Bruno Santos/Folhapress

‘Meu negócio é a medicina’

Incensado nas redes sociais, Drauzio Varella, o médico mais famoso do país, diz que nunca entrará para a política, condena o alarmismo em torno do coronavírus e afirma que o SUS é motivo de orgulho
06.03.20

Drauzio Varella é hoje um dos médicos mais populares do Brasil, respeitado tanto por sua trajetória na medicina quanto por seu papel como comunicador na área da saúde. Com a tranquilidade que lhe é peculiar, o também escritor e apresentador — conhecido pelo didatismo na transmissão de informações médicas para a população — tenta disseminar uma boa nova para aqueles que, nos últimos dias, foram dominados pela apreensão. Para ele, não há motivo para pânico em relação à escalada global do novo coronavírus. Seu argumento é alicerçado em dois pilares fundamentais: a baixa incidência de casos que terminam em morte e o fato de 90% das pessoas infectadas terem sintomas de um resfriado comum. Para Drauzio, o brasileiro deveria se preocupar muito mais com a dengue. “Só temos que evitar o pânico, para não fazer com que todo mundo corra para o pronto-socorro depois de uma tosse. Se isso acontecer, aí sim teremos uma epidemia, pois o pronto-socorro é o melhor lugar para pegar coronavírus”, afirma.

Aos 76 anos, Drauzio acredita que o SUS e a rede privada brasileiras estão preparados para enfrentar a doença. O segredo, segundo o médico, é munir a população de informações sobre os cuidados a serem tomados para se prevenir da doença e como agir em caso de suspeita. Crítico ferrenho da constante troca de ministros da Saúde, o que segundo ele inviabiliza o desenvolvimento de políticas públicas, o oncologista elogia o trabalho do atual ocupante do cargo, o também médico Luiz Henrique Mandetta. “O ministro tem ido bem, e espero que permaneça assim, para poder ter essa continuidade”. Drauzio, porém, cobra mais investimento na atenção primária da saúde. Para ele, a prevenção, além de ser o melhor remédio, é a única forma viável de garantir o atendimento a uma população que envelhece cada vez mais. Elogiadíssimo nas redes sociais, que nos últimos dias o trataram como “o melhor brasileiro vivo”, o médico descarta peremptoriamente uma aventura na política. “Meu negócio é a medicina”, afirmou a Crusoé. Seu próximo objetivo, para além dos compromissos profissionais, é se preparar para a maratona de Londres marcada para abril. A seguir, os principais trechos da entrevista.

O Brasil tem de se preocupar com a expansão do novo coronavírus?
Eu me preocupo muito mais com a dengue do que com o coronavírus. Veja a quantidade de mortes que temos todos os anos em função da dengue. Parece que a gente aprendeu a conviver com a dengue. Temos dezenas de milhares de casos espalhados pelo Brasil. Normalizamos algo que não deveria ser normal. A taxa de mortalidade do coronavírus é baixa. Na China não morreu nenhuma criança com menos de 10 anos. Acima dos 80 anos, o índice de morte é de 5%, parecido com o índice de infecções respiratórias. E 90% das pessoas infectadas têm sintomas de um resfriado comum. Não há razão para esse pânico todo.

O país está preparado para enfrentar uma possível epidemia desse vírus?
Está. Tanto a população quanto as redes pública e privadas de saúde. Só temos que evitar o pânico, para não fazer com que todo mundo corra para o pronto-socorro depois de uma tosse. Se isso acontecer, aí sim teremos uma epidemia, pois o pronto-socorro é o melhor lugar para pegar coronavírus. Por isso a informação é tão importante. Temos que manter a população muito bem informada sobre todos os cuidados, quais são os verdadeiros sintomas e como agir em caso de suspeita.

Qual é a melhor forma de prevenção?
Não tem segredo, lavar bem as mãos e, no caso dos doentes, usar máscara na rua. Mas isso depende de educação. Aí entra o papel do estado, da escola, da imprensa.

Mas todos deveriam usar máscara?
Não. É importante salientar que a máscara é só para quem está com sintomas gripais ou gripado de fato.

Bruno Santos/Folhapress“Se todos correrem ao pronto-socorro depois de uma tosse, teremos epidemia”
O Ministério da Saúde está fazendo a parte dele?
Sim. O Ministério da Saúde tem feito um ótimo trabalho, não se furtando a dar as informações à população. Também tomou todas as providências necessárias até agora.

O sr. sempre criticou a grande rotatividade de ministros da Saúde. O atual, Luiz Henrique Mandetta, do DEM, está há um ano no cargo. Ele tem feito um bom trabalho?
A continuidade das políticas públicas é fundamental em qualquer pasta, mais ainda na Saúde. O ministro tem ido bem, e espero que continue assim, para poder ter essa continuidade, acabar com essa loucura de a cada dez meses trocar um ministro.

Por que é tão importante que os cargos de uma pasta como a da Saúde sejam ocupados a partir de critérios técnicos?
A troca de ministro a cada dez meses explica por que nossa política pública de saúde não é digna desse nome. Espero que com o atual seja diferente, mas é difícil acreditar que mudou essa cultura das escolhas políticas. Vamos, no entanto, continuar torcendo para que as políticas da atual gestão sejam mantidas. O ministro manteve ótimos profissionais em funções essenciais. O Ministério da Saúde tem profissionais altamente qualificados, pessoal de carreira, formado nas melhores universidades do país, com pós-graduação em centros internacionais. Mas, a cada mudança de ministro, há a nomeação política dos ocupantes dos cargos de confiança. Isso é péssimo.

O que é fundamental na saúde pública?
A gente tem que se preocupar mais com a atenção primária. O Brasil tem um programa, o Estratégia Saúde da Família, que é um dos melhores do mundo. Por isso o atual governo está certo em investir cada vez mais nesse programa. O único jeito de você enfrentar os problemas de uma população que envelhece é fazer a prevenção. Também porque, ao dar atenção à saúde primária, diminuímos custos. Não existe outra fórmula: ou investimos na atenção primária para diminuir a demanda ou os mais pobres e a classe média ficarão à margem dos serviços de saúde. O SUS e a Saúde Suplementar não têm recursos suficientes para absorver os custos com o tratamento de uma população que envelhece cada vez mais.

Bruno Santos/Folhapress“Montam vídeos como se eu indicasse algum remédio. Isso é quadrilha”
O sr. sempre foi um defensor do SUS. Como avalia o sistema hoje?
O SUS é uma das coisas das quais o brasileiro tem de se orgulhar e brigar por ela. Trabalhei duas décadas como médico antes da existência do SUS. Naquela época, só quem tinha carteira assinada tinha assistência médica garantida pelo antigo INPS. Os demais tinham de pagar pelo atendimento ou contar com o atendimento em Santas Casas de Misericórdia e em algumas instituições religiosas. Eram poucos os hospitais públicos espalhados pelo país. Portanto, se há fila hoje, imagine antes. Aí, pergunto: se a pessoa não tem renda, como ela vai pagar por algo? Bem ou mal, o SUS tem tudo o que todos precisam. Precisa melhorar? Claro que precisa. Mas isso depende de planejamento, organização, controle, dinheiro, vontade política. Os brasileiros deveriam dar mais valor ao SUS, que, entre outras coisas, tem o maior programa de vacinação do mundo, gratuito, assim como o de transplante. Isso não existe em todos os países. Aliás, não existe em quase nenhum. E estamos falando de um país continental, com 210 milhões de habitantes. Não há nenhum outro país no mundo com mais de 100 milhões de habitantes que ousou oferecer saúde pública gratuita para todos.

Por que há tantos problemas, como as filas?
Porque a assistência primária é falha. As pessoas vão ao pronto-socorro porque não conseguem atendimento na UBS (Unidade Básica de Saúde). De 80% a 90% dos casos atendidos em um pronto-socorro poderiam ser resolvidos em uma UBS. Mas lá faltam médicos e enfermeiros. É aí que falta o planejamento, falta organização do estado.

O sr. tem ganhado cada vez mais visibilidade nas redes sociais. Já passou pela sua cabeça entrar para a política?
Nunca pensei nisso, meu filho. Meu negócio é a medicina. E o que mais gosto de fazer é praticar a medicina com as mãos. Além disso, escrevo os meus livros, faço as minhas palestras, as minhas participações em reportagens. Gosto de educar, meu trabalho é educativo. Ah, também corro, inclusive maratonas. Já está bom demais para um senhor da minha idade, né?

Com tanta exposição, o sr. já foi alvo de fake news?
Fui e sou constantemente. As piores são as propagandas falsas de remédios com a minha imagem. Usam fotos minhas e até montam vídeos como se eu indicasse algum remédio. Isso é coisa de uma quadrilha. Já denunciamos várias vezes ao Instagram, Facebook e Twitter. Tiram a propaganda do ar, mas logo os bandidos aparecem com outra. Quero deixar claro que não faço propaganda de medicamento. Nunca fiz. Não caiam nessa.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Ele deve estar super arrependido de ter dito essas coisas a respeito da COVID 19 em Março 2020. Agora está publicado e qualquer leitor poderá ter acesso.

  2. Seu negócio são as lentes e o microfone!!! Ñ vês q fica horrível um suposto médico opinando sobre todos os ramos da ,medicina? Qual a sua especialidade mesmo? Ah tá bom, é medicina! KKKkK!!!!!!!

  3. Sem dúvida trata-se de profissional talentoso, dedicado e reconhecido em nossa sociedade. Sempre informa sobre importantes temas de saúde aos brasileiros, de forma sensata e científica. Parabéns!

  4. Esse é o médico garoto propaganda da globo lixo ... !!! Ganhou fama, graças o contrato com a emissora .... médico repórter da RG !! Tá na hora de varrer esse charlatão da midia , que aliás , como médico , fala muita asneira que vai de encontro com a medicina científica !!!

  5. Médico oncologista respeitado e contratado da Globo. Já deveria ter saído desta emissora ao perceber que o assunto da emissora é pura lacração. Nesta reportagem citada que não assisti e parei de ver canal aberto há cinco anos, noto que o nobre médico atuou como repórter e se entrou nesta fria sem saber do roteiro, o que é impossível, pisou literalmente no tomate. Abraçar infanticida é abraçar o diabo !!!!!!!

    1. Eu também acho isso. O Dr.Dráusio deveria pedir uma indenização da globolixo pois ela Globo sabia do passado daquele assassino pedófilo, miserável, mas omitiu para dar mais credibilidade a falsa reportagem. O médico repórter entrou de gaiato. Deveria vir a público e explicar que foi mal assessorado mas acho que a soberba foi mais forte, e a grana também.

  6. É, xará, parece que a matéria não alcançou o buxixo da semana, o abraço. Parece que foi o abraço do mal! Legal mesmo está sendo a briga entre TICO X TECO aqui embaixo.

    1. Já uma defesa pro senhor Dráuzio Varella. Não sei pra onde caminha este nefasto jornalismo.

    1. Adoraria que fosse o teu filho ou sobrinho que esse cara tivesse matado cruelmente!!!!

    1. Adoraria que fosse seu filho ou sobrinho que esse cara tivesse matado cruelmente!!!

  7. Bobão, pucha saco, pau mandado do pessoal da GLOBO-Petistas, deveria cuidar da sua profissão de Médico (Se é que é) e ficar quietinho!!!!!

  8. Dráusio deveria se concentrar na medicina e não no ativismo político. Porém não dá, pois a lacração é seu negócio. Colocou um baita prego no caixão da Rede Globo.

    1. Sim, é o fim da Globo. kkkkkkkkkkkkkkk Bozomerda detected

  9. Posição em relação ao coronavírus totalmente diferente do que a imprensa espalha. Concordo totalmente com ele. Quais seriam os interesses economicos por tras da "epidemia" desse vírus?

  10. Conheço médicos que atendem presos, drogados, trans e doentes. Nunca saem por aí fazendo propagada de sua atividade profissional, muito menos na imprensa. Como ele é funcionário da Globo só poderia aceitar o jogo criminoso e insensato de acariciar criminosos de alta periculosidade.

    1. Concordo plenamente! Crusoé poderia ter escolhido um médico verdadeiramente comprometido com a medicina, e não com a Globo, para entrevistar. Há muitos no país.

  11. Incrivel a quantidade de comentários detonando o Dr Drauzio sobre a (infeliz) materia da vida solitária na prisáo da transexual...para mim foi um grande engano , para náo dizer erro, da Globo na preparaçao do contexto (cagada), mas o que impressiona mais é a quantidade de gente comentando aqui que assistiu, achei que no domingo todos estariam vendo Domingo Espetacular na TV IURD, que náo dáo ibope para a globolixo

  12. A "boa nova" que esse senhor prega, é o aborto e a eutanásia... é assim que ele busca reduzir a demanda de uma população que vem envelhecendo, e não por meio da atenção básica.

    1. Foi seu professor? E é por isso que você é assim, lelé???

  13. Leva o assassino Susy pra sua casa pra passar os finais de semana com sua família Drauzio seu hipócrita. Já fez alguma visita para a mãe do garoto assassinado por ele seu fdp?

    1. O DR Drauzio não estava ali como médico e sim como jornalista como outro qualquer querendo despertar a emoção das pessoas e ganhar mais IBOPE. Se esconder na medicina e na ciência foi o que fizeram os médicos nazistas nos campos de concentração. Que feio “Dr Drauzio”

  14. Médico e advogado não são juízes, a doceira não pergunta se o cliente é diabético , a estupidez foi da mídia dizer que a prisão foi por roubo, qdo não era só isso.

  15. Médico e advogado não são juízes, a doceira não pergunta se o cliente é diabético , a estupidez foi da mídia dizer que a prisão foi por roubo, qdo não era só isso.

  16. Responsável por um dos momentos mais lastimáveis da tevê brasileira. Deveria estar envergonhado, mas não está. Ao contrário. Tentou uma desculpa vagabunda.

    1. Marco > Não somente a desculpa foi vagabunda; o doutorzinho também é um vagabundo, canalha e mentiroso. Doutorzinho especialista em todas as especialidades!!! Vai para o SUS, seu FDP!

    2. Se escondeu no juramento de Hipócrates como se estivesse fazendo uma consulta médica, mas não estava, no fantástico era um jornalista como qualquer um. Se solidarizar com a solidão de um monstro que sodomizou e matou uma criança de 9 anos? Indescupável e castigo para o pseudo santo que busca audiência a qualquer custo.

  17. Acabou a admiração que eu tinha por este ancião médico. Milionário por seus próprios méritos, talvez por sua senilidade, se dá ao luxo de abraçar e incensar um assassino frio de varias crianças, inclusive de parentes que, por esta razão, não o visitam há anos e jamais voltarão a visitá-ló. Sugiro ao demente dr que abrace a mãe do menino de 9 anos que ele matou.

  18. Dráuzio Varella fez apologia e sensacionalismo a favor de transexual Suzy, comovrndo o público porque o Suzy há 8 a nós preso não recebia visitas íntimas, mas negou informar que esse transexual estuprou um menino, fez o que bem queria: Sodoma e gomorra e depois matou. Foi por isso preso e deve sim, ser proibido de visitas íntimas. Eita país país de hipócritas ! Também sou médico, fiz mais de vinte mil cirurgias no SUS, mas nem por isso quero ser agraciado. Deus proverá.

    1. O medico Edvaldo no seu comentário falou tudo! Ainda bem que não vivemos mais em uma redoma em que a Globo era dona da verdade!!

    1. Como este país é pequeno...hoje mesmo o antagonista com auxílio de juízes criminais descobriu a identidade do trans q aparece abraçado ao dr Drauzio no fantástico da Globo. É de estarrecer e o médico o apresenta como um coitado.

  19. Parabéns Dr Varela , tenho muita admiração pelo senhor apesar de não conhece- lós pessoalmente. Sempre foi muito popular e esclarecido se dedicando ao povo humilde! Lhe desejo uma vida longa e abençoada!

    1. Vá visitar suzy ..e fique lá com ela e o doutorzinho... ca lhordas

    2. Esse assassino que o médico e ancião abraça, matou uma criança de 9 anos após estrupa-la. Sugiro abraçar a mãe da criança morta.

  20. Minha admiração pelo Dr Dráuzio é de longa data. O Brasil merece muitos brasileiros com seu exemplo de vida...Parabéns e grande abraço...

  21. O SUS mostra o qto não percebemos e não fazemos matemática!! No final falta dinheiro para atender a todos de forma igualitária e DECENTE mas a lorota segue que saúde é dever do Estado e direito de todos. Nos acostumamos com mentiras como essa e outras!!

  22. Vinha estranhando a sua figura vinculada a um remédio milagroso contra reumatismo e males da coluna. A sua resposta à última pergunta dessa entrevista me esclareceu e tranquilizou.

  23. Entrevista com alguém do quilate do Dr. Dráuzio não é surpresa. Profissional que tem conhecimento na área em que atua, consciência do seu papel na sociedade e compromisso com a verdade. Tão diferente do comportamento dos políticos e do jornalismo militante - sempre preocupados com o politicamente correto, com as mentiras e enganações em detrimento da verdade.

  24. Abordagem lúcida e perspectiva muito interessante de tema tão vasto e complexo. Reverentes cumprimentos e agradecimentos a um verdadeiro e exemplar BRASILEIRO, cidadão e profissional humano e edificante, que nos enche de motivação e orgulho!!!!

    1. O problema do BRASIL é sim o executivo, o legislativo, o judiciário e seus ACORDÕES, Odair. Não se iluda, meu caro. São todos uma só facção criminosa.

    2. Odete minha cara, uma pessoa com todas estas qualidades não ficaria no governo por mais de um mês. O sistema o derrubaria rapidamente. O problema do Brasil não é o Poder Executivo, mas sim o Legislativo e o judiciário.

    3. Competência, inteligência, lucidez, probidade, ética, conhecimento multidisciplinar, conhecimento multidimensional e caráter. Um cidadão como ele governando cada estado e dez no governo federal, resolveriam o BRASIL. Mas a opção que ele fez edifica sim, o país, com desdobramentos inimagináveis!!!

  25. Ótimo proficional, excelente pessoa, pena que a mídia em geral não torna difusa as ideias dele !! Parabéns pela reportagem !!

    1. Não é um comentário justo o seu, Virgolino. A mídia valoriza e difunde sim, as idéias e o trabalho deste competente profissional e cidadão exemplar. Justamente por isso ele é conhecido no país inteiro. Sempre teve espaço na TV e nos demais diversos veículos de comunicação, com quadros, reportagens, entrevistas e campanhas pró-saúde. Ele é aliás, uma unanimidade midiática espontânea.

  26. Brilhante o comentário do DR Drauzio.O Brasil tem no SUS um sistema de saúde universal e sempre criticado e explorado e muitas vezes ridicularizado por brasileiros mau informados.

  27. Grande homem! Desses que precisamos muito. O Dr Drauzio é um médico muito diferente da grande maioria. Pensa no paciente, pensa no povo sofrido com dificuldade de acesso a um médico. Há muito o acompanho desde os primeiros artigos de jornal. Parabéns, Dr Drauzio, o Sr é um exemplo.

  28. Drauzio tem toda razão em relação a esse barulho todo em torno do Coronavírus. Isso é uma cortina de fumaça para esconder a quebra da economia mundial que está prestes a acontecer.

  29. Realmente, só quem trabalha no SUS sabe do alcance da necessidade e do progresso que o programa teve nas últimas décadas, apesar dos governos não valorizarem os servidores da área e estrutura material, ainda que com deficiências é o que a população carente tem a disposição.

  30. Poisé: " do Oiapoque(hj monte Caburai) aoXui", só não leu quem não quis, que o Hospital das Clinicas de POA, ontem 05/03 realizou uma Entrevista Coletiva em Mesa Redonda de 11 de Seus Membros (tem publicação na íntegra é só pesquisar).. tema: NB, "estratégias de prevenção e enfrentamento do vírus envolvendo as diversas ações e governo)" não tratavam da Dengue.

    1. Bem lembrado, Zilma. A turma gaúcha e do HC é séria e confiável nesse assunto. Também recomendo a leitura. O resto me parece fantástico.

  31. Muito boa reportagem! Eu que sou médica e atendo SUS tenho orgulho do meu trabalho e dos meus colegas! O Brasil é o único país de mundo que oferece transplantes gratuitos!!!

    1. Perfeito, Dra. Maria, parabéns, o SUS, tão injustamente criticado, vem fazendo um excelente trabalho. Sou paciente do SUS, sempre fui muito bem atendido, não tenho nenhuma queixa. Tem toda razão de se orgulhar.

  32. Muito boa a matéria. Ao contrário de alguns comentários revoltados aqui embaixo, considero que o Dr. Drauzio Varella faz um excelente trabalho de divulgação na área médica. Sua postura é séria e equilibrada, coisa que está faltando bastante por aqui no nosso país de uns anos para cá.

  33. está aí uma solução: "VAMOS TODOS NOS MUDAR PRA "POA" terrinha do pai da Márcia que é generosamente atendido no Hospital das Clinicas que tem uma estrutura de Particular de 1° Mundo e, pasmem, Atende a clientela (seleta) pelo SUS, e como o Brasil inteiro não cabe em POA vamos pra BH onde o SUS TB funciona para todos...e só reclama dele lá quem tem plano particular!!!! só navega nesse discurso quem não quer ou não pode pagar R$3.000,00 por cada idoso da sua família!!!!?

    1. O SUS depende do governo estadual e municipal no final da linha, no início depende do povo que o elege. Um exemplo nítido é o desastre do Rio de Janeiro.

  34. Só relembrando... O Dr Drauzio Varella foi o defensor contumaz da necessidade de "visitas íntimas" nos presídios. Pura falácia porque não diminuiu o avanço do HIV, aumentou a promiscuidade no deteriorado sistema penitenciário do Brasil. Único país no mundo que tem anomalias como "visitas íntimas", bolsa $ dos presos criminosos pago com nossos impostos, enquanto aos familiares das vítimas só resta chorar para sempre as perdas dos entes queridos.

    1. este médico midiático me lembra os pastores e padre que vivem salvando os brasileiros via redes sociais. daqui a pouco está se candidatando ou recebendo um ministério ou secretaria. É tudo continua como sempre foi. Acho que ninguém é sério no Brasil....

    2. Exemplo de cidadão que teve berço ( uma família). Profissionalismo, conhecimento, humanidade e respeito ao próximo são preceitos para uma vida digna. O SUS é reconhecido mundialmente por ser o sistema de saúde perfeito, só não é melhor, infelizmente, pela politicagem corrupta de nossos governantes. Ainda acreditamos no Homem.

  35. Escrevo para relembrar que a "popularidade" ou seja, má fama do Dr Drauzio Varella, sem dúvida, ficou em alta quando ele fez propaganda na TV pró loby dos planos de saúde. Daí os preços dos planos explodiram, os serviços pioraram e milhões de brasileiros passaram a depender do SUS. Triste constatar que os brasileiros esquecem o dano que nos causaram figuras como esse Dr Drauzio Varella.

  36. Uma espécie de porta-voz paralelo da Medicina no Brasil, mas a muito tempo o negócio mesmo do Dr Drauzio não é a medicina e sim o marketing. Para o bem e para o mal.

  37. Em BH as UBS funcionam muito bem. Não há filas, marcam-se consultas, há atendimento sem agendamento, o sistema é informatizado, agendam-se consultas de especialidades. Há um ditado: em BH só crítica o SUS quem paga plano de saúde.

  38. Uma boa entrevista!!! Sobre o SUS, incrivelmente eu não tenho o que reclamar. Tenho um pai idoso e é impraticável pagar um sistema particular. Pois ele é muito bem atendido na UPA e quando necessário no Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Agradeço demais ao SUS!!!

  39. Estou fazendo uma pesquisa sobre os atos de 15 de março. Por favor, quem vai diga SIM ou Eu Vou. Colabore colocando o local e o horário da manifestação.

    1. Não Tô fora de babar ovo de político. Seja lá quem for

  40. Com "todo o meu respeito" ao Ilustre Doutor, mas tudo o que não precisávamos neste momento é de "um Acaciano" a bordo. Fala sério!....o mundo está acuado ante um coronavirus inesperado e, sem duvidas, ameaçador....e vem essa de "botar panos quentes e tranquilizar" um povo que não tem Sus nem pra fazer uma emergência, a menos as de bala perdida!!!???! é isso mesmo ou entendi errado, se assim fui, me desculpem.

  41. Não gosto da forma debochada como ele trata essa epidemia do Coronavirus. O mundo inteiro está contaminado, muita gente perdendo suas vidas, a economia e a bolsa sofrendo com os efeitos da doença e esse médico desqualificado as informações passadas pelas autoridades brasileiras e até hospitais renomados como Albert Einstein sobre como se previnir. Acho que ele não sabe nem "lavar as mãos corretamente"

    1. Sério? Quem faz estardalhaço é a mídia. Minha filha mora na Itália e o “pânico“ durou uma semana quando apareceram os primeiros casos, Depois disso, vida normal. Dr Drauzio está certíssimo, a dengue anda matando mais, mas não é mais notícia.

    1. Dr Drauzio a sua pessoa e muito importante para o país .medico de primeira e muito claro,até: Maria Isabel PEREZ

Mais notícias
Assine agora
TOPO