RuyGoiaba

La garantia é nóis

13.03.20

Acordo com a frase “dólar a cinco” martelando obsessivamente na minha cabeça, quase em ritmo de marchinha de Carnaval (“com pandeiro ou sem pandeiro, ê-ê-ê-ê, eu brinco/ dólar a cinco, dólar a cinco”). Em seguida, entro num dos meus grupos de internet — solução ideal para quem não gosta de conviver presencialmente com pessoas; graças ao novo coronavírus, a gente pode conviver ainda menos — e um amigo me repassa uma notícia da GloboNews: com o real despencando, os paraguaios estão aproveitando para fazer compras em Mato Grosso do Sul. Ou seja, a rota habitual dos sacoleiros se inverteu: mais um pouco e o câmbio fica na medida para eles levarem o estado inteiro.

E então me dei conta: após décadas de esforço, enfim viramos o Paraguai do Paraguai, um über-Paraguai. A prisão de Ronaldinho Gaúcho no país vizinho foi um sinal: o gênio do futebol conseguiu ser pego com um passaporte paraguaio falso num país em que brasileiro nenhum precisa de passaporte para entrar. Só comprova que o vasto know-how brasileiro em malandragem e gambiarra não se atualizou, ficou obsoleto, já não é convincente nem no Paraguai. No momento em que escrevo, o “Bruxo” ainda está em cana — e até agora não apareceu nenhum Gilmar Mendes para mandar soltar. Um país sério, vejam só.

Aliás, estamos sendo justos com o país de Roque Santa Cruz, Larissa Riquelme e Perla? No fundo, o Bananão sempre foi muito mais paraguaio que o país do uísque escocês produzido nas highlands ali pertinho de Pedro Juan Caballero. Nossas “instituições que funcionam normalmente” são paraguaias. Nossos eleitores AMAM se deixar enganar por falsificações. Nossos políticos, do presidente ao último dos vereadores de Ponta Porã, são tão confiáveis como uma nota de R$ 3 (neste momento, equivalente a uns 60 centavos de dólar). E nada nos resume tão bem quanto Tiririca, o deputado, cantando “índia, seus cabelos” em looping: o Brasil é um Paraguaizão atolado, com as rodas girando em falso no mesmo lugar. Não é la garantia soy yo: agora, a garantia é nóis.

A solução óbvia seria a vingança de Solano López: o Paraguai anexando o Bananão, o que deixaria o Mercosul mais enxuto, reduzido a um trio (se bem que o ideal mesmo seria os uruguaios também anexarem a Argentina), e de lambuja nos daria algumas Libertadores a mais. Mas os paraguaios já devem ter problemas suficientes. Uma vez que não deve existir mais Europa depois da turnê do coronavírus, vou me informar sobre o que é preciso fazer para obter cidadania paraguaia. Espero que baste saber de cor a letra de “Índia”.

(Colar foto de goiaba no passaporte do Ronaldinho está fora de questão.)

***

A GOIABICE DA SEMANA

A produção de goiabices na semana que passou foi ainda maior que a vertiginosa queda da Bolsa, com destaque para a fantástica história dos “fraudadores de eleição” que perderam no primeiro e no segundo turno e, aparentemente, só fraudaram para dar ao processo eleitoral mais adrenalina, emoção, sei lá.

Mas os campeões desta vez têm de ser Jair Bolsonaro — o mesmo que falou das tais fraudes — e seu secretário de comunicação, Fabio Wajngarten. O primeiro, por dizer que a “pequena crise” do novo coronavírus é “mais fantasia” e não isso tudo que a mídia propaga, talquei?; o segundo, por atribuir à “banda podre” da imprensa sua suspeita de coronavírus, que acabou confirmada no dia seguinte.

Como Wajngarten esteve com Bolsonaro e com Donald Trump recentemente, existe o risco de que tenha feito um strike nos dois presidentes. Posso apostar que, no esgoto da internet, já tem algum teórico da conspiração dizendo que o vírus é de esquerda — aquelas mortes todas na China foram só para despistar.

Álvaro Garnero, Mike Pence, Trump e Wajngarten, os 4 cavaleiros do coronavírus

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
    1. Correção à correção: parece que uma fonte próxima e hereditária é que passou para a imprensa que o PR teria dado positivo. E, como é de família, retrocedeu.

    1. Para entender o grande e inteligente Goiaba, tem-se que ter tanto senso crítico quanto senso de humor.

    2. Que pena! Comi gosto das tiradas inteligentíssimas e ácidas desse Goyaba. Bravo!!!

  1. seu goyaba..concordo que é duro se manter no topo ...a cada edição seus comentrios se tornam copias ..a cada edição se torna mais cansativo suas leitura ...alias o grupo do antagonista subtitui a globo na manipulação do povo...vou considerar isso na proxima vez..vou colocar seu anatagonista e a globolixo no mesmo saco...

    1. Já tentei cancelar a minha assinatura mas pelo visto só na renovação. Demora mas um dia chega. Quanto ao escriba, o que esperar da "direita limpinha" a não ser isenção? Graças a estes tipos nós chegamos onde chegamos, inclusive acreditando que FHC et caterva (PSDB), fossem oposição. Como somos idiotas! Pelo menos vários de nós deixamos de ser, infelizmente alguns ainda acreditam nesta mídia porca.

  2. Homem é o Ruy! Os voos eram, então, aquilinos, condoreiros. Não se confundiam com piruetas rasteiras de gavião-pega-pinto, passatempo pantaneiro. Acertou o nosso Ruy Goiaba ao identificar como instituições da república bananeira (Bananão) hábitos, usos e organizações importados do Chaco. Transplantes que se deram tão bem quanto a jaca, na qual tantos políticos enfiam os patas, ao se cansarem de alvejar as próprias pernas. Humor em tempos do Coronavírus; humor em tempos do cólera. Que Macondão!

  3. Sou brasileiro, paulistano, mas me incomoda qdo. Tratam o Paraguay e os paraguaios como um país/povo de 2a. O Paraguay foi vítima de um dos maiores genocídios da história, (financiado pelos ingleses) uma coisa que os brasileiros deveriam se envergonhar, mas que os livros de história tratam com orgulho!

    1. Humberto, é sempre aconselhável (e princípio comecinho em direito) conhecer os dois lados da história. Morei mais de 10 anos em Assuncion, conheço o país todo, inclusive a excelente Biblioteca Central de Assunção, e sei do que estou falando. Inclusive estive nas bibliotecas de Montevideu e Buenos Aires consultando o assunto. Não fale do que não conhece.

    2. Os brasileiros não deveríamos nos envergonhar por termos combatido uma guerra contra um fanático (Solano) e seus seguidores. O excelente Duda Teixeira, aqui mesmo da Crusoé, explica melhor no Guia Politicamente Incorreto da América Latina. A propósito, nossos livros de história (péssimos) deploram a guerra do Paraguai, além de tratarem o ditador lunático paraguaio como um grande estadista, visionário, esmagado por protocapital-imperialistas sedentos por sangue e lucros. Dão sono e náusea.

  4. Renovação de assinatura cancelada para não ficar na mesma vibe dos bolsonaristas fanáticos sem noção. Triste pensar que ficarei sem minha goiabada semanal.

  5. Cancelei minha renovação pq percebi pelos comentários que estou cercada de fanáticos bolsonaristas, mas vou sentir muita falta da goiabada semanal.

  6. Cancelei a renovação da minha assinatura pq percebo nos comentários que estou cercada de bolsonaristas fanáticos, mas vou sentir muita falta da Goibada semanal.

  7. Bom humor e conexão com os fatos marcantes aqui no reino da banânia. Parabéns pela por fazer dessa indigesta semana uma bela goiabada, talquei?

  8. Tirando os mau humorados e idiotas de plantão que aqui atacam virulentamente o colunista-refresco-prá-alma, incapazes de entender ironias e sátiras, é sempre um prazer inenarrável. Sempre a primeira que leio qdo abro a Crusoé.

  9. Todo o mundo preocupado com uma pandemia, real, que pode causar um grande sofrimento a humanidade e este esquerdista mascarado vem com o seu humor negro tendencioso jogando mais lenha na fogueira... triste Brasil...

    1. Celso, o bolsoasno disse que o coronavírus era um simples resfriado. Será que ele é esquerdista? Essa é nova ..

    2. Por que será que esse bando de retardados, fãs do bolsoasno, assinam a revista? Não gostam de nada, só fazem reclamar e elogiar o amigo dos milicianos. Voltem pro face e vão acompanhar o Olavo de Carvalho.

    3. E por falar em Wajngarten... onde esteve antes de acompanhar o presidente e comitiva para os EUA para ter ficado doente? No avião, na ida, não passou bem e irresponsavelmente (não só ele como também o Bolsonaro que o levou...) acompanhou a comitiva em todas as atividades. Dizer num dia que a imprensa mente e no outro ser dado como positivo... E ainda fica tudo por isso mesmo... Mais um irresponsável que permanece no centro do poder. Enfim, Trump que se cuide e faça os testes...

    4. ANGELA, favor es clarecer em que trecho da crônica há o fake news dize3ndo que Bolsonaro está com coronavirus. É somente citada a possibilidade, tendo em vista que o Wajngarten esteve com ele constantemente, até em recintos fechados como o avião. Você não viu o Bolsonaro com mascara na TV se pronunciando sobre a possibilidade de ter adquirido a doença?

    5. E dando fake News dizendo que o Bolsonaro tá com coronavirus. O problema da extrema imprensa e querer dar a notícia em primeira mão e não checar.

    1. Grande Rui Goiaba, seus textos são deliciosos e têm um ingridente que os radicais odeiam: inteligência.

    1. Goiabinha desta vez gostei das goiabices ok. kk KKK. kkkk.

  10. La garantia é nóis, kkkk. Quando você falou em Solano Lopez, deixou no ar uma tese interessante: quem criou o Paraguay da fraude, um país que antes era sério e perigoso, foi o Brasil. A Guerra foi uma espécie de colonização bananeira.

  11. Guayava, dê a notícia, por favor, de que o Corona é uma criação do Paulo Guedes e de seus amigos capitalistas maus, para matar velhinhos e aliviar a conta da previdência.

    1. Taí, gostei... PG não criou o coronavírus, com certeza, mas deve estar radiante. Já anunciou uma distribuiçãozinha de reais pros amigos e deve estar contabilizando a economia que o País fará com o passamento de um bocado de velhinhos, aposentados, claro.

  12. Guayava, por favor, dê a notícia de que o Covid é uma criação do Paulo Guedes e do capitalismo mau, para matar os velhinhos e aliviar a previdência.

  13. Errou Goyaba. A esquerda está divulgando a foto de uma criança da África com a frase: “o vírus da fome mata 8500 crianças por dia e a vacina chama-se comida mas, isso ninguém vê!” Bem, daria uma matéria o comentário mas melhor nem comentar.......

  14. O convid-19 não é esquerdopata AQUI, pq ñ é tão devastador. Ser um bom COMUNISTA ñ é se fantasiar de social democrata, à lá FHC é sua corja. Ser um bom comuna é traficar barris de petróleo e desvalorizar bolsas, comprar ativos baratos, depois de espalhar alguns poucos micróbios p China. AH, a China comunista da gripe asiática , suína, de Hong Kong. Depois de cada uma delas, se apresenta mais dominadora do MUNDO. Táticas modernas e criminosas. É o comunismo.

  15. Bem que Bozo podia aproveitar a licença médica e demitir, discretamente, o sabidão que contratou a empresa da qual foi dono.

Mais notícias
Assine agora
TOPO