DiogoMainardina ilha do desespero

Como reprimir e amansar um canibal

18.05.18

Como é que se convive com um canibal sem ser devorado por ele?

É a questão central de Robinson Crusoé. É também – e não se trata de um exagero – a questão central da humanidade.

Depois de vinte e cinco anos na Ilha do Desespero, sozinho, conversando apenas com seu papagaio, Robinson Crusoé encontra uma pegada humana.

Aterrorizado, ele avista numa praia alguns canibais que executam e devoram outros canibais, que pertencem a uma tribo inimiga.

Ele mata os canibais agressores e salva um daqueles que estava para ser comido, que se joga aos seus pés, agradecido.

A partir daquele momento, o canibal se torna seu companheiro na ilha deserta.

É Sexta-Feira.

Inicialmente, Robinson Crusoé teme ser morto e devorado por seu canibal. À noite, para se proteger de um ataque sorrateiro durante o sono, ele se entrincheira em sua gruta.

Aos poucos, porém, Robinson Crusoé consegue domesticar o selvagem.

Ele lhe dá umas roupas, inculcando-lhe o conceito de vergonha.

Ele lhe oferece carne de cabrito, em vez de carne humana.

Ele mostra seu poder de fogo, matando animais com sua espingarda.

Ele estabelece uma hierarquia social, na qual Sexta-Feira aceita seu papel de subordinado e se dirige a Robinson Crusoé como seu Senhor.

Ele lhe ensina a falar inglês – a língua que só ele domina.

Ele o catequiza, com leituras diárias da Bíblia.

Da mesma maneira que Robinson Crusoé doma a natureza selvagem da Ilha do Desespero, recorrendo aos rudimentos da vida civilizada, ele doma também a natureza selvagem de Sexta-Feira.

A bestialidade está sempre à espreita, e se manifesta de maneira imprevista, como a pegada de um canibal. Mas Robinson Crusoé mostra que ela pode ser reprimida e amansada. Sim, Senhor.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. O nosso grande problema e que todos os canibais do Brasil de hoje foram catequizados por uma corja de verdadeiros bandidos selecionados pelos portugueses da época, o que de pior havia. Vai ser duro domestica-los de novo.

  2. Compreendendo-o sem ser leniente com sua ignorância. Tendo insights das armadilhas neuróticas (medos), mas tb compreendendo de onde vem realmente nossa motivação humana. Cultivando a consciência e não a ignorância. Cultivando a integridade e não a divisão esquizofrênica (ex: marxista). Parece que é o que podemos fazer. Negar nossa condição animal (ex: politicamente correto), nossa ignorância, é que não ajuda nada. Aí aparece um Lula pregando auto estima na ignorância e ela explode.

  3. Caro Mainardi, mais bestial que um grupo de .........denominados Petistas, não há!!!! Acho que nem nosso Crusoé seria capaz de domesticar esses imbecis!!!! Sei não!!!rsrsrs, abraços

  4. Caro Mainardi. Te respeito desde qdo escreveu o livro "A Queda". Deus reserva pais especiais para filhos especiais. Sou leitor de O Antagonista e agora assinante da "Crusoé" e acredito que a "Crusoé" pós-moderna com certeza saberá dar ferramentas para "reprimirmos a bestialidade dos canibais e corruptos da política brasileira". #Tamojunto

  5. No filme Ghandi, a primeira imagem na tela, mostra a frase de uma escritora inglesa, cujo nome não me recordo:" a vida é feita de duas ou três histórias que se repetem e nós as vivemos como se elas jamais tivessem acontecido". Assim, Crusoé , no final da história , vai matar sexta e fazer um churrasco!

  6. Será que somos capazes de parir um Robinson Crusoé que consiga “domesticar” essa grande Ilha do Desespero em que se transformou o nosso Brasil?

  7. Logo se vê que o amigo estudou literatura de verdade. Hoje em dia, "Robinson Crusoé" seria duramente criticado por defender um ponto de vista eurocêntrico e racista, inferiorizante de outras culturas e costumes. Afinal, devorar carne humana mal-passada ao som de cantos guturais tem o mesmo valor de qualquer sinfonia de Mozart.

  8. Alinha se a muitas situações do que se passa no Brasil. Há 25 anos nossa ilha do desespero esperava por justiça. Moro encontra Youssef, uma pegada humana, e Paulo Roberto Costa, a Petrobrás, Odebrecht, ...,começa a lava jato, alguns dos canibais são presos outros domesticados... E por aí vai.

  9. Ótimo resumo analítico de um dos meus livros prediletos e inesquecíveis, apesar de tê-los lido há mais de cinquenta anos. Parabéns!

  10. Bravo! Bravíssimo! Como Crusoé temos de estar atentos a cada nova pegada política que surge na areia, para que ela não se torne o nosso canibal. Temos de persegui-la e dominá-la sob o poder da exposição pública e do império da lei dos tribunais sérios. Nunca esquecerei da pegada "Bessias"; da "precisamos estancar isso e fazer acordão nacional, inclusive o STF"; da "temos de manter isso, viu!"; da "depois a gente manda matar" Pegadas que não se tornaram nosso canibal porque estávamos atentos.

  11. Obrigada Diogo, está reflexão se aplica tanto para o cenário atual quanto para as questões pessoais. Estou digerindo o seu texto e visitando aspectos primitivos dos meus pensamento.

  12. Sergio Moro é o exemplo de Crusué em que pese domar canibais, tendo as suas costas, pronto para uma dentada, um Ministro do STF que a despeito de tudo, invejoso e astuto tenta comer sua carne a dentadas.

  13. Caso análogo se aplica ao Juiz Sergio Moro, que com trabalho e astúcia levou à prisão figurões da República fazendo aplicar a Lei e a Ordem, com resiliência e perseverança.

  14. Ao ler esta metáfora desde o primeiro número me senti e sinto me burro. Não estou gostando. Nós brasileiros que combatemos os Corruptos temos que ser Claros, Diretos na Jugular. Porque Eles se fazem de desentendidos e assim Mainard como Eu e a minha dificuldade Eles mal intencionados igninorarão suas críticas.

  15. Uma bela passagem sobre a bestialidade euro-americana que ao lado de lindas palavras e intenções salvacionistas, domestica com caças, porta-aviões e foguetes.

    1. Não sou contra caças, porta-aviões e foguetes. Mas sou contra blá-blá-blá de caudilho; extorsão para conseguir votos e arrancar a fórceps aluguel de noia e “força de trabalho” de aviões e vapores do tráfico; obter na mão-grande mais e mais dinheiro para financiar ditadores e molecagens. Mais-valia, cumpanhêro, é o cazzo.

  16. tenho preferência por textos mais diretos. Acho que este estilo de parábola pode aguardar para quando a censura se tornar mais pesada. E vai. Não vejo, no futuro próximo, um parlamento melhor que o atual ou um presidente mais comprometido com o povo do que os qua já tivemos.

  17. Só!! Já estamos na terceira revista é a contribuição do Diogo deixa a desejar. Não parece nada com os artigos venenosos que escrevia pra Veja.

    1. Diogo só pode ser verdadeiro sendo Diogo Mainardi. É cronista, não político. Este, sim, muda de opinião de acordo com a ocasião. Mainardi não é candidato a qualquer cargo eletivo.

    2. Mainardi,de satírico e caustico,perdeu a " embocadura "

  18. Sugiro a Crusoé investigar a farra do FIES , a Policia Federal esta muita atrasada nas investigações que fizeram as faculdades privadas se tornarem fabricas de dinheiro.

    1. Outra coisa a ser seriamente investigada é a FARRA DOS MESTRADOS E DOUTORADOS NO EXTERIOR dos chamados professores de universidades PÚBLICAS COM O NOSSO DINHEIRO. Doutrinador de mortadela PASSEANDO com mulher, filho e papagaio por 4, 5 anos, sem que isto se converta em nenhuma vantagem para o país e para a sociedade brasileira. Basta ver a várzea em que se tornou o ensino nessas universidades de coisa nenhuma, antro de gente preguiçosa, vaidosa e picareta.

  19. Então...?! . Eu sou uma besta. . E tenho que MATAR algumas bestas e EDUCAR outras, ainda que eu mesmo seja uma. . E sempre surgirão outras bestas, inclusive dentro de mim mesmo. . Estou na Ilha do Desespero e não posso desesperar. . Aliás, o desespero é um dos muitos sinais das bestas, as quais eu, nesta, preciso constantemente reprimir e avançar. . Diogo, a cada 5 colunas, vc poderia desenhar?

  20. CRUSO E FOI UM ESTRATEGISTA, COM PLANOS PREVENTIVOS, CRIOU SUA AUTO DEFESA. SEXTA FEIRA FOI O SEU TROFEU. SAINDO DA METAFORA, TODO SER HUMANO, EM TODAS AS EPOCAS, E O UNICO ANIMAL QUE MATA SEM SER PARA SE ALIMENTAR, MATA POR AMBICAO, POR INVEJA. O CANIBALISMOS E UM ACIDENTE DE PERCURSO, NAO SE MATERIALIZOU, PORQUE O DESEJO DO SER HUMANO E PELA RIQUESA DO PROXIMO. CRUSO E CATEQUISOU SEXTA FEIRA, EDUCANDO OS BONS COSTUMES.

  21. Estimado Diogo, sem sua estóica resistência e sua constância perspicaz, não teria sido possível a queda da tartaruga no poste, nem muito menos a prisão do molusco facínora. Sou eternamente grato e assinarei tudo o que você publicar. Mesmo textos primários têm sempre valor, se aplicados à situações inauditas. Aplaudo de pé a você e sua intrépida trupe, com destaque ao Dantas, incansável caçador de jabaculês tupiniquins.

    1. Concordo em gênero, número e grau com você. Todos os avanços que conquistamos tem o dedinho desses grandes barsileiros. O Antagonista foi um divisor de águas nessa nossa doente mainstream.

  22. Diogo, Lula foi sua anta talvez,uma década. Valeu! .Com ou sem simulacro e distopias, em apenas 3 semanas ( das 28 ), recebi uma propaganda da revista Época dizendo assim: AGORA....toda SEXTA FEIRA nas bancas. A Crusoé já ta botando pra fuder!

  23. Não sei se entendi bem a alegoria do nosso articulista, mas a única forma de domesticarmos nossos "canibais sociais" será através da CADEIA. Não há outra.

  24. Achei tudo muito confuso. O sexta-feira é um escravo. Essas coisas de bons modos, pudor, vergonha e Biblia etc... tem seu lado bom no sentido de freio social. No mais, sempre reprovo a escravidão de um homem pelo outro, há uma certa confusão no educar- escravizar , o limite é frágil. Em termos de Brasil precisaremos ser redescobertos. Mais de 500 anos e estamos no mesmo lugar, saqueando, escravizando, doutrinando com Bíblia , explorando uns aos outros etc... que horror

    1. Não entendi o "educar e escravizar" cujos limites sejam frágeis. Educar e respeitar a hierarquia, nada tem a ver com escravizar. E bons modos, pudor, vergonha etc "tem seu lado bom"?Também não entendi. Qual sociedade consegue coabitar sem freios e limites?Se cada um resolver fazer o que pensa e quer, onde estaríamos hoje? Quanto a Bíblia, não reconhecer os avanços ocidentais (inclusive o uso que a senhora faz da web) graças ao sistema de valores judaico-cristão, é não compreender a luta atual

  25. Ai Mainardi, sou sua fã há muito tempo e adorava ler suas colunas. Mas agora ando esperando você voltar da selva e recomeçar a comentar claramente sobre política. Porque meu tempo de ficar caraminholando pra decifrar enigmas já deu.

    1. Oi Sandra respeito sua opinião. Porém, entendo o Diogo e acho que o tempo sempre muda algo em todos nós! E é assim que o vejo nessa nova fase. Meus atuais 52 anos estão aptos a continuar nessa caminhada e se adaptando aos novos tempos. Espero que tb continue o acompanhando. Abs.

  26. Diogo, apesar da metáfora, que sabemos que irá continuar (até quando?), seu texto dessa semana foi muito superior ao da semana passada. Estava me preparando para o pior, mas você me surpreendeu. Então, parabéns!

  27. Atrair o pássaro com o apito ou o peixe com a isca do anzol é mais difícil que atrair o povo para a Servidão, pois basta passar-lhes junto à boca um engodo insignificante."QUEM MAIS DO QUE OS TIRANOS TEM CONSEGUIDO PARA SUA SEGURANÇA, HABITUAR O POVO NÃO SÓ À OBEDIÊNCIA E À SERVIDÃO, MAS ATÉ À DEVOÇÃO". Etienne.

  28. Comparado à nossa realidade a situação do Robinson foi bem mais fácil. Nosso estrago social é tão grande que não enxergo solução para os próximos 30 anos.

  29. Nós brasileiros estamos na ilha do desespero. Como conviver com a corrupção, altos impostos juros altíssimos e não ser devorado??

    1. Somos devorados sim, Mathilda, diariamente, por uma corrupção generalizada que vai do fiscal de cemitério a altíssimos funcionários públicos e, também, a praga de Estatais cheias de corruptos. Juros altíssimos é o Spread.

  30. Robinson Crusoé é Pimenta Bueno; Sexta-Feira são os índios Nambiquaras. A catequização de Robinson Crusoé ao seu canibal é a aula de literatura "contrabrasilesca" dada por Pimenta Bueno aos Nambiquaras. Seu livro "Contra o Brasil", Diogo, fez o papel de reprimir e amansar a nossa bestialidade.

    1. Diogo , mais uma vez você foi sensacional Metáforas perfeitas

  31. Certamente o PT e todas as outras organizações criminosas, alojadas no poder, já sabiam disso. São todos Crusoé. Coitados dos Sextas-feiras.

  32. Faz-se necessário reprimir, eliminar ou, ao menos amansar, os canibais da política brasileira. Há que se acabar com as capitanias hereditárias.

  33. no momento, é a besta que está "encavernada".Ainda não conseguiu ser "catequizada" e ainda morde. Mas,a lei do progresso ninguém pára. terá que se adaptar.

  34. As vezes a criatura se volta contra o criador. E na mente permanece com a indagação, será possível? Uma traição! Ou a obediência cega e eterna! Sempre paira uma dúvida no ar.

  35. Certo, tudo bem. Mas vamos voltar às reuniões de pauta? O Cláudio Dantas está antagonizando sozinho e você aí, filosofando. Dormir menos e trabalhar mais se torna necessário quando se atinge uma certa idade, naturalmente.

    1. E você disse que iria se disciplinar, quando o Cláudio falou que estávamos reclamando.

  36. Sempre te acompanhei desde Veja. Quando recebia a revista, ia direto à sua página. Gosto da sua destreza, perspicácia e humor inteligente.

  37. Sempre te acompanhei desde Veja. Quando recebia a revista, ia direto à sua página. Gosto da sua destreza, perspicácia e humor inteligente.

  38. No momento nosso Moro Crusoé , após mostrar seu poder de fogo - a Lei, está reprimindo as bestas soltas e convertendo aquelas que tem algo a dizer.

    1. PAULO Estupidificado como milhões de outros ... estupidificados. Um dos muitos efeitos diretos e nocivos de ouvir CertaNojos Universitários e Anitta Cabritta.

    2. Diogo vc escreve muito bem mas o marco e a Nanci a continuar tolos assim terão suas hemorróidas agravadas nas festas juninas...

    3. paulo voce não tem tico só tem o teco, só pensa em um dígito, acho que vc acredita na inocência do luladrão...

    4. paulo, fique tranquilo, vc não está inscrito nem no código das amebas...seu alcance cerebral é indigitável, rs.

    5. Mula e tolo é vc março,o cara faz um paralelo e coloca a Crusoé como resolução do que há de negativo é vc aplaude...

    6. O Paulo além de ignorar uma ironia, é incapaz de reconhecer na breve história contada muitas semelhanças com o que ocorre no Brasil atualmente. Deve ser a dita bestialidade sempre à espreita.

    1. O cara esculacha se coloca como solução tira onda com todos e um bando de mico bate palmas...

  39. Excelente Diogo. Muito bom mesmo. Se me permitir: 1. A civilização evoluiu inibindo o canibalismo, proibindo o incesto e enterrando os mortos. 2. Um médico pesquisador nas florestas da Guiné é atraído pelo cheiro de carne assada, - “exatamente como a da cozinha lá de casa” - e se vê diante de ritual canibalistico de carne humana. O mais difícil, refletiu o médico, foi admitir que o cheiro de carne humana foi capaz de ativar suas glândulas salivares. Está em Rawelstein de Saul Below.

  40. Com o canibal Lula (ele de fato descente de uma tribo de canibais do nordeste chamada de Caetés; gerações pertinhas) Diogo Crusoé usou foi uma espingarda de caçar anta.

  41. As ruas das nossas cidades estão cheias de pegadas de canibais. O nosso Robinson vai precisar de um estoque extra de cartuchos, para livrar da morte nossos sextas feiras.

  42. A bestialidade está..." E vai permanecer na política brasileira. O Ciro Bocão, por exemplo, já está falando em aumentar impostos. O Congresso vai se renovar coisa nenhuma; no meu estado os mesmos estão na fita dos favoritos. Cinquenta anos de crises nos aguarda; diferente da crise sistêmica iniciada com o primeiro Choque do Petróleo em 1973/74 e minorada por FHC, o baixo número de filhos por família fará a diferença na sua agudeza. ​Pasmaceira. Não piorando já é ganho.

  43. Sim senhor, a bestialidade pode sim ser reprimida e amassada. Porém, antes disso, precisamos amassar o inodoro e incipdo, discurso politicamente correto de quem prefere ser repetitivo do que racional.

  44. Olá tropa de elite Crusoé! Estou admirada com a qualidade da revista Crusoé, seu alto nivel de informação e sobretudo transparência. Parabéns a todos!

  45. Putz esse Crusoé é sabido demais e esse Mainardi é o cão chupando manga, trazendo a baila este perdido que há muito não me vinha a mente.

  46. A bestialidade enquanto corrupção não será domada apenas com um sistema de subordinação via catequização das ganâncias ao bem comum. O que a corrupção tem que as bestas não é a sistematização do seu "jeito de ser" na vida em sociedade. Assim, a corrupção apenas seria domada se MP, Moro e demais se voltassem para a implantação de um SISTEMA de controle interno que previna gastos inúteis e sem o devido racional econômico/social que justificasse os valores dos gastos.

  47. MANTER OS CANIBAIS VERMELHOS, OS CANIBAIS: ROMERO, RIBAMAR; O DE ALAGOAS; BARALHOS; CORONÉ DO CEARÁ; O SANTO DE PINDAMONHANGABA; DONA MARIA LOKA DO PARANÁ; O BALADEIRO DE MINAS(QUE DO PÓ VEIO E NO PÓ SE DELICIOU...); O GRANDE MESTRE DILAPIDADOR DO RJ(QUE LANÇOU A DANÇA DOS GUARDANAPOS).... MANTÊ-LOS COMO CANIBAIS OBEDIENTES AO IMPÉRIO DA LEI!!!!

  48. É tanta a alegria de ter, além do O Antagonista, agora Crusoé trazendo de volta da coluna do Diogo, que sonhei com ele... mesmo sendo um sonho, pude conversar com Diogo Mainardi. Oh Glória! Obrigada Diogão por não desistires dos valores que passas aos habitantes da Ilha do Desespero.

  49. O bicho-homem sempre fazendo o que não sabe, pagando um preço que não pode por algo que não lhe é de direito .... ainda que ele acredite no contrário!

  50. Haja persistência! Mas precisamos voltar aos rudimentos de uma vida civilizada, domando, reprimindo e amansando a selvageria que grassa por esses eternos "canibais"... rs

    1. ESPANTADA COM TANTA COBRANÇA EM CIMA DO MAINARDI...ME PARECE UM BANDO DE EMPREGADOS RECALCADOS BRINCANDO DE PATRÃO. O CARA É LIVRE E LÊ E ASSINA ESTA EDIÇÃO QUEM QUER. O MAINARDI NÃO ESTÁ AQUI PARA AGRADAR VAIDADES PESSOAIS OU DIZER O QUE QUEREM OUVIR...

Mais notícias
Assine agora
TOPO