Presidenciáveis com bens secretos

05.10.18

A eleição chegou e três dos presidenciáveis mais conhecidos não se moveram para detalhar as declarações de patrimônio que apresentaram à Justiça Eleitoral. O petista Fernando Haddad, o emedebista Henrique Meirelles e João Amoêdo, do Novo, chegaram à reta final da disputa sem informar, às claras, os seus bens. Não é possível saber, por exemplo, que aplicações financeiras, ações ou mesmo endereços de imóveis que eles têm. Os dados dos três candidatos, assim como os de centenas de outros país afora, foram lançados incompletos no sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), graças a uma brecha aberta pela própria corte. Antes, ao registrarem as candidaturas, todos eram obrigados a detalhar o patrimônio. Nesta eleição, porém, foi permitido que eles fornecessem as informações apenas genericamente. Depois de uma enxurrada de críticas, o tribunal abriu a oportunidade para que as declarações fossem reenviadas pelos políticos, desta vez com detalhes – era apenas uma sugestão que, se não fosse atendida, não acarretaria em qualquer tipo punição. Haddad, Meirelles e Amoêdo não se abalaram. Deixaram as suas exatamente como estavam antes.

Adriano Machado/CrusoéAdriano Machado/CrusoéHenrique Meirelles, que se diz “bancário” e não “banqueiro”: ele não detalhou sua fortuna

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Acho muito errado isso, nós Brasileiros que batemos cartão para ter o que comer temos que declarar ao IR tudo o que temos e o que não temos e estes bostas fazem do jeito que acharem melhor. Às vezes eu tenho vontade de me rebelar contra o sistema Brasileiro e mandar às favas todas as leis de arrecadação, pois se é para alguns terem de declarar e contribuir e, outros nada precisam fazer para justificar suas fortunas, então afinal onde está o PATRIOTISMO E A IGUALDADE DE DIREITOS E DEVERES?

  2. Por aí já se nota, como o povo Brasileiro vive seu descontentamento geral, pois raros são os órgãos que agem corretamente. Tudo é feito à revelia do povo e das próprias Leis !

Mais notícias
Assine agora
TOPO