Agência Senado/Marri NogueiraFila de votação: elas se preocupam mais com escola, saúde e inflação

As mulheres que podem decidir a eleição

Mulheres de classe C, de meia idade, e habitantes das áreas metropolitanas da região Sudeste, possivelmente serão aquelas que darão a palavra final no pleito deste ano
20.05.22

Em toda eleição presidencial, um grupo particular de eleitores acaba servindo de fiel da balança. São as suas escolhas que definem quem vai ocupar o Palácio do Planalto pelos quatro anos seguintes. Os institutos de pesquisa ainda não traçaram com clareza o perfil desses contingente de pessoas na campanha de 2022. “Ainda é cedo para cravar algo assim”, diz a cientista política Márcia Cavallari, diretora do Ipec. Mas alguns traços desse eleitorado já começam a emergir das conversas que Crusoé vem mantendo com diversos pesquisadores.

Bons indícios apontam para as mulheres de classe C, de meia idade e habitantes das áreas metropolitanas da região Sudeste, como sendo aquelas que, possivelmente, darão a palavra final no pleito deste ano. O voto delas foi para Dilma Rousseff, em 2014, e para Jair Bolsonaro, em 2018.

Uma peculiaridade dessas eleitoras é que tudo que impacta diretamente o seu dia a dia e o da família tem maior peso para elas do que para as mulheres de outras faixas etárias e sociais. “Elas se preocupam, sobretudo, se haverá escola para os filhos, se o posto de saúde estará aberto e quanta comida o salário conseguirá comprar”, diz Márcia. “Para elas, guerras ideológicas não têm muito espaço na equação.” Uma melhora na situação econômica nos próximos meses pode levar esse voto para Jair Bolsonaro; se a inflação continuar e não aumentar o nível de renda e de emprego, ele vai para Lula. Assim, talvez não seja um boa aposta do atual presidente escolher a ideológica Damares Alves para vice, a fim vencer as resistências no eleitorado feminino.

Outra característica é que, ao lado dos idosos e das pessoas com menor escolaridade, essas mulheres mergulhadas na rotina costumam estar entre as últimas a definir o voto. A eleição, portanto, deve ter suspense até o final.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
    1. Mulher destemperada!! Tem chilique quando contrariada !! Já teve meu voto , agora na mais.

  1. Gostei dessa reportagem sobre o perfil dos eleitores tanto no tocante gênero e classe social quanto, principalmente, quando ocorre a definição do voto. E os demais grupos definem quando ? Podem fazer mais reportagens nesses assuntos.

  2. A classe C pretende votar no Lula para voltar a comer carne, isso é o que ouço. Estão enganadas, pois nem a classe B come carne atualmente . Pagando as contas essenciais, cujos aumentos chegam a cinquenta por cento, resta nada. enquanto isso se assiste à mais sórdida politicagem.

  3. Contra fatos não há argumentos ... dos 513 deputados apenas 77 são mulheres ou 15% ou seja mulher não vota em mulher prefere bombados ou gazelas saltitantes resolvam isto meninas ... ah para o Senado e Deputado Federal votarei em mulheres.

  4. Simone Tebet é um bom exemplo de que a política no Brasil se tornou um feudo rentável e que passa de geração em geração. Ela é apenas uma embalagem para um produto que vêm nos vendendo e nunca entregaram. O único candidato disposto a mudar verdadeiramente isso tudo, com fim do foro privilegiado, reeleição e a corrupção endêmica foi devidamente defenestrado pelo sistema e até pela imprensa. Continuamos votando por interesse ou por ignorância e depois reclamando que o país só anda pra traz. Pena

    1. Finalmente encontro quem pense como eu. Tebet é uma farsa. Ela não deseja a presidência. Nunca abandonará o conforto, poder e mordomias do Senado. Como o pai...

  5. Espero e me alegro pelo surgimento da tão esperada 3° via. É humilhante essa sentença de ter que escolher entre RUIM e o PIOR. Simone Tebet tem capacidade e oportunidade de romper essa fomentada divisão de nossa sociedade. Vamos de Simone pela passificação de nosso povo e construção de uma uma economia que o pastor não seja nisso senhor.

    1. Gostaria de saber quem não é uma FARSA nós políticos atuais. No RJ então nem se fala! Então ao menos a escolha em quem mostra qualidades de diálogo e coerência nas suas posições, tem maiores possibilidades de mudança. A questão é que o povo, com seu voto, mudar tudo enquanto não for atendido em suas condições básicas. CHEGA de votar no MENOS PIOR. Os partidos políticos estão corrompidos, sem ideologias sociais e programas de governo definidos estão de olho nos seus feudos a qualquer custo.

    2. Está mulher é uma farsa! Não quer a presidência. Nunca largará o as mordomias e poder do Senado. Foi escolhida para imobilizar Moro é qualquer outra terceira via. Está tudo negociado.

  6. É muito medíocre e preconceituoso o artigo em foco. Penso que não será a classe essa ou aquela de mulheres ou de homens fator decisivo para uma eleição pois, penso que o que deverá decidir será sempre a visão e a consciência da nossa realidade enquanto nação, conhecimento das necessidades reais do nosso povo no tocante não sòmente ao emprego e comida que são básicos, mas no contexto geral, saúde, educação, segurança e transporte quanto ao caráter de quem se candidata, se não são ladrões.

  7. Negativo !Mulheres que se interessam por política , são empreendedoras e decidem , além daquelas que são verdadeiramente a chefe da família , que mantém sozinhas suas famílias , embora situarem-se marginalizadas no substrato social , não vão arredar pé de dar um basta nesta eleições . Simone Tebet estará aí e ninguém representará melhor o clamor nacional por mudança . Enquanto colunistas continuam a ignora-la escrevendo pilhas só tendo o bolsolulismo como paradigma e única opção .

    1. Concordo. Isso de que mulherengo vota em mulher é falácia. Dilma foi escolhida por elas e Bolsonaro foi escolhido por causa da roubalheira do PT partido da Dilma. E essa perdeu seu governo pela truculência e falta absoluta de preparo. Entendo, posso estar errado como todo mundo, que CIRO ou TEBET, são os únicos que podem provocar uma mudança da Barbárie e do absolutismo da ignorância e Hipocrisia do PT.

    2. Simone Tebet tem meu voto! Irritante uma revista como a Crusoe fazer de conta que ela não existe…

    3. Simone Tebet tem meu voto há muito tempo. Ela não só representará nós, as mulheres, mas, alcançará toda a terceira via. Vem Simone, só vem

    4. Há muito sou por Simone Tebet!!! É fabulosa, inteligente , competente e honesta !!!!

  8. Meses atrás, refletindo sobre quem poderia nos tirar desta polarização que vivemos desde 2014, cheguei à conclusão de que seria Simone Tebet, que nem era candidata. Independentemente de suas qualidades, Ciro, Doria e Moro não apaziguariam o país, pela rejeição e/ou controvérsias que carregam. Precisamos de paz para tratar dos assuntos realmente importantes e não estes que têm consumido nosso tempo, energia e dinheiro. Vejo a possibilidade da senadora conquistar esta parcela do eleitorado.

  9. Que textinho mais chinfrim!! Depois de ler a matéria sobre o Datapovo, rica em fundamentos, até parece que esta aqui é só pra substituir alguma outra que não chegou a tempo de ser publicada.

  10. Meu LIVRO “O INROTULÁVEL”. Link de acesso: https://www.amazon.com.br/dp/B09HP2F1QS/ref=cm_sw_r_wa_awdo_PQSA5Z6AXXH2SX16NH87 #MOROouNULO: o ACORDÃO dos DEGENERADOS MORAIS para EVITAR o IMPEACHMENT do BOLSONARO e TIRAR LULA da CADEIA! os EXEMPLOS EXECRÁVEIS que uma SOCIEDADE tão CORRUPTA é capaz de produzir! Em 2022 SÉRGIO MORO “PRESIDENTE LAVA JATO PURO SANGUE!” Triunfaremos! Sir Claiton

  11. A mulher da classe C está mais preocupada em levar comida pra mesa, em comprar gás de cozinha e em saber se o filho vai ter aula na escola. O resto não lhes interessa. O brasileiro não tem cultura pra ficar discutindo ideologia. Ser de direita ou esquerda não lhes faz sentido. Nos grandes centros a questão do trabalho também conta pontos. Se o marido tem trabalho, então tá tudo bem. Ainda temos que evoluir muito como sociedade para fazer as melhores escolhas na hora de votar.

    1. Mas discordo que mulheres só resolvem de última hora. Só se não tiverem mesmo tempo para ver ou ler um jornal ou conversar sobre o que acontece nesse pai. Bolsonaro NUNCA mais. Nem Lula, mas com esses políticos nem conseguimos uma terceira opção, na verdade uma opção pra melhorar nosso país. Mas quem sabe ainda aparece e todos tenhamos condições de votar bem. Homens E mulheres.

  12. Alô imbatível mulherio isto parece assédio moral deixando claro que o bravo mulherio virou macaca do ladrão mor do patropi depois do ca..amento com a moça ex diretoria da Itaipu sem nunca ter ido ao Paraguai ... isto é que é amor o cabra empodera o sexo forte (é vero) sem precisar bater ponto mas a Janja bem arrumadinha merece sim é claro ... classe tem esperemos que não tenha uma cadela prá flanar no Aero-51 que será reformado para receber tão nobre dama e que mantenha a Roze bem longe claro.

  13. Faço parte do grupo de perfil descrito na matéria e estou convicta de que não votarei em Lula e em Bolsonaro. Ainda tenho esperança de tirar um dos dois do segundo turno.

    1. Queridas !! A 3ª Via já tem cara ! SIMONE TEBET !! Acessem o Instagram dela e se ainda não a conhecem , terão grande e agradável surpresa . Mulher não vota em mulher ? Isto querem colocar goela à baixo de todas nós que somos o maior contingente eleitoral . Além dela ser competente,ter experiência na política e muita , muita coragem !!!!!!

    2. Também estou na expectativa de uma 3• via! #ElesNão

  14. Mais um chute dos editores da matéria, sendo este, um tantinho mais proximo da obviedade. A inflação dos preços dos supermercados e quitandas terá um efeito decisivo nos votos femininos, tanto qto nos masculinos. Se Bolsonaro quiser vencer o pleito terá de combinar com as grandes redes de supermercados a reverter o processo de remarcação de preços nas gôndolas. Não conseguindo, o povaréu vai em peso pro lado lulista. Esse é o fato.

Mais notícias
Assine agora
TOPO