que se presta a este tipo de papel pequeno e vergonhoso.

  8. A falta de decoro é gritante! Tráfico de influência e "advocacia administrativa" não são corrupção? e rachadinha? e as imposturas de gilmar com seus HC laxantes?

  9. Papel importante de uma imprensa independente. Ha muitas armadilhas pelo caminho como o malfadado inquérito das “fake news”. Espero que a Crusoé e o Antagonista estejam bem preparados para a batalha por uma imprensa livre

  10. a cada novo escândalo, fica ratificado os motivos que levaram Moro a deixar esse governo, as práticas da velha República se repetem , mais do mesmo !!!

  11. Em se confirmando o telefonema do Presidente ao Procurador-Geral (fato gravíssimo) e o atendimento, por este (fato gravíssimo), do pedido de reunião com um advogado sem procuração formal do grupo delator (fato grave), que teria recebido 9 milhões em honorários por serviços não esclarecidos, só se confirma que o Ministério Público se apequena quando seu titular é escolhido fora da lista tríplice. O escolhido “por fora” não consegue ser independente. A subserviência mina as instituições!

  12. Pouca vergonha de mau caratismo é pouco desse cidadão!!! Deveria pedir o boné e se mandar!!! Se esse fosse um pais sério e de respeito era caso de renuncia e ação no Senado Federal!!

    1. esse testo é im.verdadeito exercicio de plasticidade neural, é miita viahem

  13. A cada noticia, um novo desânimo.....Lulistas sustentaram um governo corrupto e bolsonaristas estão fazendo o mesmo.....Brasilia respira falcatruas diárias....

  14. O Piadista Geral da República se curvando grotescamente ao Jair Bozó pra integrar um supremo tribunal da farofa ( denominação do Goiaba). É ou não é o país do trem da alegria?

    1. O pi...... geral da república talvez seja mais apropriado para chamá-lo.

  15. E ainda há quem queira que acreditemos que Dom Aras e Dom Bolsonaro defendem a ética, a transparência e combatem a corrupção! A aceitação cega dessas desculpas mostra o grau de inteligência e de nonsense dos que nelas acreditam. Abaixo a hipocrisia e a desonestidade explícita desses maus politiqueiros.

  16. A esculhambação geral da república segue a pleno vapor!!! Não adianta: enquanto o brasileiro seguir pacífico, manso e acomodado, nada mudará!

  17. Vejam, Srs e Sras Assinantes, como todas as atuais reportagens da Crusoe estão falando mal do Presidente da República. Pra Crusoe tudo está errado. Francamente, isso parece uma brincadeira de mal gosto pra quem assina esse lixo de revista. Cuidado com as renovações automáticas na assinatura da Crusoe Lixo. Eu caí neste golpe.

  18. Dr. Augusto Aras deseja liquidar Dr. Deltan Dallagnol simplesmente para retornar “ o velho MPF “ e seu modelo tartaruga de investigar bandido político rico...

  19. Os três poderes infestados de vermes que prejudicam o país e a limpeza disso levará décadas. Como os caras agem em conluio isso vai ser abafado. Mas deve-se continuar levantando poeira.

  20. No minimo estranho, a JBS ser cia aberta e não ter em seus livros o registro de pagamento vultuoso a advogado, vinculado a uma causa da Cia. Foram pagos com que recursos?

    1. Eni, lindinho ou lindinha, todas empreiteiras do petrolão são ou eram S.A.s. Nasceste hoje, neném?

  21. É um caso que necessita ser apurado com lupa. Incrível como a chamada "grande mídia", se cala diante de um fato desse. Pelo menos por enquanto.

  22. Como a impunidade corre solta, pois assim a casta de cima não é atingida, restará a nós a resignação. O sistema está podre e aqueles em quem votamos para mudá-lo, hj se sentem a vontade pra desfrutar das benécias de Brasília. Nosso destino é trágico...

  23. Trocamos seis por meia dúzia. Como fomos tão burros de achar que um cara do baixissimo clero da câmara pudesse fazer alguma coisa diferente do que está acontecendo.

    1. Arrependida de não ter votado em Álvaro Dias. Bolsonaro é a outra face da mesma moeda de Lula.

    2. Soraia e Cleidi na próxima eleição vocês votem no Cabo Daciolo ou no CangaCiro ou ainda no "poste" do LULADRÃO. kkkkkkk k.

  24. Parabéns pela matéria !!! Um escândalo !!! Gravíssimo !!! Aras atua atendendo ao executivo. Pior PGR de todos os tempos, despreparado , chega ser IMORAL.

  25. Infelizmente fizemos uma escolha errada ao eleger um presidente que acreditávamos ser a favor do combate à corrupção. Se houver realmente uma investigação mais aprofundada, talvez muita coisa venha à tona. Milícias, rachadinhas e agora quem sabe Lava Jato? Eu vou querer ver a ginástica mental dos bolsonaristas cegos tentando defender seu ídolo. E a verdade vos libertará. SERÁ?

    1. Suzete fizemos a escolha certa, não se desespere não pq Bolsonaro vai indo bem cada dia melhor. Analise bem: Com um Congresso ruim comandado por Alcolumbre e Maia que são péssimos presidentes e por um STF petista e comandado por um advogado do PT e amigo do LULADRÃO e Zé Dirceu fica difícil governar você não acha? Eles não querem o bem do Brasil e do Povo brasileiro, eles só querem o mal do Bolsonaro, só pensam "naquilo": derrubar o atual Presidente. Vamos nos unir e resistir.

  26. O que esperar de um imbecil que durante 30 anos não apresentou um projeto se quer no congresso e só ficou famoso graças as briguinhas com o Jeep Willys e a petista que ele disse que não transaria com ela por ser feia?

  27. ARAS, TOFFOLI, GILMAR MENDES, RODRIGO MAIA, ALCOLUMBRE e BOLSONARO: os DEGENERADOS MORAIS que IMPEDEM o BRASIL de AVANÇAR! Em 2022 SÉRGIO MORO “PRESIDENTE LAVA JATO PURO SANGUE”! Triunfaremos!

    1. Será que os milicianos com seus amigos petralhas vão deixar???

  28. O que vi aqui são apenas ilações, sem nada de concreto. Muito tendencioso esse artigo. Gostaria de ver aqui detalhes dobre o caso de corrupção envolvendo a rede globo. Certamente a crusoé poderia encontrar algo mais consistente do que apenas ilações.

    1. Bolsonaro-Pinóquio NUNCA MAIS. O mandrião é o maior Estelionatário Eleitoral da história republicana. Fora Bolsonaro. Fora Minto. Fora Pinóquio 🤥🤥🤥🤥🤥 Fora corruptos. Fora militares. Voltem para os quartéis.

    2. As "viúvas" do petismo não aceitam que perderam a eleição para Bolsonaro e que ele veio pra ficar. Ganhou a eleição de 2018 e vai ganhar de novo em 2022. Moro só em 2026 e olhe lá......Dá-lhe Capitão. Como diz a música "E agora José".

    3. A Miopia dos eleitores Bolsonaristas está ganhando dos Petistas. Pricisamos urgentemente cortar este ciclo de incompetencia e roubalheira com apoio de grande parcela da população. Já são 20 anos O País não vai aguentar mais 6 anos disso.

    4. Aqui o assunto não é a Rede Globo. Aqui trata-se de crime cometido pelo Presidente da República! Trata-se de mais um escândalo que deve ser investigado, envolvendo o Presidente da República, seu fantoche Augusto Aras, Procurador Geral da República, seu advogado pessoal, picareta e trambiqueiro de luxo e uma das maiores empresas do país, envolvida no maior caso de corrupção que já existiu na face da Terra! Dá pra entender do que estamos falando? Quando chegar a vez da Globo, te avisamos, tá?

    1. Será que nos salvaremos da imposição desse desconfigurado espertalhão no supremo? Só se o Senado não fizer corpo mole e cumprir seu dever de reprová-lo ...

  29. Não existem grandes criminosos que não estejam afinados com policiais, juízes e políticos!! É uma grande quadrilha. Quando são descobertos, sabem que estão protegidos pelo STF.

    1. Concordo plenamente. A quadrilha maior é exatamente o STF

  30. Nem FHC conseguiu ter um Procurador Geral da República tão afinado!Augusto Aras vai ficar na história.Que Deus nos ilumine a todos e um abraço fraterno em agnósticos e ateus!

  31. Só acho que tiver que punir, que se puna pessoas e não se destrua a empresa como fizeram com as grandes empreiteiras do Brasil. Se acabar a empresa, os seus trabalhadores e o Brasil serão os maiores prejudicados.

  32. JBS uma empresa tóxica. Montou uma organização criminosa, utilizando seus potenciais produtivos com Deus produtos de proteínas animais. Montou uma rede de empresas no exterior, criou um modelo de negócios com exportações, onde as transferências de dinheiros suspeitos dava as aparências de legalidade. Suspeitas pairam sobre todo os dinheiros de Lula e Dilma estejam sob este guarda chuva JBS

  33. Brasil continua na lama de desgoverno , corrupção , tráfico de influência . Isso poderia passar nas urnas se renovarmos sempre : Dizer nunca à reeleição .

  34. É aterrador ver que até o órgão responsável por processar os poderosos faz parte dessa quadrilha que tomou o país, Aras deve ser retirado imediatamente da PGR!

  35. Para mim o Bolsonaro foi um cavalo de troia montado pelos corruptos e infelizmente nós que o elegemos os troianos inclusive o Sérgio Moro.

  36. O que mais será preciso para desvendar esses misteriosos comportamentos de uma quadrilha operante nos desvãos da PGR? O BR,está diante de mais um poderoso escândalo que poderá afetar diretamente o PR, e sobre ele,derrama-se uma poderosa cortina de fumaça, para escondê-lo. Louve-se a Crusoé, que tem se destacado na revelação desassombrada desses furtivos esquemas. Alvaro Costa (@brasília_urgente)

    1. lutamos tanto pra tirar um bandido e colocamos outro, que nós enganou direitinho . Lena

  37. Narrativa contra o presidente a Crusoé apresenta todas as semanas. Sobre as denúncias do MP contra a turma do PSDB, a Crusoé não publica nada...

    1. Paulo, esse é o mesmo argumento utilizado pelos petistas. Aliás, o bolsonarismo não passa de petismo com sinal inverso

  38. Não entendo como uma denúncia tão grave e séria publicada pela Crusoé não está sendo repercutida por outros veículos de imprensa?

    1. Parece que outros ,da imprensa ,de uma forma e de outra já estão com os rabos presos.

  39. Resumindo - Bolsonaro pratica regularmente tráfico de influência e advocacia administrativa, como também foi verificado no Ministério da Justiça e Segurança Publica, bem como no Ministério da Saúde. É Ordem na Corrupção e Progresso na Impunidade!!!!!

  40. Entra governo , sai governo as práticas são as mesmas e o povo que se FD..... bandidos de colarinho branco em Brasília não faltam escorrem pelos esgotos . dá nojo.

  41. Tentei cancelar minha assinatura mas a atendente falou que não é possível pois até fevereiro está pago (protocolo 04754483) . De repente não consigo acessar a revista e nem faço questão . Mas escolham : cancelem e parem de cobrar ou liberem !

    1. Enquanto vc pede cancelamento da assinatura eu me sinto realizado por tê-la assinado

    1. Maria, o Aras tá de olho no que escrevemos aqui. Ele que vá p o inferno

    1. ele, o Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Lewandowski, que a Virgem de Guadalupe nos poroteja

  42. Não vou ler. Vocês São inúteis E péssimos. Pior dinheiro que investi foi comprar esta assinatura, Não recomendo para ninguem

    1. Os fatos são teimosos. Bozomerdas desesperados. A casa dessa gentalha caiu

    2. Bye bye. Volta lá para o Conexão Passa Pano Política e para o WhatsApp.

    3. Enfrentar a realidade quase sempre é doloroso e frustrante, mas sempre se pode fugir, tapar os olhos e ouvidos e viver razoavelmente bem na alienação.

    1. Quaqwaqwaqwa.. meu chapa. Comprou gato por lebre, né? Agora vais ter que engolir e continuar passando raiva, ou, simplesmente dar a grana da assinatura como perdida.: a escolha de Sísifo. Apscosta/df

    2. É curioso pagar uma assinatura de jornalismo “marrom”. Melhor usar o dinheiro para coisas mais “importantes”.

    3. Quantos neurônios você tem? Até quem tem QI 50 reconhece toda essa imundície.

    4. Não mostra nada? Mostrou 9 milhões da JBS na conta do Wassef, representante da família Bolsonaro. Falta boa vontade sua para enxergar

  43. Ao se arriscar tanto,usando sua influência, o presidente vai deixando pistas concretas de que sua ligação com Wassef vai além do relacionamento cliente-advogado.

    1. lutamos tanto pra tirar um bandido do poder e caímos em outro. lena

  44. É um abuso do poder atrás do outro, presidente tentou interferir a PF, agora intermedia contatos com PGR, faz campanha eleitoral pro 2022 em plena pandemia..... É desesperançoso viver num país que tudo acaba em pizza SEMPRE.

  45. Que dobradinha: Bozo e Aras. O Brasil cheio de problemas e o Bozo pegar o telefone pra fazer lobby pra JBS de fuder. A propósito, ele deve ter colocado o Aras lá pra isso.

  46. Bah se alguém duvidava que havia algo de podre além das rachid na corte da Noruega agora os indícios do follow the money apontam mesmo! Pena

  47. Nesse absurdo caso, o “follow the money” é que trará a verdade. O que fez Frederick Wassef com os 9 milhões de reais e que serviço jurídico prestou para a JBS que justifique o recebimento de tão vultosa quantia? Já está na hora dos Irmãos Batista, comprovadamente bandidos, voltarem para a cadeia.

    1. Por isso meu pai já dizia há 5 décadas: sigilo bancário só interessa a contraventores. Num país honesto os extratos bancários de todos deveriam estar disponíveis na home page dos bancos, pessoas físicas e jurídicas.

Mais notícias
Assine agora
TOPO