Reprodução

O risco de Bolsonaro ser impedido de concorrer em outubro

O pedido de anulação da candidatura do presidente é praticamente certo, mas advogados do PT e de outros partidos estão sendo desaconselhados a prosseguir naquela que pode ser uma aventura inconsequente
16.06.22

Na última terça-feira 14, durante evento em São Paulo, Jair Bolsonaro voltou a atacar o sistema eleitoral. Disse que teria vencido no 1º turno em 2018 e reagiu a uma fala de Alexandre de Moraes, novo presidente do TSE, que ameaçou cassar o mandato de quem divulgar fake news. “Por que quem duvidar do sistema eletrônico vai ter registro cassado e ser preso? Sou obrigado a confiar? Eu posso apresentar falhas? Posso dizer, como foi em 2014, que no meu entendimento técnico o Aécio ganhou? E eu, com documentação que tenho do próprio TSE, falar que ganhei no 1º turno? Não posso falar isso? Vão cassar o meu registro?.

A pergunta de Bolsonaro é mais do que retórica. Mostra o medo evidente de vir a perder no tapetão. Desde que Alexandre de Moraes incluiu o presidente da República em diferentes inquéritos que apuram, entre outras coisas, ataques ao sistema democrático e a divulgação de fake news contra o sistema eleitoral, seus auxiliares passaram a considerar o risco de que o registro de sua candidatura acabe anulado pelo Tribunal Superior Eleitoral, a partir do pedido de impugnação de alguma campanha concorrente. Esse medo aumentou há algumas semanas, depois que a Segunda Turma do Supremo resolveu confirmar, contra decisão de Nunes Marques, a cassação do mandato de Fernando Francischini, decidida pelo TSE.

Em seus votos, Gilmar Mendes e Edson Fachin enviaram recados a Bolsonaro. “A manifestação do Fachin era esperada, mas Gilmar é considerado um aliado do Planalto. Isso nos assustou”, disse a Crusoé, em caráter reservado, um integrante do núcleo da campanha. Mas o que o decano disse de tão relevante? Que o “discurso de ataque sistemático à confiabilidade das urnas não pode ser considerado como tolerável no estado democrático de direito, especialmente por um pretendente a cargo político com larga votação” e que “tal conduta ostenta gravidade ímpar, que pode comprometer o pacto social em torno das eleições”.

Não restam dúvidas de que Gilmar falava de Bolsonaro e não de Francischini, que foi condenado por alegações de fraude que fez durante uma live, em 2018, cerca de meia hora antes do fechamento das urnas. A cassação só veio ocorrer 8 meses após sua condenação numa ação de investigação judicial eleitoral (AIJE), por “abuso de poder” — precisamente, pelo uso indevido de meios de comunicação social. Até então, o TSE só considerava meio de comunicação o rádio e a TV, que são concessões públicas. A partir de agora, o enquadramento também vale para transmissões na internet ou via redes sociais – coincidentemente, para quem acredita que haja coincidências em Brasília, os canais preferidos de Bolsonaro.

De acordo com a advogada Anna Paula Mendes, professora de Direito Eleitoral do IDP, o TSE acertou ao considerar a internet um meio de comunicação. “Eu sempre defendi essa tese, que agora foi pacificada pelo tribunal. A internet não pode ser terra sem lei e a história recente, com a eleição de Donald Trump e o escândalo da Cambridge Analytica (no caso do Brexit), nos mostrou que não podemos ter mais uma visão inocente. A internet pode ter efeitos danosos, a desinformação é um grande desafio.” Ela ressalta que, ao caracterizar o abuso, o TSE focou mais na “reprovabilidade” do ato de Francischini, e “não tanto na aritmética”. Ou seja, para os ministros bastou a conduta danosa, sem a necessidade de se comprovar se a fala do deputado alterou o resultado do pleito. “O ideal é que se balanceie o critério da reprovabilidade com o impacto, porque é um problema você destituir um mandatário eleito. O desejável é que a aplicação seja extremamente excepcional.”

Foto: Carlos Moura/SCO/STFFoto: Carlos Moura/SCO/STFO ministro Gilmar Mendes, do STF: voto surpreendeu e assustou bolsonaristas
A advogada lembra ainda que, quando Francischini foi condenado em outubro de 2021, o TSE também julgou a AIJE contra a chapa Jair Bolsonaro-Hamilton Mourão por suposto disparo em massa de mensagens. Embora tenha arquivado a ação, os ministros destacaram, já naquela ocasião, que tal prática poderia ser enquadrada como “uso indevido dos meios de comunicação social”.

Esses elementos só reforçam a impressão de que as condições para um pedido de anulação do registro da candidatura de Bolsonaro estão dadas, diante dos crimes já expostos, dependendo apenas de uma condenação que decorra das investigações tocadas por Moraes. No mês passado, o ministro unificou o inquérito sobre ataques de Bolsonaro às urnas com outro que apura a atuação de uma milícia digital destinada a minar a democracia. Um dos episódios investigados é justamente a live presidencial de 29 de julho de 2021, repleta de ataques e fake news sobre as urnas eletrônicas. A transmissão foi feita via YouTube e também pela TV Brasil, o que torna a situação do presidente ainda mais grave.

Para integrantes da assessoria jurídica da campanha de Lula, a impugnação do registro da candidatura de Bolsonaro — que, no jargão jurídico, significa o pedido de anulação, não a anulação em si — é certa, embora quase ninguém acredite, hoje, que os ministros do TSE terão coragem de impedir a participação do presidente da República na eleição. “Eu defendo que a gente vá para cima, pois não podemos correr o risco de que Bolsonaro seja reeleito, mas os próprios ministros nos desaconselham a fazê-lo”, diz um dos principais advogados do Grupo Prerrogativas, que atua como um braço jurídico do próprio PT. “O Ministério Público está com Bolsonaro. O PGR serve a seus interesses políticos e eleitorais. A Polícia Federal foi capturada, assim como outros órgãos de fiscalização. Não há como viabilizar uma investigação séria contra o presidente hoje. Não temos condições de derrotá-lo nas cortes. A maioria dos ministros está interessada em não desagradar ao Planalto, para terem influência na nomeação dos próximos ministros do TSE”, completa o advogado.

Adriano Machado/CrusoéAdriano Machado/CrusoéOs generais Braga Netto e Heleno: TSE insuflou desconfiança dos militares bolsonaristas
Um ministro do TSE, que também pediu anonimato, confirmou ser improvável a anulação. “Não acho que esse pleito vá ser resolvido no VAR. Na polarização em que vivemos, não acredito que o TSE possa retirar um player do jogo com uma decisão judicial voluntarista”, diz. Questionado sobre a decisão do tribunal que, em 2018, impediu Lula de recorrer, esse ministro diz que “havia um fato objetivo”. “Ele estava condenado em 2º grau e a lei dizia que ele não podia disputar a eleição. Não havia margem de dúvida. Agora, no país polarizado como ficou, intervir para tirar qualquer um dos candidatos teria conotação antidemocrática. Portanto, não dá para tratar como questão puramente técnico-judicial. Acho que o TSE tem de intervir apenas para que o jogo seja o mais limpo possível.”

Ele está certo. Impedir Bolsonaro de concorrer é inviabilizar sua própria derrota, já traçada pelas pesquisas de opinião. Com índice de rejeição altíssimo, o presidente sabe que provavelmente será vencido nas urnas e, por isso, provoca o TSE a tomar uma medida arbitrária, legitimando-se como vítima e fortalecendo a própria narrativa golpista. Na Terceira Via, porém, há quem flerte com o tapetão, visto como único meio de romper a polarização entre Bolsonaro e Lula. Mas o resultado é imprevisível. Se tucanos e emedebistas sonham com o crescimento de Simone Tebet no vácuo de Bolsonaro, aumenta também o risco de que o segundo turno termine numa disputa entre Ciro Gomes e o próprio Lula. Seja de quem for o pedido de anulação, se ele prosperar será uma aventura inconsequente, com repercussões muito maiores do que as simplesmente eleitorais.

Há ainda a questão militar. As Forças Armadas são uma sombra que vai pairar sobre o exame, pelo TSE, da impugnação. Outro ministro da Corte eleitoral ouvido pela reportagem reconhece que, na disputa pelo controle da narrativa, o TSE acabou alimentando o discurso de desconfiança dos militares bolsonaristas, legitimados como parte do processo eleitoral. Ele pondera, porém, que uma resolução aprovada pelo tribunal em 2019, na gestão de Rosa Weber, já havia oficializado as Forças Armadas como uma das entidades fiscalizadoras das eleições, em razão do apoio de Raul Jungmann e de Sergio Etchegoyen contra os ataques às urnas eletrônicas, nas eleições de 2018. Esse ministro também defende o convite feito por Luís Roberto Barroso para que os militares integrassem a Comissão de Transparência Eleitoral, que comporta outros 11 representantes, entre integrantes da Polícia Federal, do MP, universidades, CGU, Congresso etc. O problema, diz ele, é que as Forças Armadas, no caso o então ministro da Defesa, Braga Netto, “traiu a boa-fé do TSE”. “Além de ter enviado 80 questionamentos às vésperas do recesso judicial, ainda vazou para Bolsonaro as recomendações feitas e que eram tratadas com o sigilo devido. Ele deu munição ao presidente e arrastou as Forças Armadas para o comitê de campanha.”

No geral, a maioria dos ministros do TSE e do STF compartilha da visão de que não há risco real de rompimento institucional, apesar da ameaça de um novo 7 de setembro. “Para além da retórica, eu presto atenção em outras variáveis. A sociedade civil está mobilizada e apoiaria um quebra da legalidade? Não. A imprensa apoiaria? Não. O empresariado deixaria virarmos um pária internacional? Também não. Os EUA não têm interesse nisso. Ou seja, os fatores materiais não estão do lado dos golpistas, ainda que eles existam”, comenta um ministro do Supremo. Sobre o risco de invasão dos prédios públicos nos protestos bolsonaristas convocados para o 31 de julho, ele diz que todas as providências estão sendo tomadas, numa articulação entre a divisão de segurança do STF, as polícias legislativas e a PM do Distrito Federal. “O Brasil é um avião, relativamente seguro, atravessando uma forte turbulência. Alguns membros da tripulação, se não conseguirem aterrissar onde querem, vão tentar jogar o avião no chão. Mas tenho certeza que aterrissaremos em segurança”. A guilhotina, no entanto, não será desarmada depois das eleições de outubro. O medo de Jair Bolsonaro não é apenas o de ser impugnado, mas também o de ser preso. Já aconteceu com um ex-presidente da República.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Ministro do STF aconselhando advogados do PT!!! E esta comentarista não viu nada de mais nisso?!!! "Tá brincando?" Este artigo é um lixo, escrito por elemento ativista e totalmente parcial. Crosué, tenha dó!

  2. Só sugiro uma coisa: informem-se quantos outros países usam urnas eletrônicas sem trilhas físicas. Brasil, Butão e Bangladesh. Nos EUA, uns poucos condados do Sul. Na Califórnia e NY, TODOS os condados usam urnas com trilhas físicas. Na Europa ocidental, vota-se mesmo com caneta e papel. A Suprema Corte da Alemanha declarou inconstitucional o uso de votação eletrônica que não permita uma contagem pública dos votos (i.e. como a nossa). Brasil, Butão e Bangladesh são exemplos para o mundo?

    1. Se as urnas não fossem seguras, o Bolsonaro que vive reclamando ddlas não teria sido eleito. Nem todos os integrantes do governo, inclusive seu filho com milhões de votos. Membros de todos os partidos e do tribunal eleitoral acompanham a impressão inicial dos votos da urna zerada e posteriormente no fim da eleição a impressão dos votos, que é acompanhada novamente por representantes de todos os partidos e do tribunal eleitoral. As urnas elegeram Bolsonaro por 20 anos, pare de ser gado.

  3. Um candidato sendo ameaçado de condenação pela justiça e o outro que já foi condenado e continua na disputa. Essa matéria sem pé nem cabeça é pior do que fake news ou jornal do interior que discussão entre vizinhos vira notícia de manchete das oito horas

  4. Pobre Nação 133 anos sendo (des)governada por todo tipo de gente, sempre da pior espécie. Esperar o quê? Se era ruim antes imagina agora; reboladinha, elástico da cueca aparecendo, dialeto. A barbaridade é viva e pujante. Nem é preciso ter bola de cristal para dizer: já era.

  5. Concordo com Bolsonaro. E, tem mais, antidemocráticos são aqueles que possam o direito de denunciar. Fake news é o que não faz sentido, depois de investigada a notícia, mas, nem tudo que seja verdade será comprovado, dependendo do interesse de "quem".

  6. Que cassar Bolsonaro nada, O PT deseja duelar com Bolsonaro, vi tória certa. Duas celebridades inconsequentes e desastradas concorrendo à Presidência. Brasil coberto de lama.

    1. É isso aí, voto nulo já!! quero ver a cara do vagabundo que ganhar engolir 30% de voto nulo, vai continuar governando só pro curral dele !! infelizmente é tudo que resta nessa desgraça de país !!

  7. O que um candidato pensa a respeito do sistema é um problema exclusivamente dele! Aliás, em uma democracia, todos podem exprimir suas opiniões, sem reservas. Assim, cabe ao TSE responder, mas não impedir a candidatura!!!

    1. Que sonho!!!!! Mas tenho fé que aconteça algum “incidente” de percurso durante as campanhas desses dois lá.drões.

  8. no pais da insegurança jurídica há que se ter receio de tudo sempre, afinal a justiça só funciona para os amigos da vez. Até o amor é cego, porém a sem-vergonhice é caolha!

  9. O atual presidente , já contabiliza a derrota, gostaria de conferir as verdades que ele irá falar sobre os Ministros do Supremo. As verdades sobre Dias Tofilli , Gilmar Mendes , Lewandowisk , Magda Patalogica , Alexandre de Moraes.

  10. A imprensa substituiu a palavra "crítica" por "ataque". Ou seja, qualquer crítica que vc faça, ao que quer que seja, nas notícias vira um ataque. Assim, se uma pessoa, bolsonarista principalmente, faz uma crítica ao Alexandre de Moraes, sai nos jornais que a pessoa fez um "ataque ao STF ". Se faz uma crítica ao sistema eleitoral sai na manchete que a pessoal fez um "ataque à democracia". E otá todo mundo achando isso bonito, mas não se pode esquecer q pai que dá em Chico dá em Francisco.

  11. Bozo já perdeu as eleições?: Sim. Tá na cara. Bozo tá desesperado?: Sim. Ele e a familicia. Bozo pretende dar um golpe?: Sim. Não vê outra saída. Bozo vai conseguir dar o golpe?: Não. As FFAA não vão apoia-lo. Então, o que fará Bozo?: Vai botar fogo no circo. Provocará uma "rebelião" (PM's, PRF, milicos da reserva, agitadores e outros extremistas) e então se apresentará como a solução do conflito. Com isso, e mais a sua renúncia, tentará um acordão para ser esquecido sem passar pelo chilindró.

  12. Bolsonaro está levando o Brasil pó ara o buraco em todos sentidos. O pior de tudo é muito provável trocarmos uma porcaria por outra.

  13. Somos apenas a platéia, obrigada a comprar o ingresso para um espetáculo grotesco e de baixíssimo nível . Os atores atiram ovos podres na plateia e há quem os aplauda. Difícil sair da sarjeta com o que nos oferecem como candidatos.

    1. É como se estivéssemos à mercê da máfia chinesa, da milícia política. Porisso minha sugestão é votar certo, votar no DR TUDO ZERO ZERO CONFIRMA

    2. Com essa corja de políticos nunca sairemos da sarjeta.

  14. Ouvi o capacho evangélico do stf argumentar que o ex-deputado bolsonarista mentiroso deveria ser absolvido porque a fala dele, a meia hora do fechamento das urnas, "não teve o condão de alterar o resultado das eleições" 🤣🤣🤣. Então se eu for de carro do Rio a Sampa viajando entre 150 e 200 km/h, e não "ter o condão" de causar acidentes, posso pedir que as multas coletadas no percurso sejam anuladas?

    1. Vc quer dizer, estando a 30km do destino, mete 350 por hora. Não causa acidente, se for multado, pode postular a nulidade. Isso mesmo

    2. Melhor comentário , Luiz Antônio - RJ

  15. Lula foi preso por ser corrupto e chefe de uma quadrilha que assaltou o país "como nunca antes na história". Bolsonaro é um imbecil que traiu TODAS as promessas de campanha e , pior, não conseguiu mudar aquele discurso debilóide de retorno a 64. Saudosista idiota que preferiu salvar flávio rachadinha , abortou a lava toga, acabou com a lavajato, sentou no colo do Centrão, do putófoli e do gilmar. Resolveu brigar com Carmem Miranda e com o Boquinha de Veludo.

    1. Bolsonaro não é um imbecil, executou um plano bem arquitetado, mesmo perdendo às eleições, conseguiu viabilizar os seus patrocinadores. A polêmica é a cortina de fumaça que os exploradores queriam. Agora é um cara de pau, capaz de realizar as mais bárbaras encenações, até aparentemente contra si, mas certo, sim que os imbecis, dito pessoas de bem vai continuar usando e sendo usado. E a matéria pergunta, será que os empresários permitirão que o Brasil vire um párea? Precisa responder?!😤

    2. É réu confesso. Tudo que o Moro falou pela manhã, no dia que deixou o governo, foi confessado à tarde pelo JB. Fosse um processo judicial, o Juíz diria: indefiro outras provas. Instrução encerrada. Sine Die para Sentença

    3. Correto Luiz Antônio RJ. E muito bom o texto do Cláudio.

  16. A cassação do futuro registro livraria o Bolsonaro do vexame nas urnas e reforçaria seu discurso de vítima. Acho que ele vai recrudescer os ataques, partir para o suicídio, justamente nessa expectativa, mas o TSE não cai na cilada.

    1. Elvio eu pensava que o Bozo poderia estar tramando o golpe, mas agora tenho certeza que ele é tão medroso que na última hora ele vai acabar preferindo sair de vítima idolatrado pelos seus fanáticos

    2. Não subestime o JB. Está preparando o terreno para um golpe militar. Ou vc dúvida disso ¿

  17. Seria um favor aos cidadãos brasileiros, porque proporcionaria uma leve melhora no pleito de 2022. Assim, ao menos uma das duas piores opções estaria fora da corrida presidencial. MORO PRESIDENTE ou NULO GERAL

    1. Renata, eu tenho fé que isso aconteça ainda. Não consigo imaginar o Brasil sendo comandado por Um cachaceiro ou um psicopata.

    1. Votar no PT é a mesma coisa que colocar a raposa para tomar conta do galinheiro. Votar no JB, é a mesma coisa que votar num “” filhote de ditador covardes, mentiroso, traidor do eleitorado, boicotados das boas práticas durante a pandemia “” VOTE CERTO, VOTE NO DR TUDO ZERO ZERO CONFIRMA

  18. Como já escreveu Mário Sabino há algum tempo, falta aos defensores da democracia parar de defendê-la em retórica e passar a praticá-la de fato, só assim poderemos ter alguma esperança de que as coisas melhorem no Bananão, lugar onde o tempo passa e as coisas pioram justamente pela falta de respeito para com quem de fato conta (ou deveria contar), o eleitor pagador da estrutura. Atrasos históricos e atuais não vão sumir sem muito trabalho. Ao eleitor resta (ainda) votar melhor (inclusive nulo).

  19. Nosso presidente é um anão político, e é capaz de perder as eleições para um Lulaladrão, que ele ajudou a tirar da prisão, pensando que seria uma mamata vence-lo. Deve estar muito arrependido das macaquices que fez durante seu mandato, juntamente com seus filhos e os outros incapazes do des governo. Uma lástima!

  20. Bolsonero é tão desatinado e desequilibrado que só é eficiente em gerar desgaste. Parece que esse louco está no poder há 100 anos. Infelizmente, a exaustão e asco que ele causou tornou o Lulaladrão palatável para muitos. NenhumDos2Em22.

  21. A possibilidade disso ocorrer é ZERO. Depois de tanta lambança das cortes superiores, uma ação dessa natureza era tudo que o presidente precisa para validar seu discurso.

  22. Tem que ser muito ruim pra perder uma eleição para um Lula! Pois Bolsonaro agora mostra sua verdadeira estatura, que é de 25% do eleitorado brasileiro. Na outra eleição quem o elegeu foi o PT e o Adélio! Eu fui um que votou em Bolsonaro para evitar o PT! Porém, o Presidente excluíu boa parte de seus eleitores de 2018 com seu radicalismo doentio, seu despreparo para o cargo e a opção por governar para pequenos nichos e não para todos os brasileiros. Agora esta fatura será cobrada!

  23. Se não elegermos Bolsonaro estaremos assinando a nossa própria sentença de morte. A esquerda domina o México, Venezuela, Bolívia, Peru, Argentina e agora o Chile. Continue sem se importar com a política ou brincando com voto nulo. Se vc acha que o STF governa o Brasil hoje, espere a esquerda voltar e indicar mais dois ministros. Questão de sobrevivência. Ou Jair ou já era! 2022 será um divisor de águas. Ou vamos com tudo ou perderemos o país. A escolha é sua.

    1. Tô vendo as eleições desse jeito, conforme o escriba Diego. O STF e a esquerdalha caviar continuam mandando e desmandando no Governo Bolsonaro e o povão não está querendo ver! Minha gente, esperem só para ver quando o Brasil cair nas mãos do PT novamente! Vocês vão chorar lágrimas de sangue por não terem apoiado o Presidente JMB! Vão querer pagar pra ver, né!?

    2. Como se Bolsonaro não fosse tão nefasto quanto o Lula.

    3. Bolsonaro no jogou fora sua reeleição! Quem vai eleger Lula é o próprio Bolsonaro! Assim como quem elegeu Bolsonaro em 18 foi o PT e o Adélio! Bolsonaro é tão ruim que perde para qualquer candidato no segundo turno! Governou os quatro anos para um grupo de 20/25% do eleitorado, agora não consegue ampliar seu leque! Se matou sozinho!

  24. Excelente texto Dantas! Bolsonaro ataca pois nunca teve o que dizer. Mas por traz dessa braveza tem suporte militar nisso, que acabará quando ele for derrotado nas urnas. Qualquer instituição não deve retribuir nos mesmo nível de tensão ao Bolsonaro, pois o ódio os alimenta. ele é do tipo que ninguém pára para escutar uma ideia. Ele nuca sabe de nada: Reforma da Previdência e Administrativa, Pandemia, Inflação, Desemprego, etc. Quando envolve morte, é com ele, veja o caso Dom e Bruno. CHEGA!!!

  25. Meu LIVRO “O INROTULÁVEL”. Link de acesso: https://www.amazon.com.br/dp/B09HP2F1QS/ref=cm_sw_r_wa_awdo_PQSA5Z6AXXH2SX16NH87 #MOROouNULO: o ACORDÃO dos DEGENERADOS MORAIS para EVITAR o IMPEACHMENT do BOLSONARO e TIRAR LULA da CADEIA! os EXEMPLOS EXECRÁVEIS que uma SOCIEDADE tão CORRUPTA é capaz de produzir! Em 2022 SÉRGIO MORO “PRESIDENTE LAVA JATO PURO SANGUE!” Triunfaremos! Sir Claiton

  26. É preciso e muito importante que todos os brasileiros saibam que infelizmente, em matéria de justiça, estamos cada vez mais caminhando para a descrença na imparcialidade daqueles que jamais deveriam agir ideologicamente e/ou por interesses outros que não o firme compromisso com a CF e demais leis do país pois, assim juraram perante a nação e o povo brasileiro. Até quando vamos permitir decisões bostéticas, fedorentas e irresponsáveis, maculando pra sempre a nossa democracia? A CASA VAI CAIR!

  27. Estou torcendo para que esse risco se torne realidade. O perigo está em votos que migrem para Lula. Seria um milagre, bem sei, se migrassem para a Simone Tebet, ressuscitando, assim, a 3ª via.

  28. Não há a menor chance da chapa do Bolsonaro ser impugnada, e isso é um problema por 2 principais motivos: evidencia que o TSE é uma corte apenas política, descartando a lei quando conveniente; Alexandre de Moraes e o STF abriu uma caixa de Pandora com as condenações do Silveira e Francischinni, sem legislação palpável que embasasse as decisões, criando limbos jurídicos a serem decididos no futuro consoante a conveniência ocasional. Tudo absolutamente errado

  29. Existe fedentina maior do que a descondenação de um ladrão e corrupto depois de 5 anos e de ter suas penas ratificadas e até aumentadas pelas diversas instâncias da nossa justiça, incluindo o próprio STF que o descondenou e o habilitou a ser candidato a PR e ainda sujeito a novas condenacões por crimes ainda não julgados? HAJA BOSTA NESTE BRASIL.

    1. Só no Brasil acontece de um ex-presidiário ser candidato ao maior cargo: presidência da República!

    2. Deixa de ser cínico imbecil você é enrabado pelo ladrão e como fsljnga que leva no rabo sai cantando feliz ... idiota ou esquizofrênico?

    3. Ohh inocente!!! Quem deu uma importantíssima ajuda para a suspensão da pena do Lula.drão?? O BolsoMiliciano!!! É tudo farinha do mesmo saco sujo!! Quem arrebentou com a justiça e o Ministério Público?? Bolsonaristas, vocês são cegos? Ou De.bil Men.tal? Ou estão mamando também??

  30. É surreal um país considerar natural ser candidato à Presidência um cidadão que foi condenado em três instâncias por corrupção. Isso é incentivo ao crime.

    1. E quem contribuiu para que isso acontecesse??? Vocês têm um chance para acertar!!!!! BolsoMiliciano!? Sim......

  31. Tenho 101% de certeza de que Bolsonaro JAMAIS será cassado. A candidatura vai até o fim, porque esse é o maior interesse de Lula: concorrer contra o pior candidato possível!

  32. Bando de bostais , o país não tem estrutura moral para referendar posições que enalteçam os cuidadões , esse supremo que referenda Gilmar Mendes, deve repousar no esgoto moral deste pobre país .

  33. Ainda vai ter muita bosta no ar até a data das eleições, tudo pode acontecer, inclusive nada, mas é triste estarmos a vivenciarmos tudo isso pelas decisoes de uma justiça incompetente ou mal intencionada em ter proporcionado a descondenação de um corrupto e ladrão condenado em segunda instância via contorcionismo judicial jamais visto, e pelos fatos subsequentes que a cada dia acrescentam-se outros tão duvidosos quanto, e assim vamos até a casa cair. EU AVISEI.

  34. Há tempo DENUNCIO sob ameaças de idiotas e canalhas que o país vive uma suja GUERRA REVOLUCIONÁRIA em stá gio final (onde os jornalistas de verdade deste pardieiro que nada vêem?) iniciada pelo ladrão mor aparelhando o STF hoje mero tentáculo quadrilheiro a agredir o Estado e Nação sem que poderes violados ousem reagir como devem .. só o Art 142 da CF nos salva deste país já um puteiro de virar uma triste Venzuela pobres lambendo as sobras e o lixo de elites comunofascistas .. estou mentindo?

    1. o paladar de idiotas como você meu caro ... apenas isto mas seja feliz degustando a boXta do seu ladrão.

    2. O Psicopata foi lamber as botas do Putin e o brasileiro já está comendo sobras e lixo. Qual a diferença?

  35. O golpe se avizinha, mas não será tão fácil assim, torcemos pela calmaria, para que o povo, mais uma vez, não pague o pato!

  36. O PT tem certeza que o seu ídolo, chefe de quadrilha, vai perder a eleição e aí ficam apelando para tirar Bolsonaro da disputa. Desistam quadrilheiros, LULA já era!!!! Aceitem que dói menos….

  37. Enquanto isso o PT o larápio e a esquerda estão fazendo campanha antecipada faz tempo. Mas isso pode. TSE olha pro outro lado. A inJustiça no Brasil, funciona que é uma beleza.

  38. Seria bem interessante ver um presidente se tornando ex-presidente nas mãos dos mesmos ministros, que decidiram que um ex-presidente criminoso ganhe eleições para se tornar o novo presidente! Se isso não é um golpe, já não sei qual é a definição de golpe no estado Democrático de Direito!

  39. Nao sou bolsonarista, mas gostaria que o TSE impugnasse sua candidatura, o circo certa hora terá que pegar fogo para o bem do povo brasileiro, estou cansado dessa gente pensando nos amigos ou nos seus.

  40. Ou seja, o Brasil continua o mesmo: Os políticos encontram nas instituições a blindagem necessária pra continuarem na mamata e a população financia tudo sem muito esperneio.

    1. Parlamentarismo no Brasil seria catastrófico. Gente como Lira e outros porcos de calibre semelhante seria eleito primeiro ministro e seria um festival de desvio de dinheiro público que fariam os escândalos das Emendas de Relator parecerem coisas de batedor de carteira.

    2. Gonspae. Perfeito! Basta a adoção do Sistema Parlamentarista Clássico de governo com voto distrital, para solucionar nossos problemas políticos. Eu o vejo sim, sem exagero, como a panaceia para a cura desses. É o sistema democrático por excelência, onde o mandato pertence ao próprio povo que o usa como quiser sem limitação de tempo. Admite e demite seus governantes. Namastê!

    3. Enquanto perdurar essa droga de Presidencialismo no Brasil só teremos medíocres como Chefes de Governo: Mitos do fim do mundo, chefes de quadrilha, estoquista de ventos, caçador de marajás, etc. Só o Parlamentarismo acaba com esses falsos pais da pátria. O Congresso teria responsabilidade e desapareceria o Centrão e negociatas tipo ´toma lá e vote......mensalão

  41. Somos a expressao do fracasso de um povo e de nacao. Tudo que ocorreu e ocorre so tem um unico responsavel, nos mesmos.

    1. Esse corrupto também é despreparado, golpista e mentiroso. O lugar dele continua sendo na cadeia. Ainda não pagou pelos seus crimes e já recebeu carta branca dos seus cúmplices do STF para voltar a roubar o País. Êta povinho burro esses brasileiros ….

    2. Concordo. Um povo sério não iria compactuar com a corrupção e com o despreparo seus dirigentes. Nós seremos responsabilizados pelo futuro deste país. Teremos que escolher entre um corrupto e um despreparado e golpista? Esperemos a terceira ou a quarta via, seja qual seja.

  42. O Brasil foi amaldiçoado pelos deuses. Na disputa presidencial, temos um notório ladrão/corrupto e um louco. O primeiro deveria estar na cadeia e o segundo, no HOSPÍCIO.

  43. Meu Deus, como se perde tempo e energia. Voces sonham mesmo. Sonharam com Moro, sonharam com terceira via, estão sonhando com impugnação de Bostanaro. Perdem tempo criticando PEC que anula decisão de STF que é outro desvario.

  44. No Brasil a lei não nallvale pra todo mundo, tendo recortes políticos e temporais. Fatos como a reabilitação do corrupto Lula e o apego do Bolsonaro ap cargo, pelo Foro Privilegiado principalmente, deixam futuro incerto nessas eleições. o jogo vai ser pesado. #nemlulanembolsonaro

  45. INFELIZMENTE O BRASIL JÁ FOI PRO BREJO COM ESSES DOIS CANDIDATOS.NÃO VEJO MAIS NADA A RESPEITO DE POLÍTICA SÓ A CRUSOE! A OPORTUNIDADE QUE TEVE DE MUDAR MASSACRARAM QUE FOI O MORO AGORA SÓ VEJO NETFLIX

  46. Esta Revista precisa urgentemente reunir seu Conselho Editorial em sessão extraordinária .Está se perdendo na sua "linha de montagem". Ao invés de tratar da ditadura do STF da qual inclusive já foi vítima, da candidatura de Simone Tebet/Tasso Jereissati e do envolvimento do contador de Lula com lavagem de dinheiro para o PCC, a mais grave situação de nossa história envolvendo um pré-candidato à Presidência da República , se põe a cuidar da impugnação da candidatura de Bolsonaro!? Namastê!

    1. Acho que não precisa não. Bozomerdas não largam O Antagonista

  47. O problema está nas instituições que foram emparelhadas a toda à família Bolsonaro, diante disso esse incompetente fez campanha e falou muita porcaria durante 4 anos, uma equipe péssima que está afundando este país. Agora reeleger Lula é realmente o fim da picada.. vamos ter muita dor de cabeça por mais 4 anos.

  48. Penso q Bolsonaro deveria ter sofrido impeachment quando os primeiros pedidos surgiram! Penso q o Lula não deveria poder candidatar-se (na vdd, deveria estar preso...). Mas nada foi feito, as coisas chegaram onde chegaram, onde as instituições corrompidas permitiram q se chegasse; agora é torcer pelo bom senso prevalecer (está difícil 😒) e q as urnas coloquem Lula e Bolsonaro fora da vida pública. Tirá-lo da disputa, mesmo havendo motivos, só vai fortalecê-lo. (Gostei da capa c a guilhotina!😜)

  49. Vai ser uma guerra jurídica interessante. Não vão questionar a suspeição do Presidente do TSE para julgar a candidatura de um candidato a Vice de quem foi Secretário de Estado em duas gestões? E as declarações de bens dos candidatos (requisito para o registro), se forem falsas não representam crime de falsidade ideológica eleitoral? Vai ter isso tudo lá.

    1. Ainda bem que teve mutreta, pilantra igual a presidentA!

  50. O advogado do grupo Prerrogativas considerado um braço jurídico do PT é "desaconselhado por Ministros" a impugnar a candidatura de Bolsonaro. Então, pode? Ninguém acha isso uma afronta ao Estado Democrático de Direito como fizeram com Moro? E olhe que Moro conversava com membros do Ministério Público e não com os advogados das partes.

    1. O governo tem o supremo e o ter como adversários declarados,, o confronto levará a uma ruptura democrática

    2. Todo mundo sabe q o grupo Prerrogativas é um puxadinho do STF

    3. prerrogativas e STF são irmãos siameses, ou tem algum babaca que ainda não viu este "GOPE"

Mais notícias
Assine agora
TOPO