LeandroNarloch

Horóscopo ou Leandro Karnal?

15.11.19

O pensamento do dia das seções de horóscopo e as frases de biscoitos chineses da sorte têm um formato comum: alguma reflexão sobre o mundo ou as estações do ano, algum verbo no imperativo com dicas de como viver.

O formato é batido, mas não está em desuso. Pelo contrário: ultrapassou a página de amenidades e invadiu palestras, colunas sobre cultura e universidades.

Dê uma olhada nas quinze frases abaixo. Desafio ao leitor a descobrir quais delas foram publicadas na seção “pensamento do dia” do horóscopo do jornal e quais vieram da coluna do historiador Leandro Karnal no Estadão. A resposta está a seguir.

1) O outono traz a reflexão sobre a finitude, a temperatura mais amena e a vontade da introspecção. O verão é em si pura imanência do momento.

2) Aquilo que é dito de passagem, como se fosse algo banal, é justamente o que oferece a melhor perspectiva no momento. Por isso, preste a devida atenção a tudo que acontecer a partir do momento em que acordar.

3) Escutar-se é fundamental, bem como escutar os outros. Saia do espaço mágico da existência, aquele que imagina que as coisas vão se ajeitar sem ação direta e concreta. Inclua-se!

4) Aprenda com seus erros e multiplique os pedidos de desculpas e os agradecimentos. Dê menos importância a si e nunca eleja gurus.

5) Há poucas unanimidades no mundo, a necessidade de ser humilde é uma delas.

6) Tudo é importante em seu momento, tudo desaparecerá a seu tempo. Vá fundo e melhore bastante para que todos os erros sejam, ao menos, inéditos.

7) A melancolia do vazio e a saudade desesperadora produzem um desejo que pode dar origem a uma imensa convicção.

8) Não sejam ansiosos. Existe um tempo e hora para tudo. Não temos poder absoluto sobre as pessoas e seus cérebros.

9) Fique à vontade com relações casuais. Com afetos estáveis e repetidos, a cenografia é imperativa. Isso vale para trabalho, amizades e tudo mais. Fique à vontade consigo mesmo ou com estranhos. Ter cuidados com pessoas íntimas é uma forma elevada de gentileza.

10) Ama e faz o que quiseres. Sempre erraremos. Melhor que todo tropeço, tenha o amparo da vontade esperançosa calcada na vontade de ajudar.

11) Se apenas no glorioso dia em curso você se assumisse sem culpa, cedendo ao inesperado, sem ser o que o mundo desenha para sua pessoa há anos? Se exclusivamente agora fizesse algo que adia sempre? Apenas no rico e atual instante tudo ocorresse sem ser por um roteiro alheio que você incorporou como o educado, o correto, o adequado, aquilo que lhe faz amada ou amado?

12) Há que se ter humildade e paciência. Se urge incluir o lúdico, é imperativo estabelecer o exemplo.

13) As pessoas se esquecerão do que você disse e do que você fez… mas nunca se esquecerão de como você as fez sentir. 

14) Tente fazer o melhor, haverá erros e lacunas enormes, mas tudo pode ser reparado se existiu um projeto genuíno de estimular liberdade, conhecimento, curiosidade e valores coerentes.

15) Pare e observe sua cidade. Perceba a variedade vegetal e de calçamento. Reflita se é um sinal cultural importante que cada vizinho ignore tudo que está ao lado e à frente, e, como um novo Prometeu, recrie o fogo criador só para seu pedaço de universo.

***

Parecem todas frases de horóscopo, não? Na verdade, apenas a número 2 foi publicada na seção de astrologia do Estadão — e a número 13 tirei da página da internet “Sessenta frases para biscoitos da sorte”. Todas as outras foram escritas pelo historiador Leandro Karnal.

Como se vê, há muitas semelhanças entre a autoajuda barata e os textos do “André Rieu da filosofia”, como diz um amigo. Com uma diferença: as frases do horóscopo e dos biscoitos da sorte são mais divertidas.

Leandro Narloch é jornalista e autor do 'Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil'.
Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. É uma chatice esse Karnal e aquele outro tal de Cortela. Os dois podem dar as mãos. São leituras horríveis que não nos enriquecem em nada e nada.

  2. Eu discordo da crítica que o Karnal fez ao Narloch, gosto muito do pensamento filosófico dele e um pouco do lado histórico dele, discordo veemente do lado político dele e concordo com o pensamento político do Narloch, só não concordo com a crítica dele ao Karnal

  3. Leandro Karnal? Aquele "pseudo-filosófo", vermelhinho como as cerejas", que fala mastigando os molares, talvez nem acreditando no que diz, para as supostas massas incultas? Pois é... só agora, alguns pensantes, autointitulados inlectuais, perceberam que o senhor da "tração dental"não passa de um voraz leitor de livrecos de autoajuda! Tardiamente, caíram na real... ou deixaram o "pavão"montar seu besteirol, para se autodesconstruir diante dos brasileiros?

  4. Compartilho 100% da crítica de LN. Leandro Karnal é um chato cheio de si. Rei das banalidades, ainda por cima escreve mal. Gostei do Andre Rieu da Filosofia...

  5. Leandro Narloch redigiu esse lixo de matéria em pleno feriado (15/11) às 00:57, ou seja: à uma da madrugada de um feriado o cara não tinha mais nada de bom pra fazer além de escrever um longo e inútil texto para desqualificar o Karnal, que a essa hora deveria estar ocupado fazendo algo bem melhor...

  6. E incrível como esse Karnal engana os brasileiros já há tempos. Sempre foi medíocre, mas a eloquência e a capacidade de oratória superam o conteúdo dito, haja vista o sr. Lula que também tem essas habilidades, quanta gente ele engana.

  7. Quem qualificou KARNAL e CURY como "recicladores de lixo" precisa também rever alguns conceitos. Eu respeito e valorizo os recicladores de lixo. Quanto aos criticados, respeito mas não valorizo.

  8. Pelamor... Leandro Narloch competindo com o Gadelha pra ver quem tem menos assunto importante pra publicar. Muito besteirol pro meu gosto.

    1. Os colunistas da Crusoé demoram uma eternidade pra publicarem alguma coisa, e quando o fazem... Os assinantes merecem respeito. Não estamos interessados em fofoquinhas e alfinetadas pseudo intelectuais. Mais conteúdo, por favor. Se eu estivesse interessada em fofocas baratas, teria assinado a Capricho.

  9. E ainda tem gente (e como tem!!) que criticam o "Velho da Virgínia" quando ele diz que a intelectualidade nacional é ridícula e a produção filosófica inexiste. Mas é apenas um astrólogo, né?? ;P

  10. O leitor paga uma publicação para ler opiniões como esta sua? E quem está interessado no que o Karnal escreve? Não somos assinantes do Estadão e sim da Crusoé. Não tinha nada melhor para escrever do que esta briguinha entre colunistas?

    1. Prefiro ler o horóscopo do Quiroga! É mais intelectual e chique do que Karnal. Definição perfeita: o André Rieu da crítica.

  11. Num país medíocre, que maioria está na média, o autor do "Guia do Politicamente incorreto" falar do "André Riet" da filosofia é como o cardeal do dedo na ferida (Narloch) apontar o dedo para o Papa do óbvio. Triste fado essa ignorância cronica que nos ata arvore simbólica da impostura...

  12. Em toda a minha existência, nunca me deparei com um texto cuja conclusão pudesse ser tão grosseira, tão ácida e desrespeitosa. A meu ver, as frases atribuídas a Leandro Karnal não o diminuem em absolutamente nada. São frases simples, mas verdadeiras, como a alma do povo brasileiro. Ser simples não me parece pecado, mas virtude.

  13. O pior do Karnal, para mim, é ele posar de "filósofo neutro" mas, na prática, ficar apenas batendo na Direita e sempre, de forma sutil, defendendo todos os ideais e visão de mundo da Esquerda. É um dissimulado com verniz acadêmico a serviço do lixo esquerdista. E além de tudo, é super convencido.

  14. O falar do trabalho do outro publicamente é meio chato msm, mas o texto mais do que isso chama a atenção para Charlatonismos de auto ajuda. Ha gente séria no setor, sim há, mas o que mais me preocupa é essa onda filosófica fulera ser o norte das universidades no Brasil hj em dia. A bitolagem está demais...

  15. Sem dúvida a melhor é a do biscoito da sorte. Só tem a pretensão de ser um divertido jeito de vender biscoitos, nada mais.

  16. Cara, nunca li nada do Karnal, mas ao ler essa coluna uma única frase me vem à cabeça. Que é a que diz que quando alguém fala mal ou deprecia o trabalho de outro, eu fico sabendo mais sobre o que tá falando do que quem tá sendo falado.

    1. Concordo. Leitores de Karnal não são leitores de Crusoé. Qual o objetivo desse texto? Falta de assunto? Decepção.

    2. Concordo demais, gastou a coluna semanal dele para criticar o outro de forma barata e com citações descontextualizadas.

  17. Parabéns pela coragem de compilar toda esse engodo cuspido por esse vomitador de baboseiras. Imagino a náusea e o enjoo que deve ter sentido durante essa árdua tarefa

  18. Karnal não está sozinho nessa de ditar regras ou princípios supostamente filosóficos para enfrentar a vida e suas batalhas. Há outros também nessa lista, barateando conhecimentos e vendendo como artigos de luxo exclusivos a uma minoria "intelectual".

  19. "Vc. pode enganar uma pessoa durante muito tempo, algumas durante algum tempo. Mas, nunca consegue enganar todas durante muito tempo". Xuuuuupaaaa mais uma Karnal.

    1. Intelectualidade profunda, seguindo o exemplo dos demais expositores.

  20. Sensacional! Confesso que eu era fâ, mas, de uns tempos pra cá, tenho pensado em trocá-lo por uns brindes do China In Box... Abraço!

  21. Leandro Karnal deveria ser irrelevante e seu artigo é importante para provar isso. Infelizmente existe mercado para charlatões como ele e não há nada que possamos fazer. Qualquer pessoa com o mínimo de capacidade de julgamento sabe que o sujeito não entrega nada, é pura balela.

  22. Acho uma canseira estas frases todas. Em um país sem cultura como o Brasil, onde as pessoas são grosseiras, preconceituosas e fofoqueiras, nem esta filosofiazinha de butiquim gruda, por dois minutos, em nenhuma mente.

  23. Confesso que também não vejo muita graça no Karnal. Já li e tentei levá-lo a sério, mas ele me parece mais uma dessas manifestações atuais de coach/auto ajuda que tem por si.

  24. Valeu! Amei ver o palestrante dando“dicas no horóscopo. Deve estar meio triste o Karnal. Qual o conselho pra ele de 1 a 14? Leio sempre meu horóscopo!

  25. hehehe... Muito bom, esse artigo!!! Mas, da 4, gostei da última frase: nunca eleja gurus... Esse Karnal é uma verdadeira encarnação, perdão pelo trocadilho...

  26. Não é que eu discorde, mas V. perdeu tempo e eu também. Não é exatamente isso que eu pretendo ler semanalmente na Crusoé.

  27. Não sou um admirador de Leandro Karnal e normalmente gosto dos teus textos mas este artigo parece de uma dor de cotovelo terrível ! Era melhor não ter escrito

  28. O Pior de tudo é a utilidade que essas coisas assumiram - nestes tempos bicudos (como diz um outro canalha, togado) - para explicar claramente a razão dessa realidade degradante que se instaurou no Brasil, como uma tempestade tóxica emanada de um mega vulcão que não cansa de vomitar.

  29. Interessante a análise. Diverti-me tentando classificar as sentenças conforme a proposta do autor do artigo. Achei que eram todas do Karnal, pois todas as sentenças têm conteúdo se refletidas. Mesmo a do horóscopo e a do biscoito da sorte. Quem não gosta de refletir é petista.

  30. Verdadeiro, nunca entendi como este pop star da “filosofia “ faz tanto sucesso entre os “iniciados”, porque a ralé deveria ser mais fácil ludibriar

  31. Ótimo texto. Leandro Karnal ser considerado intelectual demonstra o grau de mediocridade da sociedade brasileira. Um show de verborragia e filosofias de botequim.

    1. De pleno acordo. Sempre disse: esse Karnal é um BLEFE

  32. Leandro Espiritual, Pe. Favo de Mello e Gabriel Walita são a mesma pessoa. Na adolescência, ela, sofrendo com o antagonismo interno do superego católico contra o id homossexual, tentou se matar com uma overdose de água com açúcar. A seguir veio o milagre da tripartição dos três celibatários sem cérebro mais fofos do aconselhamento filosófico-teológico.

  33. Karnal: manancial de platitudes. Já não era sem tempo denunciar essa farsa. Karnal está para Sócrates, assim como Luan Santana - paradigma da mediocridade - está para Beethoven.

  34. Não é correto você querer tornar-se relevante e conhecido atacando pessoas mais respeitadas que você. Leia, estude e torne-se relevante em razão daquilo que você fez e não em virtude de sua virulência. Isso é estratégia de Bolsonaro.

  35. Genial!!! Nâo apenas ele, como tb o Cortella, são autores da pior espécie de autoajuda. O diferencial desses dois engodos é que acrescentam às fórmulas de self-help doses cavalares de afetação, soberba e empostação de voz.

  36. Ótima essa do Karnal ser o André Rieu da filosofia (com f minúsculo); realmente, Karnal "toca de ouvido" apenas. Passo reto por sua página em O Estadão. Um placebo de auto ajuda. E a imagem sempre com o sorriso de plástico, tal como o Rieu. Certamente as Polianas adoram.

  37. Intelectual e isso mesmo. Paulo Coelho, sentado no sofá, mientras escuta Ray Conniff. E, nas horas de estudo lé os livros de Leandro Narloch para se preparar e discutir historia com seus amigos Bolsonaristas. Conhecimento é tudo vêi.

  38. Kkkkkkkk. Desmascarou o queridinho dos trouxas. Esse não tem nem coragem de de assumir esquerdista e nem saberia também explicar o porquê!!!

  39. Me fez lembrar dos textos do falecido Armando Nogueira no período de Copa do Mundo, e do Pedro Bial, nos BBB. Quanta bobagem.......

    1. e o Cortela ainda fala "seje". Quase morri quando ouvi...

    1. Márcia, Com certeza é vício de linguagem,não que ele não saiba a forma correta.Bolsonaro, que aliás ,sou eleitora e aprovo seu governo, tb fala onte,(ontem).

  40. Errei só a 5 e 9. São todas clichês, chutei certo pq tinham palavras demais pra caber no biscoito chinês. Só aí a diferença. 😂

  41. Fui reprovado no teste. Julguei que todas as frases fossem de biscoitos e horóscopos. Agora entendo porque deixei de ler Karnal depois de seu quarto ou quinto texto. Deixei de ver suas palestras. No entanto não posso, a partir de frases soltas, fora de contexto, tirar conclusões tão contundentes como as de alguns comentários. Fica a lição: não há saber ( ou sabedoria) que suporte dois ou tres textos e palestras semanais! Um período sabático longe dos palcos é recomendável Karnal.

  42. O pseudo filosofo,não poderia ficar sem esse seu magnífico, irretocável e inesquecível comentário.Isso mostra que a revista também prima pelo bom jornalismo e não só por fofocas de jornaleiros esquerdistas. O tal de Leandro, o comunista e enganador de trouxas precisaria estagiar contigo.

  43. Pensava que só eu achava esse cara ridículo... Filosofia de quinta categoria, na verdade nem dá para classificar como filosofia

    1. Verdade Paula! Ele e o Cortela são os maiores engana trouxas do brasil e, como temos trouxas!!!! É de chorar!!!!

    1. Medíocre:Tá aí uma ótima palavra para definir este pseudo-filósofo!!!

  44. Por favor, por favor, por favor! Me dêem permissão pra repassar esse texto e usar em minhas aulas! Simplesmente excelente a iniciativa. PS: Karnal, só "escuto" quando alguém me manda algo. Lê-lo só incidentalmente, como agora. Obrigado

  45. Sacanagem! Depois da segunda frase já fiquei nauseado e parei de ler e fui para tua resposta já com minha resposta pronta. E tive a compulsão de voltar a ler a 13. Kkkkk. Grande abraço e parabéns pela idéia do texto.

  46. Karnal é apenas um dos diversos filósofos de obviedades, frutos de uma sociedade que engole textos aparentemente bem escritos sem um segundo de raciocínio sobre o que está lendo. Este é o resultado do nível atual da educação brasileira. Costumo perguntar se você acha que está ruim, e eu mesmo respondo: - vai piorar! Se iniciássemos hoje um processo de mudança (para melhor) na nossa educação, seriam necessárias duas ou três gerações para sentir seus efeitos. Se.

  47. É mais fácil aguentar as bizarrices da Dilma do a chatice desse Karnal. Só por aqui mesmo pra se dar espaço pra um sujeito como esse.

  48. Muito bom! Sempre achei esse "filósofo" vazio. Mas, vamos combinar, e aqueles outros "não filósofos", que dominam o YouTube e fazem as cabeças dos jovens? No "bom português": "tamo lascado"!

  49. Acho que desta vez você foi in feliz, Leandro; Acho Karnal um estudioso de grande cultura e que escreve muito bem; e as frases certamente não devem ser analisadas de forma esparsa, mas dentro do contexto em que foram escritas.

  50. Esse tal de Karnal é acima de tudo um grande mentiroso e um cara de pau sem limites. Engana com muita classe e educação, ou seja, um produto típico da era dita progressista em que vivemos ...

    1. Também não gosto do Karnal, mas na verdade a filosofia tem esta vertente do saber viver. Como um manual que nos ensina a melhor maneira de viver. Vide Seneca ou mesmo Epicuro!! Repito, não gosto dele e não me convence, mas ele é filósofo!!

Mais notícias
Assine agora
TOPO