O vice solitário

31.08.18

Os eleitores de Jair Bolsonaro costumam recebê-lo com pompa, circunstância e agrados nas cidades que ele visita. O ex-capitão tem até ofertas de acomodação gratuita, com todo o conforto, nas casas de alguns eleitores mais abastados. Em viagem a Barretos (SP) na semana passada, por exemplo, ele foi hospedado por um fazendeiro da região. Essas mesmas facilidades não se estendem a seu vice, o general Hamilton Mourão. Cumprindo agenda paralela à de Bolsonaro, com visitas a estados diferentes daqueles percorridos pelo presidenciável do PSL, Mourão tem viajado sem assessores e sem direito aos mimos dispensados ao cabeça de chapa. “Até minha mala sou eu mesmo que carrego”, diz o candidato a vice.

Renato S. Cerqueira/Futura Press/FolhapressRenato S. Cerqueira/Futura Press/FolhapressMourão: o general tem menos privilégios que o capitão

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. O certo seria Bolsonaro não aceitar, em hipótese alguma, esses "mimos", pois é assim que começa. Quem aceita "miminhos", não fica avesso a "mimões".

  2. General dê um pito no Bolsonaro, peixe morre pela boca. Ele precisa aprender a controlar suas frases bizarras ou brincadeiras de gosto duvidoso. Como posso votar num sujeito honesto mas que não sabe moderar o palavreado? Precisa melhorar muito!

  3. Mourão é 'esteio fincado firme no solo, pau que sustenta o arame, nas cercas' (como diz o dicionário Aurélio). O General Mourão é a pessoa que o Bolsonaro precisa, para ajudá-lo a botar o Brasil nos eixos. Pela Pátria, Mourão, soldado destemido, descansa ao relento, se necessário for. É Sergio MORO de um lado e MOURÃO do outro, mostrando aos corruptos "com quantos paus se faz uma cangalha". #todos somos BOLSONARO, oxente!...

  4. Na década de 70 eu cursava Ciências Sociais, não via tanta opressão no meio acadêmico, podem me achar alienada, mas para meu ponto de vista, o regime militar não foi de todo ruim, com exceção da censura!!

  5. Uma nota boba, sem qualquer relevância; isso mostra que Bolsonaro os incomoda, ja que apoiam descaradamente o TUCANOVO. Foram TODOS doutrinados durante mais de 30 anos, até durante o período militar, e agora vem dar um de "liberal". GRAMSCI É FODA CARA-PÁLIDA.

  6. Os maiores brasileiros sao hoje solitaros mas não desconhecidos nem sem apoiadores. Estes verdadeiros brasileiros vão reconstruir a nação!

  7. A tríade de um país convalescente e decadente: Bolsonaro & Mourão e o estrategista Gal Augusto Heleno. Nossa última esperança, caso contrário o velho mundo ou até a Argentina provinciana é uma alternativa.

    1. Excelente comentário, Marco! Viva o nosso Guerreiro, General Mourão!

  8. Muito relevante esta notícia! Voces se desacostumaram da simplicidade e ficam procurando pelo em ovo. Eu quero entender o es´pirito desta notícia. Por favor, desenhem.

    1. Kkkk... o subogro daqui é vc tonta. O Mourao é um general de quatro estrelas, com conhecimento de Brasil muito, mas muito superior a tontos como vc. AH! Se a palavra existisse seria grafada assim, viu ?!

  9. Antas tentando implantar a cizânia... No momento não existe a hierarquia militar, são 2 cidadãos cumprindo tarefas político partidárias. A posição que agora ocupam representam as escolhas do caminho a seguir. Um alcançou o topo da carreira militar, o outro tenta alcançar o topo da carreira política. Ambos são vencedores e se tivermos sorte, também seremos vencedores nas propostas de governo que irão implementar. Muita sorte e saúde na trajetória até a vitória. E parem de fazer futrica batata.

Mais notícias
Assine agora
TOPO