Márcio França contra o tortellini de Garcia no Palácio

28.04.22

A equipe jurídica do PSB, partido do ex-governador e pré-candidato Márcio França, vai representar contra o atual governador, Rodrigo Garcia, do PSDB, por causa de uma série de convescotes que o tucano tem oferecido dentro do Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, a dirigentes partidários que vão apoiar a sua reeleição. No dia 20 de abril, Garcia recebeu vários pré-candidatos a deputado federal pela União Brasil, para um jantar que serviu tortellini de mussarela de búfala e rosbife de filé mignon aos políticos que pediram voto a ele em outubro (João Doria costumava servir salmão, pessoal). Na quarta, 27, foi a vez de o deputado estadual Alexandre Pereira, do Solidariedade, participar dos comes e bebes na ala residencial do Palácio. Filho do presidente do partido, Paulinho da Força, ele tenta convencer o pai e apoiar a reeleição do tucano. Para a pré-campanha de Márcio França, o uso da estrutura do governo para articulações com fins eleitorais quebra a isonomia entre os candidatos e configura abuso de poder político. Questionada por Crusoé, a assessoria do governador afirmou que “os jantares e encontros políticos, independente do local realizado, são custeados pelo PSDB” e que, por isso, a acusação “não tem qualquer fundamento”.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Quem nunca os fez, quem não os faz e quem nunca os fará? Não é por essas coisas pequenas que ganha ou perde uma eleição. Ainda bem que não. Que Deus nos ilumine a todos e abraços fraternos em agnósticos e ateus! Namastê!

Mais notícias
Assine agora
TOPO