MarioSabino

Vasto programa

24.02.22

A invasão da Ucrânia pela Rússia mostra que o Ocidente não tem líderes capazes de fazer frente a tiranos como Vladimir Putin. Se não, vejamos. O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, é responsável pela retirada mais vexaminosa da história militar americana, a do Afeganistão, e os seus discursos têm a grandeza das planilhas de um funcionário dos Correios. Foi ele quem disse que, se a Rússia anexasse uma pequena parte da Ucrânia, os Estados Unidos não entrariam numa guerra por causa disso. Com o país ocupado, repetiu a promessa tranquilizadora para os ucranianos, em coletiva na qual sorriu como um estúpido. O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, deve ser uma figura especialmente triste para a rainha Elizabeth II, que teve como interlocutores Winston Churchill e Margaret Thatcher. A sua volubilidade é capilar. O presidente da França, Emmanuel Macron, foi a Moscou, para conversar com Vladimir Putin, a fim de evitar a agressão russa aos ucranianos. O seu objetivo principal, contudo, era vender-se como grande estadista aos eleitores que, na falta de oponentes, deverão reelegê-lo em abril. O galo francês, que preside atualmente o Conselho da Europa, foi tratado como um subalterno pelo tirano russo, que o logrou. O chanceler da Alemanha, Olaf Scholz, também esteve com Vladimir Putin — só que um porteiro causaria mais respeito em Moscou do que ele. Agora, com a invasão da Ucrânia como fato consumado e o risco de a Rússia expandir o conflito, a falta de lideranças fica ainda mais evidente.

Como eu disse em artigo para O Antagonista, os ucranianos nunca estiveram tão isolados pela solidariedade ocidental. Em um vídeo postado nas redes sociais, na noite desta quinta-feira, o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, lamentou que Kiev tenha sido “deixada sozinha” frente ao Exército russo. Quem está pronto para lutar conosco? Eu não vejo ninguém. Quem está pronto para garantir a adesão da Ucrânia à Otan? Todo mundo está com medo”, disse ele.

Verdade seja dita, os presidentes e primeiros-ministros que antecederam essa gente valorosa prepararam o terreno para o espetáculo deprimente a que assistimos hoje. Acreditando que Vladimir Putin seria um bom escudo contra o fundamentalismo islâmico, fecharam os olhos para as atrocidades cometidas sob o seu comando na Chechênia, após o atentado em Beslan, e aprovaram o seu crescimento político. Depois, deram de ombros quando ele invadiu a Geórgia, deixaram meio para lá ao ver o tirano entrar na Síria, para salvar o ditador Bashar al-Assad, e tiveram uma reação não mais do que pífia, após o marginal tomar a Crimeia e dar início às hostilidades em Donbas. Nada fizeram, ainda, com os mercenários russos a serviço de Vladimir Putin na Líbia. Alimentaram o monstro, inclusive aceitando, no caso da Europa, a enorme dependência do gás natural russo, uma das decisões mais burras do ponto de vista geopolítico já registradas na história do continente.

Com Donald Trump, o quadro piorou sensivelmente: o então presidente americano torpedeou a Otan, enfraquecendo a aliança militar ocidental, como se ela fosse organização anacrônica, porque, ora bolas, a Guerra Fria parecia etapa vencida e a Rússia não representaria mais um grande perigo, apesar de todos os ataques cibernéticos contra democracias orquestrados por Moscou e as incursões militares na Geórgia e na Crimeia. Os americanos, republicanos e democratas, preferiram colocar os dois olhos sobre a China, quando deveriam ter mantido um deles sobre a Rússia. 

O laxismo do Ocidente maravilha com Vladimir Putin é indissociável da pequenez dos atuais líderes dos seus países centrais. O tirano russo enxergou essa fraqueza e se aproveitou dela, zombando dos seus pares e jogando no lixo a lei internacional e os acordos que assinou. Depois de observar essa gente tentando ignorar a obviedade de que o tirano invadiria a Ucrânia, achando que sanções eram capazes de deter Vladimir Putin e batendo cabeça diante da concretização da agressão russa, pensei no que Charles de Gaulle disse ao ouvir a frase “Morte aos idiotas!” da boca de um assessorDe Gaulle comentou: “Vasto programa”. 

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Essas figuras de imagens com funcionários dos Correios e Porteiros, de certa forma subtraindo o valor do trabalho honesto, pouco remunerado, e, do modo como os vejo ao longo de décadas de vida, imprescindíveis, jogam um texto à rés do chão. Ninguém precisa diminuir os afazeres de outrem para sobressair. No mínimo, mais elegância é o que se espera de um intelectual erudito, tarimbado e capacitado, como é sabidamente o seu caso.

  2. Sem sombra de duvidas, quem freia tirano, so a oposicao de lideres fortes, estadistas, que sabem reagir da forma certa e na hora certa, os quais nao existem nas nacoes ocidentais na atualidade, entao quando o gato sai de casa ou esta esclerozado e dementes, os ratos tomam conta da casa e fazem o que querem. Pelo visto, vao comer o queijo totalmente, visto que ja estao comendo o queijo UCRANIA com muito apetite. Nao importa a cor do gato ou a idade, o importante que ele pegue o rato. Simples ass

  3. Mário, como de costume, dá uma aula nas colunas! Realmente, acho que o ocidente nunca teve uma geração tão fraca de líderes. E com isso não quero dizer que devam ser toscos como o nosso Bozo bravateiro ou o tão tosco quanto, Donald Trump. Mas falta muita coragem, envergadura moral e inteligência para essa gente. É como a China, quando os "gênios" do "liberalismo" resolveram transferir toda sua produção para explorar os trabalhadores chineses não imaginaram que estariam alimentado um monstro?

  4. A Alemanha cometeu um enorme erro! Não gosto nada do Trump mas ele falou uma verdade: como podemos defender a OTAN se um dos nossos depende 70% do gás russo ? Enriqueceram e fortaleceram o inimigo comprando energia dele!! Surreal! A Alemanha não precisava apelar pra Rússia.

  5. Mário, o grande desafio institucional dos governos nacionais, em contexto de globalização e disfunção dos sistemas políticos, é possibilitar os líderes no poder estabelecerem objetivos de longa maturação quando em gestões transitórias de 4-5 anos de mandato.

    1. Que tal você se alistar, pegar em armas e assumir a função de carcereiro⁉️Não, não me digas que não passas de mais um covarde falador, mais um [email protected] mole que adora falar da (suposta falta de) coragem alheia⁉️🤔

  6. Tirano russo, Mario? really?? Vc acredita realmente no que diz? Ainda na história da carochinha de bonzinhos contra maus? Realmente!

  7. quando Hitler invadiu a Polônia em 1939 a Rússia então URSS com Stalin fez acordo de não agressão cumprido três anos antes da Alemanha invadir a Rússia no maior desastre militar da história .. só que na épica havia Churchill líder que derrotou os nazistas na França De Gaulle e nos EUA Eisenhower e agora o ridículo Macron e o frouxo Biden abandonando a Ucrânia que instigaram resistir à própria sorte ... o Brasil sob a quadrilha ou um maluco ruma ao LIXO e em 2023 começa a ser colônia da China.

    1. Biden nunca abandonou e nem vai abandonar a Ucrânia, (US) tem enviado bilhões de dólares para ajudar a Ucrânia, procure ser mais bem informado! E pare de falar besteiras.

  8. A pandemia foi o início da 3a Guerra e Butim apenas lhe dá continuidade. Não basta ter recursos, estratégias e armas, é preciso que o ocidente tenha colhões. E não temos um Churchill...

  9. A Eliana tocou no ponto certo. As economias globalizadas não permitem mais grandes sanções comerciais. A Europa depende do gás russo. A Rússia exporta uma enormidade de trigo. Todos compram chips sofisticados em Taiwan. E por aí vai. Essas guerrinhas nos países fracos servem apenas para que a Indústria Bélica dos países desenvolvidos inventem novos produtos ultra-sofisticados, para vender aos seus governos.

  10. A pandemia foi o início da 3a Guerra e Butim apenas lhe dá continuidade. Não bastam estratégias, recursos e armas, é preciso ter colhões. E não temos um Churchill...

  11. Só quando o homem perder o medo da morte, o mundo ficará totalmente em paz.O povo se arma para se defender contra a morte. A morte é o fim. O maior paradoxo da história da humanidade é que com o medo da morte as mortes crescem. A Europa é o berço das guerras. O ditador treme diante da morte. Por isso, em sua loucura, se convence que a guerra é um instrumento da paz. Tome-se guerra quando se sente atraído por ela. Enquanto isso, o criador só não ri porque é trágico.

  12. Incrível como a estupidez desses lideres passa sem contestação em seus próprios países. Achar alguém que use dois neurônios nesses palácios deve ser um tarefa hercúlea. Falo do Brasil também antes que pensem errado sobre o que digo. Estamos entregues aos bárbaros como disse Paulo Francis. Emendo eu, estamos todos cegos , surdos e sem raciocinar, deixamos nossas vidas nas mãos de energúmenos. Merecemos o que está acontecendo.

  13. Concordo com o diagnóstico, tivemos décadas de líderes ocidentais horríveis, talvez excetuando a Merkel (não mencionada no artigo). Rico, arrogante e displicente, o Ocidente deixou de defender seus valores. O resultado está aí. Precisa agora discutir como reconstruí-lo. Diferente do Brasil, que não tem jeito, o Ocidente desenvolvido possui robustos pontos de apoio para refrear ditadores psicopatas no médio e longo prazos, coisa que o artigo nem de leve mencionou. Preferiu estacionar na crítica.

  14. Ah, Mário! Quando eu crescer quero ter um milésimo da sua clareza mental! O texto mais conciso e lúcido até agora sobre essa infâmia só poderia sair da sua pena iluminada, para clarear a obscuridade pátria e universal! Obrigada! 🙏😍❤

  15. Excelente Mario! Eu tinha medo que este tirano conseguisse cooptar o Xi Jinping mais adiante, mas creio que o chinês é muito mais comercial do que tirano.

    1. Não seja inocente!... o infame russo só ousou esse horror porque além da fraqueza dos "líderes" ocidentais, tem as costas quentes pelo xi. Espere para ver...

  16. Não sei nada de nada. Mas tenho uma pergunta :tem sempre alguém que ganha muito dinheiro com guerras ? A indústria de armamentos americana , russa, chinesa .....o sistema financeiro do mundo ganha muito com guerras ? Por que tem sempre uma guerra como na Líbia, Iran , Iraque e tantas outras ? A quem interessa ? Quem ganha com isso ?

  17. Feliz por vcs voltarem com as Reuniões de Pauta, já sou assinante e leitora de vcs desde que iniciaram O Antagonista e adoro. Vou assistir sem falta, adoro.

  18. "Vasto Programa" será a morte aos idiotas que passaram a comandar o mundo, sem a menor chance de novos Thatcher ou Churchill. Mas, privilégio nosso contar com um historiador e analista do gabarito de você, Mário, para nos explicar bem tão triste tragédia.

  19. O irônico de tudo: são os países ocidentais que ajudam Rússia e China em suas sanhas autoritárias. Os europeus financiam a Rússia comprando seu gás e o resto do mundo financia a China comprando seus produtos eletrônicos. China que deverá invadir a ilha de Taiwan. O mundo ocidental adora essas duas ditaduras. A Fórmula 1 mesmo tem corridas na Rússia. Jogos Olímpicos de inverno na Rússia. Copa do Mundo na Rússia. Agora mesmo a China acabou de fazer uma Olimpíada...

  20. Putin é um Hitler com Armas Nucleares. Putin quer ressuscitar a antiga URSS. A Ucrânia é a primeira vítima. Depois virão os países bálticos, os países da Ásia Central (Uzbequistão, Cazaquistão, Quirguistão, Turcomenistão e Tadjiquistão) e do Cáucaso. Ainda poderá pegar a Moldávia.

  21. Concordo perfeitamente com o que foi escrito. Como dizem, a história se repete. Existe uma similaridade entre ocorrido agora com a invasão da Polônia. Enquanto os líderes ocidentais ficavam no blá blá, Hitler se armava e começava a sua escalada de ocupações. Como temos o Macron teve-se o Chamberlein, na crença de que contra um ditador desvairado a palavra paz tenha algum significado; ou as ameaças verbais e econômicas façam algum efeito. Somente a demonstração de força detém um celerado.

    1. Ia comentar exatamente isso. Estão fazendo com Putin exatamente como fizeram com Hitler.

  22. Ñ sei se vale, mas lembrei de um livro q li uma x chamado a máquina do tempo. Ñ lembro bem pq ñ lembro nem o q jantei ontem, mas o sujeito viajou p um futuro muito distante: a sociedade se dividiu em morlochs e... (acho q ñ jantei ontem), enfim qm ficou debaixo do sol evoluiu tanto q se idiotizou, já os ruins foram lançados no subsolo (de onde queriam sair). Parece isso, p mim, a "civilização" é gerida por idiotas q estão c medo de por camisa de força num louco! Tolos ñ leem seus textos, Mário!

    1. Que legal!!! Vou procurar os filmes! Obrigada! Um grande beijo! (Que bom q ñ sou só eu q "esqueço o q jantei"😜) 😘

    2. Há dois filmes, o de 1960 e um atual (sou velha, a atualidade me cansa kkkk) Vale a pena assistir! E vou reler o livro! (também esqueci o que jantei ontem 😉)

    3. Eu q peço desculpas Simone! Escrevi errado e apertei o "comentar", aí ñ dava p corrigir; Ñ me sinto tola qdo leio (a maioria) dos textos do Mário, me sinto burra mesmo😬 (uso google e leio várias x🥴)! Ñ sabia q tinha filme sobre esse livro, q legal! Fiquei (muito) feliz c seu comentário, pq é 1a. vez q isso acontece (agora lembrei do pica-pau: "em tds esses anos, nessa indústria vital.."🤣)! Eu q agradeço e desculpe, novamente, a grosseria no final, me expressei mal! 500 crctrs pedem malabares!

    4. Porém, é difícil responder ou comentar o que ele escreve tão perfeitamente, tão didaticamente. Sinto-me como uma criança diante de um professor! Uma criança de 53 anos rs.Por favor, não se sinta ofendida pq respondi seu comentário e não o dele. Depois de vc me fazer relembrar A máquina do tempo, me deu mais ainda o que pensar sobre o que estamos vivendo, e sobre o texto didático dele. Obrigada!

    5. Juliana, lembro do livro e também do filme, da década de 60 (se n me engano), que passava na sessão da tarde. Um homem criou uma máquina do tempo e viajou para o futuro, em que pessoas muito brancas eram infantilizadas (ou como você bem disse; idiotas) e o povo do mal que agia nas profundezas; o filme, Uma obra-prima bem lembrada que nos faz refletir. Sabe, eu li o texto do Mário de madrugada, sem conseguir dormir. Não estou dizendo que não sou tola!

  23. Caro Mario, concordo com quase tudo, porem não partilho da sua opinião, quanto às chances do Putin ser bem sucedido. Seria, se os tempos fossem outros. Ele cometeu um erro monumental confiando só na fraqueza evidente do lideres, o que é verdade. Subestimou o alcance da internet e dos smart phones, mostrando ao mundo, bombas e mortes de civis, postadas instantaneamente, irrefutáveis. A Russia levou os últimos 30 anos para se livrar dos massacres comunistas. Putin será varrido da politica.

    1. A Russia ainda eh somente a ponta do iceberg, perto do que a China pode entornar neste caldo... Putin eh atrasado e retrogrado perto do Xijiping, que so espera para ver como o russo vai se sair...

Mais notícias
Assine agora
TOPO