RuyGoiaba

A cidade perdida de Rabanada

16.06.22

Esta é mais uma daquelas ocasiões em que a coluna se faz praticamente sozinha: pensei em escrever uma coisa bem jeca do tipo “minhas férias em Noviorque” (para a sorte dos meus amigos, não cumpri a promessa de enviar diretamente de NY áudios imitando o Paulo Francis), mas eis que outro valor mais alto se alevanta. Refiro-me, é claro, ao longo fio que Mario Frias, ex-galã de Malhação e ex-secretário de Cultura do governo Bolsonaro — essa contradição em termos —, postou no Twitter sobre a “cidade perdida de Ratanabá”.

Na última terça, 14, Frias publicou fotos de um encontro em seu gabinete, em 2020, com Urandir de Oliveira, o garoto-propaganda de Ratanabá; mais sobre esse senhor no parágrafo abaixo. Muito impressionado com a história toda (“podemos estar diante da maior descoberta dos últimos tempos!”), ele explicou aos distintos leitores de seu perfil que a tal cidade, supostamente localizada na Amazônia, era a “capital do mundo há 450 milhões de anos” — ou seja, numa época em que os primeiros vertebrados estavam começando a surgir na Terra e a América do Sul como é hoje nem existia, quanto mais a Amazônia. Frias lamentou, ainda, não ter ido visitar o local onde estariam as tais “evidências” da “cidade perdida” (haja aspas!) enquanto ainda estava na Secretaria de Cultura. É uma pena que não tenha transferido o seu gabinete para a mística Rabanada.

E agora o currículo do tal Urandir, que um policial das antigas chamaria de capivara: autointitulado paranormal que conversava com o ET Bilu, ele agora é dono de uma empresa chamada Dakila Pesquisas, notória por discursos antivacina e por um “documentário” em que sustenta que a Terra não é esférica e a gravidade não existe. Ratanabá é só mais um capítulo dessa grande obra, que mereceria umas 30 estrelas no Michelin se o guia avaliasse empreendimentos 171 em vez de restaurantes. É um padrão nesse governo: em 2021, justamente na edição 171 desta Crusoé, escrevi sobre aquele escrete de picaretas que foi alegadamente vender vacina no Ministério da Saúde na mesma época em que o governo ignorava as ofertas da Pfizer. Bois pretos reconhecem uns aos outros.

E por que Mario Frias resolveu, justamente nesta semana, impulsionar uma “teoria da conspiração” amazônica dois anos depois de seu encontro com o amigão do ET Bilu? Uma hipótese razoável é que — sabendo que a história viraria piada e viralizaria nas redes — as mentes brilhantes do governo tenham tentado bagunçar o algoritmo com um assunto ligado à Amazônia que não fosse o bárbaro assassinato de Dom Phillips e Bruno Pereira, confirmado pela PF na quarta, 15. O bolsonarismo é de fato campeão em manobras diversionistas: duas semanas atrás, citei aqui a palpitante polêmica sobre a Barbie trans, já enterrada pelos acontecimentos recentes. Mas eu acredito sinceramente na exuberante burrice dos envolvidos: no próprio Twitter, o ex-secretário de Cultura já se mostrou incapaz de acertar o nome do técnico da seleção, que tem apenas quatro letras (T-i-t-e). É um time repleto de craques que chutam com as quatro.

De todo modo, eu adoraria que o exílio na cidade perdida de Rabanada fosse uma opção real. Seria a minha Pasárgada: “Em Rabanada tem tudo, é outra civilização”. Na inexistência dessa possibilidade, continuarei seguindo o conselho de William Blake e trilhando o caminho do excesso, que segundo ele leva ao palácio da sabedoria. Sempre achei “palácio da sabedoria” um modo muito poético de se referir à cadeia, à rehab ou ao consultório do endocrinologista.

*****

A GOIABICE DA SEMANA

A gente sempre desconfiou de que Jair Bolsonaro e seus seguidores fervorosos fossem seres anaeróbios. Fiquei feliz em ouvir a confirmação do próprio presidente, que, em discurso numa igreja de Orlando, afirmou que “podemos até viver sem oxigênio, jamais sem liberdade”. Topo até ficar uns 30 minutos sem liberdade se Bolsonaro concordar em passar a mesma meia hora sem oxigênio.

Alan Santos/PRAlan Santos/PRBolsonaro, que calado é um poeta, fala a seus apoiadores em Orlando, EUA

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Caríssimo Goiaba, li com atraso (em relação à publicação) sua nota sobre a notícia Frias da tal cidade pré-histórica. De fato, já que há algo de informativo aqui, poderias ter aludido a uma leitura sobre o porquê esta estória surgiu nas mídias agora. Ela de fato não foi plantada como "alternativa", mas para os amáveis inventores da lorota pudessem disseminar que Dom Phillips de fato estava na Amazônia para encontrar e roubar os tesouros da tal Rabanada.

  2. A frase antológica prova que Bozo é, na verdade, um cidadão de Rabanada, de 450M de anos, anaeróbico. Hoje, na forma de múmia com miolos oxidados, só fala asneiras.

  3. Sua Goiabice desta semana sozinha vale por uma edição inteira da revista! Uma verdadeira preciosidade. Obviamente minhas palavras não tem por objetivo menosprezar a importância e a excelência dos demais excelentes artigos, entrevista e crônicas nela publicados.

  4. Sempre na mosca, apontando a debilidade mental e a cafajestice! E o desafio anaeróbico e os comentários dos leitores garantiram a dose de riso diária.

  5. Os textos de Mário Sabino são sempre maravilhosos e refinados, mas meu estofo cultural não faz jus a tanta intelectualidade . Já Rui Goiaba, vai direto na minha “tosquice”! Kkk Genialidade divertida! Consegue traduzir toda a ignorância dessa gente, que consegue ser muito, mas muito superior a minha. Que alívio…

  6. Ja que o Curruculum Vitae nao é considerado dever- se- ia exigir dos candidatos à Presidente da Republica do Brasil uma prova de proficiência em Gestao Publica. Assim se evitaria a sequência de erros na condução dos problemas com a sucessiva imputação de culpa em terceiros . Isso tem repercussao negativa no Brasil e no Exterior.

  7. Com seu "histórico de atleta", se o Centrão recomendar, quem sabe ele topa ficar os trinta minutos sem oxigênio. Seria a maior contribuição que ele poderia dar ao País.

  8. Ou 30 minutos sem oxigênio, ou menos que isso num camburão da viatura da PRF. Nesses termos todos nós topamos a aposta, também. A Goyabice foi nota 10.

    1. isso aí, com direito a dose extra de gás lacrimogêneo...

    2. Eu concordaria contigo se a permanência deste ignaro mentecapto fosse num camburão da PRF de Sergipe.😉

  9. Maravilha. Aposto. Entrego tudo que ganhei na minha vida toda para a família do Bozo, se ele ficar 30 minutos sem oxigênio. Ou ainda, vale também se fizerem com ele o que fizeram os PRF matando o miserável com gás na viatura da polícia 🚨

  10. Por gentileza, peço autorização ao autor e a revista para copiar e compartilhar o último trecho sobre Bolsonaro ficar trinta minutos sem oxigênio. Foi genial 🤣🤣🤣🤣

    1. Com ou sem autorização do autor, da revista ou de ambos, vou printar esta pérola preciosa do Goiaba para envia-la via WhatsApp a meus amigos bolsonaristas. Há um cujo fanatismo chegou ao paroxismo de defender esta frase cretina como sendo uma comparação hiperbólica. Vá exagerar assim na PQP!

  11. Cada um acredita na estória que quiser. Tem gente que acredita em Ratanabá, e tem gente que acredita que o ex-presidiário Luís Ignácio foi julgado inocente. Estórias que, bem ou mal contadas, repetidas à exaustão, ganham adeptos que as aceitam com histórias.

  12. Esse país é um criadouro de débeis mentais, imbecis e corruptos... Pobre de nós, povo trabalhador, governados por esses escroques...

    1. O problema maior, Marco, é o tanto de gente que seguem esses que você citou.

  13. Há mais coisas em comum entre Bolsonaro e Dilma. Porém, uma delas é certa: ambos sofrem da Síndrome do Neurônio Solitário.

  14. Há mais coisas em comum entre Bolsonsro e Dilma que seria impossível citar tudo aqui. Porém, inquestionavelmente, os dois sofrem da Síndrome do Neurônio Solitário.

  15. Piada pronta, altere a acentuaçâo da dita ratanabá para ratanába que compreendemos de imediato a função da tal rataiada palaciana.

  16. Sempre solidário a você também ofereço a mesma proposta de troca de liberdade por oxigênio para o nosso presidente anaeróbio, acéfalo, aético, a….

  17. Este governo por si só é, infelizmente, inverossímel. Impressionante como tantos foram ludibriados ao votar nestes trastes.

  18. Lembram da lenda das "guerreiras amazônicas"? pronto é esta e logo "descobrem" que a tal Rabada digo Rabanatá era o paraiso gay de antanho ... véio e começando a bater fôfo nada contra eu vou é prá lá onde corria leite, santo daime, fumo (em triplo sentido) e mel ... o boto sedutor de mil gatas quem sabe arruma um belo bofe pois eu quero é rosetar kkkkkkkk.

  19. Às vezes Bozo me lembra uma certa presidenta, as vezes me lembra alguns excelentes democratas que comandam a Venezuela ou Coréia do Norte.

    1. Como alguém consegue ser pior que Dilma e o ditador da Coreia do Norte e da Venezuela, é um mistério a ser desvendado 🤣🤣🤣🤣🤣🤣 Bolsonaro ganha com larga vantagem.

  20. Não precisa de 30 minutos, basta cinco, muito embora com histórico de “atleta” do Bozo pode aer que ele aguenta mais mesmo… vamos deixar trinta minutos porque é óbito com certeza!!!!

  21. Como quisiera poder vivir sin aire Como quisiera calmar mi aflicción Como quisiera poder vivir sin agua Me encantaría robar tu corazón

  22. Demais! Adorei ler seu texto essa hora da manhã. Meu dia será mais bem humorado. Pena que não possa fazer meus amigos lerem também. Obrigada.

    1. Gente , acho todos os comentários pertinentes , mas quando criticamos Bolsonaro , fica subentendido que estamos a favor do ladrao oque não é verdade sugiro criticarmos os dois ou fazer um adentro como : sou terceira via mesmo que seja invisível

Mais notícias
Assine agora
TOPO