ReproduçãoEm live, o presidente, de máscara branca, desmobilizou os protestos marcados para o dia 15

O vírus chega ao palácio

Com a doença que as assombra de perto e um cenário de devastação no mercado, as autoridades finalmente se deram conta do risco que a epidemia da Covid-19 representa não só para a saúde dos brasileiros, mas também para a já combalida economia do país
13.03.20

Por volta das 10 horas da manhã da quinta-feira, 12, a notícia se espalhou: o secretário de Comunicação da Presidência da República, Fabio Wajngarten, um dos auxiliares mais próximos do presidente Jair Bolsonaro – e que com ele compartilhou cafés da manhã e almoços durante viagem aos Estados Unidos no último fim de semana, testou positivo para o novo coronavírus. O vírus que alarmava o mundo e já havia deixado 4.613 mortos fora inoculado no Olimpo do poder brasileiro. Num átimo de tempo, uma mesma pergunta povoou a mente de todos, quase que por transmissão de pensamento: “será que o presidente também foi contaminado?”. O que, até aquele instante, era encarado como algo distante da realidade palaciana, passou a ser tratado com uma possibilidade mais do que concreta – uma chance provável. O próprio Bolsonaro, que havia classificado a pandemia como “fantasia propagada pela mídia”, dias antes, mudou diametralmente de postura. Antes mesmo de qualquer recomendação de auxiliares e poucas horas depois de saber do teste positivo de Wajngarten, submeteu-se a testes capazes de detectar a doença. Cancelou compromissos. Passou a ser monitorado pelos médicos do Alvorada. Recomendou que todos os integrantes da comitiva da viagem também tirassem a prova da contaminação pelo coronavírus – e assim foi feito.

Às 15 horas, Bolsonaro recebeu a visita de um preocupado Eduardo Bolsonaro, seu filho “03”, que também realizou exames para detectar o vírus causador da Covid-19. Um princípio de pânico se instalou no palácio: com sintomas de um leve resfriado, o mandatário do país passou a achar que estava realmente com a doença. Assessores foram vistos despachando com o presidente no Alvorada de máscaras. Em conversa por telefone com o dileto amigo Alberto Fraga, Bolsonaro o instruiu a não visitá-lo. “Falei com ele pelo telefone. Ele disse para eu não pisar lá, porque ele acha que pode estar doente”, disse Fraga a Crusoé. Em meio à tensão, o ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, que esteve nos EUA na companhia do presidente e de Wajngarten, sentiu-se indefeso. Comunicou aos colegas que, por precaução, iria trabalhar de casa. Às 18h38, a parlamentar bolsonarista, Bia Kicis, postou em seu perfil no Twitter que Eduardo havia informado “que o teste de seu pai deu negativo para coronavírus”. “Graças a Deus!”, comemorou. Minutos depois, no entanto, a deputada capitulou. “A negativa era para sintomas, que, felizmente, o presidente não tem. Peço desculpas pela informação precipitada”, escreveu.

O próprio presidente, devidamente mascarado ao lado do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em live no Youtube, se encarregaria de comunicar à população que ainda estava tomado pela angústia: o resultado final do teste para o coronavírus não estava pronto – quer dizer, a espada de Dâmocles permanecia sobre sua cabeça. O propósito do pronunciamento, no entanto, era outro. Qual seja, o de conclamar à militância a não comparecer aos protestos marcados para o dia 15. “Uma das ideias é adiar. Daqui a um mês, dois meses se faz. Já foi dado um tremendo recado ao Parlamento”, disse. Depois de efetuar disparos de vídeo por WhatsApp e de promover a manifestação durante um evento público, o presidente, enfim, levava a cabo uma medida com alguma dose de sensatez. Conforme apurou Crusoé, apesar de recorrer a evasivas desde que o tema entrou em pauta, Bolsonaro sempre esteve no comando dos atos contra o Congresso. Antes do pronunciamento oficial do presidente, quando ainda não se sabia da possibilidade de infecção de Bolsonaro, a deputada Bia Kicis já aventava a possibilidade da suspensão dos protestos. Deixava claro, no entanto, que nada seria feito sem o aval do presidente – algo de que ela própria cuidaria.

O cancelamento de uma manifestação que parecia cara ao presidente da República evidenciou que o desembarque novo coronavírus no centro do poder no Brasil, muito antes da anunciada e inevitável disseminação da doença pelo território nacional, elevou a pressão política em um cenário já de forte tensionamento, sobretudo em razão dos sobressaltos econômicos que se avizinhavam. Na verdade, a lógica do coronavírus, que ameaça mais os pacientes com saúde debilitada, aplica-se também à economia: a baixa imunidade brasileira amplia a exposição do país à tempestade perfeita. Na noite de quarta-feira, 11, em reunião de urgência, ministros do governo apelaram ao Congresso pela liberação de 5 bilhões de reais para prevenir a população brasileira da pandemia global. O recurso seria oriundo do PLN 4/20, que totaliza 17 bilhões de reais. No mesmo encontro, Mandetta alertou que a crise de contaminação deverá durar entre quatro e cinco meses no país, ou “20 semanas duras”, com impactos graves na saúde, na economia e com a necessidade de cuidados especiais aos grupos de risco da sociedade.

Adriano Machado/CrusoéAdriano Machado/CrusoéEduardo Bolsonaro foi visitar o pai no Alvorada
Além de batalhar pela injeção extra de recursos, o ministro da Economia, Paulo Guedes, quer aproveitar o cenário sombrio para emplacar as reformas, propor novas medidas e tentar reduzir o impacto da pandemia no Produto Interno Brasileiro. Diante de sucessivos conflitos com o Legislativo e de uma delicada conjuntura econômica, com dólar em alta e a Bolsa que despenca entre sucessivos “circuit breakers”, a realidade está bem longe da “fantasia” aventada por Bolsonaro na última terça-feira, 10.

A operação de guerra contra a crise, montada por Paulo Guedes, foi deflagrada às 9h30 da última segunda-feira, quando o ministro da Economia chegou à sede da pasta para cumprir expediente. Àquela altura, os mercados financeiros estavam em polvorosa com as notícias do avanço do coronavírus no mundo e da guerra do petróleo envolvendo a Rússia e a Arábia Saudita. Na portaria do ministério, Guedes concedeu entrevista à imprensa. “Nós estamos absolutamente tranquilos. É uma equipe serena, experiente. Já vivemos isso várias vezes. Conhecemos isso e sabemos lidar. Então, é hora de justamente termos uma atitude construtiva. Os três poderes, com serenidade, cada um resolvendo a sua parte”, declarou o ministro.

O cenário, no entanto, é de devastação. Para Marcel Balassiano, economista do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas, a crise gerada pelo coronavírus e pela queda brusca do preço do petróleo deve levar a um menor crescimento do PIB em 2020. “As projeções para este ano estão sendo revistas, com viés negativo. A estimativa era que oscilasse entre 2% e 2,5%. Agora, fala-se em um crescimento do PIB entre 1,5% e 2%”. Os impactos na economia, avalia o especialista, vão depender do avanço do vírus e das medidas adotadas para combatê-lo. “Se as escolas suspenderem as aulas, se as pessoas começarem a trabalhar em esquema de home office, isso tudo vai gerar um impacto enorme no setor de serviços”, afirma Balassiano.

Para a nossa sorte, no entanto, Guedes nunca vendeu internamente o otimismo que apresentou em público. A auxiliares, deixou claro que o governo não tinha um “plano B” e que a estratégia era aproveitar a crise para avançar com projetos prioritários e pacotes de medidas emergenciais, a serem postas em marcha nos próximos dias. Preocupado com o cenário nada animador, na terça-feira, 10, ele chamou o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, para uma reunião no ministério. O encontro fora da agenda oficial durou mais de duas horas. Depois, enviou à cúpula do Congresso ofícios com uma lista de 19 projetos considerados essenciais pela equipe econômica para ajudar a “resguardar a economia brasileira” da crise. Entre as iniciativas, estavam as propostas de autonomia do Banco Central, a que permite a privatização da Eletrobras, a que altera a lei de concessões e a que estabelece novos marcos legais para os setores do gás, elétrico, de saneamento básico, de ferrovias e concessões. Sobre as reformas, renovou as promessas de que serão enviadas “em breve” ao parlamento.

Infectado, Wajngarten (à dir.) esteve bem perto de Trump e do vice, Mike Pence
No dia seguinte, a nuvem de tensão que já pairava sobre a Praça dos Três Poderes ficou ainda mais carregada. O Congresso ousou derrubar o veto de Bolsonaro ao projeto que ampliava o acesso ao Benefício de Prestação Continuada, o BPC, pago a idosos carentes e deficientes. A medida gera um impacto de 20 bilhões de reais nas contas públicas por ano, de acordo com estimativas da equipe econômica. Mesmo irritado, Guedes preferiu refugiar-se no silêncio. Queria evitar que suas declarações contribuíssem para conturbar ainda mais o ambiente inflamável. O ministro, porém, não se conteve em reunião com líderes do Congresso naquela mesma noite. Desabafou que a solução para a crise era política. “Estamos monitorando e, evidentemente, vamos estar flexíveis para as emergências. E aqui passo para o terceiro ponto, que é a solução. A solução é política. Ela é dos senhores”, afirmou o ministro. “Por exemplo, se nós conturbarmos o ambiente político por um lado, o Congresso reage por outro lado, e aprova mais despesas, que não são as que nós queremos, derrubamos o teto, vamos para a Lei de Responsabilidade Fiscal, o governo trava os recursos. Aonde vamos parar?”, indagou.

Como se não tivessem nada a ver com o rombo que acabavam de abrir nas contas públicas, deputados e senadores chiaram. Da plateia, opositores gritaram que o governo precisava parar de “falar e fazer besteira”. Guedes, então, retrucou: “Eu estou rindo de vocês? Estou aqui sério”. Diferenças políticas à parte, as autoridades terão de se engajar no esforço para atenuar os impactos da crise, sob pena de fazerem o país sofrer. Na noite de quinta-feira, 12, na tentativa de reaquecer a economia, o governo anunciou mais uma medida: decidiu antecipar para abril a primeira metade do 13º de aposentados do INSS e propor a redução dos juros e a ampliação de margem e prazo para empréstimos consignados desses beneficiários. A expectativa é de que sejam injetados 23 bilhões de reais na economia. A equipe econômica também considera liberar uma nova rodada de saque imediato aos cotistas do FGTS.

A mobilização para tentar conter os estragos econômicos do coronavírus é mundial. Diante das quedas expressivas na Bolsa, o Federal Reserve, Banco Central americano, interveio e anunciou um programa de oferta de liquidez de 1,5 trilhão de dólares. A medida ajudou a segurar os índices e as perdas, mas o futuro imediato permanece incerto. A presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, anunciou outros 120 bilhões de euros para aumentar a liquidez dos bancos, mas a sua intervenção foi considerada tímida. O mercado sentiu falta do antecessor Mario Draghi no comando do BCE, o “Super Mario”, que falou bem mais grosso no crash financeiro de 2008. No Brasil, Guedes e equipe tentam fazer o que podem, e os cidadãos esperam que o Legislativo faça a sua parte. De acordo com o balanço do Ministério da Saúde, até a noite de quarta-feira, 12,  já eram 77 doentes confirmados e 1.422 casos suspeitos. “É provável que o número de infectados aumente. Mas sem necessidade de pânico”, afirmou Bolsonaro, com máscara de proteção, em pronunciamento na TV na noite de quinta-feira, 12. “O momento é de união, serenidade e bom senso”, completou. Que seja.

Atualização: nesta sexta-feira, 13, o presidente Jair Bolsonaro anunciou que o resultado de seu teste para coronavírus foi negativo.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Assinar a Cruzoé foi dinheiro jogado no lixo! Não estou me referindo a esta reportagem, mas a todo o conteúdo. Se bloquearem meu comentário só vou ficar mais decidido em convencer o máximo de pessoas possível a não cometer o mesmo erro que eu.

  2. No entanto, se é para Bolsonaro SOFRER UM IMPEACHMENT, o SETOR PRIVADO não deveria se voltar contra ele? O “PROGRAMA DE ESTATIZAÇÃO” não faz isto? O ESTADO não se valeria da QUEBRA DO SETOR PRIVADO para “ESTATIZAR” EMPRESAS PRIVADAS? Os GRANDES EMPRESÁRIOS e INDUSTRIAIS não deveriam se INSURGIR CONTRA ISTO?

  3. Inclusive, isto EXPLICITA como as LIBERDADES INDIVIDUAIS são DEPENDENTES do MECANISMO DE MERCADO. Do contrário, os CIDADÃOS passam a estar SUJEITOS ao ESTADO e os ILUMINADOS DE PLANTÃO. À ESQUERDA ou à DIREITA não há DITADURA sem o CONTROLE ou a SUBORDINAÇÃO DO MERCADO aos INTERESSES desta. Apesar de que seria um MÉTODO ANORMAL de GOLPE PELA DIREITA, pois NORMALMENTE o SETOR PRIVADO costuma estar por trás do GOLPE junto com os MILITARES.

  4. PS. O “PROGRAMA DE ESTATIZAÇÃO” seria mais um ELEMENTO que pode ser considerado como ENSAIO PARA UM GOLPE. Dependendo, não é algo que se fale em PÚBLICO, se a INTENÇÃO não for cria na POPULAÇÃO o RECEIO DE UM GOLPE. Mas isto serve de aviso que para alguém HABILIDOSO e/ou MAL INTENCIONADO, o ESTADO é a PORTA DE ENTRADA para o AUTORITARISMO e o TOTALITARISMO, pois é TOTALMENTE VIÁVEL o ESTADO QUEBRAR o SETOR PRIVADO como parte do ENSAIO para um GOLPE.

  5. Não seria uma FORMA RELÂMPAGO de se REDUZIR a DESIGUALDADE DE RENDA? Portanto, a "ESTATIZAÇÃO" OPORTUNÍSTICA não se JUSTIFICARIA ECONOMICAMENTE? Quem será a FAVOR disto? Certamente PRIVATIZAR não pode e "ESTATIZAR" muito menos.

  6. Não seria MELHOR que o ESTADO ESPERASSE e ALIMENTASSE o DESMORONAMENTO das COTAÇÕES das EMPRESAS NA BOLSA para MAXIMIZAR O SEU RETORNO? Enquanto MAIOR AGENTE e INDUTOR ECONÔMICO, o ESTADO não poderia ser valer disto para se CAPITALIZAR em cima do MERCADO? Além do mais, quem é que será mais PREJUDICADO por isto: o POBRE ou o RICO? Não seria uma FORMA de TRANSFERÊNCIA DE RENDA dos MAIS RICOS para os MAIS POBRES, já que o RETORNO DO ESTADO é para TODA A SOCIEDADE?

  7. Será que a TURMA que defende ESTÍMULOS é a FAVOR desta "ESTATIZAÇÃO" INDIRETA via MERCADO DE CAPITAIS? Não é neste momento que o BNDES poderia ser ÚTIL para "INVESTIR" em EMPRESAS NACIONAIS e FAZER UMA LIMPA na BOLSA após esta CAIR MAIS? Aliás, considerando que o ESTADO pode FAZER CAIXA com a DESVALORIZAÇÃO DO REAL e "ESTATIZAR" EMPRESAS PRIVADAS, ele não deveria deixar para ESTIMULAR A ECONOMIA só depois da "ESTATIZAÇÃO", garantindo que COMPRARÁ NA BAIXA e VENDERÁ NA ALTA?

  8. A EXPOSIÇÃO do país ao CORONA VÍRUS e à CRISE ECONÔMICA não são FRUTOS DA CORRUPÇÃO e da INCAPACIDADE NACIONAL? O SUBDESENVOLVIMENTO e o ATRASO não são um PRODUTO GENUINAMENTE BRASILEIROS? E se a LÓGICA é VENDER NA ALTA e COMPRAR NA BAIXA, isto não deveria implicar que o GOVERNO VENDERÁ DÓLARES e irá à BOLSA ESTATIZAR EMPRESAS que estiverem muito DESVALORIZADAS ou tiverem sido deixadas em SITUAÇÃO FINANCEIRA DELICADA devido ao CHOQUE DE DEMANDA?

  9. Esta na é a HISTÓRIA DO BRASIL, um país que SEMPRE perde as OPORTUNIDADES e VIVE ANDANDO DE MARCHA RÉ? Agora os INDIVÍDUOS que estão GRITANDO que é NECESSÁRIO se ESTIMULAR a ECONOMIA não são exatamente aqueles que disseram lá atrás que não se podia PRIVATIZAR AS "RIQUEZAS" NACIONAIS que hj não são VENDIDAS nem pela METADE de SEIS MESES ATRÁS? Enquanto isto, quem é que VAI PAGAR A CONTA DOS ESTÍMULOS? Não são os CONTRIBUINTES e CONSUMIDORES?

  10. E mesmo APÓS A CRISE, quanto VALIA o PETRÓLEO? Sendo assim, a DEMORA e o PROTECIONISMO que serviam exatamente para ALIMENTAR a CORRUPÇÃO e FINANCIAR o SISTEMA CORRUPTO que há no Brasil não causou PREJUÍZOS MUITO SUPERIORES ao PETROLÃO? A CRISE ATUAL não é mais uma LIÇÃO de que o Brasil está SEMPRE na CONTRAMÃO do DESENVOLVIMENTO SOCIAL e TECNOLÓGICO, pois até o CICLO DE COMMODITIES foi todo DESPERDIÇADO e JOGADO FORA em POUCOS ANOS?

  11. A COCHILADA não significa que a PETROBRAS agora VALE MENOS e, dependendo do COMPORTAMENTO DO MERCADO e as INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS que virão, VALERÁ CADA VEZ MENOS? Isto não deixaria PATENTE que o PREJUÍZO dado à PETROBRAS e ao país pelo PETROLÃO e o PROTECIONISMO são INCALCULÁVEIS? Afinal, quanto valia o BARRIL DE PETRÓLEO quando o PRÉ-SAL foi DESCOBERTO em 2006? Se os CAMPOS tivessem sido LICITADOS antes da CRISE DE 2008, quanto teriam ARRECADADO?

  12. Como MAIOR ACIONISTA da PETROBRAS, se ele tivesse PRIVATIZADO a EMPRESA ANO PASSADO, ele não teria VENDIDO NA ALTA? E agora, com a QUEDA DOS PREÇOS DO PETRÓLEO no MERCADO, a EMPRESA não PERDEU VALOR DE MERCADO? O LUCRO dela não vai CAIR? A mesma RACIONALIDADE não se APLICA ao BB? E a CAIXA e os CORREIOS, apesar de terem o CAPITAL FECHADO, não teriam um PREÇO INFERIOR após a QUEDA DO MERCADO? Portanto, não houve uma PERDA em virtude da DESVALORIZAÇÃO?

  13. Agora, diante de CRISE ECONÔMICA em que há uma PRESSÃO para o ESTADO INJETAR DINHEIRO NA ECONOMIA e ELEVAR O INVESTIMENTO PÚBLICO, de onde viriam os RECURSOS? Não é do TESOURO, ou seja, via ENDIVIDAMENTO ou IMPOSTOS? Mas pq estes deveria vir via AUMENTO DE IMPOSTOS ou da DÍVIDA PÚBLICA? Pq não poderiam ter vindo dos CORREIOS, da ELETROBRAS, do BANCO DO BRASIL ou da CAIXA, da PETROBRAS? Inclusive, dado a QUEDA DAS BOLSAS, o GOVERNO não PERDEU DINHEIRO?

  14. Os PREDADORES e CORRUPTOS se constituem em DOENÇA e CURA SIMULTANEAMENTE, pois precisam CAUSAR A DOENÇA para que OFEREÇAM A CURA e assim o ESTADO DE DISFUNÇÃO deixa de ser uma ANOMALIA para se PERPETUAR INDEFINIDAMENTE, com os ENFERMOS acreditando que NÃO PODEM VIVER SEM O REMÉDIO, quando na REALIDADE é ele que NÃO PODE VIVER SEM A DOENÇA e para isto precisa INDUZI-LA. A CORRUPÇÃO e o MAL INVISÍVEL são isto, a INDUÇÃO DE UMA DOENÇA para que se OFEREÇA A CURA para ela.

  15. LUCRAM DUAS VEZES com a MORTE e a DESGRAÇA ALHEIA, FINANCEIRAMENTE com os RECURSOS DESVIADOS e JURIDICAMENTE com a DOENÇA que causa as MORTES e a DESGRAÇA. Esta não é a RACIONALIDADE de um SISTEMA DOENTE e PERVERSO cujo MODO DE OPERAÇÃO consiste em manter um ESTADO DE DISFUNÇÃO PERMANENTE pois ele ao MESMO TEMPO confere aos PREDADORES e CORRUPTOS o seu PAPEL DE SALVADORES e HERÓIS, mas tb IMPEDE que sejam PUNIDOS. É um SISTEMA que OPERA EM MOTO-CONTÍNUO.

  16. Não seria o MAIS COMPLETO NONSENSE se a PF prendesse ACUSADOS de DESVIAR RECURSOS PÚBLICOS para a SAÚDE e eles fossem LIBERADOS da CADEIA sob o ARGUMENTO de que o CORONA VÍRUS IMPÕE um QUADRO ESPECIAL? O SUJEITO que DESVIA DINHEIRO que poderia SALVAR PESSOAS é LIBERTADO exatamente em virtude da DOENÇA que MATA PESSOAS que poderiam ser SALVAS com o DINHEIRO que ele DESVIOU? Em suma, ele CONTRIBUI para a MORTE DE INDIVÍDUOS e é BENEFICIADO pela DOENÇA que as MATOU.

  17. Além do mais, o CORONA VÍRUS não abre uma FRENTE DE DESGASTE nos ESQUEMAS DE CORRUPÇÃO na ÁREA DE SAÚDE, que certamente são ABUNDANTES? Se o CORONA é uma AMEAÇA MAIOR AOS IDOSOS, quem DESVIA RECURSOS DA SAÚDE PÚBLICA não poderia ser ALCUNHADO de ASSASSINO DE VELHINHOS? O que Gilmar Mendes e MINISTROS DO STJ que CONCEDERAM HCs para ACUSADOS de DESVIAR RECURSOS DA SAÚDE são? Não são ASSASSINOS DE VELHINHOS ou CÚMPLICES destes? O GARANTISMO não MATA VELHINHOS?

  18. Se não há como Bolsonaro ser IMPICHADO pelo menos por enquanto, restaria à PF IR A CAMPO e FAZER O TRABALHO dela enquanto os PREDADORES e CORRUPTOS APANHAM SEM CAPACIDADE DE REAGIR. Diante de um SURTO DE CORONA VÍRUS, se houvesse um CENÁRIO de CAOS URBANO e SOCIAL com POLICIAIS AMOTINADOS e REBELIÕES EM PRESÍDIOS, a POPULAÇÃO já não estaria AVISADA de que deve EVITAR AS RUAS? Com as CIDADES DESERTAS e SEM MOVIMENTO, o TRABALHO DAS FORÇAS DE SEGURANÇA não seria MENOS ÁRDUO?

  19. Ao mesmo tempo, se ficar a DESCONFIANÇA de que a LOUCURA de Bolsonaro tem MÉTODO, o NONSENSE só serviria para que os PREDADORES e CORRUPTOS ficassem mais na CORDA BAMBA, pois um PASSO EM FALSO poderia significar a DERROCADA. Inclusive, enquanto o SURTO DE CORONA VÍRUS PERDURAR, não há pq se FALAR EM IMPEACHMENT. Como é que se CONDUZ um PROCESSO DE IMPEACHMENT quando a PRIORIDADE é a SAÚDE PÚBLICA? No MÍNIMO teria que ser após o SURTO estar CONTROLADO.

  20. Não é assim que INDIVÍDUOS PRESOS em sua PRÓPRIA REALIDADE PARALELA agem? Não é assim que DITADORES PARANOICOS SURGEM, vendo CONSPIRAÇÕES e INIMIGOS em TODOS OS CANTOS? Pq a partir de agora ele não baixa uma NORMA de que só se ENCONTRA com quem estiver com a CONFIRMAÇÃO de que não está INFECTADO? Ou então OBRIGA que os VISITANTES usem MÁSCARAS e LUVAS para falar com ele? O LIMITE DO ABSURDO está só na CRIATIVIDADE e a DISPOSIÇÃO de DISTENDER A REALIDADE.

  21. Claro que tal coisa seria MAIS UMA PROVÁVEL AÇÃO daqueles que estariam por TRÁS DO ATENTADO a ele e a FRAUDE DAS ELEIÇÕES, só adicionando à TEORIA DA CONSPIRAÇÃO e ao NONSENSE DA SITUAÇÃO: um PRESIDENTE ISOLADO para não ser CONTAGIADO com o CORONA VÍRUS. Além do mais, ele diria que não está ISOLADO por SUAS ATITUDES e COMPORTAMENTO, mas pq as CIRCUNSTÂNCIAS o FORÇAM a tal. Ou seja, é um ATO VOLUNTÁRIO e TOTALMENTE CALCULADO e não RESULTADO DAS AÇÕES dele.

  22. Se ele DURANTE A CAMPANHA sofreu um ATENTADO, pq agora não poderia ser um ATENTADO "BIOLÓGICO"? Um INFECTADO INFILTRADO tentaria apertar a MÃO dele, TIRAR UMA FOTO ou DAR UM ABRAÇO. Ou então alguém a MANDO DOS PREDADORES e CORRUPTOS poderia muito bem COOPTAR um FUNCIONÁRIO DA PRESIDÊNCIA para CONTAMINÁ-LO. Ele já não MORRE DE MEDO de ser ENVENENADO e tem gente para PROVAR A COMIDA dele? Pois então, pq não deveria ter MEDO de ser INFECTADO PROPOSITALMENTE por um INFILTRADO?

  23. Foi NOTICIADO que Bolsonaro teve CONTATO com 272 PESSOAS nas MANIFESTAÇÕES de DOMINGO, ATO pelo qual ele teria COMETIDO CRIME DE RESPONSABILIDADE. No entanto, quantos DEPUTADOS há na CÂMARA? E quantos SENADORES há no SENADO? Mais do que o DOBRO do NÚMERO DE PESSOAS com as quais ele teve CONTATO? Se ele não podia ter CONTATO com a MULTIDÃO, ele pode ter CONTATO com os PARLAMENTARES? Além do mais, ele não deveria ser PROTEGIDO CONTRA O VÍRUS?

  24. Por que a imprensa não sugere ao governo fechar as fronteiras todos do Brasil e também suspender todos os voos vindos da China e Europa? Estão esperando isso aqui ficar pior que a Itália e China?

  25. Eu acho que está na hora de injetar o "vírus dos coroas" naquele antro de ladrões. Pelo menos, nos livraremos de uma pá deles, que já passaram dos 60.

  26. Com *esse* congresso que aí está não tem como não ser contra ! Travam tudo ! Não votamos medidas de interesse do país e pior ainda só se enchem de direitos e verbas ! Congresso ridículo ! Criminoso !Anti patriota @

  27. Bolsonaro tem que deixar o palanque de lado e liderar o país nesse momento de crise. Nessas horas é que separa os verdadeiros líderes de homens medíocres e mesquinhos. Vamos ver de qual lado o presidente estará.

  28. Que PG, sua excelente equipe, ministros da ala técnica e os poucos bons congressistas que temos, peçam apoio a Maia e sigam com as reformas. Peçam ajuda também aos melhores economistas do país e se unam em torno de um plano emergencial e efetivo que nos ajude neste momento. Não esperem nada de Bolsonaro! Ele é incapaz, tem problemas emocionais e cognitivos. Não sabe dialogar, conduzir crises internas, quanto mais externas. #soumaisMourão

  29. Com certeza Alcolumbre e Maia já estão calculando um meio de tirar proveito dessas verbas da saúde. No mínimo roubar metade.

  30. A reportagem deixa claro como um governo inepto e com vies fundamentalista traz problemas sérios para a economia e vida das pessoas,,,a escolha foi ruim, vamos tentar passar passar com calma por esse periodo tenebroso e sem comando adequado,,,,pobre Brasil

    1. Correto, Palhaço Bozo. Era exatamente a única saída. Havia um candidato melhor mas, que não venceria. Fomos realistas e pragmáticos.

    2. Perdão MarcoA, não foi escolha ruim. Atualmente sou um grande crítico do atual governo, mas na época da eleição não havia muito o que fazer. Dos males o menor, correto?

  31. Interessante como certos falangistas exibem, sem pudor, seu "Certificado de QI de ostra"! Reclamar do mensageiro pela má notícia é uma imbecilidade que só os totalmente desprovidos de inteligência não percebem.

  32. Não entrei na "vibe" de pânico dos "ANTAS"! Vocês dão, a todo instante, quem está em lua-de-mel com o Corona, com uma inaudita alegria. Descobri em jornalistas que eu admirava tanto um raivososo sadismo, uma torcida aberta e despudorada do "quanto pior, melhor"! Nunca imaginei que fossem descer ao pântano comunista e nele fossem militar com tanto afinco!

  33. Até quando nós, cidadãos brasileiros, seremos massacrados por medidas interesseiras de alguns membros do Congresso Nacional?

  34. Quando é que o congresso vai cair na real? Eles têm que colaborar, independente das desavenças. É de mostrar porque foram eleitos.

  35. Você está na faixa 60-90 de idade? Cuide-se bem. O vírus prefere coroas, sendo menos letal em relação a crianças e jovens. Estima-se que vários políticos (inclusive togados) e burocratas nessa faixa, no embalo da pandemia, tratem de requerer, em prosa ou verso, sua tão almejada aposentadoria. A gripe espanhola, que só nos EUA matou umas 650 mil pessoas, alvejou muitos idosos. Isso numa época em que a população mundial e a expectativa de vida eram bem menores e as comunicações eram mais lentas.

    1. Você há de argumentar que o arsenal hospitalar e medicinal avançou muito após a mortandade causada pela gripe espanhola. Mas os cenários examinados hoje pelo NYT não são nada animadores. O mais otimista prevê muita morte, inclusive pela fragilidade da rede de atendimento e pelo tempo exigido para desenvolver e testar vacinas eficazes. Por enquanto, o que se pode fazer é achatar a curva de distribuição do ataque, ganhando-se com isso algum tempo. Golpes maciços sufocariam sistema tão precário.

  36. NÃO DA PARA ACREDITAR NESSE MOMENTO DE EXTREMA GRAVIDADE OS 🐀🐀 DO CONGRESSO ,SÓ PENSAM EM EXTORQUIR DINHEIRO .EU COMO PROFISSIONAL LIBERAL ,JÁ ESTOU SENTINDO MUDANÇAS,TEM QUE NÃO TER NENHUM CARÁTER ,PARA VIRAR AS COSTAS ,AO QUE ESTÁ PARA ACONTECER

  37. Bolsonarista = petista = bolsonarista = petista Sugiro suspender assinantes de fazer comentários por um período maior ou menor.

  38. Ó pessoal do cancelódromo, essa merda de "por isso não vou renovar a assinatura" virou uma espécie de catarse, como se alguém da editoria aqui da parada fosse ficar choramingando por esta irremediável perda de mais um chato como assinante. E por que ao invés de "não vou renovar" tu já não cancelas logo duma vez? Quem é que "ta aí" pra tua presença como leitor ó energúmeno(a)? Cai fora logo e não torra mais o saco de ninguém, pô. Alvaro Costa (tá cheio de outros alvaros por aqui)

  39. Gadelha, todos sabemos que quem chantageia e bate no governo são os maus políticos encabeçados por seus presidentes, ambos com históricos suspeitos e é contra estes e os defensores e soltadores de marginais que o povo, livremente, se organizou para a manifestação justa,democrática e lúcida, por que não estamos mais nas mãos desta gang, que na calada da noite age, liberando dinheiro para idosos, sem ter de onde tirar. Eu sou idosa, aposentada e desaprovo mais este golpe!

  40. Acho que tem gente aqui que tem a solução para os problemas do Brasil, devia se candidatar e obter 57 milhões de votos dos brasileiros.

    1. O que a falta do opção nos reservou. Torço para que em 2022 tenhamos políticos com qualidade maior e chances de ganhar. Mas se ficarmos nessa richa ideológica estéril, Brasil continuará passando vergonha.

  41. Cusoé, nós somos brasileiros lutando por um país digno para todos e vocês vem publicar que o Presidente chama a militância. Vai pro caralho, nós estamos é de olho em quem nos roubam a anos e na imprensa que também nos enganou por todos estes anos.

    1. se for isso...Luladrão chamava sempre a militância, com boné do MST...e por aí vai...ninguém no congresso, imprensa falava que era antidemocrático. qq coisa que o Bolsonaro faz, criticam... nem almentar para 10 anosa CNH o botafogo pautou no congresso...

    2. Angela, por acaso alguém está lhe forçando a assinar e ler as reportagens dessa revista?

    3. Cada dia que passa me arrependo de ter feito assinatura desse veículo de comunicação. PeloamordeDeus dêem a notícia e evitem comentários pessoais.

    4. Vocês podem ser e achar tudo isso, mas não muda o fato de que o presidente chamou a militância. Isso é um fato concreto que não pode ser relativizado.

  42. Tenho 72 anos, portanto, sou um alvo preferencial do "Corona". No entanto, tenho convicção de que há muita fumaça nessa fogueira. E a lembrança de um provérbio popular bem antigo e sempre atual :" Não há bem que sempre dure, nem mal que nunca acabe."

    1. Faço votos e rezo pra isso acontecer. Que todos façam uma corrente forte, do mais velho ao mais novo , vamos limpar essa merda de vez !

    1. Por quê tanto ódio, hein indivíduo? Você deve se uma pessoa muito mal resolvida. Procure se redimir dessa falácia, porque ela volta toda contra você.

    2. Eduardo, ele não vem aqui para ler a revista. Ele é pago ou trabalha de graça para o gabinete do ódio para vir aqui falar mal da revista e propagar ignorância bolsolavista, insistindo numa retórica distorcida e alheia aos fatos concretos, na tentativa de moldar a opinião dos leitores desse espaço. Devem fazer o mesmo em todas as outras revistas digitais, é o gabinete do ódio trabalhando a todo vapor.

    3. Tito, não sei por que você lê a Crusoé? Tem o Terça-Livre, a Paula Marisa... O que não falta é blogueiro de crachá falando exatamente o que você quer ouvir.

  43. Mas não era só uma gripinha? Uma fantasia? Manejam as coisas conforme os interesses e acreditam que todo mundo seja idiota.

    1. A diferença é que com o Luladrão, de fato houve a marolinha, claro que junto veio o endividamento das classes D e C. No caso Bolsonaro, estamos vendo agora que não é apenas uma "gripinha" e o resultado pode ser um maior número de infectados e suas consequências. Em ambos os casos, o povo é que sai prejudicado.

    2. Exatamente. E todos eles, sem exceção. Essa aí da "gripinha" foi gual à ""marolinha"" do marginal luladrão.

  44. eles não sabe o que fazer não existe governo é melhor dar o impeachment nesses caras logo mandar os para o raio que o parta não tem presidente não tem ministro não tem nada se não fizermos isso não sairemos do uraco

    1. helio, vc nao é mais idiota por falta de espaço! em vez de criticar, apresente sugestoes. por ex: quem vc (esquerdopata) acha capaz de resolver todos problemas que os gov dos petralhas deixaram com as roubalheiras...

  45. O presidente é reativo. Mais uma vez Crusoé parece mais interessada no Mercado (seria por causa da Empiricus, sócia majoritária da revista?) do que no país. Deixar o Presidente refém desses chantagistas sem escrúpulos, é uma falcatrua que tem que acabar na República. A manifestação do dia 15 seria o primeiro passo. O resto é cortina de fumaça para interesses inconfessáveis da mídia contrariada, inclusive Crusoé. Uma pena! Não renovarei a assinatura

    1. Kkkk.. esse bordão de "não renovarei a assinatura" já tá "enchendo o saco"..pô cara, se esta joça não está escrevendo o que tu gostarias de ler, cai fora logo, e não espera vencer a tal assinatura. Será menos um chato aqui a ocupar espaço. E afinal, que é que eu tenho a ver se vai renovar ou cancelar? Caraco.. alvaro costa/df (essa porra tá cheia de alvaros)

    2. Qualquer eleitor em sã consciência sabe que o presidente está colhendo exatamente o q plantou, embora se exima de culpa constantemente.

  46. Não consegui ler a “reportagem” até o final. O problema existe sim e entendo que o Governo não pode e nem deve criar alarmismos por conta, nas suas palavras, da economia já combalida. Mas Crusoé pode criar alarmismos? É só uma pergunta.

    1. E por sinal no seu pronunciamento de ontem dia 12 ,as 20:30hs o PR não estava de máscara como traz a matéria.

    2. Também achei essa matéria bem rasteira.....cada vez mais desanimado com Antagonista/Crusoé

  47. Nada mais democrático que uma doença que afeta, igualmente, pobres e ricos. Isso nos dá a certeza de que, ao menos nesse caso, nossas autoridades se empenharão ao máximo. Resta saber se haverá competência.

  48. O que espanta, é: estamos em plena crise internacional e as vaidades individuais ainda em alta. Haja EGO. Alguns ,aqui, so pensam em criticar . Faça-me um favor , as vezes ficar calado é muito melhor, não te expõem ao ridículo, faça isso. Se não sabe construir , não destrua !

    1. Crítica construtiva é sempre bem vinda Edith, ela pondera a situação e ajuda na construção de um entendimento melhor. Democracia também se faz com diálogo e criticas construtivas. O pessoal q não é bolsonarista raivoso até tenta manter diálogo sadio, mas logo vem a tropa de choque do gabinete do ódio vociferar irracionalidade e truculência, o resultado é um baixo nível de ambos os lados q não ajuda e não edifica nada. Mas é exatamente assim q eles querem q o povo fique, fica mais fácil controlar

  49. Gostam do alarmismo, não soube de ninguém que tivesse morrido pelo Coronavirus e sim pelas doenças pré-existentes, pra mim é fake news, terror puro, não vou renovar minha assinatura, pra mim todos estão contaminados pela Folha de São Paulo.

  50. lendo os comentários , a gente percebe mesmo que o problema do Brasil , infelizmente nunca foram só os corruptos e bandidos governantes mas principalmente o povo que parece sempre querer estar dividido e nutri mais ódio do que amor ao nosso país .

    1. Olha o ódio ai... Arnaldo, verdade doí né? mas mesmo com dor, elas precisam ser ditas. Grande abraço do palhaço!

    2. Alguém que adota o codinome "Palhaço Bozo" já diz muito sobre sua personalidade e seu pensamento. Ironicamente acusa outros de divisão e ódio, como se ele próprio não representasse isso, evidenciando a situação de "um sujo falando de um mal lavado".

    3. Luiz, mas essa divisão é constantemente alimentada por quem está agora no poder. Essa manifestação do dia 15, idealizada nos porões do Planalto, começou com a narrativa de invadir e fechar Congresso e STF corruptos, quer mais ódio que isso? Conquistamos a duras penas nossa democracia e quem está agora no poder quer implodir a mesma. Ta certo que não é uma maravilha de democracia, mas viver sem ela não será melhor.

  51. Tanto a reportagem quanto alguns comentários estão combinados direitinho contra qualquer atitude que o governo Bolsonaro toma ou venha a tomar. Sintonia perfeita que dá o que pensar. Odeiam o Presidente eleito e se estiverem num avião em que odeiem o piloto vão torcer para o avião cair.

    1. Lucio, quer renovação maior que a do ultimo pleito? Nesse sentido o presidente tinha a faca e o queijo na mão para fazer um ótimo governo e tocar as reformas. Mas ao invés de se aproximar dos políticos responsáveis por essa renovação, o governo seguiu na contra-mão e implodiu a sua própria base governista. O presidente escolheu colocar a defesa do filho senador como prioridade e isso lhe custou a governabilidade. O resultado é o Brasil a deriva agora.

    2. É exatamente pela falta de democracia, da maioria no Congresso e no STF, que se torna necessário a renovação, para que o país possa se soltar dessas amarras e deslanchar!!!

    3. Tenho pena pessoas como você GIGI, vocês defendem com unhas e dentes exatamente o que combatem. São incapazes de perceber que o MITO de vocês os manipula a seu bel prazer enquanto trabalha em conjunto com a oposição e corruptos no que é mais caro para os cidadãos brasileiros, o combate a corrupção.

  52. Esperava-se, ontem, que em seu pronunciamento, Bolsonaro anunciasse o fechamento do Brasil para voos vindos dos principais focos do coronavírus. Como isso não ocorreu, nosso país se transformará em um corredor de passagem para quem quiser ir, indiretamente, para os EUA e alguns países da AL. O leito do coronavírus será aqui. Fecha tudo, Presidente, antes que seja tarde demais. Veja o video do Diogo nesta edição da Crusoé.

  53. Por incrível que pareça, a cada matéria lida desta revista, me decepciono mais com a linha que vocês adotaram, diga-se de passagem, nada diferente dos antigos meios de informações que estão com os dias contado, CRUSOÉ, estas matérias tendenciosas, que para um bom entendedor, so fica mais claro que essa ilha também vai sumir da mesma forma que toda a imprensa tendenciosa de gigante Brasil. É uma pena, vcs tinham tudo pra ser diferente, mas....

    1. Maurício, concordo com você e discordo com alguns comentaristas, que sem argumentos lógicos só sabem xingar e abaixar o nível dos comentários. Eles mais parecem um puxadinho da linha editorial dessa revista. Imagine se os comentários ficassem assim: BOZO ...MORTADELA...// GADO MUUU....ADORADOR DE LADRÃO///

  54. Não sei qual o problema de protestar contra um congresso corrupto é que só legisla em causa própria desde que foi criado. Se fosse bom poderia o presidente o papa , qualquer um pedir para protestar que seria ignorado pela população Esse protesto tem apoio porque nosso congresso, esse sim , é um exemplo de anti democracia

    1. Estou propondo entre amigos marcar para terça - feira um businasso em frente ao congresso. Não podemos deixar barato. Quanto ao Presidente, seria prudente ficar de quarentena, parando de falar besteira ajudaria muito

    2. Uma coisa é protestar, pressionar por uma mudança de comportamento, outra é pedir o fechamento, a supressão das instituições. Aí não pode.

    3. Renatinho, vocês querem vender o peixe mostrando que ele é diferente dos outros, mas não é. STF, Congresso e Governo Federal, nenhum poder presta e dá mostras de se preocupar com a população. Todos se engalfinham e lutam por um naco do controle e do poder. O gado é usado como massa de manobra nessa situação, foi assim nos governos lulopetistas e continua agora no governo bolsonarista.

  55. Ok, boa reportagem. Mas eu não entendo porque todos confundem: ser contra alguns membros do Congresso com ser contra o Congresso.

    1. Porque muito apoiador do Dilmo pede o fechamento do Congresso, do STF... Sacou?

    2. CONTINUANDO - Olavo de Carvalho ta cagando para a nossa democracia, o que ele deseja é implodir a mesma e aproveitar o fanatismo ideológico da massa para elevar a sua marionete (bolsonaro) ao posto de ditador/imperador. Para isso ele precisa do apoio das forças armadas. O alto generalato já rechaçou essa idéia, ai ele fez ataques massivos contra eles e agora tenta arrebanhar os baixas patentes para tentar uma virada de mesa. Vai vir gado retardado me ridicularizar, mas é o q o Olavo deseja mesmo

    3. Diana, essa é a narrativa vendida pelo Olavo de Carvalho e o gado vai feito manada atrás. Ai vem um presidente irresponsável e bota mais lenha na fogueira do radicalismo ideológico. Tudo bem que o governo praticamente pulverizou sua base aliada no congresso, mas ainda tem deputados fieis ao Bolsonaro, mas eles são jogados no bolo da narrativa olavista como bandidos e corruptos também. - CONTINUA.

  56. Como sempre a canalhada desse congresso espúrio repleto de indigentes intelectuais e analfabetos funcionais que trabalham para interesses próprios não age com a seriedade e responsabilidade que o momento exige.

    1. Caro Jorge, publicidade privada também afeta a independência da imprensa. Nenhum veículo quer melindrar seus maiores anunciantes.

    2. Notei as publicidades no celular e atrapalham a navegação. Contra publicidade ou não, combinado é combinado.

    3. Eu assinei porque foi informado que não seria veiculada publicidade oficial, do governo. Nada contra a publicidade da iniciativa privada.

  57. Ñ podemos perder a guerra contra o mal, q é o comunismo escancarado, q revida criando factóides à supremacia americana, e deserção dos ingleses ao modelo "social democrata" q domina a Europa, em especial a França. Na verdade, este mal travestido é representado no Brasil por Sarney e FHC, duas víboras comunistas,q tudo querem somente p os seus grupos.Para a sociedade implantam experiências, protótipos a aprovar, fisiologismo. Assim é o nosso CONGRESSO. Veremos o covid-19 A quem escolhe.

    1. Alvaro, para essa turminha olavista se você não "ajoelhar e rezar para o Bolsonaro e dizer amém no final", então você é esquerdista comunista globalista. Há, esqueci de dizer que acima do Bolsonaro só existe o Deus Olavo de Carvalho.

    2. Pô meu chapa, rotular FHC de "comuna", é um disparate. Mas, incluir o chefe do clã, Zé do Sarney, é de uma ignorância juramentada. O cara é um tubarão capitalista de 4 costados, tetra milionário e que está "cag..ndo e andando" pras necessidades da sociedade. Vai se informar direito, cara sem confundir alhos com bugalhos. apscosta

    3. Esses europeus e sua social-democracia (ou seria comunismo) são tão burros, né José? Inteligente é o brasileiro que votou duas vezes em Lula, duas em Dilma e, agora, no Dilmo. Por isso o Brasil é essa “maravilha” e a Europa é um lugar tão ruim para se viver. Francamente.

  58. A irresponsabilidade dos poderes da república, por picuinha uns com os outros, estão caminhando para um jogo perigoso, que não vai acabar bem, para o povo e o país. Parecem crianças brincando com fogo, um rebate o outro criando problemas entre si para mostrar poder e independência e o país quem paga a conta e o povo vai sofrendo com essa disputa mesquinha. Espero que os eleitores que estão no meio do fogo sem terem nada com isso, se lembrem de fazer a limpeza necessária nas próximas eleições.

  59. O Brasil vai de encontro a crise com este congresso e com um presidente que até agora não mostrou nem serenidade e nem bom senso ( o menospreso ao COVID 19 só foi mais um exemplo).

    1. Entao faz o seguinte, meu chapa.. melhor que "menospreso" é "tejepreso".. falou? Apscosta

  60. O que mais impressiona é a avidez insana dos corruptos do congresso, que ao invés de trabalhar para o país só pensam em sabotar as ações para melhorá-lo, esse sim é um vírus mortal - congressoVid20

    1. O que parece é que o Congresso, assim como outras Instituições, não é do Brasil. Seus integrantes residem em outro país e são inimigos do Brasil.

Mais notícias
Assine agora
TOPO