Presidente da Caixa entra em viés de baixa no Planalto

11.03.22

O intrépido Pedro Guimarães, presidente da Caixa, anda em baixa no Palácio do Planalto. A leitura predominante no entorno de Jair Bolsonaro é a de que as viagens que ele vive fazendo pelo Brasil, para visitar autoridades e inaugurar agências, servem muito mais para sua autopromoção do que para agregar dividendos políticos para o presidente e para o governo. Guimarães é detestado por alguns dos auxiliares mais próximos de Bolsonaro, que o consideram extremamente vaidoso e arrogante. O prestígio do presidente da Caixa também está em níveis alarmantes no Congresso. Parlamentares que tiveram audiências com ele andaram se queixando do tratamento recebido. Alguns dizem que foram até submetidos a um detector de metais antes de entrar nas reuniões. A providência passou a ser adotada pela área de segurança porque Guimarães teme ser gravado.

Adriano Machado/CrusoéAdriano Machado/CrusoéGuimarães: detector de metal para deputados

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Alberto (Belém-Pa). Nas andanças de Bolsonaro patrocinadas com o dinheiro do contribuinte este sujeito é visto com muita frequência. Parece que a intrepidez acompanhada da bajulação não foram suficientes para manter o presidente da CEF como um dos mais assíduos "papagaios de pirata" do populista e despreparado presidente de extrema direita. O ostracismo é apenas uma das consequências para quem se notabiliza ou se notabilizou pelo puxa-saquismo.

    1. Olá Alberto. Ontem fiquei sabendo que a energia elétrica no Pará é uma das maiores do mundo. Vi isso num boleto de um conhecido que é mais do que econômico. Não acreditei!!! Onde estão os políticos que podem ajudá-los???? Desejo que encontrem um para acabar com essa injustiça.

  2. Alguém já notou que o Pedrão Guimarães, quando faz companhia para o Mentecapto, em todas as ocasiões, fica com cara de quem está tendo um orgasmo? Acredito que Freud explica...

  3. MEU LIVRO “O INROTULÁVEL”. Link de acesso: https://www.amazon.com.br/dp/B09HP2F1QS/ref=cm_sw_r_wa_awdo_PQSA5Z6AXXH2SX16NH87 ..............................................……… ALIADOS do BOLSONARO: os EXEMPLOS EXECRÁVEIS que uma SOCIEDADE tão CORRUPTA é capaz de produzir! São DEGENERADOS MORAIS que IMPEDEM o MUNDO de AVANÇAR! Em 2022 SÉRGIO MORO “PRESIDENTE LAVA JATO PURO SANGUE!” Triunfaremos! Sir Claiton

  4. Geralmente um ser arrogante e vaidoso enxerga no outro ser, também a arrogante e vaidoso, uma ameaça. É tudo interesseiro na relação desse sujeito com a mula do Planalto. Tudo com algumas pitadas de sociopatia.

Mais notícias
Assine agora
TOPO