O agro que não é bolsonarista

26.05.22

Outro nome que deve ajudar a campanha petista a conquistar simpatizantes no campo é o engenheiro agrônomo Roberto Rodrigues, ministro da Agricultura no primeiro mandato de Lula e também próximo de seu vice Geraldo Alckmin. Rodrigues é influente na Associação Brasileira de Agronegócio, Abag. Representa um segmento do setor que se frustrou com a maneira como as questões do meio ambiente foram conduzidas no governo Bolsonaro — trazendo prejuízos à imagem do país que ainda esperam ser revertidos.

Divulgação conferência regional ACI AméricasDivulgação conferência regional ACI AméricasRodrigues: ex-ministro de Lula e próximo de Alckmin

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Ptista e agricultor? Não é possível. Eu sugiro escrever mais sobre boas práticas. Só escrevem e repetem os nomes dos piores.

    1. Eu sou agropecuarista e votarei em qualquer um que seja contra Bolsonaro. Prefiro Lula ao oligofrênico. Eu costumo perguntar no meio agro e ninquem sabe me responder: o que o Bozo fez pelo agro (pelo agro, não para garimpeiros e madeireiros)? Estendo minha pergunta para o grupo.

Mais notícias
Assine agora
TOPO