Justiça paraguaia atrasa envio da lista de bens do ‘doleiro dos doleiros’

15.04.22

O Ministério Público Federal no Rio de Janeiro aguarda há quase dois anos que a Justiça do Paraguai autorize o compartilhamento oficial da lista de bens que Dario Messer, o notório “doleiro dos doleiros”, tem no país. O patrimônio é respeitável: o rol inclui pelo menos sete fazendas de soja, eucalipto e gado, além de cerca de 80 imóveis comerciais onde funcionavam farmácias e restaurantes usados para lavar dinheiro. Condenado em 2020 a mais de 18 anos de prisão, Messer prometeu, em seu acordo de delação premiada, devolver o equivalente a 1 bilhão de reais, incluindo bens em terras paraguaias. Integrantes da força-tarefa que prendeu o doleiro dizem não ter esperança de que a resposta das autoridades paraguaias – absolutamente necessária para que se dê início ao sequestro dos bens – chegue logo.

Reprodução/redes sociaisReprodução/redes sociaisDario Messer tem pelo menos sete fazendas de soja, eucalipto e gado no Paraguai

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
Mais notícias
Assine agora
TOPO