FelipeMoura Brasil

O abandono do amadorismo

23.05.19

A declaração mais sensata de Jair Bolsonaro dias antes da manifestação do dia 26 foi no café da manhã com jornalistas desta quinta-feira, 23:

“Quem defende o fechamento do Supremo Tribunal Federal e do Congresso Nacional está na manifestação errada. Essa pauta está mais para Maduro.”

Não importa se setores da imprensa e grupos que se recusaram a aderir aos atos de domingo inventaram ou acreditaram em postagens de infiltrados, se há mesmo radicais pregando o fechamento de outros Poderes, ou se esta defesa é apenas força de expressão por parte de manifestantes revoltados com a sujeira e a lentidão das instituições, ou seja: tudo que foi matéria de embates, inclusive de aliados, nas redes sociais nesta semana.

Cabe ao presidente, como a qualquer analista sério, repudiar possíveis extremismos, para evitar o nascimento ou crescimento de uma onda contrária à ordem democrática.

Deste modo, sem deslegitimar a manifestação em defesa da reforma da Previdência de Paulo Guedes e do projeto anticrime de Sergio Moro, Bolsonaro filtra o estímulo que ele próprio deu à revolta geral contra o STF e o Congresso quando compartilhou o texto do servidor público Paulo Portinho, segundo o qual o presidente “provou que o Brasil, fora desses conchavos, é ingovernável” e ele “não é culpado pela disfuncionalidade”.

Em vez de eximir-se de novo, Bolsonaro ainda se incluiu entre os culpados, ao explicar, no café, sua declaração recente de que o problema do país é a classe política: “Foi um comentário geral. Estamos, nós, políticos, no poder desde que saiu o Figueiredo. Um deputado não aguenta ouvir isso daí? Tá chateado? Eu me incluo no bolo.”

Agora cabe ao presidente incluir-se no bolo de Guedes, em vez de enfraquecer o apoio parlamentar e popular à reforma com declarações como a de que “brevemente” será apresentado um projeto que trará mais recursos ao país do que ela: “Com todo respeito ao Paulo Guedes, a previsão de nós termos dinheiro em caixa é maior do que a Previdência em 10 anos e ninguém vai reclamar desse projeto, com toda certeza.”

Após o governo dar margem a que o contingenciamento de 3,4% do orçamento de instituições federais de ensino superior soasse e repercutisse como um corte de 30% na Educação – percentual referente às despesas discricionárias (não obrigatórias), que representam menos de 12% do total –, Bolsonaro já devia ter se dado conta dos cuidados necessários para anunciar medidas sobre pontos sensíveis do debate público.

A prontidão da esquerda acadêmica e jornalística em disseminar narrativas falseadas, de parlamentares como Paulinho da Força em desidratar a reforma para não garantir a reeleição de Bolsonaro, e de partidos da oposição e do suposto Centro (incluindo Aécio Neves) em enfraquecer Sergio Moro (que perdeu o Coaf por 228 votos a 210 no plenário da Câmara) são motivos não para a insolência de um presidente que joga para a galera e ainda divulga o vídeo de um pastor congolês apresentando-o como escolhido por Deus, mas para o abandono do amadorismo nos atos de seu governo.

Insistir nos erros, e ter sempre de amenizá-los, também torna o Brasil ingovernável.

Felipe Moura Brasil é diretor de Jornalismo da Jovem Pan.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Analises profundas de comportamentos minimos de nosso presidente, como se fosse conselheiro presidencial, divulgados incessantemente na midia, nada ajudam no momento tao tenso. Esta dando muitas interpretaçoes que nao condizem com a realidade das conquistas desses 11 meses. Da a impressao de, incessantemente ser contra este governo eleito. Para mim se chama sindrome de rapariga feia, tem pouca procura e muito fuxico. Este esta sendo o jornalista Felipe Moura Brasil em constantes ataques.

  2. Parabéns. Sempre escorreito em seus comentários. Uso seu espaço para um comentário fora de lugar.É quê não achei o local certo e como vc é diretor da JP: quero registar meu apoio a saída do "Professor" Villa, pseudo intelectual, português de terceira, (pronúncia 'subzídio') ,arrogante e "dono da verdade". Acho que está com dismenorreia.

  3. Sua saída do Antagonista foi uma alegria é uma tristeza. Alegria pq votei a ler os post vespertinos que deixaram de ser Bolsonaristas e tristeza pq sabia que a partir daquele momento a Jovem Pan perderia sua independência. Dito e feito, com o afastamento do Villa à rádio está bem chapa branca. Vc conseguiu a proeza de transformar o Augusto num fantoche seu, talvez pela necessidade do emprego, tanto que ele sempre chega em cima da hora o que demonstra falta de prazer no trabalho.

  4. Felipe fiquei decepcionada com vc no video mentindo que o Villa saiu de férias. Nunca me passou pelo pensamento q vc mentisse. Que decepção. Vc tomou parte tb incentivando a saída dele?Villa é autêntico e agora percebo q vc tem todo um jeito dissimulado para falar o q ele fala, mas sem a coragem dele. To muito decepcionada com vc.

    1. Ele é o responsável pelo jornalismo da Jovem Pan sendo o único responsável pelo afastamento do Villa que não se curvou ao bolsonarismo como fez o Augusto pra se manter. Os próximos serão Vera e Andreazza. A Jovem Pan agora faz um jornalismo chapa branca para um governo autoritário, armamentista e despreparado. Um governo servil ao ridículo Trump. É o lado errado da direita.

  5. Sr. Diretor de jornalismo da jovem pan, por que mentiu dizendo que o Villa saiu de ferias? Cade a vverdade e transparencia? A Crusoe vai continuar calada? Ou é muito colírio para os nossos olhos.

    1. A revista não tem nada a vez com isso, mas eu não perco meu tempo pra ler as colunas desse Bolsonarista assim como não lia seus posts no Antagonista e não lhe dou audiência na rádio. FMB não passa de um moleque adorador de déspota.

  6. Gente do céu, quem crê em Deus, sabe que Ele é misericordioso e infinitamente bom e justo. Alguém, em sã consciência, acredita mesmo no messianismo do Bolsonaro. Deus enviou o Seu filho unigênito por AMOR, enviaria outro agora com sede de sangue, distribuindo armas para matar os seus semelhantes? Onde a lógica? Vamos tomar um copo d'agua!

  7. Caro Felipe, Fico perplexa com a falta de aceitação da escolha do povo: queremos alguém que busque fazer o melhor para o país e não negociar cargos como Congresso que só enxerga seus umbigos e deixam o povo á míngua. Respeitaram todas as escolhas anteriores mesmo sendo um desastre, a articulação e comunicação só nos jogaram na lama. Porque não aceitam a nossa escolha, agora. Porque se ele for um sucesso o Congresso é que será o fracasso??? Será isto?

    1. olha amadorismo transparente sério até aqui. promessas de campanha que dependiam dele já se concretizaram, outras dependentes do congresso. que por sinal muito profissional, assim como presidentes de irretocável profissionalismo, só pra citar alguns: Collor, Lula 2x , Dilma 2x temer. pense nisso

    2. O amadorismo do Bolsonaro é gritante. Quase todos que conheço que votou nele estão decepcionados.

  8. O único que entrega resultados palpáveis e concretos nesse governo é o ministro Tarcísio de Freitas, único servidor de carreira, o qual aliás está há muito tempo no serviço público. E seus projetos impactam muito antes da chegada do presidente Bolsonaro, no mínimo desde a Dilma Roussef.

  9. Parabens Felipe. A comunicacao do governo e'um desastre. Parece em certos momentos, q a polemica faz arte da estrategia, mas certamente nao nos levara a um bom lugar. Temos reformas para aprovar e pata tanto a comunicacao e'vital.

  10. “Declaração mais sensata do presidente esta semana”? Ele sempre pensou assim, nunca quis briga e sim respeito por sua decisão de governar sem “articulação” ou propina. Sinto saudade do Felipe Moura do começo, organizador do Olavo, Reunião de Pautas esclarecedoras no meio de tanta desinformação. Só mesmo Diogo fora do Brasil para ter essa clareza do início. Hoje algo se perdeu.

  11. Caro Felipe, sei como é difícil romper com o "politicamente correto " ! A História vai mostrar que ao elegermos Bolsonaro, escolhemos a sua franqueza, as suas manifestação explosivas! Se atitudes de paulinhos, no congresso, levandosviks no STF tivessem as mesmas críticas severas, todo este mimimi já tinha acabado e o Brasil estaria crescendo a passos largos!

    1. Peefeito. Eu tenho cá mimhas dúvidas. Mas vamos orar e aguardar pra q Deus abençoe nossso país e esse presidente.

  12. Parabéns pela clareza do comentário, Felipe. Continue sempre assim tanto aqui como na Jovem Pam, que sem dúvida é a assistida através dos Pingos nos Is no trânsito de São Paulo, na volta do trabalho! Da nossa parte , queremos contribuir com nossos estudos, trabalhos e impostos "bem empregados" para um Brasil melhor para os brasileiros. Que os brasileiros consigam ao longo do tempo modificar a mentabilidade da maior parte dos que pleiteiam cargos políticos no Brasil. E aprendam a cobrá-los.

  13. Felipe, boa tarde! Sua lucidez é invejável, tenho a mesma opinião!! Chega de amadorismo! Está na hora de pensar antes de falar, calar as rusgas internas e focar nas reformas!!! Viva o Brasil!

  14. Felipe,estamos indignados com tudo que está acontecendo.Nunca a verdade sobre comportamento de políticos e suas intenções estiveram tão claras aos nossos olhos.Às vezes a forma que o presidente se expressa, reflete o que o brasileiro médio, pai de família pensa.Não é radicalismo, é cansaço de uma parte da população quem quer que as coisas deem certo e que sabe que virão a médio e longo prazo, e governados por quem elegemos, e não por canalhas que citam governar com um parlamentarismo branco.

    1. Então devemos ajudá-lo a se encontrar, porque sem ele, nós brasileiros estaremos fadados a ver o nosso pais se tornar uma nova Venezuela...

  15. Felipe. Discordo de você. Bolsonaro agiu corretamente quando anunciou a existência de um plano para arrecadar (ou economizar) 1 trilhão de reais por outros meios, que não a Reforma da Previdência. Imagine se o Congresso Nacional não aprovar a Nova Previdência (o regime de capitalização)? Na semana seguinte poderia ser o caos financeiro. A Bolsa despencaria, o dólar aumentaria assustadoramente, pessoas fugindo no aeroporto... Sim, Bolsonaro fez certo ao se antecipar e evitar o APOCALIPSE.

  16. Grande Felipe, este sim um cara integro e com uma tremenda visão sobre os REAIS fatos deste poder putrefacto, o congresso nacional.

  17. Felipe, esse foi seu melhor texto na Crusoé até agora. Mais um da redação que enxergou o mal do bolsonarismo. Precisamos de união em torno de ideiais liberais e foçados em reestruturar nossa economia.

  18. A imprensa continua a mesma, tem seus bandidos de estimação mesmo presos e è contra o atual governo estão igual o congresso deixaram de ter o toma lá dá cá se revoltaram

  19. Aos poucos vamos vendo que a imprensa " são em maioria esquerdista e escancaradamente oposição ao atual governo, acreditei notícias tendenciosas no intuito de atingir Bolsonaro, e seu filho, indolatraram o motorista e endeusaram uma vereadora, mais como a maioria perderam a oportunidade de só defender os governos passados

  20. Sensacional esse texto! É obvio que queremos um Brasil mais decente, por isso mesmo críticas são necessárias. E Bolsonaro as merece com suas falas destrambelhadas.

  21. Eu te assisto noutro território em lugar de ver a globo-news. Como se diz aqui no linguajar tropeiro: é uma faca de dois legumes. Tem o lado positivo do Bolsonaro soltar passarinhos engaiolados para ver o que vai dar. Cada vez que ele é criticado por falar demais, o povo fica sabendo das maracutaias e o que estava embaixo do tapete. No caso de algumas Universidades vieram à tona escândalos, propinas, pornografia e drogas facilitadas. O Templo do Saber virou departamento de partidos políticos.

  22. "Insolência de um presidente que joga para a galera..." FELIPE, QUERO SER PROCESSADO POR VOCÊ. VÁ A MERDA COM SEU PENSAMENTO BALDIO DE IMPRENSA MARRON. É A CORRUPÇÃO, ESTÚPIDO!

  23. Bolsonaro é hipocrita e insano, irresponsável e inconsequente, não diz coisa com coisa, oque diz de manhã não vale para a tarde. É um sujeito honesto (aparentemente), parece ter boas intenções em mudar o país mas fala e se posiciona dubiamente o tempo todo. Pior que não deixa de passar vergonha e ter que desdizer continuamente oque dissera anteriormente. Belo prato para a esquerda de plantão. Não sai de cima do muro. Sensatamente, quem pode defender um governo desse?

    1. Caro Aladim, não concordo com você em alguns pontos. Como ficou colocado no magnífico texto do Felipe, Bolsonaro tem seus momentos de sensatez. Certamente, está sendo pressionado por todos os lados e nunca demonstrou sangue de barata, como vemos em alguns dos que nos representam. Ele possue esta característica: apertou, gritou. Sempre foi assim no legislativo. Mas, agora que assumiu essa missão que a população confiou, vai ter que se modificar um pouco, não sendo hipócrita, mas, menos impulsivo.

  24. Bota amadorismo nisso! É de uma incompetência ímpar! Até o fim do ano estaremos todos no buraco. E o governo nem vai perceber...

  25. A metáfora do tiozão do churrasco cai bem ao Bolsonaro. Ele tem que entender que é o presidente, e o que ele fala tem consequências... Boa Felipe

  26. Bolsonaro beira ao ridículo . Votei nele, por isso tenho todo o direito de dizer que a minha desesperança é tão grande quanto a minha vergonha!

    1. Que bom vc pode se expressar com toda a liberdade! Se o presidente fosse o outro, não poderia falar nada. Nem você, nem a Crusoé. Todos seríamos censurados, lembra?

    2. mentiroooooooooooooso... 😆😆😆😆😆😆😆😆😆😆

  27. Não necessariamente tenha que extinção muitas vezes apenas uma boa reforma resolve - fecha, reforma e reabre "SOB NOVA DIREÇÃO". Não é assim que funciona no mundos dos negócios?

  28. Sou Bolsonarista ,porém penso que seria bom que Bolsonaro pensasse bem antes de falar, sei que sua espontaneidade é o resultado de uma personalidade que é verdadeira ,mas se ele agia como deputado ,como Presidente deve raciocinar antes de falar qualquer coisa.

    1. Concordo. Na posição dele, evitar gracinhas e atentar mais ao que fala seria uma grande mudança que faria diferença. Ele precisa dar este salto. Fazer esse aprendizado.

  29. Complementando o comentário anterior. Para atrapalhar ainda mais a própria pauta governamental, o Bolsonaro quer inventar um imposto novo. Sabem o que é? Antecipar imposto que seria pago na venda de um imóvel. Com que custo? Na verdade é vender por preço mixuruca o futuro do país. O que arrecada agora, perde no futuro. É totalmente inverso à Reforma da Previdência quanto a sua economia. Ideia de jerico que cria chifre na crista da galinha para abortar a Reforma da Previdência. Gestor ridículo.

  30. A manifestação teria até sentido se o presidente tivesse trabalhado com afinco e negociado diligentemente com o Congresso e nada conseguisse. Não é o caso. O Bolsonaro é inerte, não dialoga, não trabalha e quer que tudo saia na urina. Não é assim que um presidente tem que se comporta. Pior ainda, quer governar com suas facções e pelas redes sociais. Um governo tão novo que em pouco tempo envelheceu. E ainda colocou um Ministro da Educação mal educado. O resto, com raras exceções, é imprestável.

    1. perfeito TANIA, é isto mesmo... negociar com STF ? Tem é que prender todos eles

    2. Ele não pode falar se não querem só palavras. Como você senta e discute com um corrupto? Com alguém que quer algo em troca? Se você quer fazer diferente não te ouvem vão embora e mentem para não mostrar que são os culpados.Dificil conversar com desonestos é uma negociação sem base de respeito.

  31. Concordo. Nisso tudo o maior prejudicado foi o Sergio Moro, que ñ contou com a força necessária do Presidente para colocar o Brasil nos trilhos. Eu me perguntei....será que VALORES REAIS DE FIBRA E DE HONRA, despertam medo até no Presidente ????

    1. Se o presidente ficou um pouco neutro aparentemente para respeitar os demais poderes foi porque se fosse mais agressivo qualquer acordo seria afastado de imediato. A maioria dos políticos não querem o Moro mas foi JB que o colocou para sentar ao seu lado no ministério quer maior prova? Moro tem todo ministério para mudar e fez um projeto de lei mas cabe ao legislativo discutir e votar. Cada um com sua parte. A nossa é cobrar e estimular que votem.

  32. Jair é o ápice da vontade popular e isso não vai mudar. Suas palavras e atos, o levaram a presidência. Sua conduta faz jus aos seus eleitores que não vão abandoná-lo. Jair é homem de moral cerceado por crianças birrentas do Parlamento. Eles bloqueiam Jair e fazendo isso magoam os cidadãos que tem razão quando acham ser simples tomar uma decisão de aprovar a nova previdência, as dez medidas contra a corrupção de Moro, o foro privilegiado e outras sandices. O povo vai se mobilizar e agir.

    1. Faltou mencionar as crianças birrentas da imprensa, que são em maior número, além do mais são preguiçosos, pois não checam a veracidade das noticias antes da divulgação, e atacam sem dó todos os atos do presidente, Pinóquios!

  33. A mídia está tentando ensinar o eleitor de Bolsonaro - aquele que deseja o correto - a aceitar que não somos “perfeitos”? Paremos de viajar ao exterior e só andemos por aqui (quem tiver coragem)! A nossa fama vai piorar!

    1. Nós que desejamos o correto, estamos sendo questionados por esta mídia. Difícil entender...

  34. Concordo plenamente, Felipe. Aliás, você está se tornando uma "ilha" dentro da "ilha" que a Crusué se propôs a fazer no jornalismo. O Diogo está mais parecido com o Olavo... de longe e dando "pitadas" catastróficas. É uma pena, porque ele atingindo Bolsonaro atinge indiretamente Paulo Guedes, Moro e outros bons ministros do governo além de comprometer as reformas. Um desserviço a nação.

    1. Concordo e acrescento que o do Mário está muito bom e é bem a descrição real do Brasil: o do trabalhador que foi enganado pelo partido corruPTo dos trabalhadores.

  35. Não acredito em invenção, como vc quer parecer ao leitor. Em 5 meses de governo temos assistido falas desastrosas e bizarras do Presidente e filhos. Essa estratégia olavista foi criada no Palácio do Planalto pelos milicianos digitais, avalizado pelo principal deles: Jair Bolsonaro.

    1. André, discordo de você, o Carlos não é um palhaço. é sim um coitado.

    2. Carlos você é um palhaço. Desrespeita o cidadão com sua "análise" primária e soberba. Típico esquerdista.

    3. Uma coisa boa que a imprensa poderia fazer,seria boicotar essa manifestação de domingo próximo. Não tocar no assunto. Onde já se viu,fechar o Congresso do STF. E a democracia? Que gente doente a família bozo é seus seguidores.

  36. O país? O país que se lixe. Eu quero é o meu. Meu privilégio, meu status quo, minha aposentadoria milionária integral com 8 anos no parlamento ou na sinecura ainda que saiba que a viúva vai quebrar, minha toga intocável ainda que meu comportamento seja marginal, meu eterno mandato improdutivo, meu cargo público com interesse inconfessável, a população ignorante é mera massa, os ativistas são barulhentos ingênuos ou massa de manobra, à imprensa? Ora, à imprensa fascista, esquerdista, nada diz

  37. Parabéns Felipe , vc foi cirúrgico e imparcial ! Espero que o Mainardi leia seu texto! Mas , infelizmente acho que não descerá do Olimpo para tanto!

Mais notícias
Assine agora
TOPO