CrusoéO operador do mensalão após conceder entrevista a Crusoé em junho: medo de morrer

“O Lula tinha que ter
sido exposto lá atrás”

O operador do mensalão, o maior esquema de corrupção do país até a descoberta do petrolão, se diz arrependido por ter poupado o ex-presidente por tanto tempo. Marcos Valério diz ter certeza de que, se tivesse contado no auge do escândalo tudo o que sabia, teria sido morto
22.06.18

Marcos Valério Fernandes de Souza, o operador do mensalão, conheceu a cadeia pela primeira vez em 2008. O escândalo de compra de votos que atingiu em cheio o governo Lula tinha estourado havia três anos. Mas sua primeira prisão se deu por outra razão: ele foi fisgado pela Polícia Federal durante uma investigação que mirava a Cervejaria Petrópolis, envolvida em fraudes fiscais. Valério aparecia como “consultor” da empresa, descoberta mais recentemente como fonte de um dos vários propinodutos que abasteciam o PT e seus parceiros de negócios. Veio o julgamento do mensalão. De todos os acusados, José Dirceu à frente, Marcos Valério foi o que levou a maior pena: quase 40 anos de prisão. Teve início, então, sua segunda temporada no cárcere. Já cumprindo a sentença do Supremo Tribunal Federal, ele passou pela Papuda, em Brasília, e depois pelo Presídio Nelson Hungria, na região metropolitana de Belo Horizonte. Desde julho do ano passado, está numa cadeia “mais tranquila”. A APAC de Sete Lagoas, a 70 quilômetros da capital mineira, é destinada a detentos com bom comportamento. Mais humanizada, sem os horrores das grandes penitenciárias. Na última terça-feira, Crusoé foi até lá para entrevistá-lo. Marcos Valério parece à vontade. De tênis de corrida, calça jeans e com a camisa azul de detento por debaixo do casaco aberto, deixando à mostra o crachá que identifica todos os presos dali, o ex-publicitário de 57 anos recebe o repórter na biblioteca, a pouco mais de 20 metros de sua cela, onde dorme em um beliche de concreto.

Depois de assinar um acordo de delação premiada com a Polícia Federal, o operador do mensalão aguardava ansiosamente a decisão que o Supremo tomaria no dia seguinte. Os ministros acabariam por concluir que, a exemplo de promotores e procuradores, delegados também podem firmar acordos de colaboração. Na semana anterior, Valério havia contabilizado uma nova condenação: mais 16 anos em regime fechado por participar do chamado mensalão tucano, quando, bem antes de servir aos petistas, ele operou para o PSDB de Minas. Com tão longas penas, a validação do acordo que conseguiu firmar com a PF depois de várias negativas do Ministério Público é a esperança que lhe resta para ganhar a liberdade mais cedo. Marcos Valério evita descer aos detalhes do que vai revelar na delação, cuja homologação depende do ministro Celso de Mello, mas avança sobre temas que por muito tempo considerou proibidos. Admite, por exemplo, que protegeu o ex-presidente Lula no mensalão – e se diz “amargamente” arrependido disso. Ele tem certeza de que, se tivesse aberto a boca no auge do escândalo, teria sido assassinado. E, com o cuidado de não esmiuçar temas que integram o acordo, deixa escapar que recebeu dinheiro em troca do silêncio que manteve por anos. Fala, ainda, de sua participação na triangulação financeira orquestrada pelo PT para calar um empresário que ameaçava envolver Lula e José Dirceu no assassinato do ex-prefeito Celso Daniel. A transação, cuja execução ficou a cargo de José Carlos Bumlai, amigo do peito de Lula, foi quitada com dinheiro desviado da Petrobras. Era uma ponta solta do petrolão — e mais um dos tantos pontos de contato com o mensalão, seu antecessor no rol dos maiores esquemas de corrupção da história do país. Eis a entrevista.

Como está a vida na prisão?
Aqui na Apac, tenho uma vida mais tranquila. Mas é muito ruim porque minha liberdade está totalmente cerceada.

Como é a sua rotina?
O café da manhã é às 6h30. Depois tem as orações e, em seguida, vou estudar. Começo cedo meus estudos. Faço um curso para ter remissão de pena. É até um curso que o José Dirceu e outros fizeram. Hoje eu faço o de auxiliar de atendimento ao público, mas já fiz vários. Depois do curso, vem o almoço. Geralmente tem arroz, feijão, verduras e algum tipo de carne. Em seguida vou trabalhar. Eu faço quadros, que doo para a Apac, e alguns são vendidos em pontos turísticos daqui de Sete Lagoas. Às 16 horas tem um lanche. Temos uma cantina, e quem quiser se serve dela. Ou, como recebemos visitas aos domingos, comemos o que nos trazem. Depois volto para o trabalho. Às 18h30 tem as orações novamente, o jantar e, depois, ficamos liberados para ver televisão até as 22 horas. Eu uso meu tempo para ler muito. E faço os meus resumos, para diminuir a pena. A juíza aqui, por uma questão inexplicável, não homologou até agora (o desconto na pena que os resumos deveriam dar). Mas, estou recorrendo ao Tribunal de Justiça de Minas.

Você ganhou muito dinheiro e experimentou as melhores coisas da vida. Consegue conviver bem com essas mudanças que a cadeia impõe?
Depois de cinco anos de cadeia você é outro homem. Aquele Marcos Valério que você conheceu lá atrás não existe mais. Você deve ter me conhecido no passado, e hoje está me vendo. O sistema (prisional) é brutal. Eu fiquei numa penitenciária de segurança máxima por muito tempo. Vi coisas que não tem na Papuda, com suas celas especiais. Sou outro homem. Eu aprendi com a brutalidade do sistema.

O que viu de mais brutal?
Prefiro não comentar. Eu vi de tudo. Tem um inquérito sobre isto aqui (ele mostra o punho, com marcas de deslocamento do osso). Eu escrevi três vezes para o ministro Luís Roberto Barroso. Tem um inquérito sobre isso. Pergunte se esse inquérito andou. Não andou nada, nada. Estou te dando um pequeno exemplo. Meu pulso foi quebrado, e isso está devidamente comprovado. Te apresento testemunhas.

E por que fizeram isso?
Isso é uma história muito complicada. Não vou poder entrar nela com você porque esse assunto está na minha delação.

Era uma forma de intimidá-lo?
Sim. Eu fui intimidado desde que pus os pés lá dentro. Eu vi de tudo, e não me peça para te contar.

Por que não pode contar?
Porque é um negócio muito complicado. Quem está de fora não sabe como é quando se fecha a porta de uma cadeia.

Ainda teme sofrer represálias?
Eu não sei o dia de amanhã. Hoje estou em um local em que todos os presos deviam estar. A minha filha é testemunha. Eu troquei todos os dentes da boca e só agora estou acabando de tratar. Hoje, inclusive, estive no dentista. Arranquei todos os dentes que estavam aqui por cima e tive que fazer implante. Meus dentes foram se perdendo, se contaminando na cadeia. E eu perdi todos (ele abre a boca, arregaça os lábios com os dedos e mostra os dentes, alguns em processo de recuperação). O sistema não te leva ao médico e só tem dentista lá para arrancar dente. Não existe dentista para tratar de dente. (São 18 horas. Ao fundo, é possível ouvir os presos, em um salão ao lado, rezando o Pai Nosso).

O que o mensalão ensinou para Marcos Valério?
Tenho o maior arrependimento do mundo. Paguei um preço caríssimo. Peguei a pena mais alta. E por que eu paguei o pato? Porque tinha que salvar os políticos e, salvando os políticos, eles ficariam com penas menores, mais baixas. Foi o que aconteceu. Ora, eu não tinha o controle do governo. Eu não tinha o mando do Banco do Brasil, não tinha o mando da Câmara Federal, do Ministério dos Esportes, da Eletronorte, que era onde eu tinha minhas contas (refere-se às contas de suas agências de publicidade). Naquele momento era muito mais fácil escolher uma pessoa para dar uma satisfação à população e tive de ser crucificado.

O que mudou?
O setor de propaganda era complicado. Resolveram que eu tinha que ser o bode expiatório, que eu tinha que ter tudo no meu colo. Hoje as coisas são mais claras. Sabe-se que o empresário fez isso, mas o político pediu aquilo. Não estou falando que as pessoas não tenham que pagar o preço. Eu estou pagando meu preço e espero que isso sirva de lição para muita gente, porque o Brasil tem que mudar. Todos têm que pagar, qualquer que seja a posição, qualquer que seja o tamanho do dinheiro que têm. Mas isso tem que ser dentro de uma realidade compatível com a lei. Aquilo que eu vivi, aquilo que eu presenciei, e aquilo que depois eu continuei vivendo, eu levei à Polícia Federal no acordo de delação que, agora, espero que seja homologado. Levei para eles o que eu tinha na mão. E usei isso para reduzir as outras penas porque, do contrário, é prisão perpétua.

Você tinha a opção de dizer não aos políticos que lhe pediam dinheiro em troca de facilidades no governo.
Temos que ver como era Brasília. Para ganhar contas tinha que dar contrapartidas políticas, e essas contrapartidas políticas não eram simplesmente tapinhas nas costas. Os políticos cobravam a conta, e a conta que eles cobravam era dinheiro. É a mesma coisa que os empresários da Lava Jato falaram recentemente.

A cama número 3, usada por Valério, é a de baixo. O ex-publicitário tem um ventilador (Rodrigo Rangel/Crusoé)
Não dava para simplesmente dizer não?
Acho que a minha empresa não teria funcionado por um dia, nem no estado de Minas Gerais nem em Brasília. Mas me arrependo de ter dito sim.

Isso não lhe tirava o sono? Ou estava tão encantado com os políticos que nem sequer media as consequências possíveis?
O jogo era esse. Ou acertava ou acertava. Ou acertava a licitação antes, ou nem participava. Esse era o jogo e, para falar a verdade, ninguém parava para pensar.

Por que poupou alguns políticos?
Sim, “n” políticos não foram acusados. Vários não entraram na denúncia. Culpa minha? Talvez sim. Mas também foi por culpa daquela época.

Foi também por medo que você não contou tudo no auge do escândalo?
Na época em que estourou o mensalão, o governo Lula era muito forte. Você fica num turbilhão de coisas acontecendo, você fica perdido, não sabe o caminho a seguir. E, muitas vezes, segue o caminho que não é correto. Eu até me ofereci para fazer uma delação, mas naquela época não tinha uma lei específica, não tinha os benefícios que tem hoje. E muita coisa aconteceu depois do processo.

Se arrepende de não ter falado lá atrás?
Falar para quê? Para ter um monte de gente no pé, no meu caminho? Pessoas poderosas que iriam atrasar mais a minha vida do que estão atrasando?

Você acredita que poderia ter interrompido a carreira de Lula antes de a Lava Jato alcançá-lo?
Com certeza.

E por que optou por não fazer isso?
Porque logo após o mensalão ele se elegeu muito bem, lembra? Era muito complicado. Gostaria de não dizer a razão disso porque a resposta está na minha delação.

Você tem consciência de que preservou Lula? E se amargura por isso?
Eu não vou falar disso porque teria que dizer os motivos, e não posso agora. O Lula tinha que ter sido exposto lá atrás. E outros personagens do governo também. Eu tinha como expor tudo, mas expor por expor, sem a devida proteção depois? Hoje, com a delação, é possível ter a proteção. Você apresenta as provas, dá o caminho para a investigação e, se for eficiente, se torna merecedor (dos benefícios). Naquela época, se falasse por falar, acho que não teria sobrevivido.

No sentido literal? Acha que teria morrido?
Sim. No sentido literal. Literal.

Você acha que o matariam?
Com certeza absoluta.

As ameaças vieram a que altura?
Não quero falar desse assunto porque está na delação (ele se exaspera com a pergunta). Não vou tocar nesse assunto. Preste atenção: eu tenho dois filhos, era casado com minha primeira mulher e tinha que preservar a minha família. E preservar a minha família, sustentar a minha família, foi o que eu fiz. E não sustentei só a minha família. Sustentei a família de muita gente de que não vou citar o nome, porque não vem ao caso.

Como assim? Depois do mensalão?
Sim. Óbvio. Isso tudo é reflexo de não ter falado, de não ter exposto as pessoas e a grande encrenca em que eu estava metido.

O futebol no pátio central da cadeia: Valério joga às vezes, mas não é conhecido entre os presos por seu talento com a bola (Rodrigo Rangel/Crusoé)
Quando você me fala que precisava se sustentar e sustentar outras pessoas no período pós-mensalão, está dizendo que pagaram por seu silêncio?
Não vou falar sobre esse assunto. Já avancei até demais. Desista que você não vai puxar a minha língua nesse assunto (de novo, ele se irrita). Não posso ultrapassar os limites da minha delação.

Será possível conhecer esses segredos em detalhes?
Eu não considero segredo. Segredos seriam guardados entre duas pessoas, e esses fatos são de conhecimento de várias pessoas. Talvez não sejam de conhecimento da imprensa. Até porque, lá atrás, era muito mais fácil vender uma outra imagem minha. Era muito mais fácil bater em mim, me descaracterizar e, ao mesmo tempo, me apagar nos bastidores, vender que eu era chantagista, que eu era jogador. Tinha mil pessoas que alimentavam a imprensa com isso. E por trás diziam para mim: “Não, Marcos, a gente tem que preservar o governo”. E eu não podia falar a verdade, porque essa não é uma guerra que você faz pelos jornais.

E o que mudou?
Ainda bem que apareceu na minha vida uma pessoa chamada Sergio Moro. Todo dia acendo uma vela para ele, por ter me levado a Curitiba. Porque em 2012, quando fui ao MP entregar um monte de documentos, a (corrupção na) Petrobras já poderia ter sido apurada. Lá atrás. Deixei um monte de documentos e falei: “OIha, fulano sabia”. Prestei um depoimento. Disse: “Olha, o Lula sabia de tudo”. Gozado. Hoje a OAS, a Odebrecht dizem o quê? Que o Lula sabia de tudo.

E por que o Ministério Público teria deixado de considerar o que você falou àquela altura?
O MP tem que ser contra a minha delação mesmo. Por quê? Porque do que eu deixei, para falar a verdade, nada foi apurado. Graças a Deus que apareceu o Sergio Moro e disse que em 2012 eu falei a verdade. Eu cantei as histórias todas.

Você se refere àquela transação de que participou, na qual, por intermédio de José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Lula, dinheiro desviado da Petrobras foi usado para pagar uma chantagem?
Sim. Eu falei: “Pagaram esse empréstimo com a Petrobras”. Era muito fácil pegar essas ponta e entrar na Petrobras. Eu já estava sinalizando todo mundo envolvido. Quando o senhor Silvio Pereira (ex-dirigente do PT) falou que existiam “n” Marcos Valérios, não prestaram atenção. E tem muitos outros, que ainda vão aparecer.

Está dizendo que, se os procuradores tivessem levado em conta o que você sabia, o petrolão poderia ter sido descoberto antes?
Com certeza absoluta. Até porque todos os personagens da diretoria da Petrobras que apareceram estiveram comigo. Mais não posso dizer.

Sua delação traz grandes novidades e pode abrir importantes frentes de investigação?
Quero tudo, menos o Ministério Público como meu inimigo, mesmo sabendo que o MPF foi contra a minha delação. Mas na PF não existe nenhum bobo. Para terem aceitado minha delação, eu devo ter apresentado documentos, provas ou caminhos que batem com investigações em andamento. Não aceitaram uma delação minha por ouvir dizer.

É mesmo uma delação que compromete políticos de todos os lados, de diferentes colorações partidárias?
É uma delação que compromete cidadãos brasileiros de todos os núcleos. Se disser mais, estarei nominando, e isso não posso fazer.

Você teve medo?
Eu seria um irresponsável, sabendo tudo o que sei, se não tivesse medo. Sabendo com quem estava lidando, seria irresponsável não ter medo. Desculpa, só se eu fosse um idiota não teria medo, sabendo o que eu sei e sabendo quem eram as pessoas envolvidas.

CrusoéEntre os livros que Marcos Valério está lendo, o romance Gestapo, de Sven Hassel: interesse pela polícia política de Hitler (Rodrigo Rangel/Crusoé)
Faziam chegar indicações de como você morreria?
Não posso, não posso. Desculpa. Isso vai ser muito mais esmiuçado.

Se arrepende por ter protegido Lula?
Amargamente. É uma falsa ilusão achar que o Lula é um salvador da pátria. Nós temos muitas pessoas na política que não têm vez e que, talvez, fizessem até melhor, mas não têm coragem de entrar na política porque não têm dinheiro.

Hoje, você considera que também foi enganado por Lula?
Na verdade, sim. No início, era encantado com a filosofia. Depois, mesmo participando, me senti enojado.

Enojado ainda no período em que esteve em contato com o PT?
Esse contato continuou até 2012.

Você me disse que esteve pessoalmente com Lula.
Não vou responder porque isso estará na delação.

Acredita que, com o mensalão e com o petrolão, a tendência é que os crimes de corrupção diminuam?
Conhecendo do jeito que eu conheço as pessoas, vejo que continuam os mesmos métodos, só que mais cuidadosos, mais escamoteados, mais restritos. Não mudou nada. Tem outras situações, outros personagens, mas não mudou nada. Não é conveniente para um grupo de empresários e políticos que ainda mandam no país. E tudo envolve vários setores que também vivem a reboque disso.

Quais são seus planos de vida? Consegue se ver fora da prisão?
Eu vivo um dia de cada vez, e só vou me ver fora daqui quando tiver a notícia de que estou de fato liberado. Eu vivo um dia de cada vez.

Você atuou no mensalão tucano e, depois, reincidiu no mensalão do PT. Não há risco de voltar a se envolver de novo com os mesmos problemas?
Em hipótese alguma. Sem a menor chance.

Diria que muitos políticos brasileiros precisariam passar pela mesma experiência?
Vou ser franco e falar como cristão. Nenhum ser humano deveria passar o que passei e viver o que vivi dentro do sistema. Falo de menino novo, favelado, de político. Roubou? Vai para a cadeia, cumpre a pena dele, mas em um lugar digno. Assaltou, matou? Vamos punir. Mas vai meter esse menino na cela? Vai deixá-lo desprotegido, à mercê de grupos que trabalham dentro do sistema? O menino não vai ter condições de pagar para viver lá dentro, vai ter que fazer pequenos serviços, se submeter a coisas imorais que eu não vou dizer quais são, e vai sair de lá um animal. Se entrou com 19 anos, vai sair com 30 muito pior, PhD em quadrilha, em crime. E quem vai recuperar a vida desse menino? Um dia você vai encontrá-lo no trânsito ou dentro da sua casa e ele vai estar muito mais brutal porque o sistema o deixou assim. Não ponho culpa na sociedade, mas nas pessoas que estão administrando esse sistema.

Incomoda ver o ex-presidente Lula em condição especialíssima, com cela privativa?
Incomoda ver o presidente Lula e outros políticos nessa situação. Incomoda muito. Não é pouco, não. Acho que a revolta é geral.

Você já foi um dos presos mais famosos do país. Hoje é o ex-presidente. Considera merecida a prisão de Lula?
Como cidadão brasileiro, digo que é merecidíssima. Como conhecedor do governo e de tudo até 2012, acho merecido.

Por que a diferença na gradação?
O cidadão brasileiro tem uma visão a partir da mídia. O outro tem uma visão interna de tudo.

Está dizendo que outros políticos mereceriam o mesmo destino?
É isso.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. O MAL DO MARCOS VALERIO FOI CONFIAR NO LULA, ACHOU QUE O MOLUSCO IA SEGURAR TUDO ACABOU DANÇANDO, TODOS QUE CONFIARAM NO LULA ATÉ HOJE DANÇARAM E COM O MARCOS VALERIO NÃO SERIA DIFERENTE. A GANANCIA LEVOU O MV A CONFIAR NO LULA, PQ DE BOBO OU INOCENTE ELE NÃO TEM NADA.

  2. Essa entrevista precisa ir ao público, Crusoé!! Não guardem informações como essa só para os assinantes. O Brasil precisa disso.

  3. É uma pena que estas informações estão ao alcance de poucos. Se chegassem a grande massa populacional, provavelmente, teríamos a esperança de um Brasil melhor, ou pelo menos, tivéssemos uma imprensa isenta que, acredito, neste contexto, esteja a Crusoé, nos possibilitaria esperanças..

  4. Excelente entrevista, mas deixou-me hiper curioso com a delação premiada que Valério vem fazendo. Espero que se concretize e torne-se informação pública, o Brasil precisa a verdade.

  5. Histórias como essa do Marcos Valério nos deixa com a sensação de quem viu um longa metragem de terror,impregnados de indignaçãoe perplexidade.Como é possível?Muito cúmplices do MV continuam impunes e agredindo a justiça...

  6. Aqueles q nao apuraram as delações do M Valerio naquela época, deveriam ser indiciadas. Fizeram um mal enorme a nação. ja teríamos nos livrado dessa camarilha ha mais tempo e teríamos virado essa pagina. Faltou essa pa de cal.

    1. Estou de pleno acordo: os procuradores não podem continuar com esse poder quase divino, de definir o bem e o mal de qualquer cidadão; é preciso regras claras a serem seguidas por todos.

  7. O sistema é moldado para a sua preservação e continuidade. Para isto existe o Direito, cunhado por quem está no exercício do poder. Por mais absurdo que possa parecer, penso que a mudança efetiva não está nos mecanismos democráticos colocados à nossa disposição na Carta de 1988. Está na revolução, que poderia ser iniciada por um grupo de destemidos patriotas, para aniquilar alguns membros dos Três Poderes. Mas, para me preservar das armadilhas do sistema, registro: falo apenas “in thesis”.

  8. Excelente reportagem! E a conclusão fundamental: ou nós, brasileiros, mantemos essa corja de políticos e empresários em cabresto curto, ou tudo vai continuar. À luta brasileiros, SEMPRE!

  9. Está claro que o sistema de corrupção implantado pelos políticos e empresários que se alimentam do dinheiro público, nosso dinheiro, não cessará se a população deixar de cobrar o cumprimento fiel da lei. É necessário que haja prisão perpetua para corruptos e corruptores de qualquer nível, que gestores públicos sejam criminalizados pela corrupção ou má gestão. Porque administradores prisionais e seus superiores não são acusados criminalmente por entregarem os presídios às facções?

  10. Parabéns pela entrevista! Aguardemos a delação e oxalá ofereça provas concretas para que TODOs os envolvidos sejam efetivamente punidos! E atentem também sobre as graves denúncias sobre nosso sistema prisional!

  11. Excelente entrevista. Espero que Celso de Mello não sente sobre a delação. Esse pessoal todo que foi delatado por Valério preciso ser pego logo.

  12. Espero ansiosamente que a denuncia chegue a bom termo. Com a segunda turma atuando na liberação e suavização da lava jato, a troco do que sabemos todos, esse acordo poderá refrear um pouco isso, por que estão chegando no judiciário, e ai está o ponto fora da curva que todos estão enxergando. O duro é se constatar que mesmo com mídia, fake news etc o que fica evidente é que todos, absolutamente todos que estão de alguma forma ligados à política, governos e pessoas de poder, tem a mão suja!

  13. Sempre achei o Marcos Valério uma vítima do esquemão do Lula. Bode expiatório. E tudo que se "suspeita" do PT pra mim é mais que verdade, é fato. Celso Daniel etc.... tudo, absolutamente tudo foi feito em prol de ter o máximo de dinheiro e poder para se perpetuarem no poder. Mas falharam em poder sustentar tudo e todos sempre. E o Pais está na miséria que está. A danação é que não lhes interessa nada, somente ele e eles. Os anteriores, roubavam mais sub-repticiamente, estes descancarados.

  14. CRUSOÉ, adorei a reportagem com a bomba atômica contra os políticos ladrões, principalmente o pior deles, o presidiário Lula.

  15. O guerrilheiro assassino homicida, treinado por FIDEL CHE em Cuba, está solto novamente. Resta-nos tão somente as delações de VALÉRIO e PALOCCI, para que LULADRÃO e Dirceu sejam presos e permaneçam presos por 30 anos. Vejam o Programa de Governo da Márcia Tiburi: vamos todos dar o K U......... no Youtube.

  16. É por isso que me enojam certos jornalistas, principalmente Kennedy Alencar, defensor ferrenho do pt e do lula. Todos eles deveriam ser presos.

    1. Esse Kennedy Alencar é mesmo uma figurinha deplorável! Tem seu palanque em uma rádio de alcance nacional e grande audiência (do sistema Globo).

  17. É triste ver que apesar da "justiça" ter todos os elementos para limpar a sujeira...não o faz...E não o faz porque...faz parte de toda esta sujeira...Triste ver um país tão especial como o nosso estar chafurdado no esgoto político/jurídico...Sem um tratamento de hemodiálise social...não saremos deste esgoto...

  18. Todas as pessõas com mínimos conhecimentos políticos , sabiam que ele era um laranja . A delação de um cara desses , acompanhada com a do Palocci ... Não vai sobrar muita gente !!!!!!

  19. Dois pontos importantes tirados dessa entrevista: a importância fenomenal da delação premiada e a questão absurda das prisões brasileiras.

  20. Ótima entrevista. Lamentável o que aconteceu com esse homem. A gente não sabe o que a vida nos reserva. Que seu sofrimento sirva de lição. E aguardemos sua delação.

  21. Ótima entrevista, parabéns. Esperando ansiosamente pelos resultados dessa delação. Que todos os envolvidos tenham o mesmo destino de MV!

  22. Pesando bem, a culpabilidade dos politicos é a maior de todas - do que dos agentes financeiros, do que dos empresarios. Politicos sim devem ter penas que se tornem PERPETUAS.

  23. Parabéns pela entrevista. Somando a delação do Valério a de Palocci, Lula não sairá da cadeira tão cedo. Aliás, ele deveria ir à presídios comuns como qualquer outro bandido.

  24. Deslumbrado com sua posição criminosa dentro do governo, Valério se mostrava arrogante exalando ar de poderoso. Hoje depois de sofrer as consequências de sua enorme goela, se mostre arrependido como se fosse apenas vítima do sistema. Muitos que empreendem ou empreenderam no Brasil tiveram as mesmas oportunidades de se envolverem com podridão instituída. Só entram nessa os "espertinhos" sedentos por grana fácil. A grande maioria conduzem seus negócios com independência longe da podridão.

    1. Concordo plenamente, por isso urge que seja desmontado o quanto antes esse Estado pantagruélico, cheio de tentáculos que se imiscuem em todas as atividades econômicas, culturais e sociais do país.

  25. Boa a entrevista. Pena que MV não possa descer aos detalhes, com nomes, para não prejudicar o andamento da delação premiada.

  26. Lamentável Marcos Valério ter poupado Lula: talvez, a Petrobrás não teria sido assaltada da forma que foi e o Brasil teria se livrado de uma ideologia que só é boa para quem detém o poder de mando.

  27. Que coincidência, hein? Mais um que revela o envolvimento direto de Lula em todos esses mega-esquemas de corrupção... Estariam todos errados? Só mesmo os idólatras do corrupto e lavador de dinheiro pra acreditar (ou fingir que acreditam) na sua inocência.

  28. Luladrão precisa virar sabão! Sem perdão pra este desgraçado, monstro, covarde, maricas, chorão, seboso, imoral, cruel, pior que um réptil. Juro por Deus que, se alguém decepar o luladrão, ou um gruoo linchar esse monstro, daria um prêmio de R$300.000,00 em comida e roupa para a mais honesta instituição de caridade da minha cidade!

  29. Coitadinho, que peninha dele! Te lasca seu verme. Ficou milionário com o dinheiro público, deixou milhares de famílias sem saúde, educação, infraestrutura e etc, e agora vem com esse papo de arrependimento. Tem mais é que pagar sua pena integralmente. Viu uma oportunidade na Lava Jato para tentar se safar, mas não vai dar certo. Novamente, desejo que você pague com juros sua pena.

    1. Imagina se este imoral, bandido, brocha, prolixo, covarde chamado Celso de Mello, irá homologar delação contra o seu amante luladrão, viado que é. Mais fácil eu degolar todos no STF, com todo o prazer de meu ser!!

  30. O preço que paga por ato premeditado é pouco, mesmo com a delação levada a efeito, este senhor tem que continuar na prisão eternamente, será mais útil para ele para o País.

    1. Útil para o país será um herói justiceiro anônimo tirar a vida de luladrão, zé dirceu, FHC, dilmaléfica, só os bandidos mais cruéis.

  31. Se deu mal. Azar o dele. Espero que morra na cadeia, assim como os excrementos os quais ajudou a roubar o país. E azar do Brasil, que adora cretino arrependido. Roberto Jeferson e a filha pervertida sexual são festejados por onde passam. Bastou dizer que se arrependeram, igual esse safado. Se for solto, Marcos Valério tem tudo pra ser eleito a um cargo público pelo maior entulho nacional: o próprio brasileiro.

    1. Tambem achei e estou pensando aqui sobre o sistema prisional...

  32. Marco Valério assim com Roberto Jefferson, preservou muito esses corruptos. Jefferson chegou a dizer "Zé saia dessa cadeira para não prejudicar um homem de bem." Achei um grande absurdo achar que Lula seria esse tal "homem de bem." Enfim vamos aguardar mais esse capítulo.

    1. Aproveito seu comentário incluindo Roberto Jefferson e digo que durante uma entrevista que o deputado deu no Roda Viva (pós libertação), perguntado como via os recentes escândalos e o que achava dos altos valores envolvidos, respondeu, mal contendo sua admiração pelos delinquentes e mal disfarçando suas futuras intenções que hoje se confirmam: eles são muito corajosos! (ou algo semelhante). Afinal ele foi condenado por receber SÓ quatro milhões.

  33. A política brasileira faz da escória um modelo de sucesso e atrai a degenerescência humana ávida pelos desejos de poder e riqueza! Não há como escapar imune dos abutres que a comandam e sua fétida dinastia.

  34. dá nojo bver o lis preso numa suite...o lugar dele é numa solitaria na ilha do diabo pois ele é um anti Cristo...cancer da sociedade

    1. Eu mataria com meus próprios dentes, lhe dando um abraço bem fingido, pra despistar, depois mordendo seu pescoço e arrancando sua jugular até ver o sangue jorrando como um chafariz. O ódio é tanto que me tornaria um animal selvagem, com meus dentes caninos e fortes.

  35. A maior tristeza que tenho é ver meu país tão grande,tão rico pela natureza e com um povo bom ter que passar por tudo isso. Deus nos ajude

    1. Concordo. Ô sr César Maia, bota juízo na cabeça do seu filho que parece não ter nenhum.

  36. seria interessante colocar o MV pra cuidar de uma penitenciara em carater de filantropia e ver como ele resolveria o problema dos presos

  37. Prisão para quem rouba milhões do povo brasileiro "é coisa fina". Vocês deveriam fazer reportagem com alguns "ladrões de galinha" presos em presídios super lotados, também com bom comportamento e sem oferecer perigo, e depois nos explicar a razão do "tadinho" do Marquinhos Valerinho ter de cumprir suas penas de prisão em local tão "nefasto". Ladrão de Colarinho branco = prisão de colarinho branco !

  38. Marcos Valério foi tão prepotente quanto Cunha, preservou criminosos porque até o ultimo momento achou que nada aconteceria à ele. Perdeu

    1. O mais triste dessa história é que ainda há muita coisa para aparecer - se houver reais interesses - e que estamos atolados até os gargomilhos. Coitado do Brasil.

  39. Admiro cada dia mais a coragem e a determinação do SÉRGIO MORO : na história do Brasil ele já fez história tanto quanto o Pedro Álvares Cabral

    1. Malucão mesmo este comentário hein Patrick? Que comparação de maluco.

  40. O Marcos Valério relata está de acordo com que se sabe a respeito dos sistemas político- econômico e penitenciário . Acho que ele deve tentar reduzir a sua própria pena, e fazer justiça.

  41. Faz muito tempo que queria ler uma entrevista com Marcos Valério. Preso numa cela comum enquanto o mandante Lula tem todas as regalias na Cadeia onde está.

  42. A vida imita a arte ou a arte imita a vida? Diogo, daria p escrever um livro sobre as declarações de Marcos Valério! Pensou nisso ?!

  43. Quem acredita nesse arrependimento? Basta está livre pra delinquir novamente. Quem já experimentou o prazer do dinheiro fácil, jamais trabalhará duro no vida!

  44. O sistema prisional deveria ser debatido pela magistratura, pelos deputados, e ser totalmente reformulado. Esse sistema esta arcaico, fazendo cada vez mais bandidos. Os governantes precisam urgentemente rever o sistema prisional

  45. Ótima entrevista, Crusoé está de parabéns. Pena que a maioria das pessoas só sabem as informações pela mídia e por fakenews. A situação do Brasil é desesperadora.

  46. Quando soubermos o conteúdo desta delação, mais indignados ficaremos. Se e que isto e possível! Meu Deus, este pais pode melhorar? Qual sera o futuro? Tem que ser lavado com hipoclorito de sódio e esfregão anti-corrupcao.

  47. Parabéns p/matéria. Esclarecedora. Mar de lamas é muito pouco para adjetivar êsse submundo da política brasileira.

  48. Sinceramente não tenho pena do sujeito. Recebeu dinheiro pra se calar e não morrer pelas maõs de seus comparsas no crime. Quem se mete com bandido, bandido é. Ele não era o chefe, mas fez a engrenagem funcionar. Quer falar, fale, pra isso existe a delação premiada, mas não me convenceu de seu arrependimento, quer apenas diminuir a pena porque viu que pagou mais caros que os políticos por seus crimes, está certo nisso. Trará provas, mas não creio que novidades.

    1. Concordo com VC, está só querendo reduzir a pena, tem que fazer relação mesmo, já que se diz arrependido, colaborar um pouquinho com o Brasil é o mínimo que este cidadão deve fazer.

  49. Parabenizo a Crusoe, sem a sua seriedade, continuaríamos pensando que Lula poderia mesmo ser o bom moço ao invés do velho maquiavel.

  50. Quando penso que tudo nós já sabíamos, esse "câncer da corrupção" nos revela mais um "VALERIOLULA", parabéns pela coragem.

  51. Com este homem, está uma das chaves da porta vergonhosa da corrupção da ORCRIM, a outra chave está com Palocci. Não dá para entender porque demoraram tanto para homologar informações tão importante! Os fios da meada. Tomara, tudo venha a ser divulgado e utilizado para o bem do País! Agora, saber através dele que a corrupção continua é triste e doloroso!!!! São cinicas nossas autoridades!

    1. concordo plenamente contigo...temos que exigir o devido esclarecimento para a nossa pobre e indignada sociedade brasileira...

  52. As entranhas do poder são muito mais podres do que podemos imaginar. A cada dia ficamos sabendo de coisas novas e parece que não terá fim. Espero que de fato tenhamos um "final feliz" com tantas coisas que estão sendo descobertas...

  53. Que venha a delação do Sr. Marcos Valério para ajudar a esclarecer um pouco mais todos esses casos de corrupção no Brasil.

  54. Geeente... louca pra ver essa delação... não vejo a hora de mostrarem direitinho os bastidores verdadeiros sobre a relação da morte de Celso Daniel e Lula e Dirceu... saber a gente já sabe, mas tem que explodir na mídia, sem deixar sombra de dúvida pra ninguém...

  55. É triste constatar na entrevista, que a corrupção continua firme e forte, provavelmente de forma mais discreta e sofisticada, conforme o mesmo Valério comentou. Estou definitivamente desanimado com o rumo do nosso País. Triste constatação!

  56. Como estamos mal. Que país podre. Marcos Valério é o verdadeiro bode expiatório da gangue que assaltou e assalta o país há anos.

  57. Este fez o papel de bobo da corte. Pagou por tudo sozinho. Tomara que a delação dele seja homologada para que todos os culpados tenham o mesmo fim. Não é justo os outros ficarem soltos cometendo os mesmos crimes.

  58. Depois de tudo que a lava jato descobriu, é um escárnio ainda não terrm homologado a delação de MValério uma das maiores vítimas do esquema de defesa do PT. Todo mundo lembra que ele recebeu boa grana do PT para ficar calado na época do Mensalão. Mas por onúmeras vezes lhe foi negado o direito de “falar” porque já tnha tido sia chance... mas muita água já passou por baixo da ponte... Até a prisão do Lula poderia ter sido feita em bases muito mais sólidas, se já tivessem ouvido o Marcos Valério..

    1. E os detalhes que passam discretos na mídia como o fato de José Eduardo Cardozo ser o advogado de defesa de Temer no caso Rodrimar... é um escândalo... a imprensa é parte do problema e uma parte muito grave... Que bom termos Crusoé, mas precisa muito mais.

  59. Pobre Marcos. Está sentindo na pele o que é se meter com o submundo do crime organizado, sem a prerrogativa de manter vestindo terno e gravata, os eternos símbolos da impunidade!! O coitado do garçom que serviu a mesa do jantar do Sombra com o Celso Daniel, agora é apenas um monte de ossos, vulgo esqueleto!!!!

    1. Tudo continua do mesmo jeito, ¨a roubalheira ¨ só que bem disfarçada.

  60. Isso, o que ele fala, é só ocomeço. Sabemos que não existe essa história de "faz a coisa errada que eu me responsabilizo", "que eu livro tua cara". Na hora "H" o beneficiado pela ação pula fora e responsabiliza o laranja e ainda há que acredite na conversa de "comigo o buraco é mais em baixo"; é sim, mais em baixo para ele, o beneficiado sair primeiro e deixar o laranja para trás!

  61. Enquanto o personagem de ficção Lula não for desconstruído nos corações e mentes da grande parte da população de boa fé que ainda acredita na volta de D. Sebastião, continuaremos correndo grande risco de destruição desse país. É extremamente importante que a imprensa séria e responsável faça o seu papel de divulgadora desses fatos relevantes.

    1. Concordo. Sabíamos q esse homem poderia ter falado antes. Tem ainda muita mutretagem acontecendo. Vamos ver se votamos em menos bandidos.

  62. Teve medo de falar ou foi conveniente? Na verdade MV pagou e vem pagando pelo crime seu e dos seus "amigos". A prisao pode nao ser boa, mas quando se fica preso de verdade, o sujeito é capaz de relfetir sobre suas condutas. Isso nao acontece com Lula, nem Sergio Cabral. Eles tem privilegios na cadeia e riem da cara dos brasileiros. Sinceramente, MV foi o bobo da corte. Nunca é tarde para revelar o que sabe, mas talvez suas memorias vao servir para algum livro.

  63. Conclusao Não houve entrevista porque não há resposta. DEVERIA SE EXPOR SIM LÁ NO INÍCIO. SE FOSSE MORTO SERIA MÁRTIR E O PAÍS IRIA REVERENCIA LO. AGORA NEM UMA COISA NEM OUTRA. EM CIMA DO MURO DE VOLTA.

  64. É pena que nossos tribunais estejam contaminados politicamente, como seria ótimo que a justiça fosse feita, doer a quem for culpado sem patrocínios ideológicos

  65. Como Marcos Valério sabe que os mesmos crimes continuam sendo praticados, se êle está preso há tanto tempo? Se for verdade, o Brasil não tem conserto.

    1. Ele sabe, pq viveu nesse sistema corrupto, em que se mudaram algumas peças, mas a coisa continua a corroer o dinheiro público. A corrupção é sistêmica, não temos líderes estadistas, a sangria foi estancada e vamos ter que lutar muito ainda, pra termos o país que queremos.

  66. Ótima entrevista! Deve ter sido muito duro para ele, e creio mesmo que esta canalhada política devia passar pelo mesmo e não aquele ladrão de galinhas, este devia ter um presídio mais humanizado.

  67. AMIGOS EU ANALISO NESTE MOMENTO COMO É IMPORTANTE RECEBER INFORMAÇÕES ESCLARECEDORAS. A MIDIA QUE PREZA SOMENTE SEUS INTERESSES, ENOJA. INFELISMENTE A MAIORIA DO POVO N TEM ACESSO A INFORMAÇÃO VERDADE. PARABÉNS.AVANTE!!!! FAXINA GERAL!!!!

  68. Todos sabíamos que ele escondia a verdade . Se tivesse falado tudo o que sabia , teria nos poupado de muita desgraça que aconteceu de 2005 atá 2014. Está pagando , quase que sozinho, o preço por sua proteção ao mafioso. Se arrepende ???? um pouco tarde para acreditar em Papai Noel , não acha Marcos Valério ??? Dilma indultou seus amiguinhos e largou você ai .....

  69. Ótima entrevista!! Ele disse verdades que os brasileiros já sabiam há muito tempo!!! Espero ansiosa a delação do Marco Aurélio!

    1. Nao fique tao ansiosa, Marco Aurelio eh tao sujo quanto Lula. Se puder abafar o fara.

    1. Quando a pessoa eh justa e imparcial. Sergio Moro sendo reconhecido como bom juiz por um marginal.

    1. Rodrigo, Crusoé está entrando na vala comum do jornalismo atual. Esse mesmo bandido que nada pode acrescentar com suas suposta delação, a entrevista é rasa. Também foi agraciado com uma página inteira na folha de São Paulo no mês de abril, e de final com uma frase de efeito contra a prisão de Lula, a qual foi replicada no sábado como uma das frases da semana. Portanto, vejo que mesmo assinando a Crusoé, pela referência de Diogo Mainardi, os repórteres não tem ajudado. Mais um voto de confiança!

  70. Fortissima a entrevista!E ainda te muita gente miseravel ,no sentido mais puro da palavra,que adora esse bandido chamado Lula!

  71. Gostei, parece realmente revoltado com o sistema penal e com os políticos em geral. Acho que têm muito para relatar. Aguardemos.

  72. oxalá tenhamos logo esta delação homologada, e que seu conteudo sirva para desmascarar a todos estes falsos politicos salvadores da pátria. que isto ainda tenha reflexos nas eleições deste ano.

  73. Pela sujeira que cometeu a nação, perder os dentes é pouco. Tomara que tenha provas em sua delação. Senão, vai pro vinagre...

  74. A legislação foi aperfeiçoada ,dando oportunidade a delinquentes de se beneficiarem ao delatarem os comparsas, por isso o Marcos Valério se sente mais seguro ao fazer a delação, pois no primeiro momento se acovardou.

  75. Excelente matéria. É preciso, expor (incansavelmente) o método de operar do pt cujo caso do prefeito Celso Daniel é exemplar. Sobretudo, agora, nas vésperas das eleições em que o pt tem que conseguir espaço sob pena de perder poder.

  76. Mas eh repugnante ver um condenado se queixar que perdeu os dentes na cadeia. E a grande maioria honesta da populacao brasileira, que trabalha honestamente e perde os dentes porque corruptores como ele roubam??? Agora fiquei com nojo da Crusoe, que apresenta uma entrevista dessas.

    1. Susana, esse seu nome é verdadeiro? Não confunda a mensagem com o mensageiro.... quando a Veja publicou a entrevista com o Pedro Color, tivemos uma primeira chance de conhecer como funciona verdadeiramente o país; muito antes da entrevista do Roberto Jefferson à Folha, o Miro Teixeira já havia denunciado o Mensalão, e o então presidente da Câmara, petista, abriu uma investigação que durou quinze minutos, concluindo ser tudo fantasia.... mais uma vez, vimos uma pequena mostra do Brasil real....

    2. Susana, ninguém merece perder os dentes......é preciso ter cuidado com o ódio, isso animaliza as pessoas !

  77. Ele justifica sua covardia porque Estado não o protegeria da morte. Como se o mensalão do Barbosa fossem caso isolado, só depois que Lula perdeu poder é que a coisa andou e corajosos fizeram acontecer. Agora uns e outros no topo, togados e congressistas, querem minar esse avanço e Moro já pensa em deixar a lava-jato. Tenho pulgas atrás da orelha quanto ao caráter meliante de uns e outros do STF. Espero que corajosos persistam, a PF os proteja, o povo apoie e a impressa seja livre.

  78. a experiência na prisão deve ter sido horrível mesmo. além de agredido afirma-se que até já foi estuprado por outro detento.

  79. FHC com sua arrogância, prepotência e principalmente vaidade é cúmplice por o psdb não ter sido oposição. À época achava que eram uns idiotas vaidosos que achavam que ganhariam a eleição seguinte. Hoje sabemos que eram cúmplices. Espero ver a corja do psdb, em Curitiba. O FHC já foi citado pelo Marcelo.....

    1. o boca de sovaco é tutor do lulla, se não fosse o maria antonieta o lulla não duraria o primeiro mandato e sabe-se lá se teria o primeiro.

  80. Por que esse tratamento "Incomoda ver o presidente Lula"? Rodrigo, é muita deferência, e errada, tratar lula como presidente. A pergunta correta é: Incomoda ver o lula ...

Mais notícias
Assine agora
TOPO