MarioSabino

Um homem sem sonhos

07.04.22

Nasci em 7 de abril de 1962. Ou seja, faço 60 anos no dia em que escrevo este artigo. Vim ao mundo já velho. Em alguns momentos da vida, rejuvenesci, mas esses momentos não duraram tanto tempo assim. Vir ao mundo já velho significa ter nascido sem sonhos. Sou um homem sem sonhos.

A ausência de sonhos não me impediu de realizar o que, para muitos, são sonhos, embora não grandes sonhos. Apenas fui fazendo coisas, aos trancos e barrancos, sem entender muito bem como cheguei até aqui e acolá. Volta e meia me perguntam se eu queria ser jornalista desde cedo. Respondo sinceramente que escolhi o jornalismo por falta de opção. Era uma lata de conserva que parecia ser a única num mercado de prateleiras vazias. Ocorreu a mesma coisa quanto aos livros. Editei livros dos outros e escrevi os meus, como quem se senta à mesa para fazer uma refeição somente porque está na hora de fazer uma refeição. Eu também não sonhava em ter um site de informação e uma revista digital. Se os tenho, é porque não tinha emprego, assim como tantos brasileiros que se veem sem trabalho.

Sou o melhor pai possível de dois rapazes que amo. Eles, felizmente, têm sonhos. Um homem sem sonhos que gerou sonhos alheios não é tão ruim assim. Eu não me aproprio dos sonhos deles. Há pais que o fazem com os seus filhos, mas eu não. Um dos meus dois rapazes já está criado e luta para ter emprego em sua área no país em que decidiu viver. O máximo que posso fazer é torcer por ele. O outro, bem mais jovem, tem um bom pedaço de chão pela frente. Quero continuar a ter forças para educá-lo. Mas isso não é sonho, é esperança. Tenho esperanças que pareciam modestas e obrigações que pareciam menores.

No sábado passado, fui assistir a Belfast, o filme autobiográfico do ator irlandês Kenneth Branagh. Passa-se em 1969, quando ele era um garoto assim como eu era naquele ano tão longínquo. As diferenças de latitude não impediram a identificação. Lá estavam os mesmos brinquedos com os quais eu brincava, os mesmos programas de televisão, os mesmos filmes no cinema, as mesmas dificuldades financeiras da família, o mesmo tipo de maleta escolar, o mesmo mundo em preto e branco que combinava com a minha velhice infantil. Sentado ao meu lado, o meu filho reclamou que eu estava respirando muito alto, por causa da máscara. Mudei para a fileira da frente. Foi bom, porque a minha respiração ficou um pouco mais alta em alguns momentos do filme.

Dois dias depois, fui a uma reunião munido da minha maleta de trabalho. Não tenho sonhos, mas sempre tive uma maleta. Quando eu era criança, a minha maleta escolar era um refúgio. Eu a mantinha organizada como um abrigo nuclear onde poderia me refugiar se tudo desse errado. Antes de os meus interlocutores entrarem na sala em que me instalaram, abri a maleta de trabalho, para pegar os meus óculos e uns papéis. Surpreendi-me, num lapso infinitesimal, por não ter estojo, cadernos, livros, régua, compasso, esquadro, um soldadinho do Forte Apache e uns biscoitos baratos embrulhados num guardanapo. Como sobreviver sem isso numa guerra nuclear?

No dia em que completei 30 anos, a metade deste caminho percorrido, tive o que chamo de autoepifania. Enquanto andava por uma Paris ainda estrangeira, tudo de repente ficou nítido como nunca. Todos os contornos se tornaram muito precisos: dos prédios, das ruas, dos carros, das pessoas, dos objetos. Os meus próprios limites corporais ganharam extrema nitidez. Foi a sensação individual mais fascinante que experimentei, de uma naturalidade sobrenatural. Não sei dizer quanto tempo durou a minha autoepifania. Mas, enquanto fui tomado por ela, senti-me plenamente vivo, como se eu fosse uma revelação para mim mesmo. Eu era “o girassol enlouquecido de luz” do poema de Eugenio Montale.

Aos 60 anos, sou um homem sem sonhos, com exceção de um (na verdade, tenho outro, mas vou conservá-lo para mim): voltar a ter a nitidez fugidia de 30 anos atrás. Sentir-se plenamente vivo duas vezes é um sonho que vale a pena sonhar.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. A naturalidade dete grande jornalista nos deixa cativos,quem dera puder acompanhar sempre essas narrativas existenciais, pena que muitos que exercem essa grande atividade nao tenham nocoes quer pordesleixo quer por extinto de progredir,ha uma classe imensa que so se preocupa em sobresair este nao e autentico e louvavel seus conceitos bravojornalista que seja sempre lembrado

  2. Mario, todos os dias quando acordo e vejo o Brasil ao abrir os olhos, minha vontade é de voltar para cama e hibernar. As notícias ou serão as mesmas os serão as mesmas piores ainda. Não há terceira via, o que há é uma Via Velha , uma colcha de retalhos em frangalhos que se une para não desaparecer no nada. Não tenho mais sonho algum aqui nesta terra maldita. Sofro pelos meus netos para os quais rezo todos os dias e faço o que posso para lhes garantir uma oportunidade de fuga deste inferno.

  3. A lucidez não permite sonhos neste país de ignorantes sob insano ódio que faz um povo vítima de si mesmo ... aos 72 anos ainda ouso sonhar e lutarei para morrer num país governado por homens sérios dignos o que nos faria rapidamente uma nação poderosa pois temos tudo MAS também os piores políticos do mundo tristemente ungidos nas urnas indevassáveis do dr. Verboso num é Gen. Braga Neto?

  4. Mario sou uma mulher de "quase" 60 (faço em 21 de junho), ao contrário de você sempre tive sonhos, alguns realizados outros . . . Estava no dia da bomba do Rio Centro (lembranças de outra vida), militante de partido (errado) e uma professora " mentirosa " pois tentava enganar meus alunos com sonhos de um país melhor que nunca chegou (infelizmente).

  5. Que bom que perdi o sono ! Nestes últimos atribulados dias , não havia concluído a leitura da revista . Que texto maravilhoso Sabino ! Muitas vezes a vida faz as escolhas por nós . Mas ao permitir sermos levados , não será uma forma de opção ?Seu sucesso não é por acaso . Parabéns pelo aniversário.Passei dos 70 e ...ainda sonho !

  6. Bravo Sabino! Bravo! A classe com que você escreve nos inspira e nos remete a uma luz finita mas por ser imprevisivel seu fim nos conforta : a Vida.

  7. Mario Sabino que texto belíssimo, por isso sou assinante do Antagonista, meus parabéns pelos 60 anos de vida.

  8. Nasci sem sonhos nem desejos. Aos três queria se um tijolo e que não sente nem sofre. Tive sorte, não sonhos nem desejos. Minto. Desejo como na Holanda a pílula do suicídio assistido. Me rebelo contra a minha obrigação de viver. Desconheço a necessidade. Mas sei demasiado da História da humanidade para pensar que vale à pena. Detesto que haja leis que impedem minha total autonomia ! .

  9. Parabéns, Mário! Somos da mesma idade . Vou assistir a Belfast , agora que vc situou-o no tempo. Senti essa conexão quando assisti a Roma , nossa infância . Impossível não se emocionar qdo se mexe tão fundo em nossa estória .. Bom saber que ainda sabemos chorar . Sua coluna é um bálsamo.

  10. Que texto maravilhoso! Parabéns, atrasado, Mário. (Na verdade, eu enviei parabéns. Mas o fiz no post do Diogo. ?! Eu, a distraída).

  11. Parabéns, Sabino, pelo seu aniversário e pelo texto muito bem urdido! Ao menos manter a esperança, é preciso.

  12. É difícil ter sonhos em tempos tão sombrios. E ainda mais vivendo no Brasil que de solavancos em solavancos nos traz desalentos duradouros. Mas vamos tentar não esmorecer …. Mais uma vez. Parabéns! Parabéns! Parabéns!

  13. vlw mário, a vida é mesmo assim, enquanto tentamos "salvar o planeta" , vamos a padaria comprar o pão do fim de tarde.... parabens pelos seus 60 anos e muito obrigado pelo antagonista e crusoé!!

  14. Parabéns Mário, e quero agradecer pelo textos que nos compartilha e que venham mais décadas meu muito obrigado 🤙🙌🙌🙌

  15. Parabéns Mario pelo aniversário e por ter alcançado os 60 sendo admirado por milhares ou milhões de pessoas. Isto é um grande feito para alguém que critica e não participa desta escumalha de corruptos e falsos moralistas do Brasil. Meus sonhos também são singelos, educar os filhos torcer pelos sonhos deles, e ter uma vida honesta ao lado de minha única e amada esposa, que me foi arrancada pelo covid ao completar 60 anos em 31/03/21. Continuo sonhando com um Brasil decente, aos 64 de malas ...

  16. Parabéns, Mario! Agradável surpresa para mim saber que fazemos aniversário juntos. Já estou me sentindo até mais sábio! Felicidades!

  17. Olá Mário, parabéns pelo aniversário e parabéns pelo texto. Eu também sou um homem, também um brasileiro, que não tem sonhos. Nossa História roubou-me o direito a eles. Entretanto às vezes sonho... Agora mesmo sonhei que o seu texto foi escrito por mim... Abraços...Ney

  18. Maravilhoso!!! Parabéns pelo seu aniversário! Seus textos e livros são maravilhosos! Que vc continue nos brindando por muitos anos, com a sua inteligência, humor na medida certa, clareza, visão estratégica, herudição etc. .....

  19. Parabéns Mário pelo seu aniversário. Quanto a fazer coisas, a trancos e barrancos, penso que talvez não percebeu que estava seguindo seus sonhos.

  20. Parabéns pelo seus 60 anos de sinceridade e dedicação . Sua missão está sendo muito bem cumprida, com certeza!!! O importante é o agora, o fazer o que podemos neste momento. Os sonhos são apenas ilusões!

    1. Mario , nao se considere um homem sem sonhos porque nasceu velho.Vc nao sonha pq está brasileiro ,neste 2022 . Vc percebe que brasileiro nao pensa. Brasileiro vota sem pensar . Brasileiro vota com o raciocinio possivel dos ignorantes. Vc nao é sem sonhos .Vc é sem esperança. Como eu.

  21. Parabéns pelos 60 anos e pela missão assumida (sem querer) de alegrar, inspirar e conspirar com uma pequena parte dos brasileiros (como eu) que se sentem estrangeiros no próprio país ou em qualquer país que estejam.

  22. Lindo texto. Nasci com alguns sonhos mas a cida, logo cedo, tratou de derrubar alguns. Segui sem eles, me reinventei e Belfast me fez lembrar daquela menina perdida em meio a um turbilhão de acontecimentos.

  23. Mário, gostaria de saber escrever como você para melhor expressar meu sentimento de solidariedade ao seu desânimo. Você está muito triste, anime-se! Tudo tem seu tempo certo, até para sonhar.

  24. Sonho que os nomes Lula e Bolsonaro sejam excluídos da cédula eletrônica! Sonho que Gilmar, Toffoli, Levandowski, Kassio, Mendonça, Carmem, Rosa, Facchin e Moraes sejam abduzidos por uma nave espacial e levados para Marte! Sonho que os parlamentares do Congresso tenham seus salários reduzidos para um salário-mínimo!! Sonhar não custa nada.

    1. Lucia, meus sonhos são os mesmos. E tento alcançá-los ajudando na minha cidade o partido NOVO e seus candidatos - que são selecionados e tem feito diferente! Dá uma olhada qdo puder!

  25. Parabéns Mário! Já passei dos sessenta e me vi em seu texto. Também tive a minha "autoepifania" - não foi em Paris - tinha 32 anos e experimentei a mesma sensação descrita por você. Pretensioso, ainda sonho que antes do último e derradeiro suspiro a minha segunda "autoepifania" ocorrerá. Um forte abraço e muita saúde.

  26. às vezes penso que a vida é por ela mesmo, um sonho. Um sonho fugidio, aonde se corre para se livrar das amarras e alcançar a liberdade de ser pleno, mas na realidade vive-se em círculo, sem sair do lugar. E o relógio não para.

  27. Mario, ainda que não o conheça pessoalmente, desejo muita saúde para que você possa viver todos os sonhos que a vida lhe oferecer. Parabéns.

  28. Mario Sabino é incrivelmente genial. Efeméride dos seus 60 anos dessa forma, com esse conteúdo, é para poucos. Mas eu tenho um sonho: conseguir articular pensamentos como o Mario. Vou atrás .....

  29. Parabéns pelo aniversário Mário! Tenho 57, não muito longe de você. Tenho sonhos mas ler este artigo me desperta lembranças de sonhos esquecidos. Abraço!

  30. Parabéns Mário!!! Desejo que vc vá onde a sensação de 30 anos atrás renasça. Sei que será longe daqui, em algum lugar charmoso e de bom gosto como vc. De lá mande notícias. Grande abraço.

  31. Escrito LINDO...Menos Sonhos nao é prova de inteligencia e sabedoria... o que e o seu caso? Mario voce sempre Brilhante... Sou de 42 posso ser usa mae . Um abraço.

  32. Grande,Mário! Feliz Aniversário!! Se te conforta, muitas pessoas estão no "mesmo Barco"...inclusive eu. Desejo muita saúde a você para poder realizar este seu grande sonho novamente e poder vivenciar os sonhos de seus filhos.Grande abraço

  33. Parabéns peli aniversário. Me divirto com seus textos e espero que seu sonho não revelado passe por continuar a produzir nessa brilhante carreira

  34. KKKKKK, Feliz Aniversário Sr Mario, estava lendo "Um país sem excelencias e mordomias" da Claudia Wallin, às vezes é bom sonhar, o dificil é voltar a realidade sem perspectivas de mudança e melhora, mas estamos na faixa dos sessenta, vamos aos trancos e barrancos.

  35. Meu caro, vc me parece gente boa. Mas, vamos, seus artigos são longos, cansativos e muito pessoais. Volte, porque já foi, para a linha editorial da revista. Política. Análises, críticas, sejam a quem for, contra ou à favor. Desculpe. Pare de crise existencial, vc é ótimo.

  36. Mario, parabéns pelo aniversário,s ei q é difícil não ficar deprimido no mundo de hoje, mas tenta uns gorós ou até mesmo um tratamento medicamentoso. Tb nasci velha, mas já fui bem mais velha do que hoje, melhorei um pouco. Saúde! Auguri!

  37. Mario Sabino, um homem sem sonhos, mas com muito talento, cuja trajetória aleatória felizmente nos trouxe a possibilidade de apreciar suas maletas, repletas de experiências, lembranças, sentimentos e ideias. Que sorte a nossa! Parabéns Mario!

  38. Parabéns, Mário Sabino! Desejo ao senhor muita saúde, vontade de viver, muitas felicidades e realizações surpreendentes! Obrigada! Suas colunas são sempre surpresas lindas, agradáveis ou tão fortes q, as vezes, parece q tomei um beliscão! Muitos anos de vida (o senhor diz q é "conversa", mas os 60 de hj são os 40 de antes 😉) e q seus dois sonhos se realizem! PS: O senhor é q é feliz... Eu tenho, sempre tive, muuuiitos sonhos e tenho lista de frustrações... 🤗

  39. Parabéns, Mário É um texto excelente. Me identifico com vc. Também não tenho sonhos, mas tenho uma mala que fica cada vez mais pesada, à medida que o corpo envelhece e pena de dor.

  40. Feliz Aniversário Mário! Parabéns por tudo que vc realizou! Seus pensamentos e análises são um bálsamo, não por serem cheias de sonhos, mas por serem realistas.

  41. Belo texto. Um feliz aniversário, Mario. Saiba que todos os dias você contribui para o meu sonho de um país melhor, o qual eu ainda não tive coragem de assumir minha responsabilidade e tomar parte de forma ativa. Terei. Até lá e continuamente, obrigado pelo enorme trabalho.

  42. Mário, parabéns, saúde e paz . Na verdade voce nao nasceu velho, é um espírito velho, pois já teve várias encarnações e aprendeu com elas. E parabisso que serve nossa passagem por aqui, aprender.

  43. Parabéns Mário ! Vc é ariano como eu. Fiz aniversário agora no final de março. Eu tinha sonhos qdo adolescente, mas foram interrompidos pela decepção com 24 anos. De lá até os dias de hoje os sonhos foram virando pesadelos ! Acordar, levantar e viver mais um dia se tornaram tarefas difíceis.

  44. Vá escrever bem assim na ponta da praia...Estupendo, não tenho palavras para descrever a admiração que sinto, ao acompanhá-lo em seus escritos. Vc humilha a gente...rsrsrs. Feliz coincidência: quando nascestes, ingressei no BB. Mesmo dia. Memórias, situações, e sonhos, incontáveis. Parabéns, nosso Mario Sabino

  45. Mario, parabéns!! Seu destino era mesmo ser jornalista. Nasceu no dia em que se comemora o dia do jornalista Obrigada por seus textos maravilhosos.

  46. Seu artigo serviu de reflexão para mim, o que significa sonho........para mim lutar e acredito que isso voce FAZ. Então não sonhe lute.

  47. acho que tb sou assim. sempre fui. carregando a mesma maleta, guardando brinquedos quebrados. levando a vida.

  48. Parabéns por seus 60 anos, sem sonhos mas c/ mta coisa pra contar. Se não sonhou, viveu p/ realizar os sonhos que talvez outros tenham sonhado, inspirados por seus escritos. Viva plenamente a década que se inicia, porque o tempo passa voando. Os sessenta são cruciais para realizar até sonhos não sonhados, mas bem vindos. Bagagem vc já amealhou muita. Faça uma triagem nessas " malas " - só leve aquilo q puder carregar. Até q não precise mais de nada para voar rumo ao inexorável desconhecido!

    1. Quanta sabedoria nas palavras. Me associo a elas para felicitar o Mário.

    1. Não confunda “Cláudios” com “Mários”.

  49. Mário, feliz aniversário. Seu texto fez me lembrar que também vim ao mundo sem sonhos. Mas o importante são nossas realizações, muitos passam a vida toda sonhando sem nunca realizá-los.

  50. Parabéns a Vc e muitas felicidades e saúde, do mesmo jeito que Você também meio disfarçado continuo teimando em sonhar apesar dos 79!

  51. A eternidade para você. Escrever é muito fácil, eu escrevo meu nome até com certa facilidade. Poucos tem esse dom. Mas você faz algo extraordinário, transforma em escrita aquilo que pensa. Melhor, aquilo que muitos pensam e não transformam em escrita. Sou desta mesma época e carrego uma maleta escolar cheia de sonhos, um deles, de que a minha geração seria o futuro do Brasil. Vou fechar a maleta.

  52. Excelente!, e pleno de sentidos desde o primeiro estojo escolar. Aproveito seu texto para me reanimar, mesmo já tendo passado dos 70. No interior do mato, onde me criei, sem luz e com muito bócio e doença-de-chagas grassando, nem sabíamos o que era sonhar além de prever realizar as tarefas de mais um dia pela frente. Não havia ninguém versado em literatura, mas aprendi a ler o beabá. Hoje meus netos entendem de computador e smartphones, e me explicam. Tento aprender. Sonho com eles e por eles.

  53. Encantador e nostálgico! Acho que vc ainda vai escrever uma autobiografia, assim como eu fiz em "O Ciclo Gestatório de um Homem", em e-book na Amazon e físico no Clube de Autores. O título é meio estranho, mas, com sou obstetra, tem algo a ver; tenho também formação em psicologia analítica de grupo, e publiquei também "Pré-Natal Humanizado, gerando crianças felizes", "Sociopatas, o lado sombrio da Medicina", "A interpretação dos sonhos segundo MC", e "Como criei filhos fortes e felizes"; sugiro.

  54. Mário, tenho 62 anos recém completados, sou avó de de dois pequenos que me chamam ao futuro, e me identifiquei muito com seu texto. Excelente. O pior é isso: estagnar num tempo brasileiro que parece um perpétuo presente sem solução.

  55. Parabéns! Belo texto, que me fez pensar... Nasci em 72 e meu sonho agora é ter um sonho quando chegar aos 60.

  56. Feliz aniversário ! Agradecemos sua escolha pelo jornalismo . A escrita é um dom cada dia mais raro. Seus textos são presentes para os leitores .

  57. Vida longa ao Mário Sabino! Neste instante, em especial. o Brasil está em crise. A espera de uma Epifania: um insight, um pensamento inspirador quase sobrenatural , a vinda de um rei mago pra nos orientar. Fiquei triste com o texto do Mainard e pus pra rolar na TV Guns N' Roses pra tentar me energizar um pouco.

  58. parabéns pelo aniversário! obrigado por dividir sua intimidade. acho que em geral, expectativas muito altas acabam em frustrução com gatilho depressivo forte, porém como conseguir controlar nossos sonhos ? não sonhando! mas viver a realidade é um pesadelo ! felizmente leitura e um café forte atenuam bastante esse paradoxo. até sexta!

  59. é duro viver num país onde sonhar com este país melhor seja apenas uma utopia. vou pelos meus 66 e das coisas que me arrependo na vida é não ter ido embora desta [email protected] na juventude quando tive oportunidade. hj incentivo meus filhos a saírem. Parabéns e bem vindo ao clube dos sessentões :-))

  60. Parabéns pelo aniversário e obrigado por seus artigos semanais. Um pouco mais velho que você e por experiência própria, ouso sugerir que nunca deixe de ter sonhos. Mesmo que seja apenas um. É o que me faz levantar todas as manhãs. Que bom que tens dois. Forte abraço

  61. Depoimento lindo, tocante! Obrigada por nos presentear sempre com textos ótimos, brilhantes, inteligentes. Estejas certo que és muito admirado por teus leitores! E parabéns pelo aniversário, que tenhas vida longa com saúde!

  62. Moro foi nossa primavera árabe. Mais velho 16 anos que você, tive uma trajetória profissional de cumprir tabela da melhor maneira possível. Só há cerca de 3 anos achei alguma resposta em Em Busca do Sentido, de Viktor Frankel, que na vida não devemos procurar dar um sentido a nossa existência, mas ser responsável, isto é, dar respostas ao sentido que a Vida nos propõe a cada fase, e não estar o tempo todo se fazendo perguntas existenciais. Fazer sempre o melhor possível é o que a Vida

  63. Saúde, Mario Sabino, para muitos anos de vida... seu sonho precisa ser realizado mais de 1 vez.. sua esperança é a tb a minha e a de muitos q se identificam com suas palavras.. obrigada por existir e um feliz aniversário!

  64. Apreciou muito seus artigos. Esse especialmente que fala de sonhos. Fui uma criança muito sonhadora ao mesmo tempo em que aceitava a realidade que possuía. Assim foi até a idade adulta. Tenho dias filhas que foram atrás de seus sonhos e hoje cada uma reside em uma pais europeu. Batalharam muito . Há 16 e 15 anos. Um de meus sonhos atuais se referia ao Brasil elegendo um presidente diferente e que realmente sonha e luta pelo país. Parece que , por ora, não vai realizar se.

  65. Parabéns Mário! Do alto dos meus 67 anos, vejo você como um jovem senhor, demasiadamente realista. Sei o quanto é difícil ter sonhos neste nosso país emporcalhado e covardemente espoliado.

    1. Mário, escreva, e escreva sempre, cada minuto de sua memorável existência.

  66. Texto melancólico e belo. Apesar de ser um homem sem sonhos, fez tanta coisa na vida. Aí vem a pergunta: é preciso ter sonhos? Ou apenas é necessário "deixar a vida me levar?

    1. Maravilhoso!!! Como sempre ...Parabéns pelo aniversário. Que a teimosia em perseverar, a coragem e a indignação continuem . ... Muita saúde e trabalho !!!!

Mais notícias
Assine agora
TOPO