Ana Cristina Valle é dona de 50% da casa de quase 600 metros quadrados

O segredo da ex

Investigada por comandar as rachadinhas enquanto trabalhou no gabinete de Carlos Bolsonaro, a advogada Ana Cristina Valle, ex-mulher do presidente da República, esconde um patrimônio não declarado na Noruega
11.03.22

Halden, na Noruega, é uma cidade de calçadas e telhados perfeitos às margens de um rio de águas límpidas e de frente para uma ilha forrada de coníferas. A 118 quilômetros da capital Oslo, mas a apenas vinte minutos da fronteira com a Suécia, tem 31 mil habitantes e uma economia centrada na produção de madeira. Foi para lá que a advogada Ana Cristina Siqueira Valle, a segunda ex-mulher de Jair Bolsonaro, envolvida até o pescoço nas investigações sobre as rachadinhas da família presidencial, se mudou depois de conhecer, onze anos atrás, o carpinteiro Jan Raymond Hansen. No número 12 da pacata rua Ole Dahls Gate está registrada a Byggmester Hansen & Thovsen AS, a marcenaria de Hansen. A julgar pelo preço do metro quadrado na região, o imóvel, um enorme sobrado retangular de 593 metros quadrados, vale cerca de 13 milhões de coroas norueguesas, ou mais de 7 milhões de reais. Metade pertence a Cristina.

Ao longo de quase quatro anos de governo, a história da ex-mulher de Bolsonaro foi esmiuçada por jornalistas e pelos promotores do Ministério Público do Rio de Janeiro que investigam as rachadinhas e a participação da advogada no recrutamento de funcionários fantasmas nomeados nos gabinetes do clã. Mas pouca gente percebeu que Cristina esconde parte de seu patrimônio na Escandinávia. Crusoé localizou o registro do imóvel junto à Autoridade Norueguesa de Mapeamento (Kartverket, em norueguês), no qual a mãe de Jair Renan, o filho 04 do presidente, aparece como dona do imóvel.

Cristina, contudo, não declarou a propriedade ao Tribunal Superior Eleitoral, o TSE, conforme atesta a declaração de bens que ela protocolou ao disputar, em 2018, uma vaga na Câmara dos Deputados. Segundo informou o tribunal, “a resolução TSE 23.609, que trata do registro de candidatura, exige que a candidata ou candidato apresente a relação atual de bens contendo o valor declarado à Receita Federal”. Ou seja, Cristina aparentemente escondeu o imóvel em Halden também ao declarar o imposto de renda, o que configura crime de sonegação fiscal, cuja pena é de até dois anos de prisão, além de multa.

Reprodução/Instagram/CristinaBolsonaroReprodução/Instagram/CristinaBolsonaroAna Cristina se mudou para a Noruega em 2011, após acertar com Bolsonaro a divisão de bens
Em 2018, o patrimônio declarado da ex-mulher de Jair Bolsonaro somava 842 mil reais. Mas, àquela altura, ela já não declarava os bens que possuía no exterior. Ana Cristina comprou sua primeira casa, um carro e um barco em Halden sete anos antes, em 2011, relatam pessoas que a conheceram na Noruega. A dolce vita impressionou os brasileiros com os quais ela passou a conviver – quase todos levavam uma vida de trabalho duro e braçal. “Eu me recordo que ela tinha comprado, assim que mudou pra Halden, uma casa, um carro Volvo e um barco de médio porte com o Jan”, diz o enfermeiro Fernando Xavier, que abrigou Cristina em Oslo antes de ela se mudar para a cidadezinha no sudeste do país.

Uma ex-inquilina da advogada, que preferiu não se identificar, relembra: “Ela chegou aqui na Noruega dizendo que era advogada. Antes de conhecer o Jan, abriu até uma firma para poder ficar no país”, afirmou. “Ela dizia que a família dela era toda dos gabinetes. A irmã, o pai, o irmão, todos dos gabinetes dos filhos do Bolsonaro. Isso ela dizia. Uma vez ouvi ela dizer: ‘Quem é que não rouba?’. Ela pediu que ninguém aqui desse meu número para nenhum jornalista, com medo de eu falar”, emenda a ex-inquilina, que diz ter depositado para Ana Cristina, por meio da conta de Hansen e por cinco anos consecutivos, um aluguel mensal que chegou a 6.400 reais (11,5 mil coroas norueguesas).

Na Noruega, tempos depois de chegar, Ana Cristina Valle passou a trabalhar como babá. Um passatempo, segundo Fernando Xavier. “Aqui em Oslo ela olhava umas crianças, mas nada muito profissional. Era uma maneira de ocupar a mente, porque o Jair Renan era bem menino, e ela sofria com a ausência dele depois que o pai tirou a guarda”, conta.

Mesmo com o salário irrisório que tinha à época, Ana Cristina comprou duas casas na mesma rua. A primeira, a de número 8 da Ole Dahls Gate, segundo a Autoridade Norueguesa de Mapeamento, foi adquirida em abril de 2011, mesmo ano em que a advogada acertou a divisão dos bens com Bolsonaro, poucos anos depois de tê-lo acusado de sumir com pertences guardados em um cofre que o casal mantinha numa agência bancária no Rio de Janeiro. À época, Cristina buscava recomeçar a vida na Noruega após o conturbado divórcio com Bolsonaro, com quem foi casada por dez anos, entre 1998 e 2008. A disputa pelos bens do casal e pela guarda de Jair Renan, então com 13 anos, durou justamente até 2011. Depois de levar o filho para a Noruega sem o consentimento do pai e ser pega pelo Itamaraty, Cristina chegou a um acordo com o hoje presidente do Brasil. Jair Bolsonaro ficou com a guarda do filho, ela voltou à Noruega.

Jair Renan, o único filho da advogada com o presidente da República, conta com a ajuda da mãe em seus negócios
Foi naquele mesmo ano que a advogada deixou o quarto que alugava em uma casa em Oslo e comprou o imóvel em Halden “para alugar”. “É uma casa que tem quatro quartos e duas cozinhas. Cada andar é um apartamento independente. Ela comprou inteira, para alugar”, diz a ex-inquilina brasileira. Foi também em 2011, conforme identificou o Coaf, o Conselho de Controle de Atividades Financeiras, que a advogada movimentou seus bens no Brasil: fez dois depósitos em dinheiro em sua conta, que somaram 532,2 mil reais, logo após vender cinco terrenos num valor total de 1,9 milhão reais.

Mais tarde, em fevereiro de 2013, a ex-mulher de Bolsonaro decidiu comprar também um dos andares da casa número 12 da mesma rua, que pertencia a seu então marido norueguês, Jan Hansen, e de cuja metade até hoje é a dona. Além de carpinteiro, Hansen trabalha também como corretor de imóveis. “Ela ficou com as duas casas por um tempo, a casa 12 ela reformou todinha. Depois ela vendeu a casa 8 para construir num terreno que tinha em Resende (município do interior do Rio de Janeiro). Ela vendeu por 2 milhões de krones (coroas norueguesas), 2 milhões e pouco. Eu era amiga dela e sei. Ela me falou. Ela comprou essa casa antes de casar com Jan. Nunca morou na casa número 8. Morava na casa 12 com o Jan, no andar de baixo. Depois, comprou a parte de cima e ele ficou com a parte de baixo”, afirma a ex-inquilina de Ana Cristina. De acordo com os dados do governo norueguês, a casa número 8 foi vendida em fevereiro de 2015.

Na Noruega, como em outros lugares da Europa, algumas casas são divididas em apartamentos. Segundo o site norueguês Virdi, que reúne imóveis à venda em Halden, em junho do ano passado, por exemplo, no número 7 da mesma rua onde fica o imóvel da ex de Bolsonaro, o pavimento de uma casa com dois quartos e 65 metros quadrados foi vendido por 1,6 milhão de coroas norueguesas – ou 898 mil reais. Outra casa, no número 18 da Ole Dahls Gate, com 121 metros quadrados de área construída e 740 metros quadrados de terreno, foi vendida também em 2021 por 2,4 milhões de coroas norueguesas, o equivalente a 1,3 milhão de reais.

O nome da ex de Bolsonaro no registro de imóveis norueguês
Quando começou a fazer negócios imobiliários no país europeu, Ana Cristina tinha encerrado uma temporada de oito anos como chefe de gabinete do vereador Carlos Bolsonaro, o filho 02 do presidente, onde esteve oficialmente nomeada entre 2001 e 2008. Juntamente com Carlos, ela é investigada pelo MP do Rio sob suspeita de gerenciar as rachadinhas. Pelos vários gabinetes do clã Bolsonaro, ela empregou uma amiga, Adriana Teixeira, alguns familiares dela e, ainda, quase duas dezenas de integrantes de sua própria família. Alguns passaram até doze anos seguidos lotados como assessores dos gabinetes do próprio Carlos e de Flávio Bolsonaro, segundo a investigação da 3ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal Especializada. De acordo com os promotores, Ana Cristina teria empregado esse monte de gente próxima para “viabilizar o desvio dos recursos públicos” por meio das rachadinhas. Suspeita de lavar dinheiro e de movimentar valores incompatíveis com sua renda, ela tem dez parentes sob investigação em outro processo, na companhia do senador Flávio Bolsonaro e do faz-tudo Fabrício Queiroz.

Indagado por Crusoé, o promotor Alexandre Murilo Graça, que toca a investigação sobre Carlos Bolsonaro e Ana Cristina no Rio, não quis responder se o MP tem conhecimento do patrimônio da ex de Jair Bolsonaro no exterior. Também procurada, a própria Ana Cristina não respondeu às tentativas de contato. Nesta quinta-feira, 10, o advogado dela, Magnum Cardoso, disse que não gostaria de se manifestar.

Adriano Machado/CrusoéAdriano Machado/CrusoéEm Brasília, Ana Cristina e Jair Renan vivem em uma casa avaliada em mais de 3 milhões de reais registrada em nome de um corretor que mora na periferia
A casa de Ana Cristina em Halden permanece alugada. Quando viaja para lá, ela costuma se hospedar na residência dos sogros. Foi o que aconteceu no fim do ano passado, quando foi vista fazendo compras em Nordby, cidade sueca que fica próxima a Halden. Em Brasília, para onde se mudou há pouco mais de um ano, Ana Cristina tem uma rotina intensa. Passou a supervisionar os negócios de Jair Renan e participa com certa frequência de encontros na companhia de lobistas, como Marconny Faria e Silvio de Assis, suspeitos de envolvimento em negócios escusos no Ministério da Saúde. Na capital federal, ela e Jair Renan vivem em uma confortável casa no nobre Lago Sul – em mais uma história nebulosa envolvendo os imóveis da família, pouco antes de os dois se mudarem, o imóvel havia sido comprado e registrado em nome de um corretor que mora em um endereço periférico de Brasília. Ana Cristina também se aproximou de Frederick Wassef, advogado de Flávio e de Jair Bolsonaro, e do ministro João Otavio de Noronha, do Superior Tribunal de Justiça. Para além de manter o presidente em alerta, com ameaças sutis como a de escrever um livro sobre seu passado explosivo, a advogada agora trabalha para a deputada federal Celina Leão, do PP do DF.

Na quarta-feira, 9, embora fosse dia de expediente normal no gabinete da parlamentar do Centrão, a ex de Bolsonaro estava no Espírito Santo – coincidentemente, o estado onde vivem os empresários que doaram um carro elétrico à empresa de eventos de Jair Renan, o que colocou o rapaz no centro de uma investigação da Polícia Federal por suposto tráfico de influência. Seis dias antes, Marcelo Luiz Nogueira, um ex-funcionário de Flávio Bolsonaro, na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, que por anos trabalhou na casa de Ana Cristina como uma espécie de babá de Jair Renan, publicou no Instagram uma foto da entrada do prédio onde a advogada tem escritório, no centro do Rio. Há poucos meses, Nogueira disse ter rompido com a família, acusou Ana Cristina de maus tratos e ameaçou revelar à Justiça os podres dos Bolsonaro. No post recente no Instagram, ele escreveu: “Os bastidores da grana suja, assim começará uma longa e interessante história financeira. Lançamento em breve”. Embora pareça provocação, uma pessoa próxima diz que ele passou por lá para uma visita ao escritório. No Brasil ou na Noruega, os bastidores do clã Bolsonaro, com seus múltiplos segredos, são sempre eletrizantes.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Tu começa como Bolsonaro envolvendo filhos, ex-mulheres, parente e amigos, é uma sujeira completa de trafico de dinheiro, poder, desonestidade, são parte dos políticos do Brasil. E a justiça, por onde andará

  2. Cara de pilantra so nao, tem todas as atitudes de pilantra. Eta famiglia complicada. A opcao sera sempre MORO PR ja. JAIR, LULADRAO fora, voltando pra cadeia ja, pra responder pelos crimes que cometeu. Lulalivre, piada de mal gosto, ele deve a nacao e muito. Quero meu Brasil de volta e com o povo melhor assistido em nossos direitos, viu seus politicos vagabundos e lesa povo.

  3. Olha gente, boa parte dos empresarios que se dizem evangelicos que apoiam o MINTO o apoiam nao pelo evangelho em si, e sim pra ganharem dinheiro e poder, agora, a raia miuda o fazem enganados pois sao de boa fe e seguem o gado ate baterem a cara na cerca de arame de espinho como ja esta acontecendo. Volta gado. MORO PR ja. NEM JAIR, NEM LULADRAO. Quero meu Brasil de volta ja.

    1. Desnudar as atividades do clã Bolsonaro. Que família!!!!!!

    2. Senhora, essa matéria já é de domínio público há tempos. Só falta a Crusoe falar, outra vez, das rachadinhas do Queiroz e do 01. Captou ¿ tá tá parecendo o programa HOJE EM DIA que faz um catado do dia anterior e repete tudo

    3. A utilidade é para que os retardados q ainda não perceberam que temos uma gang perigosa no poder, acordem. Putin também não tinha nada, hoje é dono de 200 BILHÕES de dólares certamente economizados do seu suado salário de presidente. Pois é, olha no que deu a roubalheira. E se ele não acabar com o mundo em breve, os Bolsonaros e Lulas vão acabar de acabar com o Brasil. Entendeu agora ou precisa desenhar?

  4. Parece aquela antiga cantiga do PT: "O PT não rouba nem deixa roubar"... E deu em mensalão e petrolão. Bolsonaro cinicamente falou que não tem corrupção no governo dele. Não só tem da família como tem dos outros. O eleitor dele, cego igual ao outro lado de sinal trocado, vai votar nele mesmo assim. O Brasil merece os corruptos eleitos pela idiota e burra unanimidade.

  5. Já vai para 4 anos esse xororô, mimimis, schuinfs e snarfs com esses jornalistazinhos de fundo de quintal comprometendo suas dignidades, se é que a tem, pelo medo de perder seus empregos. Aí eu questiono: Viver sem dignidade e altivez vale a pena? O PR será reeleito com a faca nos dentes e vem mais quatro anos por aí, Será que esse execrável mimimi vai persistir?

  6. Ela foi longe para esconder o butim. A família, ou quadrilha, Bolsonaro deve ter muito escondido por lá e por aí, são anos de roubos. Parabéns pela reportagem!!!👏👏👏👏

  7. O espanto não é cair na lábia desses pilantras, e sim de ser feito de tolo por tanto tempo sem perceber, pois a verdade está escancarada.

  8. o que mais me expanta nisso tudo é o Bolsonaro posar de pai de família, evangélico, e moralista. é só ver os vídeos dele andando de jet-ski, subindo nos iates e abraçando as mulheres de biquíni, isso sem a Michele estar presente. isso é ser família, exemplo para duas filhas em casa? eu votei nele e como ele disse A VERDADE ME LIBERTOU. Não passa de mais um biscateiro. os evangélicos apoiam um cara desse, não dá para entender.

  9. Em outubro teremos a chance de nos livrarmos de dois pilantras, O ladrão e o demente. Acho que temos a obrigação de votar de acordo com a nossa consciência e nossos ideias de justiça, liberdade e igualdade. Que tipo de país queremos deixar para nossos filhos e netos? Um país de bandidos, de corruptos, de fanáticos religiosos, de juízes em conluio com congressistas, de empresas fraudulentas em conluio com governantes? Essa é uma questão que todo cidadão brasileiro tem que se fazer!

    1. O RENATO é LUCIA o tempo todo, e isso é flagrante de delito. ... É Viado!

  10. ESTE EVANGÉLICO DE MEIA TIGEL suas várias mulheres e filhos cuspindo seus milhões..aliás bilhões em nossa cara.

  11. É MESMO SURPREENDENTE COMO OS EDITORES DO ANTAGONISTA-CRUSOÉ USAM DINHEIRO DE ASSINANTES BOLSONARISTAS PARA ATIRAR A TORTO E A DIREITA. O PLANO ERA ATACAR LULA. POR QUE SERÁ QUE MUDARAM RADICALMENTE DE IDÉIA?

  12. ex mulher é um problema sério por isto nunca quis ter uma e bordejo ao arrepio da ética.. mas é simples apure-se e puna-se quem disto faz mesmo que as cortes apodrecidas imunizem e impunizem depois .. fiquem certos que um ano de cana fez o ladrão mor do patropi aprender alguma coisa.

  13. Barbaridades não faltam no círculo de relacionamentos da turma do amigo daquele amigo de um certo pai. A propósito, com quem estão aqueles 13 celulares recolhidos pelos executores do miliciano Adriano..., sumiram?

  14. O mais interessante é que essas investigações nunca acabam. Se fosse um “Zé mané” qualquer , já estaria respondendo processo há muito tempo. Aos poderosos tudo!

  15. MEU LIVRO “O INROTULÁVEL”. Link de acesso: https://www.amazon.com.br/dp/B09HP2F1QS/ref=cm_sw_r_wa_awdo_PQSA5Z6AXXH2SX16NH87 ..............................................… CORRUPÇÃO em FAMÍLIA, RACHADINHAS, CORRUPÇÃO nas VACINAS e MANSÕES para o 01 e 04! BOLSONARO é um DEGENERADO MORAL que IMPEDE o BRASIL de AVANÇAR! Em 2022 SÉRGIO MORO “PRESIDENTE LAVA JATO PURO SANGUE!” Triunfaremos! Sir Claiton

    1. OH Jumento investiga os parentes do GM, DT, AM, FACHIN, Lula e filhos, Maia,AZIZ,Saltitante, Renan Calhorda e tantos mais... Vais ter trabalha de pesquisa pramais dez anos de calhordice pro diegomaisbosta.

  16. FAMILIA BOLSONARO:> (Fachada de Igreja, fundo de Cabaré.) O Bolsonarismo é o maior ESTELIONATO ELEITORAL da história do Brasil.

  17. Ano de eleição já recomeçam as narrativas. Essa mulher deve estar escondendo os milhões do presidente na Noruega. Depois os dois junto com o Putin vão fugir pra Suíça e começar a terceira guerra mundial.... Anotem... kkkk

    1. "Narrativa" com documentos que comprovam? Paulo, ainda dá tempo de acordar e ver que Lula e Bolsonaro são farinha do mesmo saco.

  18. Tudo " bona gente". puxa _se uma pena e vem uma galinha. Eleitores, a Crusoé apresenta os políticos que se dizem honestos , para sua avaliação. Temos que deixar de ser OMISSOS . Fora, Rua , Basta, Chega ...

  19. Esta revista é investigadora? Gostaria de contratar os serviços de investigação para, nos mesmos moldes, investigassem as atividades financeiras e vida pessoal de Lulinha, aquela que cuidava do recolhimento do excremento de elefante em zoológico de São Paulo. Detalhe:: desde os primeiros passos até os dias atuais; depois, quem sabe teremos mais serviços a contratar.

    1. Já investigaram e muito. Você está mal informado, além de ser mal intencionado. Mas pague a assinatura

    2. Chega a ser engraçado esse caráter seletivo dos seguidores de Lula e Bolsonaro. Será que a culpa é de quem dá a notícia ou de quem comete crime? Se a família de um rouba a do outro tbm pode? Lembrando que graças ao teu mito e aos votos do indicado dele ao STF que o Lula está solto.

    3. Agradeça ao Bozo a liberdade do Lulinha em troca do fim da investigação sobre o filhote 01

  20. Desqualificados igual ao Artur do Val,ao Maranhãozinho,ao Chico do dinheiro no fiofó....mas a justiça brasileira da impunidade protege a todos.

Mais notícias
Assine agora
TOPO