PF fez novas buscas em investigação sobre facada em Bolsonaro

25.03.22

Sem alarde, a Polícia Federal fez buscas, no fim do ano passado, em endereços obtidos a partir da perícia nos telefones celulares dos advogados que se apresentaram para defender Adélio Bispo de Oliveira, o homem que esfaqueou Jair Bolsonaro na campanha presidencial de 2018. Os celulares, que haviam sido apreendidos nos meses seguintes ao atentado, passaram um longo período intocados, até que em novembro a Justiça liberou a análise dos dados armazenados – até então, a OAB alegava que a perícia colocaria em xeque informações resguardadas pelo sigilo profissional a que têm direito os advogados.

Detalhes sobre os endereços visitados pelos agentes na ação realizada com base no laudo são mantidos em segredo absoluto. Fontes a par do caso garantem, porém, que não foram colhidos elementos capazes de mudar o rumo da investigação. A própria PF já havia concluído que Adélio agiu sozinho. Jair Bolsonaro até hoje duvida da conclusão e, sempre que pode, pede aos chefes da corporação para que tentem “avançar” no caso.

ReproduçãoReproduçãoAdélio: com discrição, a PF fez novas buscas relacionadas ao caso da facada

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
    1. O rachador-mor disse ainda em 2018 que não fuzilaria a petralhada do Acre? 🤔

  1. Até hoje tento entender por que, na época, os advogados (diga-se: presidente) não recorreram da conclusão da PF, deixando o inquérito ser arquivado.

    1. Estranho mesmo Bozzonaro e seus advogados deixarem o 1° inquérito transitar em julgado...

    1. Precisa conversar em portugues com Pinóquio, porque acho que você não entendeu o que ele te disse...

  2. ESSA ESTÓRIA ESTÁ COMPRIDA E ESTRANHA DEMAIS. PARA MIM, FOI O PRÓPRIO CLÃ BOLSONARO QUE ENCOMENDOU ESSA FACADA PARA DEIXAR OS ELEITORES CONSTERNADOS. COMO SÃO HIPÓCRITAS, SÓRDIDOS E CAMUFLADOS, ESTÃO CONSEGUINDO EMPURRAR O CASO COM A BARRIGA. É EVIDENTE QUE A PF, JÁ COMPRADA E SUBORDINADA A UMA PESSOA SÓ, NÃO FALARÁ ABSOLUTAMENTE NADA E DARÁ O CASO POR ENCERRADO. QUE PENA QUE O ADÉLIO ERROU O ALVO.

    1. Não entendo porque esses PTralhas ,tipo: Maria, Marília, Ney, e Lino possuem tanto ódio. Sei que essa é uma característica dos esquerdopatas que aboliram a família e os valores cristãos, mas o que os motiva? _ Devem ser todos cornos, galhudos(as) e mal amados, só pode.

    2. É mesmo uma pena que Bispo errou o alvo. Mas ñ creio ter sido uma farsa bolsonarista, pois ele ñ morreu por muito pouco. E teve graves sequelas.

    3. Concordo! Foi tudo plano da quadrilha Bolsonaro. O Adélio apenas foi Além do combinado e quase matou o véio. "Quase"!!! O Brasil não tem sorte mesmo!

    4. Maria a turma do genocida é incapaz de fazer isso dar certo. Adélio foi incompetente, apenas isso

    5. Maria... Obrigado por externar tua opinião. Deixei de me sentir o único que vislumbra uma teoria da conspiração, ratificada pela entrevista concedida pelo Paulo Marinho. Muito estranho a vítima não recorrer de uma sentença em primeira instância.

Mais notícias
Assine agora
TOPO