Agência Brasil

Entre a milícia e o gabinete

Uma nova etapa da investigação sobre o Escritório do Crime revela personagem que doou dinheiro para uma campanha de Marcelo Crivella e presta serviços para a prefeitura do Rio
06.03.20

Uma nova fase da investigação sobre o Escritório do Crime — como é conhecida a mais antiga milícia em atividade no Rio de Janeiro — levanta suspeitas de que integrantes da quadrilha tenham negócios com órgãos públicos. Segundo os promotores de Justiça, a milícia era chefiada pelo ex-capitão da PM Adriano da Nóbrega, morto pela polícia na Bahia, no começo de fevereiro. A nova denúncia do Ministério Público — até aqui mantida em sigilo e obtida por Crusoé — revela que dois empresários suspeitos de financiar o Escritório do Crime têm contratos milionários com a Prefeitura do Rio. Eles prestam serviço de locação de carros, incluindo os veículos blindados usados pelo prefeito Marcelo Crivella, sua família e assessores mais próximos.

Desgastado no cargo pelos problemas na área de saúde, na conservação da cidade e pela falta investimentos, Marcelo Crivella (Republicanos) se aproximou recentemente de Bolsonaro na tentativa de ampliar suas parcas chances de reeleição. Bispo da Igreja Universal do Reino de Deus, o prefeito é sobrinho de Edir Macedo, dono da TV Record. Na segunda-feira, dia 2, em busca de melhorar sua imagem, Crivella visitou um bairro castigado pelas chuvas. Culpou a população local por jogar lixo nas ruas e ignorou as suspeitas de que milicianos afetaram o escoamento de água com a construção ilegal de prédios. Enquanto fazia as declarações, o prefeito foi atingido nas costas por um punhado de barro lançado por um morador.

Crivella e seus familiares circulam pela cidade em veículos blindados. Neles, o prefeito fica longe da lama dos bairros, mas nem por isso distante dos tentáculos das milícias. A empresa CWM Rent a Car Locadora que fornece veículos com o combustível à prefeitura pertence ao empresário Murad Mohamad, preso na segunda fase da operação contra o Escritório do Crime, no final de janeiro, e denunciado sob acusação de fazer parte do grupo criminoso.

O site de transparência da Prefeitura do Rio informa que a CWM tem contratos ativos de 25,4 milhões de reais, dos quais 17,1 milhões se referem ao fornecimento de carros usados pelo prefeito, a mulher, os dois filhos e seu staff mais próximo. Crivella alega que os filhos também têm direito à proteção paga com dinheiro público. O contrato, que teve início ainda na gestão do ex-prefeito Eduardo Paes, do Democratas, foi prorrogado na administração de Crivella. Terminaria em maio de 2019, mas se estenderá pelo menos até maio de 2020.

Em documento enviado à Câmara de Vereadores, a Casa Civil de Crivella informou que a CWM cobra 19 mil reais por mês por um blindado de nível 2 (mais resistente a armas de fogo), 12 mil pelo blindado nível 1 e 4,8 mil pelos veículos executivos. Ao todo, são 31 carros locados. Durante 2019, a Casa Civil pagou 3,3 milhões à empresa de Mohamad.

MP do Rio: acusação liga empresários a esquema do Escritório do Crime
Além dos contratos de locação prorrogados pela prefeitura, há outro elo entre o empresário e o prefeito. Em 2014, ele fez um depósito em espécie de 38 mil reais para a campanha de Crivella, então candidato a governador — ele acabou não se elegendo. Foi a única colaboração de Mohamad naquele ano, segundo registros da Justiça Eleitoral.

Filho de Murad Mohamad, o empresário Omar Mohamad, também preso na operação contra o Escritório do Crime, é sócio da empresa Global Rent a Car, dona de contratos ativos de 5 milhões de reais iniciados na gestão de Crivella. Além do ramo de locação de automóveis, pai e filho atuam na área de imobiliária e nesse ramo estaria o principal envolvimento deles com as milícias.

Ao realizarem a prisão de Mohamad e do filho, os investigadores se surpreenderam com a mansão onde a família mora no alto de um morro com a floresta da Tijuca ao fundo. Uma sala de cinema, carros de luxo e a enorme piscina chamaram a atenção dos policiais, além da grande quantidade de cômodos. Mohamad e o filho mantiveram-se calmos. O pai perguntou se, antes de ir preso, poderia deixar uma quantia para a família se manter. Entregou então um maço de dinheiro para a filha e lhe passou orientações durante uma conversa em árabe.

O Ministério Público do Rio acusa Mohamad e o filho de financiarem o Escritório do Crime com pagamentos da “taxa de segurança” aos milicianos, em troca de aval para negócios imobiliários na região de Rio das Pedras, onde a milícia atua, na Zona Oeste da cidade. Os promotores obtiveram mensagens de celulares com fotos de ao menos quatro cheques, no valor de 50 mil reais cada um, emitidos pela empresa Irmãos Murad Empreendimentos Imobiliários, que pertence a Mohamad. O dinheiro ia para a conta de laranjas da quadrilha. Há também mensagens sobre pagamentos entre o empresário e suspeitos de integrarem a milícia.

Baseados em escutas telefônicas, os promotores afirmam que Mohamad também vendia carros para o Escritório do Crime e fazia adulterações de peças, como o hodômetro, que mede a distância percorrida por veículo. O empresário ainda é suspeito de pagar propina a um funcionário da prefeitura para tramitação de um processo de seu interesse na Fundação Parques e Jardins, que cuida do paisagismo da cidade.

Além de Mohamad e seu filho, o Ministério Público denunciou outras 43 pessoas na segunda fase da operação contra o Escritório do Crime, entre elas um capitão aposentado da PM, ex-policiais militares e dois agentes da 16ª Delegacia da Polícia Civil, localizada na Barra da Tijuca, área de interesse dos negócios da quadrilha, principalmente por abrigar cassinos clandestinos. Um dos agentes recebia 2 mil reais para não incomodar os criminosos. As tratativas aconteciam por áudios de WhatsApp, aos quais Crusoé teve acesso. A propina, segundo o MP, era chamada de “galão”. O agente conversava com um acusado que está foragido da Justiça, o que mostra a ousadia dos criminosos.

Reprodução/Redes sociaisReprodução/Redes sociaisAdriano da Nóbrega, morto no mês passado, era apontado como o chefe do grupo criminoso
Os celulares e material apreendido nas casas dos suspeitos vão alimentar novas investigações sobre o Escritório, que, mesmo após as prisões, continua em funcionamento. A milícia tem esse nome devido aos diferentes delitos que pratica: do comércio de gás de cozinha, transporte alternativo, TV a cabo pirata ao ramo imobiliário, com a construção ilegal de imóveis para venda e aluguel. Os milicianos também tinham uma agência de pistolagem responsável por vários homicídios, segundo o Ministério Público.

Ainda falta esclarecer que relações o ex-capitão Adriano da Nóbrega — apontado como chefe do bando – mantinha com o poder público e políticos. Em 2005, mesmo preso por homicídio, ele recebeu a medalha Tiradentes do então deputado estadual e hoje senador Flávio Bolsonaro. Recentemente, o presidente Bolsonaro afirmou que a iniciativa da homenagem partiu dele. Flávio também empregou a ex-mulher e a mãe de Adriano em seu gabinete na Assembleia até o final de 2018. As duas são investigadas no inquérito que apura o “rachid”  e no qual Flávio é suspeito de embolsar parte salários dos servidores, em um esquema de lavagem de dinheiro que ele nega.

O MP está periciando onze celulares apreendidos com Adriano no sítio em Esplanada, no interior da Bahia, onde ele foi morto por policiais após supostamente reagir à prisão. Bolsonaro chegou a levantar a hipótese de crime de queima de arquivo, versão que esfriou após realização de nova necropsia no corpo do ex-capitão.

As milícias serão um dos principais assuntos das eleições municipais deste ano no Rio de Janeiro, onde mantêm currais eleitorais. Crivella iniciou seu mandato com um afrouxamento na fiscalização do transporte alternativo de vans, um dos ramos de atuação dos milicianos. Numa escuta telefônica da investigação sobre a milícia de Muzema, na região de Rio das Pedra, um dos criminosos sob investigação afirma, em conversa de dezembro de 2018, que se encontrou com o filho do prefeito para tentar evitar a demolição de prédios ilegais na favela. Marcelo Hodge, filho do prefeito, negou.

A prefeitura do Rio afirma que CWM Rent a Car lhe presta serviços há cinco anos, dentro do prazo previsto em lei, e que em janeiro abriu licitação para contratar duas novas locadoras. O resultado foi publicado no Diário Oficial de quinta-feira, 5. Uma das vencedoras, a Haddad Rent a Car, funciona numa sala ao lado da CWM e seus donos são familiares do sócio de Murad Mohamad. A CWM continuará atendendo o prefeito até maio. A assessoria não respondeu se Crivella conhece Omar e Murad Mohamad e nem explicou se a Global Rent a Car, que também pertence aos empresários, seguirá contratada. O advogado Heraldo Assed Iunes, que representa os empresários, diz que eles não têm qualquer ligação com milícias e apenas mantinham uma área em Rio das Pedras para guardar os veículos de suas locadoras.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Portanto, apesar do ESTADO DE CALAMIDADE em que a CIDADE e o estado se encontram, a PRIORIDADE INICIAL deveria ser FOCAR nos PONTOS DE CONTATO da CORRUPÇÃO existente lá com os NÍVEIS SUPERIORES dos TRÊS PODERES, sobretudo o JUDICIÁRIO, pois sozinhas as INSTÂNCIAS INFERIORES do JUDICIÁRIO não podem SUSTENTAR a CORRUPÇÃO nos NÍVEIS MUNICIPAL e ESTADUAL.

  2. Sendo assim, se fosse POSSÍVEL se MAPEAR as RELAÇÕES entre a CONEXÃO PARAGUAI, a CONEXÃO RJ e a CORRUPÇÃO no JUDICIÁRIO PAULISTA, em tese estas TRÊS PEÇAS JUNTAS dariam uma IMAGEM AMPLA da RELAÇÃO entre CORRUPÇÃO, CRIMINALIDADE e VIOLÊNCIA, COMPROVANDO que elas estão INTERLIGADAS e não são INDISSOCIÁVEIS. O RJ encontra-se em um ESTÁGIO MAIS AVANÇADO DE CORRUPÇÃO, mas em se DESBASTANDO esta no NÍVEL MAIS ALTO, no LONGO PRAZO a CIDADE e o estado se beneficiariam das REPERCUSSÕES.

  3. Ali tb é RAZOÁVEL SUPOR que o VÍNCULO entre JUDICIÁRIO e CRIME ORGANIZADO seja MAIS FORTE. Considerando que não é LÓGICO que haja CORRUPÇÃO nas INSTÂNCIAS SUPERIORES sem que esta exista tb nas INSTÂNCIAS INFERIORES, pois estas precisam ser ACIONADAS, o RJ serviria de TRAMPOLIM para se LIGAR o STF e o STJ DIRETAMENTE à GERAÇÃO DE DINHEIRO DE SANGUE (em SP parece que há tb esta POSSIBILIDADE, mas lá a RELAÇÃO seria MENOS ÓBVIA e EXPLÍCITA).

  4. No RJ, a CORRUPÇÃO ALIADA às CONDIÇÕES LOCAIS produziu um MODELO em ESTÁGIO AVANÇADOS dos EFEITOS PERVERSOS do CÂNCER DA CORRUPÇÃO sobre o SISTEMA SOCIAL. Em nenhum outro estado BRASILEIRO as ESTRUTURAS PARALELAS ainda não conseguiram CRESCER a ponto de se transformarem em um ESTADO PARALELO. Destarte, o RJ é um ESPÉCIME ÚNICO dentro da FAUNA DA CORRUPÇÃO, pois lá há um ECOSSISTEMA onde ESTADO OFICIAL e PARALELO, MEIO POLÍTICO e CRIME ORGANIZADO funcionam INTERLIGADOS.

  5. Dadas as PECULIARIDADES lá existentes, ali tb pode se falar de uma CONEXÃO RJ que apresentaria uma SIMILARIDADE com a CONEXÃO PARAGUAI, só que com OUTRAS FACÇÕES sendo os ATORES PRINCIPAIS. Só que ao CONTRÁRIO da CONEXÃO PARAGUAI, a CONEXÃO RJ é MUITO MAIS APROPRIADA e ADAPTADA à REALIDADE BRASILEIRA, pois se a CONEXÃO PARAGUAI serve para MOSTRAR como funciona o PROCESSO de LAVAGEM DO DINHEIRO DE SANGUE, a CONEXÃO RJ serve para ESMIUÇAR a ENGRENAGEM que PRODUZ o DINHEIRO DE SANGUE.

  6. Na verdade, a POLÍTICA não é o ÚNICO PONTO DE CONTATO entre o ESTADO OFICIAL e o ESTADO PARALELO, as RELAÇÕES SOCIAIS tb passam a SERVIR de PONTES, pois INDIVÍDUOS que pertencem a um MESMO MEIO ou fazem parte de um MESMO GRUPO tb servem de PONTOS DE CONTATO entre as DUAS ESTRUTURAS (EXEMPLO MAIS CLÁSSICO é POLÍCIA e TRÁFICO). Com MUNICÍPIO e estado constituem NÍVEIS INFERIORES dentro da ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, o RJ é um MUNDO À PARTE dentro do SISTEMA CORRUPTO BRASILEIRO.

  7. Assim seria NATURAL que o ESTADO PARALELO realizasse "SERVIÇOS" para os INTERMEDIÁRIOS visando MANTER o EQUILÍBRIO do SISTEMA e ELIMINAR ELEMENTOS ESTRANHOS, como Marielle Franco. Ou seja, a VIOLÊNCIA NATIVA do ESTADO PARALELA MIGRA parcialmente para o ESTADO OFICIAL e passa a integrar a ESTRUTURA DE PODER deste, pois quem não faz PARTE DO JOGO tende a ser ELIMINADO, permitindo que ambas as ESTRUTURAS se mantenham INTACTAS e só se ALTEREM para continuar CRESCENDO e SUGANDO a SOCIEDADE.

  8. Se há uma COMUNICAÇÃO entre o ESTADO OFICIAL e o PARALELO, é RAZOÁVEL SUPOR que tb haja uma PERMEABILIDADE entre eles e que a LÓGICA de um acabe por INVADIR o outro. Assim, os INTERMEDIÁRIOS conseguem INFUNDIR no ESTADO PARALELO uma LÓGICA MENOS BELICOSA e DESTRUTIVA, pois CAOS e VIOLÊNCIA em EXCESSO são RUINS para o NEGÓCIO, CHAMAM a ATENÇÃO, AUMENTAM O CUSTO, REDUZEM AS RECEITAS. Por outro lado, os INTERMEDIÁRIOS tb trazem para DENTRO DO ESTADO OFICIAL parte da LÓGICA DO ESTADO PARALELO.

  9. Veja que, apesar de o ARRANJO ser INEFICAZ dentro de um CONTEXTO IDEAL, dadas as CONDIÇÕES AMBIENTAIS, SOCIAIS e SISTÊMICAS, ele é ÓTIMO dentro destas. Portanto, da mesma forma que no SISTEMA TRIPARTITE BRASILEIRO não é POSSÍVEL que a CORRUPÇÃO SUBSISTA nos PODERES EXECUTIVO e LEGISLATIVO sem a ANUÊNCIA do PODER JUDICIÁRIO, no RJ o ESTADO PARALELO não pode SUBSISTIR sem a "ANUÊNCIA" do ESTADO OFICIAL. O ESTADO PARALELO precisa de "INTERMEDIÁRIOS" dentro do ESTADO OFICIAL para se MANTER.

  10. Deste modo, não é IRRACIONAL que, diante da DESORGANIZAÇÃO e da AUSÊNCIA do ESTADO OFICIAL, surja uma ESTRUTURA ou um ESTADO PARALELO, a depender do NÍVEL DE DESORGANIZAÇÃO e AUSÊNCIA. Tb não é IRRACIONAL que, em um SISTEMA ELEITORAL baseado no SUFRÁGIO UNIVERSAL e DIRETO, emerja um SISTEMA CAMUFLADO DE INTERMEDIAÇÃO realizada por POLÍTICOS. Desta forma, diante da INCAPACIDADE, INEFICIÊNCIA e CORRUPÇÃO PREVALENTES no ÂMBITO do ESTADO OFICIAL, este conviverá com o ESTADO PARALELO.

  11. Portanto, é RAZOÁVEL SUPOR que estes LAÇOS sirvam como PONTES para que os POLÍTICOS que possuem algum VÍNCULO com o CRIME ORGANIZADO (seja TRÁFICO, seja MILÍCIA) passem a FAZER UMA INTERMEDIAÇÃO entre o ESTADO OFICIAL e o ESTADO PARALELO, pois com o CRESCIMENTO do ESTADO PARALELO acaba por criar PONTOS DE FRICÇÃO e CHOQUE deste com o ESTADO OFICIAL. Os "INTERMEDIÁRIOS" seriam os AGENTES que atuam para REDUZIR os CUSTOS DE TRANSAÇÃO derivados das FRICÇÕES e CHOQUES.

  12. No CASO do RJ, o que este PROCESSO formou foi um ESTADO PARALELO, pois se em outros estados o CRIME ORGANIZADO é uma ESTRUTURA PARALELA ao ESTADO, no RJ (CIDADE e estado) ele é um ESTADO PARALELO, pois a partir do MOMENTO em que os TERRITÓRIOS passam a ser DOMINADOS pelo CRIME, o PODER POLÍTICO só pode ser EXERCIDO dentro deles através da ANUÊNCIA do PODER PARALELO que os CONTROLAM. Assim, a POLÍTICA acaba por ALIMENTAR LAÇOS entre o ESTADO OFICIAL e o ESTADO PARALELO.

  13. Em ESTÁGIO EMBRIONÁRIOS, estas ESTRUTURAS PARALELAS carecerão de ORGANIZAÇÃO e PODER ECONÔMICO, sendo RAZOÁVEL que se espere que conforme elas CRESCEM e se EXPANDEM, haja CHOQUES e ATRITOS entra elas. É durante este PROCESSO que o CRIME ORGANIZADO DESPONTARIA, pois dentro da CONCORRÊNCIA pelos TERRITÓRIOS, seria NORMAL que PREVALECESSEM as ESTRUTURAS com MELHOR ORGANIZAÇÃO e PODER ECONÔMICO (que é DEPENDENTE da ESTRUTURA ORGANIZACIONAL).

  14. Deve-se esperar pelo menos três COMPONENTES para que estas ESTRUTURAS PARALELAS possam SUPRIR a AUSÊNCIA DO ESTADO: TERRITÓRIO, POPULAÇÃO e PODER. Se o IMPÉRIO DA LEI não se APLICA nestas ESTRUTURAS PARALELAS, que LEI VALERÁ? Não é a LEI DO MAIS FORTE? E, inevitavelmente, por quem e como esta LEI é IMPOSTA? Não é através do CRIME e da VIOLÊNCIA? Portanto, diante do VÁCUO DE PODER decorrente da AUSÊNCIA DO ESTADO, pode se esperar que o CRIME ocupe este e IMPONHA sua PRÓPRIA LEI.

  15. O ESTADO, em essência, é uma ESTRUTURA DE PODER ou, dada a COMPLEXIDADE, de PODERES em torno dos quais uma SOCIEDADE se ORGANIZA e aos quais se SUBMETE. Enquanto ESTRUTURA, o ESTADO só pode se IMPOR sobre a SOCIEDADE se tiver o PODER NECESSÁRIO para tal. O RJ, CIDADE e estado, é um EXEMPLO de uma ESTRUTURA DISFUNCIONAL INCAPAZ de CONCENTRAR e FAZER VALER seu PODER. Diante desta INCAPACIDADE, NATURAL que SURJAM VÁCUOS DE PODER onde a AUSÊNCIA DO ESTADO é SUPRIDA por ESTRUTURAS PARALELAS.

  16. MOHAMAD É DO HEZBOLAH LIBANÊS, o Grupo NARCO TERRORISTA HEZBOLLAH lucra Bilhões com a desgraça do Povo BRASILEIRO além de financiar a Guerra na Síria.. CRIMINALISE O HEZBOLAH JÁ NO BR

  17. A razão que o Rio de Janeiro está assim, é clara. Vejam de 40 anos para cá, quem foi prefeito e governador do Estado, sempre a esquerda, e assim é impossível dar certo. Agora vão eleger o freixo, mais uma vez vão errar. E afinal de contas, claro que a população suja a cidade, isto não quer dizer que o prefeito não tem responsabilidade sobre as enchentes, mas, cada um tem que assumir sua parte, mas a mídia ah a mídia faz um descerviço em não reconhecer isto

    1. SIM ELES ERAM ALIADOS DO PT, GAROTINHO E PAES JÁ DISSERAM QUE ADORAM DILMA

    2. BRIZOLA PDT. Favelizou o Rio, proibiu a polícia de subir nos morros, junto com Marcelo Alencar PDT quebraram o Bando do Estado (Banerj). Garotinho e Rosinha também foram do PDT. Tá com Alzheimer ou usando a velha tática dos REDs: mentir, mentir, mentir?

  18. a intenção do jornalista é enfraquecer o Clivella e atacar o Governo Federal para que o seu candidato à Prefeitura do RIO O ESQUERDA de m....Fleixo tenha chance nas eleições.

  19. Puxa vida! Que tristeza. O que será que pode ser feito para acabar com esse quadro de corrupção crime milícia tráfico etc no RJ? logo o lindo cartão postal do Brasil. MP não desista! o país inteiro está ao seu lado com esperança no Bem contra o mal.

  20. O MINISTÉRIO PÚBLICO do Rio de Janeiro é um GRANDE exemplo para a maioria dos JULGADORES "lá de cima", pela COMPETÊNCIA, dignidade, honestidade e honradez e profissionalismo (diga-se, todos concursados), para a obtenção da JUSTIÇA. Coisa rara até de se ver nos pseudos "famosos" advogados, mentirosos que são, pois buscam não a verdade e sim os MILHÕES de dinheiro sujo. O Brasil inteiro sofre!

  21. Só faltam 8 dias para 15 de março, o #DIAdoFODA-SE ou #DIAdoFURO ou #DIAdoHELENÃO. Homenageados: Gal. HELENO, MORO e BOLSONARO. As guerras são vencidas NAS RUAS. Indo às ruas ESCORRAÇAMOS a dilmANTA, ENJAULAMOS o luLARÁPIO e ENFIAMOS a Reforma da Previdência pela GOELA ABAIXO do congresso. Dia 15 de março o #DIAdoFODA-SE . Em Copacabana às 10h no Posto 5. CONTRA AS CHANTAGENS DO CONGRESSO. Favor divulgarem outros locais e horários de encontros do #DIAdoFODA-SE - 15 de março.

    1. Considerando o resultado do "acordo" que garantiu o controle sobre quase 20 bi; Considerando o histórico de desvios detectados desde o escândalo dos anões do orçamento nos idos de 1993; Considerando que o controle sobre o orçamento é atribuição do Chefe do Executivo; Considerando que o orçamento impositivo é um arranjo que viola atribuição constitucional, mesmo após a manutenção do veto presidencial, acredito que o movimento deve ocorrer com toda força!!! O povo precisa mandar um recado firme!

  22. Pobre Rio, tendo de escolher entre direita miliciana e esquerda Comando Vermelho. Um candidato independente talvez não sobreviva em todos os sentidos👎🏿👎🏿👎🏿

    1. João Figueiredo disse que resolveria o problema, jogando bombas nos redutos marginais e se houvesse 30% de erro,ainda assim era acerto.

  23. Resumo: Os donos de uma empresa de locação de veículos que venceram uma licitação da prefeitura há 5 anos, em outra gestão inclusive, foram presos por terem de pagar propinas à milícias para poderem fazer negócios imobiliários em uma região do RJ. Conclusão imparcial do jornalista: Marcelo Crivela é associado com milicianos e faz uma péssima gestão por não conseguir segurar a chuva no Estado... Ilha no jornalismo?

    1. Esse é um caso único: um morador do Rio defendendo o Crivella. Deve ser fã do lado cantor dele.

    2. Ainda no assunto. A péssima gestão é o legado que Crivella deixará. Infelizmente.

    3. Querido, só não vê quem não quer. o seu caso, por exemplo. ACORDA MARIA!

    4. Outro aspecto, com relação às chuvas no Rio, que marcaram o primeiro ano do governo crivella e agora o último, todos os comparativos de investimentos com os outros governos, que também foram desastrosos, mostram a queda vertiginosa na destinação para duas áreas estruturantes quais sejam , a prevenção/conservação e a saúde. Com relação às ilações feitas pela revista, no que se refere a eventual envolvimento com a ORCRIM mencionada, acho precipitada e deve ficar a cargo somente do MPRJ.

    5. Acho que algumas questões não foram mencionadas. Apesar de votado em Crivella, por falta de opção, registre-se, a atual gestão municipal renovou o contrato da gestão anterior com esse grupo que mantinha relações com ORCRIM. Qualquer gestor público mediano, quando vence eleição, sobretudo em um município devastado pela corrupção como o Rio, determinaria que sua comissão de licitação fizesse uma análise detalhada dos contratos mantidos pela gestão anterior. Desculpe, mas não há inocentes aqui.

    6. Só avisando: Quando a assinatura acabar não vou renovar. Vcs são iguais a outros veículos de imprensa que eu quis fugir... Guiados por interesses e preconceitos.

  24. Tudo como antes o quartel de Abrantes. Povo continuará TOMATOTOMA TOMA. É a corrupção institucional com lava jato, lava os carai

  25. A população do Rio ou está nas mãos da milícia ou está nas mãos do tráfico. Aqui as corporações criminosas demarcaram seus territórios e se atrelaram aos inúmeros partidos políticos de acordo com seus interesses e negócios. Nas próximas eleições só haverá duas candidaturas e caberá ao cidadão escolher se quer ficar do lado da milícia ou do lado do tráfico. Simples assim. Talvez algum dia, quem sabe, o Cristo Redentor venha nos salvar dessa roubada em que nos metemos e possamos virar uma cidade.

    1. Isto é o que se pode chamar de observação pertinente e objetiva.

  26. Todo corrupto paga pelo seu pecado! O mundo da corrupção, envolve a consciência dos homens gananciosos e obcecados pelo poder, num verdadeiro palco de inquietações.

    1. Agora náo entendi nada????? O que a Crusoe fez de condenável?

  27. Eita...o Rio é um bom exemplo do que governos corruptos ligados a milícias promovem, miséria, crimes, tráfico, saúde zero, segurança zero, e mais zeros e zeros... o Rio de janeiro continua lindo...🎶

  28. Essas milícias fazem parte do govêrno do Rio há muito, com certeza. Do jeito que está infiltrada nas redes oficiais isso vem de longe. Isso é que é corrupção!!! Onde a polícia, os agentes de inteligência etc ? Que país é esse ? Dá vontade de sumir!!!

  29. Só não sei se, apesar disso tudo, o prefeito atual é pior que seus antecessores ou daqueles que já se apresentam como candidatos á prefeitura do pobre RJ.

  30. Estou fazendo uma pesquisa sobre os atos de 15 de março. Por favor, quem vai diga SIM ou Eu Vou. Colabore colocando o local e o horário da manifestação.

    1. simmmmm.... só assim temos chance de tentar mudar e baixar a bola desse congresso, STF e senado..se ficarmos aqui parados. nada vai mudar .. vamos continuar reclamando sem fazermos nada .. vamos pra rua.. SIM

    2. Elisa, é uma pena, mas aqui não dá para desenhar. Talvez um dia você entenda.

    3. EU NÃO VOU. NAO ENTENDI QUAL É REIVINDICAÇÃO .

  31. A foto que encabeça a matéria é interessante: 5 (cinco) microfones e + um celular gravando são as patéticas figuras de que seis pessoas "acuam o Crivela Prefeito", não prá pedir conta das "contas do município" e sim pra chamar atenção do povo que "as milícias têm poder referendado"!!! já convivemos no RJ há décadas com esse poder!!!! mas torno a dizer que está contratação foi feita pela gestão anterior!!! estão sacrificando a "ovelhinha" errada..por essa e outras que o Presidente fica bravo!

  32. Doria também foi eleito com o slogan Bolsodoria mas não vejo irem aos 30 anos de passado como fazem com o Presidente. Me parece que sobre milicias o tal Ibis que tem livre acesso ao CV ninguém se preocupa. Só o Duvivier que na sua coluna apresentou uma mão segurando a cabeça do Presidente veio proteger o Ibis. Ex Coronel da PM do Rio Psolista de carteirinha. Vamos aguardar quem é apoiado pela milicia. E o fato da esposa do Adriano dizer que ele financiou com 2 milhões a campanha de Witzel?

  33. Não é DIREITA contra ESQUERDA. Não é RICO contra POBRE. É a NAÇÃO contra a CORRUPÇÃO. DIA 15 TODOS NAS RUAS. Só faltam 9 dias.

    1. Não vamos permitir mais bandidos no governo do Rio já basta os que tivemos e temos atualmente, eu não votei em nenhum deles mas o povo não aprende. enquanto não aprenderem a votar vocês vão ser gados desta escória Witzel e Crivela

  34. Esta capacidade de suscitar matéria de cunho investigativo em curso pra ver se piora um pouco o que já não está bom parece ser o "FORTE" de vcs. O assunto é apenas "uma suspeita" mas o prazer de levantar contratacoes de "segurancas"feitas por administrações anteriores e envolver o governante presente é ",exclusive" de CRUSUE . O quê o Crivela tem a ver com essa matéria?????

Mais notícias
Assine agora
TOPO