Na Alerj e no Exército

21.08.20

Um dos alvos da investigação sobre o esquema de rachid no antigo gabinete de Flávio Bolsonaro na Assembleia do Rio, Juliana Siqueira Guimarães Vargas recebeu ao menos 172 mil reais em salários do Comando do Exército. Os extratos bancários obtidos pelo Ministério Público fluminense mostram que os pagamentos feitos pela corporação à ex-assessora do filho 01 do presidente Jair Bolsonaro ocorreram nos anos de 2013, 2015 e no início de 2016, depois que ela saiu da Alerj. Juliana é prima de Ana Cristina Siqueira Valle, ex-mulher de Jair Bolsonaro. Com mais oito familiares, ela integra o chamado “Núcleo Resende”, como os promotores do caso apelidaram o grupo da cidade do sul fluminense ligado à ex do presidente que foi aboletado na Alerj e passou a ser investigado por suspeita de devolver parte dos salários que recebia para Fabrício Queiroz. Crusoé procurou o Exército para saber qual função Juliana desempenhou na corporação, mas não obteve resposta.

AlerjAlerjA fachada da Alerj: prima de ex-mulher de Bolsonaro recebeu do gabinete de Flávio e do Exército

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Esse é o PR que dizem não apresentar nenhum indício de corrupção em seu governo! Têm razão! Ele já trouxe consigo o mar de lama, não esperou governar pra se corromper. Já era corrupto há muito tempo. Ele e sua família sempre viveram de pilhar o bem público!

  2. Deplorável: a armada de terra vai afundando no mar de lama da corrupção. O contribuinte será informado da safadeza e dos responsáveis por ela? Ainda resta dignidade no Exército do Azerbaijão?

  3. Isso é péssimo para a imagem do Exército. Melhor verificar, havendo procedência e constatado algum delito, admita logo e puna a quem dever. Esse é o procedimento correto para salvaguardar a admiração que o povo brasileiro ainda tem pelo Exército.

  4. Clã bolsonaro metido com os dois pés na lama da corrupção. O que me assusta é que a sociedade brasileira não se escandaliza. A corrupção já é aceita em todas as classes sociais do Brasil. É muito triste.

  5. Se é no exercito melhor não ficar procurando, se esse pessoal conseguir o que querem a revista e seus donos estarão em sérios apuros.

    1. Concordo. O circo pegando fogo, stf aprontando todos os dias, Gilmar Mendes despachando HC de madrugada, jornalistas sendo perseguidos, mas a revista parece ter somente um assunto.

    1. Bah até no exército!!! Por mais que seja picuinha é bom ter alguém fuçando em tudo para expor as maracutaias brasileiras no poder

Mais notícias
Assine agora
TOPO