Rolando no camburão

01.06.18

O senador cassado Luiz Estevão está em pé de guerra com o chefe da divisão responsável por escoltar os presos da penitenciária da Papuda. Reclama que, toda vez que precisa ser levado do presídio para participar de audiências na Justiça, os agentes o algemam com as mãos para trás e o transportam na parte traseira das viaturas — o que faz com que ele role no camburão durante o trajeto. A Papuda fica a pouco mais de 20 quilômetros da região central de Brasília, onde se concentram as varas em que correm os (muitos) processos do ex-senador. Ele ainda se queixa de que, na maioria das vezes em que precisa ser transportado, o chefe da divisão de escolta faz questão de ir junto. Como isso não ocorre com os demais presos, acha que é perseguição. Na Papuda, Estevão ocupa a mesma ala de outros presos famosos, como o ex-ministro Geddel Vieira Lima.

O senador cassado Luiz Estevão: revolta contra as algemas (Reprodução/TV Globo)

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. ué, tá achando ruim porque? Ou será que o notório larápio pensa que é diferente dos outros presos. Vai atrás e vai rolando!

    1. Vamos lá Gilmar, vamos trabalhar, assim não dá, solta logo este tambem.

  2. Leva ele em cima de uma caçamba de caminhão sem direito a nada para segurar. Com certeza depois vai achar o camburão um 5 estrelas,

  3. Na juventude li o livro: Como fazer amigos e influenciar pessoas. Hoje a melhor maneira de fazer amigos poderosos é nas prisões. Teremos a versão 5G de maus feitos.

  4. Era só não roubar que provavelmente voce estaria andando no banco de traz de sua mercedes sendo conduzida pelo seu motorista particular.

  5. Que se providencie um camburão acolchoado para o transporte do nobre senador, ah e que o algemem com as mãos à frente. Gentinha perversa essa, não é senador?

  6. Voto em Bolsonaro. Sem Bolsonaro votaremos no General Ozório. Queremos o Capitão no Planalto e os Generais em todos os Ministérios no Brasil. Fim dos Corruptos.!

  7. Ele pensa que por ser Luiz seria tratado como o outro. Se deu mal. Chora nenê que o povo do DF tem agora a sua vez de sorrir.

  8. Acredito que nos próximos anos os presídios terão uma grande melhoria, agora que esses políticos corruptos/psicopatas estão percebendo que podem passar um bom tempo lá. Ainda estão faltando muitos. Não canso de agradecer ao Juiz Moro e alguns outros que o acompanham na extirpação desse tumor da nossa sociedade!!!

  9. Se tivesse se comportado bem como a grande maioria dos brasileiros não estaria passando essa vergonha junto aos amigos, familiares e ex eleitores. Deve aproveitar o momento ocioso para refletir na ganancia e esperteza (sic!!) praticada a exaustão. Poderia ser diferente, é como sempre digo aos meus alunos: "Na vida, tudo é uma questão de escolha, se vc se comporta mal eu o ponho pra fora de sala, se vc estudar muito e tiver bom comportamento pode conquistar, no futuro, uma boa vida.

  10. Fico com pena..... Sugiro que ele vá do lado de fora do carro acorrentado pelo pescoço a parte traseira do veiculo. Uns tres metros de corrente . Batedores a frente, sirenes ligadas.... Corre senador, corre,

  11. Essa gente se crê menos bandido , que os demais bandidos. Todo delinquente é transportado exatamente assim, em todo o País. Querem ser "Delinquentes de Luxo".

Mais notícias
Assine agora
TOPO